quarta-feira, 30 de agosto de 2017

A História de Lady Green


ASSOMBRAÇÕES. IRLANDA. As versões do caso variam mas o terror do enredo permanece: tragédia, infanticídio, insanidade, mistério, uma queda social - do conforto de uma casa grande para o final deprimente em uma favela de Dublin. Estamos em 2017... Foi há 125 anos... A História de Lady Green.

27 de março de 1888. Bellina Prior, 21 anos, morava em Folly Lane (uma rua secundária ou travessa) - no centro da cidade, filha de um ex-comandante militar de Armagh, foi acusada do assassinato de Ann Slavin, moradora de Callan street.

De acordo com os registros do Tribunal, Miss Prior tinha afogado intencionalmente a criança em uma caldeira de cozinha sem qualquer motivo aparente. A defesa argumentou que a criança caiu sozinha, perdera o equilíbrio e Bellina - não conseguiu agir a tempo.

Adele Prior, irmã mais velha da acusada, em seu testemunho - relatou que Bellina e a criança ficaram sozinhas na cozinha cerca de 15 minutos quando a jovem apareceu "branca como um fantasma", molhada, dizendo: "Acabou! Não fiz isso". Somente mais tarde a acusada afirmaria: "Eu matei a criança".

Outro detalhes surgiram com a versão contada pelo reverendo Benjamin Wade, também bibliotecário (ou Chanceler, notário da igreja). No Tribunal ele disse ter perguntado à ré: "O quê você fez? - Ao que ela respondeu: "Não te direi nada, não direi uma palavra".

Ele pressionou: "Você não sabe que privou aquela pobre criança de sua vida? Sabe qual é a consequência?" Prior respondeu: "Estou certa de que serei enforcada e fico feliz com isso".


Enquanto estava presa ela tentou se matar cortando a própria garganta. Sobreviveu e foi transferida para um hospício. O veredito foi - culpada de assassinato mas, o júri a declarou louca. Outra versão com pequenas diferenças é encontrada na edição do Lloyds, de Londres, publicada em 1º de Abril de 1888:

"A senhorita Bellina Prior, filha do falecido coronel Prior, foi presa na terça-feira na residência de sua mãe, situada na Colina do Vigário (Vicar's Hill) acusada pelos magistrados de ter afogado Ann Slevin, de três anos de idade. Há algum tempo a Srta. Prior tem mostrado sinais de mania homicida e - recentemente, atacou sua mãe e sua irmã com um machado.

Na ocasião, sua irmã - Adele - queria descer as escadas mas, ela pediu que não fosse - dizendo - "Eu matei a criança". Então, a irmã desceu até a cozinha e encontrou a vítima com a cabeça mergulhada na caldeira. Adele retirou a criança dali.

A seguir, a mãe das jovens chegou ao local e Bellina lhe disse: "Eu fiz isso mãe, eu acabei com você e fico feliz com isso". Bellina acrescentou que "não tinham sido gentis com ela".


Um amigo da família, o reverendo Chanceler Wade, chegando ao local, questionou Bellina Prior mas, ela recusou-se a falar. 


O inquérito foi realizado em Armagh, na quarta-feira quando o júri proferiu o veredicto de homicídio culposo - sem intenção de matar - contra Miss Prior. A acusada foi internada em um asilo para lunáticos e posteriormente transferida para um estabelecimento em Dublin.

Outros detalhes permanecem mal explicados como o por quê ela foi liberada do asilo mas sabe-se que Bellina e sua mãe acabaram a vida na pobreza em uma favela de Dublin. Acredita-se, ainda, que a Sra. Prior terminou por matar a filha antes de cometer suicídio.

O fantasma de Bellina Prior ficou conhecido com The Lady Green porque  - segundo a lenda - seu espírito foi aprisionado em uma garrafa verde e ela poderia escapar se a garrafa fosse quebrada. A garrafa teria sido guardada na casa de Vicar's Hill, que - no passado, fora a residência da família Prior.

A história atravessou os anos e tendo-se tornado lendária, assustou gerações de crianças que temiam estar fora de casa depois do anoitecer pois diziam os adultos - "Cuidado, Lady Green vem te pegar!"


VÍDEO/POST RELACIONADO
IRLANDA GHOST * O FANTASMA DE VICAR'S HILL



https://youtu.be/QsVtidzGeCk
 IRLANDA. CIDADE DE ARMAGH. VICAR'S HILL. Em 31 de julho de 2017, a câmera de segurança de um carro que transitava na rua lateral onde localiza-se a Catedral da Igreja Anglicana da Irlanda, em Vicar's Hill - ou colina do Vigário, na cidade de Armagh - capturou a estranha imagem de um homem vestido com roupas da época georgiana (período histórico definido entre 1714 a 1830).
TEXTO COMPLETO NO BLOG
https://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2017/08/o-fantasma-de-vicars-hill.html

FONTES
MCKENNA, Michael. Who remembers the childhood tale of the Green Lady?
IN ARMAGHi, 31 de Outubro 2013
http://armaghi.com/whats-on/who-remembers-the-childhood-tale-of-the-green-lady/8612
THE BRITISH NEWSPAPER ARCHIVE
http://www.britishnewspaperarchive.co.uk/viewer/bl/0000079/18880401/032/0008
Acessado em 29/08/2017
Murder by a Colonel's Daughter
* http://www.slavens.net/news/tragedy.htm
Acessado em 29/08/2017
The True Story of the Green Lady, 2007
By Roisin Kelly
http://www.inarmagh.net/2007/stories/coliver/coliver.html

Nenhum comentário:

Arquivo do blog