quarta-feira, 30 de agosto de 2017

A História de Lady Green


ASSOMBRAÇÕES. IRLANDA. As versões do caso variam mas o terror do enredo permanece: tragédia, infanticídio, insanidade, mistério, uma queda social - do conforto de uma casa grande para o final deprimente em uma favela de Dublin. Estamos em 2017... Foi há 125 anos... A História de Lady Green.

27 de março de 1888. Bellina Prior, 21 anos, morava em Folly Lane (uma rua secundária ou travessa) - no centro da cidade, filha de um ex-comandante militar de Armagh, foi acusada do assassinato de Ann Slavin, moradora de Callan street.

De acordo com os registros do Tribunal, Miss Prior tinha afogado intencionalmente a criança em uma caldeira de cozinha sem qualquer motivo aparente. A defesa argumentou que a criança caiu sozinha, perdera o equilíbrio e Bellina - não conseguiu agir a tempo.

Adele Prior, irmã mais velha da acusada, em seu testemunho - relatou que Bellina e a criança ficaram sozinhas na cozinha cerca de 15 minutos quando a jovem apareceu "branca como um fantasma", molhada, dizendo: "Acabou! Não fiz isso". Somente mais tarde a acusada afirmaria: "Eu matei a criança".

Outro detalhes surgiram com a versão contada pelo reverendo Benjamin Wade, também bibliotecário (ou Chanceler, notário da igreja). No Tribunal ele disse ter perguntado à ré: "O quê você fez? - Ao que ela respondeu: "Não te direi nada, não direi uma palavra".

Ele pressionou: "Você não sabe que privou aquela pobre criança de sua vida? Sabe qual é a consequência?" Prior respondeu: "Estou certa de que serei enforcada e fico feliz com isso".


Enquanto estava presa ela tentou se matar cortando a própria garganta. Sobreviveu e foi transferida para um hospício. O veredito foi - culpada de assassinato mas, o júri a declarou louca. Outra versão com pequenas diferenças é encontrada na edição do Lloyds, de Londres, publicada em 1º de Abril de 1888:

"A senhorita Bellina Prior, filha do falecido coronel Prior, foi presa na terça-feira na residência de sua mãe, situada na Colina do Vigário (Vicar's Hill) acusada pelos magistrados de ter afogado Ann Slevin, de três anos de idade. Há algum tempo a Srta. Prior tem mostrado sinais de mania homicida e - recentemente, atacou sua mãe e sua irmã com um machado.

Na ocasião, sua irmã - Adele - queria descer as escadas mas, ela pediu que não fosse - dizendo - "Eu matei a criança". Então, a irmã desceu até a cozinha e encontrou a vítima com a cabeça mergulhada na caldeira. Adele retirou a criança dali.

A seguir, a mãe das jovens chegou ao local e Bellina lhe disse: "Eu fiz isso mãe, eu acabei com você e fico feliz com isso". Bellina acrescentou que "não tinham sido gentis com ela".


Um amigo da família, o reverendo Chanceler Wade, chegando ao local, questionou Bellina Prior mas, ela recusou-se a falar. 


O inquérito foi realizado em Armagh, na quarta-feira quando o júri proferiu o veredicto de homicídio culposo - sem intenção de matar - contra Miss Prior. A acusada foi internada em um asilo para lunáticos e posteriormente transferida para um estabelecimento em Dublin.

Outros detalhes permanecem mal explicados como o por quê ela foi liberada do asilo mas sabe-se que Bellina e sua mãe acabaram a vida na pobreza em uma favela de Dublin. Acredita-se, ainda, que a Sra. Prior terminou por matar a filha antes de cometer suicídio.

O fantasma de Bellina Prior ficou conhecido com The Lady Green porque  - segundo a lenda - seu espírito foi aprisionado em uma garrafa verde e ela poderia escapar se a garrafa fosse quebrada. A garrafa teria sido guardada na casa de Vicar's Hill, que - no passado, fora a residência da família Prior.

A história atravessou os anos e tendo-se tornado lendária, assustou gerações de crianças que temiam estar fora de casa depois do anoitecer pois diziam os adultos - "Cuidado, Lady Green vem te pegar!"


VÍDEO/POST RELACIONADO
IRLANDA GHOST * O FANTASMA DE VICAR'S HILL



https://youtu.be/QsVtidzGeCk
 IRLANDA. CIDADE DE ARMAGH. VICAR'S HILL. Em 31 de julho de 2017, a câmera de segurança de um carro que transitava na rua lateral onde localiza-se a Catedral da Igreja Anglicana da Irlanda, em Vicar's Hill - ou colina do Vigário, na cidade de Armagh - capturou a estranha imagem de um homem vestido com roupas da época georgiana (período histórico definido entre 1714 a 1830).
TEXTO COMPLETO NO BLOG
https://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2017/08/o-fantasma-de-vicars-hill.html

FONTES
MCKENNA, Michael. Who remembers the childhood tale of the Green Lady?
IN ARMAGHi, 31 de Outubro 2013
http://armaghi.com/whats-on/who-remembers-the-childhood-tale-of-the-green-lady/8612
THE BRITISH NEWSPAPER ARCHIVE
http://www.britishnewspaperarchive.co.uk/viewer/bl/0000079/18880401/032/0008
Acessado em 29/08/2017
Murder by a Colonel's Daughter
* http://www.slavens.net/news/tragedy.htm
Acessado em 29/08/2017
The True Story of the Green Lady, 2007
By Roisin Kelly
http://www.inarmagh.net/2007/stories/coliver/coliver.html

terça-feira, 29 de agosto de 2017

O FANTASMA DE VICAR'S HILL


IRLANDA. CIDADE DE ARMAGH. VICAR'S HILL. Em 31 de julho de 2017, a câmera de segurança de um carro que transitava na rua lateral onde localiza-se a Catedral da Igreja Anglicana da Irlanda, em Vicar's Hill - ou colina do Vigário, na cidade de Armagh - capturou a estranha imagem de um homem vestido com roupas da época georgiana (período histórico definido entre 1714 a 1830).

Na ocasião, a motorista, uma senhora - diminuiu a velocidade para observar a cena. O homem caminhou lentamente, atravessou a rua e desapareceu penetrando o muro do lado oposto de uma propriedade também pertencente a Igreja.



Naquele momento as testemunhas perceberam que o fato era sobrenatural - ainda mais tratando-se de algo ocorrido em Vicar's Hill, lugar associado a uma personagem fantasmagórica das lendas locais: uma assombração conhecida como The Green Lady.

No que se refere ao espectro cruzando a rua, ele poderia ser o reverendo Benjamin Wade, que esteve envolvido com o terrível episódio que marcou a vida e a morte de Lady Green - a infanticida, suicida e louca, que um dia habitou uma casa em Vicar's Hill.

FONTE
Is this a ghost captured on camera in Armagh today?
IN ARMAGHi, 31 de Julho de 2017
[http://armaghi.com/news/armagh-news/is-this-a-ghost-captured-on-camera-in-armagh-today/53501]

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

ONDINAS - OS ESPÍRITOS ELEMENTAIS DAS ÁGUAS


Criaturas ethéricas. Sua existência antecede o surgimento do homem. Os ELEMENTAIS, são uma classe de espíritos que trabalham na criação, manutenção e atividades dos quatro elementos básicos que constituem a Natureza deste planeta.

Considerados uma categoria mais evoluída de fadas, ONDINAS dominam a invisível e espiritual essência do ether úmido ou líquido e segundo algumas lendas, possuem um governante chamado Necksa ou Nicksa. O ponto cardeal das Ondinas é o Oeste.

A beleza das formas é uma característica dos Espíritos das Águas.Como a água é associada a um simbolismo feminino = geralmente são retratados como mulheres mas as formas masculinas também estão presentes entre os espíritos mais evoluídos do elemento. 


Existem muitos grupos de Espíritos da Água. São oreades, nereidas, limoníades, naiades, mulheres-do-mar, sereias, potamides TRITÕES - conforme os diferentes meios aquáticos que habitam: cachoeiras, onde podem ser vistos entre as franjas d'água; a correnteza dos rios, as minas gotejantes, pântanos ou lagos límpidos nas montanhas. Para os ocultistas, filósofos de tempos antigos, toda fonte tinha sua ninfa; todo oceano, suas oceânidas. 

Nos mares, sereias e sereianos, muitas vezes, são representados cavalgando golfinhos ou grandes peixes. Estes espíritos somente evitam as profundezas abissais, porque são trevosas e se não há luz, ali não vão os elementais.

O tamanho dos elementais das águas varia entre os pequenos e os colossais. Alguns são tão diminutos, que moram entre os lírios d'água, em casas feitas de musgo, entre os juncos que crescem às margens de lagoas e riachos. Os oceânicos são maiores e mais robustos e suas habitações são cavernas de pedra e coral.

Nas áreas urbanas tendem a se reunir nas represas, nas estações de purificação de água e em casos lamentáveis, anormais - escondem-se nos esgotos das grandes capitais. Vivem muito mas são mortais porém sua longevidade e resistência supera a dos seres humanos em longos e longos anos. 

Ainda sobre a fisiologia, a vida e atividades de Ondinas, um fato pouco comentado é que entre os elementais das águas existe uma categoria muito especial: são nebulares, que se alojam nas nuvens - nas águas que pairam no firmamento. 

Ali, no céu, passam a maior parte do tempo de suas vidas. Estudiosos consideram-nos intermediários entre os espíritos da água e do ar. São os únicos de sua categoria que têm, normalmente, corpos gigantescos e contornos imprecisos.

São estes os responsáveis pelo aspecto estranho ou fantástico de certas nuvens e pelas formações de cúmulos e cirros. Em trabalho conjunto com os silfos mais poderosos e muitas vezes conjurados pelos magos, podem desencadear furiosas tempestades de chuvas torrenciais anunciadas pelo fulgor dos raios e rugidos dos trovões. 



A RELAÇÃO DE ONDINAS COM A HUMANIDADE é muito próxima. O ser humano carnal, em quase 70% - de sua constituição, é feito de água. Por isso, ondinas colaboram para a manutenção de nossos corpos físicos e astrais. 

Despertam e estimulam a natureza emotiva. As energias da criação e do nascimento, os dons da premonição, da intuição e da imaginação criativa, são realçados pela influência destes elementais. 

As ondinas frequentemente fazem sentir sua presença no plano onírico. Nos sonhos. Dizem os ocultistas que uma ondina em particular nos acompanha ao longo de toda a nossa vida. Desempenham funções importantes na circulação dos fluidos corporais. 

Nossas enfermidades sanguíneas contaminam as ondinas e então, elas também ficam doentes tornando-se - assim - nocivos agentes que pioram os e males orgânicos e os distúrbios mentais.

A conexão fraca com nossa ondina pessoal e demais seres do reino das águas gera problemas psicológicos e psíquicos. 

A compaixão se faz ausente. Deixamos de confiar em nossa intuição e desenvolvemos um medo exagerado da dor. Tornamo-nos frios, antipáticos, agressivos, envenenados por toxinas, pois o elemento água já não  pode desempenhar livremente sua função de purificação.

Por outro lado, uma ligação exagerada com tais elementais pode nos mergulhar em depressão. A retenção de água no organismo é um bom indício físico de que isso está acontecendo. 

Passamos tempo demais concentrados em nossos pensamentos. A imaginação é excitada ao extremo, aparecem as compulsões, as condutas passionais. Sofremos ansiedade e delírios emocionais. Perdidos em fantasias, deixamos de lado as coisas reais.

As águas ajudam na cura. Fazer exercícios diários, danças, caminhar - é algo recomendável - aumenta a desenvoltura e logo a pessoa doente, se sente um pouco melhor pois o mal em si dormente sai aos poucos, no suor.

Os banhos são aliados, sabonetes perfumados, erva-doce, rosas, lavanda, em duchas frescas e quentes, acalmam, refrescam e limpam tanto o corpo quanto a mente. 

Completando o tratamento, em dose diárias, frequentes, um remédio natural, nada mais que água pura, alcalina, cristalina de uma fonte mineral. Chega a hora de dormir. Se possível é bom ouvir a melhor das melodias - um som de tranquilidade, a voz das ondinas que cantam durante uma tempestade.

O mundo é mais que o visível. Além da percepção dos nossos sentidos carnais - existe a sutil dimensão dos reinos dos Elementais. Os seres nas fontes, nos lagos, nos rios, nos mares, nas nuvens - trabalham nos planos astrais cuidando da substância solvente universal. As águas que fluem - nas veias da terra e do céu, das plantas e animais. 

No princípio era o Verbo e o Espírito de Deus pairava sobre o abismo das águas 

FONTES
Elementais, os Espíritos da Natureza
IN THE SECRET TEACHINGS OF ALL AGES
Manly P. Hall, 1928. Trad. adapt. & pesquisa: Lygia Cabus
[http://www.mortesubitainc.org/monstruario/criptozoologia-teorica/elementais-os-espiritos-da-natureza] 
LEADBEATER, C.W.. 
O LADO OCULTO DAS COISAS, p 74
São Paulo: Pensamento, 2005

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

ESTRANHO FENÔMENO NO CÉU DO CANADÁ


OVNI. MISTÉRIO. CANADÁ. Em Toronto, capital da província de Ontário, a maior cidade do Canadá, em 21 de agosto de 2017, dia do eclipse total do sol sobre a América do Norte, uma estranha luz azul, um OVNI - Objeto Voador Não Identificado, apareceu em imagens feitas por um cidadão usando a câmera de um IPhone. O aparentemente pequeno corpo luminoso, em forma de lua minguante, movimenta-se rapidamente em uma trajetória irregular

FONTE
Strange phenomenon observed during solar eclipse in Toronto 
YOUTUBE. Arshdeep Singh CH
Published on Aug 21, 2017
www.youtube.com/watch?v=3cZjyEzf0u4

ESFERA LUMINOSA FILMADA NO RIO GRANDE DO NORTE


MISTÉRIOS. BRASIL. RIO GRANDE DO NORTE. Na madrugada de 14 de Agosto de 2017, no quintal de uma residência, em Natal, capital do estado Rio Grande do Norte, uma câmera de segurança capturou imagens da estranha aparição de uma esfera luminosa de natureza desconhecida. Trata-se daquilo que tem sido chamado objeto plasma-luz. 

O pequeno corpo luminoso não identificado flutuava no ar movimentando-se rapidamente em trajetória errante. A moradora do local, que ficou intrigada com o incidente - publicou o vídeo no YouTube e comentou que este tipo de ocorrência já fora registrada em outras ocasiões no jardim e na lateral da casa. 



O caso está longe de ser o único, SOFÄDASALA tem uma vasta coleção de eventos semelhantes registrados em ambientes diversos e vários locais em todo o mundo.

FONTE
Luz estranha
YOUTUBE. FATIMA ARAUJO CH
Published on Aug 14, 2017
[https://www.youtube.com/watch?v=ENDqsqD_3BI]

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

USA. ECLIPSE 2017. Serviço de Emergência de Carolina do Sul Alerta Sobre Aparições de Homem-Lagarto Durante o Eclipse


O Lizardmen roxo que aparece nestas imagens aparece em uma reportagem do jornal Daily Mail de agosto de 2015. A manchete: Is this South Carolina's Lizard Man? New images claim to show mythic swamp monster...

USA. ECLIPSE. Em 09 de Agosto de 2017, a South Carolina Emergency Management Division (SCEMD - Divisão de Gerenciamento de Emergência da Carolina do Sul) - advertiu os moradores do estado sobre potenciais avistamentos de "Lizard Men" - homens-lagarto durante o próximo eclipse - que vai acontecer em 21 de agosto do ano corrente.

Em seu perfil, no Twitter (@SCEMD) a agência compartilhou um mapa histórico deste tipo de ocorrência. Em dois posts o assunto foi comentado:


A SCEMD não sabe se os Lizardmen se tornam mais ativos durante um eclipse solar mas, recomendamos que os residentes dos condados de Lee e Sumter permaneçam sempre vigilantes #Solareclipse2017

Em relação à possível atividade paranormal que pode ocorrer durante o #SolarEclipse2017. Como sempre, se você vir alguma coisa, diga alguma coisa. 



Observe-se que a agência admite o avistamento como "possível" e "potencial". O homem-lagarto do Condado de Lee é, supostamente uma criatura críptica, um remanescente ancestral, humanoide reptiliano do qual se diz, habita em áreas próximas a nascentes de água, esgotos de cidades e pântanos na região daquele Condado e outras partes do estado de Carolina do Sul.

De acordo com informações da Wikipedia, o Lizard Man é, geralmente, descrito como tendo cerca de 2,1 m de altura, bípede, corpulento e coberto de pele escamosa verde-escura. Muito forte, é capaz de rasgar a lataria de um carro. Algumas testemunhas relataram a presença de cauda em sua anatomia.

O primeiro registro de avistamento de um Lizard Man foi publicado nos jornais Post e Courier, em 1988. O relato foi feito por um residente do Condado de Lee (Lee Count) - Christopher Davis, na época, com 17 anos de idade.


Davis estava dirigindo por volta das 2 horas da manhã, uma madrugada de verão, quando o pneu do automóvel furou do Scape Ore swamp, um pântano. Ele já tinha terminado de trocar o pneu quando viu um "diabo de olhos vermelhos" a cerca de 30 metros de distancia. 

O jovem conseguiu entrar no carro e dirigir enquanto a criatura pulava sobre o teto do veículo. Davis conseguiu manobrar e derrubar o ser mas este ainda foi capaz de segui-lo na estrada a uma velocidade de 40 metros por segundo.

SOBRE O ECLIPSE


FONTE
South Carolina Agency Warns Of ‘Lizard Man’ Sightings During Eclipse
IN PATHEOS, 10/08/2017
http://www.patheos.com/blogs/progressivesecularhumanist/2017/08/south-carolina-agency-warns-lizard-man-sightings-eclipse/

Arquivo do blog