domingo, 3 de junho de 2012

Mortes de Animais Marinhos: Teóricos da Conspiração Acusam o HAARP



MUNDO. O caso mais recente e significativo está em curso: golfinhos, pelicanos, outras aves aves marinhas e, mais recentemente, crustáceos continuam (maio/junho, 2012) aparecendo mortos, em grande número nas praias do Perú. 

Em suas explicações aos midia, a comunidade científica oferece pouco mais que especulações, hipóteses, cuja não confirmação, depois do tempo que os especialistas já tiveram para investigar, torna as ocorrências muito suspeitas. Boatos sobre as causas do desastre ecológico espalham-se e até alienígenas, não-humanos já foram responsabilizados.

Porém, estas mortandades estão nas manchetes há, ao menos, dois anos. Não há como negar que o fenômeno já assumiu dimensões planetárias. 

Entre as informações que circulam nos jornais, revistas e blogs alternativos - e mesmo em publicações prestigiadas pela tradição dos serviços prestados ao longo de décadas, uma hipótese tem sido insistentemente defendida como causa dessas morte: atividades desconhecidas perpetradas por uma instituição que existe envolta em mistério: a H.A.A.R.P. que, oficialmente é o High Frequency Active Auroral Research Program (Programa de Pesquisa de Aurora Ativa de Alta Frequência).

HAARP,  um nome comprido para uma instalação mal explicada, oficialmente financiada pela Força Aérea e Marinhas Norte Americanas com a assessoria da Unversidade do Alaska, porque a este Centro de Pesquisa localiza-se no estado do Alaska



A HAARP, que constitui-se em uma rede de 180 antenas, começou a ser montada em 1993. Porém, hoje, as instalações do HAARP não se restringem ao Alaska. Em todo o mundo existem centros do HAARP, enclusive no Brasil e no Peru (mapa acima).   


Esta estrutura provoca controvérsias antes mesmo de sua instalação. Muitos cientistas, ambientalistas, militantes pacifistas alegam ou, pior - denunciam que o HAARP esconde um propósito bélico com utilização de tecnologia muito avançadas. 

Aquela rede de antenas tem sido apontada como sendo uma arma geofísica. Esta hipótese foi defendida, por exemplo, pelo russo Vladimir Putin, em 2002.

Antes disso, em 1999, o Parlamento Europeu declarou que o HAARP é um instrumento capaz de manipular o meio-ambiente em termos de clima e geologia. Levantou-se ainda o temor que essa manipulação pudesse estender-se aos seres humanos.

Enquanto os animais continuam morrendo em massa e os porta-vozes governamentais oferecem apenas promessas de análises, resultados laboratoriais negativos e hipóteses, tal como o aquecimento das águas sem, contudo, comprometer-se com afirmações, jornais como o El Tiempo - Colômbia, já publicam manchetes explícitas como esta, por exemplo: EL HAARP CONTINÚA MATANDO ANIMALES MARINOS. 

LINK RELACIONADO 

FONTE: SUAREZ, Jorge Alberto. El HAARP CONTINÚA MATANDO ANIMALES MARINOS.
EL TIEMPO-ALTERNATIVAEXTRATERRESTRE/Colômbia,publicado em 13/05/2012.
[http://www.eltiempo.com/blogs/alternativa_extraterrestre/2012/05/el-haarp-continua-matando-anim.php]
SOBRE HAARP. WIKIPEDIA/English
[http://en.wikipedia.org/wiki/High_Frequency_Active_Auroral_Research_Program]

Um comentário:

R.O disse...

Olá, quero saber se está interessado em parceria de links comigo :

http://www.ultimas-ro.blogspot.pt
http://realidadeoculta-novo.blogspot.com
http://www.realidadeoculta.com

abraços

envie resposta para: realidadeoculta@mail.com

Arquivo do blog