terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Glúteos Mortais! O Fim do Tubarão-Martelo


EGITO – Sharm El Sheik Resort, na faixa da praia da Mar Vermelho, um turista servio, Dragan Stevic, em estado de completa embriagues, resolveu mergulhar pulando do alto de um trampolim. 

Ao cair na água, ao invés de fazer ouvir um splash, o que se ouviu plás-ta-tum! O homem caiu com tudo direto na cabeça de um tubarão-martelo que, por sinal, há semanas, vinha aterrorizando os banhistas da região. 

O monstruoso predador marinho morreu na hora. O sérvio teve de ser resgatado do mar e levado a um hospital por conta de grave intoxicação causada pelo excesso de álcool. Quem disse que obesidade não mata? Meditemos...

FONTE: Drunk Serbian man kills hammer-head shark with his butt
Pravda English – publicado em 20/12/2010
[http://english.pravda.ru/news/society/20-12-2010/116275-shark-0/]

Cobra quadrúpede bicéfala


CHINA – No vilarejo de Hele, cidade de Changan, condado de Rongan, China, mais um capricho da natureza está chamando a atenção da população local e dos curiosos de todo o mundo. É uma cobra de corpo curto, duas cabeças e quatro pernas dotadas de patas guarnecidas de finos dedos. A notícia foi publicada no People's Daily Chinese newspaper. Look!

LINKS RELACIONADOS

FONTE: CLARK, Jason. Two-headed snake with four legs.
IN The Morningstarr, UK publicado em 28/11/2010
[http://www.themorningstarr.co.uk/2010/11/28/two-headed-snake-with-four-legs/]

domingo, 19 de dezembro de 2010

Seja Imortal: Download'e-Se


INTERNACIONAL – A pesquisa está em curso. A ciência está próxima a alcançar o mais secreto e universal desejo humano: derrotar a morte. Médicos e especialistas em inteligência Artificial estão trabalhando na criação da tecnologia necessária para capturar a Mente, o Conteúdo e a própria essência do Ser em um suporte de silício onde esta Mente-indivíduo poderá ser conservada e de onde poderá ser transferida para um novo suporte; um suporte orgânico mais familiar; um novo corpo! Não! Não é ficção científica.

No artigo Como se tornar imortal: upload your mind (How to become immortal - upload your mind), o pesquisador Terence Aym, estabelecido nos Estados Unidos, apresentou o mais importante projeto da comunidade científica para que o Homem possa alcançar a imortalidade.

Cientistas de diferentes áreas convergem para a mesma idéia básica: capturar o Todo individual que se manifesta através do cérebro, capturar tudo o que faz uma pessoa Ser quem é, e transferir este material-informação, primeiro para um computador (suporte de silício); depois, para o novo corpo. Se viabilizada e bem sucedida, a experiência tornaria um indivíduo, teoricamente, imortal.

De acordo com T. Aym já existe uma equipe científica empenhada neste desafio à Morte. O grupo chama-se The Digital Immortality Institute. Estes pesquisadores determinaram elementos necessários para alcançar imortalidade digital. São eles: acesso à internet garantido, sem breakout; garantia de integridade [totalidade de informações] dos Avatares para cada usuário de modo que personalidade, memórias, experiências peculiares etc., TUDO o que faz de uma pessoa um ser único, seja seja enviado para o fac-simile, o suporte digital ANTES da morte do corpo.

Em seu artigo, Terrence Aym lembra o prognóstico de outro investigador futurista, o britânico Ian Pearson. Pearson afirma: A morte será uma coisa do passado em 2050, quando computadores com uma extraordinária capacidade de memória terão sido desenvolvidos [Bien, monte, non sei mas... EU serei uma coisa do passado em 2050...].

Junto com Anders Sandberg, Ian Peaterson, é membro de um grupo denominado Transhumana, militantes e investigadores da tecnologia que permitirá o upload e o download das mentes. O Transhumana acredita que o alcance do objetivo é iminente em termos de período de tempo histórico. Sim, isso é muito fascinante. Meditemos...

FONTE: BELOV, Timofei. Death defeated: Download the brain.
IN Pravda English publicado em 09/12/2010
[http://english.pravda.ru/science/mysteries/09-12-2010/116131-immortality-0/]



sábado, 18 de dezembro de 2010

Isméria, a Santa Bisavó de Jesus


ITÁLIA-IRLANDA – Os evangelhos canônicos pouco informam sobre a vida do jovem Jesus antes do começo de sua saga messiânica. Pouco – também, é dito sobre Maria, a mãe de Jesus e menos ainda, precisamente nada é mencionado sobre avó de Jesus, Ana, mãe de Maria. Somente textos apócrifos revelam algumas dessas minúcias familiares.

Mais recentemente, porém, o exame de dois manuscritos dos séculos XIV e XV, encontrados em Florença, Itália – revela, finalmente algo mais sobre a genealogia do meigo Rabi.

A pesquisadora Catherine Lawless, da University of Limerik, Irlanda, escreveu um artigo comentando o conteúdo dos documentos e divulgando dados inéditos sobre Isméria, mãe de Ana, que foi mãe de Maria de Nazaré, que deu à luz Jesus. O artigo foi publicado em outubro de 2010 no Journal of Medieval History.

Segundo a lenda, Ismeria foi uma jovem muito bonita e também muito religiosa. Desejava viver uma vida de castidade e devoção a Deus. Mas, resignando-se aos costumes de sua época, casou-se com Liseo, um pariarca judeu. No dia do casamento ela fez um pacto com o marido para conciar o casamento com uma vida de piedade e pureza.


Assim, Ismeria pediu a Liseo para permitir-lhe manter, em certa medida uma existência contemplativa e a castidade. Combinaram que somente compartilhariam o leito conjugal uma vez por mês e nenhuma vez no mês do jejum sagrado. Liseo concordou. Assim, somente depois de doze anos o casal gerou descendência: uma filha, Ana.

Mais doze anos passaram e Liseo morreu. Os parentes de Ismeria depojaram-na de todos os seus bens. Desde então ela passou a viver em abrigo coletivo onde teria realizado dois milagres. Curou um homem que estava gravemente doente e, posto que no asilo faltassem alimentos, Ismeria tomou uma grande bacia cheia de água, rogou a Deus e bacia ficou repleta de peixes. Nesse dia, ela recolheu-se em seu quarto e o Senhor chamou-a ao Paraíso.




FONTE: PARRY, Wynne. Manuscripts Reveal Legend of Jesus' Great-Grandmother.
IN Live Science – publicado em 10/12/2010
[http://www.livescience.com/history/st-ismeria-grandmother-jesus-101209.html]



sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

WASP-12b – O Planeta Diamante



Na ilustração o WASP-12b é o orbe laranja e sua relação
de proximidade com sua estrela. É o primeiro planeta com
atmosfera tão rica em carbono já observado.
IMAGEM: JPL-Caltech/NASA


USA A Terra é o planeta Azul. O WASP-12b, é o Planeta Cintilante. Os astrônomos dizem que o WASP-12b pode ter montanhas feitas de diamante, fantásticas jóias topográficas. Gigante gasoso, como Júpiter, por exemplo, o planeta que está situado há 871 anos-luz da Terra parece ter uma quantidade excepcionalmente grande de Carbono em sua atmosfera.

Segundo o astrofísico da Princeton University [USA], Nikku Madhusudhan, essa atmosfera saturada de Carbono sugere que o núcleo sólido, desde a crosta do orbe, pode estar repleto de diamantes. A temperatura da superfície é estimada quase 4 mil graus centígrados. Os diamantes formam-se quando o carbono é comprimido e sujeito a temperaturas extremamente altas. A decoberta foi feita através do Spitzer Space Telescope, lançado pela NASA em 2003.


FONTE: COLLINS, Hugh. Scientists Say Planet May Have Mountains of Diamonds
IN AOL news – publicado em 09/12/2010
[http://www.aolnews.com/science/article/scientists-say-carbon-rich-planet-may-have-
mountains-of-diamonds/19753959]



quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

O Retorno dos Exorcistas II



Janeiro de 1999. Na foto, o cardeal Jorge Medina Estevez, do Chile segunrando o livro De Exorcismis et Supplicationibus Quibusdam (Dos Exorcismos e Súplicas), obra que contém as orientações do Vaticano para a diagnóstico e realização de exorcismos, atualização do antigo manual datado de 1614. AP Photo/Marco Ravagli

NOVA IORQUE, US Baltimore. Exorcistas e exorcismos estão em alta demanda neste admirável mundo Pós-pós-modernidade. Neste mês de novembro (2010) já foram realizados dois importantes encontros de despachantes do demônio pertencentes à Igreja Cristã Católica. Um na Polônia e este, nos Estados Unidos. Encontros como esse reafirmam a crença do Cristianismo do Vaticano nestes estranhos fenômenos, considerados sobrenaturais: possessões.

Estes seminários expressam uma realidade de um problema que vem se agravando e a Igreja Católica-cristã precisa enfrentar: estão faltando exorcistas cristãos-católicos (e sobrando evangélicos). Nos seminários são realizados cursos de treinamento sobre como realizar o Exorcismo. É uma disciplina, uma especialização do sacerdote.

No seminário de Nova Iorque, o programa de estudos reúne temas e práticas básicas: estabelecer uma explicação bíblica que esclareça a existência e essência do Mal; instruir o clero a fazer o diagnóstico da possessão, ou seja, como avaliar se uma pessoa está verdadeiramente possuída; rever as orações e rituais que compõem o Exorcismo. Entre os palestrantes, o cardeal Daniel DiNardo, arcebispo de Galveston-Houston, Texas, e um sacerdote-assistente de Nova Iorque, o arcebispo Timothy Dolam.

DiNardo explica: Aprender o rito litúrgico não é difícil. O problema é o discernimento que o exorcista precisa ter antes de resolver por pela realização do rito. De acordo com o Catholic News Service, que divulgou o evento, mais de 50 bispos e 60 sacerdotes se inscreveram. Exorcismo é uma questão polêmica. Mas, ao que parece, o Vaticano de Bento XVI resolveu fazer um up-grade e mea culpa completos dando continuidade a um processo iniciado por João Paulo II: renovação do discurso público do cristianismo-católico... antes que seja tarde demais!

Exorcismo é um ponto delicado da doutrina Católica. Existe, atualmente, um forte interesse na formação mas a cúpula da Igreja tem evitar que a discussão caia no ridículo. Em 1999, o Vaticano atualizou o ritual e advertiu que tudo deve ser feito para evitar a percepção do exorcismo como algo relacionado à magia ou superstição.

O exorcismo é uma espécie de serviço prestado pela Igreja Cristã do Vaticano. A prática, quase entrou em desuso ao longo dos séculos porém, com o crescimento das denominações/Igrejas evangélicas e seitas outras, hoje, a demanda vem crescendo, especialmente na Europa, América Latina e África.

O cardeal Stanislaw Dziwisz, que foi secretário do Papa João Paulo II, revelou, algum tempo depois da morte daquele pontíficie, que o Santo Padre aplicou um ritual de exorcismo em uma mulher que foi levada até ele se contorcendo e gritando. Dziwisz afirma que era um genuíno caso de possessão pelo diabo.

Nos Estados Unidos, o ritual é visto com indiferença senão com preconceito dentro do clero norte- americano. Lá, existem poucos exorcistas habilitados. Todavia, a demanda do serviço vem aumentando também nas terras Tio Sam.

Segundo Dom Thomas Paproki, de Illinois, que organizou a conferência, as dioceses norte-americanas estão sobrecarregadas com pedidos de avaliações. O ex-exorcista oficial da arquidiocese de Nova Iorque, reverendo James LeBar, não dava conta dos pedidos e viajou por todo a país atendendo ao chamados para diagnosticar e realizar exorcismos.

A verdadeira possessão, todavia, é coisa rara. Neal Lozano, escritor católico, autor de Unbound, A Pratical Guide to Deliverance (algo como Libertação: Um Guia Prático), livro sobre a luta contra os maus espíritos, diz conhecer um exorcista que recebe cerca 400 chamados por ano. Entre tantos, somente 3 ou 4 exigem o exorcismo.

Não há, ainda, uma explicação acadêmica para o aumento da demanda de exorcismos nos Estados Unidos. Dom Thomas Paproki acredita que essa demanda acompanha um interesse crescente das pessoas pela espiritualidade de maneira geral. Muitas pessoas abandonam as Igrejas, que são a religião organizada e se lançam por conta própria em práticas ocultistas.

Frequentemente, cometem erros e ficam confusos. Retornam então à Igreja porque acreditam que, de alguma forma, algo de nocivo está acontecendo em suas vidas e buscam nos padres ajuda e explicações. Por outro lado existe o crescimento do contingente de imigrantes e seus descendentes, originários de países onde o exorcismo é mais comum.


O exorcismo é um ritual muito antigo e claramente admitido pelo Cristiasmo em seus Evangelhos, nos quais Jesus aparece expulsando demônios (embora Jesus não usasse qualquer ritua além de uma ordem clara: sai, get out...). A teologia cristã-católica-Vaticana considera que, em geral, todo católico recebe um Mini-exorcismo ou pequeno exorcismo por ocasião do batismo. Essa é, aliás, uma das finalidades do batismo: 1. renunciar a Satanás (no caso do batismo, por procuração por que bebê não renuncia a nada.. meditemos...); 2. para anular na criança a mancha do pecado original.

O verdadeiro exorcismo, de acordo com as normas do Vaticano, somente pode ser realizado por um padre que tenha a permissão de seu bispo para isso. Antes, porém, é necessário fazer uma avaliação completa com a participação de médicos clínicos e psiquiatras para descartar qualquer doença física ou psíquica que sejam a causa do comportamento anômalo da pessoa/vítima.

São sinais de possessão demoníaca aceitos pela Igreja Cristã-católica Vaticana: reação violenta ou rejeição à água benta e/ou a qualquer outro objeto santo; falar em língua estranha à pessoa possuída; força física anormal

O ritual deve ser realizado em recinto fechado e inclui aspersão de água benta, a benção (fazer o sinal da cruz) recitação de salmos e outras orações, leitura de trechos dos Evangelhos, imposição das mãos, comando firme para ordenar a saída do demônio e seu retorno ao lugar de onde saiu.

O Papa Bento XVI acredita que desde o Concílio Vaticano II, nos anos de 1960, o aspecto sobrenatural da Igreja se perdeu em meio às reformas modernizadoras. O resgate do exorcismo é, também, o resgate do elemento divino da Igreja Católica e chama a atenção para a crença oficial de que o Mal é real.



FONTE: ZOLL, Rachel. Catholic bishops: More exorcists needed
IN MSNBC/AP publicado em 12/11/2010
[http://www.msnbc.msn.com/id/40151974/ns/us_news/?gt1=43001]



quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Londres – O Roubo do Stradivarius



LONDRES – Na Euston Railway Station, um violino Stradivarius de 300 anos foi roubado de sua proprietária, a coreana Min-Jin Kym, 32 anos. Min-Jin vacilou. Ela comia um lanche, distraída entre o celular e o laptop, na estação ferroviária, durante uma parada da viajem de trem. Sem que ela percebesse, o precioso instrumento e dois arcos também valiosos foram levados.

A musicista entrou em pânico. Atualmente, existem, em todo o mundo menos de 500 exemplares desses violinos, famosos pela excelência de sua sonoridade. Um Stradivarius, como o que foi roubado vale mais de dois milhões e meio de reais. Os arcos, cerca de 180 mil reais cada um [Santos Arcos Batman... devem ser feitos com as tripas de um anjo!].

O inspetor Andy Ross da British Transport Police está confiante: Será muito difícil vender essas peças. Ele disse: O violino é muito raro e será facilmente reconhecido como sendo roubado. Este editor tem suas dúvidas: não é todo dia que uma coreana anda por aí, de trem, com um Stradivarius debaixo do braço. Este roubo, isso parece coisa encomendada para cliente certo. Meditemos... meu caro Watson.


FONTE: NEWMAN, Martin. £1.2m Stradivarius violin snatched as musician snacked on takeaway at Euston.
IN Mirror, UK – publicado em 07/12/2010
[http://www.mirror.co.uk/news/weird-world/2010/12/07/1-2m-stradivarius-violin-snatched-as-musician-snacked-on-takeaway-at-euston-115875-22766623/]



O Livro Mais Caro do Mundo



LONDRES, UK – Uma cópia rara do mais livro mais caro do mundo, já na pesquisa pré-venda, foi vendido pela Sotheby's,arrematado por mais de 10 milhões de dólares. O preço é recorde para qualquer livro impresso disponibilizado em um leilão.

O livro Birds of America um imenso album ilustrado de autoria do famoso ornitólogo, naturalista e pintor norte-americano John James Audubon (1785-1851), é um marco da história natural.

Esta edição do Birds of America é enorme: com mais de 3 metros de altura e 2 de largura, contém 435 ilustrações. Quando foi publicado pela primeira vez, em 1827, as imagens foram impressas em preto e branco e, somente depois, coloridas à mão por especialistas. Esta edição teve uma tiragem de apenas 119 cópias.




No vídeo, alguns tesouros da Sotheby's, pertencentes à coleção de Lord Hesket. A Sotheby's é uma a famosa casa de leilões sediada em Londres, fundada em 1744. Lá estão, além do Birds of America, primeiro impresso de Shakespeare e cartas da rainha Elizabeth I para a rainha Mary, da Escócia


O exemplar vendido pela Sotheby's é proveniente da coleção de Lord Hesketh, um acervo que inclui, entre outras preciosidades, o primeiro Fólio (livro, impresso) de Shakespeare, datado de 1623, considerado por muitos o livro mais importante da literatura inglesa. Birds of America foi comprado pelo empresário londrino Michael Tollemach e declarou: O livro não tem preço.

FONTES
Most expensive book in the world sold for $ 10 million
IN Pravda English – publicado em 08/12/2010
[http://english.pravda.ru/news/society/08-12-2010/116113-book-0/]
Birds of America sets £7m sales record at Sotheby's
BBC, UK publicado em 08/12/2010
[http://www.bbc.co.uk/news/entertainment-arts-11946022]





domingo, 5 de dezembro de 2010

Sobrenatural: O Demônio de La Varriere



FRANÇAEm La Varriere, cidade situada nos arredores de Paris, uma menina recém-nascida morreu, uma garotinha ficou gravemente ferida e mais nove pessoas, familiares, sofreram lesões menores depois de pularem da janela de um apartamento. As vítimas, onze, disseram que foram atacadas por um demônio.

O incidente ocorreu à noite quando uma mulher e seu marido, um africano ou um nascido na África (curiosa observação do redator da notícia no site original, texto em inglês...) levantaram para alimentar a filha, um bebê. A criança chorava tão alto que acordou a todos na casa.

O casal, ao que parece, encontrou o diabo ou um demônio no quarto da bebê. Toda a família confrontou o diabo que, segundo a confusa notícia, tinha a aparência humana e estava nu. O pai da criança foi ferido à faca pelo invasor. Mas a criatura teria enfeitiçado a todos que, em estado de transe, lançaram-se janela abaixo com crianças e tudo.

Todas as vítimas foram parar no hospital. As autoridades estão investigando o caso. Enquanto isso, os mídia locais já publicam: o acidente foi provocado por uma assombração. A promotoria nega qualquer ligação do incidente com o sobrenatural. Naturalmente...

FONTE: Infant dies as 11 people jump out of window outside Paris.
IN RIA-Novosti-RU – publicado em 24/10/2010
[http://en.rian.ru/strange/20101024/161066299.html]



sábado, 4 de dezembro de 2010

Cultura de Cetáceos



AUSTRÁLIA – Em Adelaide's Port River, o estudo dos golfinhos empreendido pela Whale and Dolphin Conservation Society – a WDCS, comprova, mais uma vez, que esses curiosos mamíferos aquáticos são produtores de sua própria cultura e, recentemente, os cientistas perceberam que eles também são capazes de se apropriar de fazeres-saberes aprendidos em seus contatos com seres humanos.

Em Port River, esses mamíferos, em estado de liberdade, surpreenderam os biólogos praticando a tail-walking ou seja, a caminhar sobre a água apoiados na cauda. Parecem fazer isso por diversão e somente podem ter aprendido a brincadeira pelo contato com outros golfinhos que, um dia, estiveram em cativeiro mas voltaram ao oceano.

O pesquisador da WDSC, Dr. Mike Bossley, que tem observado os golfinhos de Adelaides's Port River por 24 anos acredita que pode explicar o fenômeno. Há 22 anos, um golfinho chamado Billie fez numerosas demonstrações do caminhar sobre as águas ali, em Adelaide's Port River, durante um período que passou na local como visitante.

Ao que tudo indica, os golfinhos de Adelaide apreciaram e aprenderam o truque. Hoje, pelo menos quatro indivíduos praticam o esporte: três filhotes e uma fêmea adulta, Tallula, Bublles, Hope e sua mãe [do último, Hope], Bianca, respectivamente.

Este comportamento ou prática não é comum nos golfinhos; ao menos, não era. Eles aprendiam a fazer isso com treinadores em parques aquáticos. Normalmente, em milhares de horas de observação, apenas, raramente, um golfinho, somente um, foi observado em Port River fazendo a acrobacia. Agora, golfinhos de Port Adelaide River são vistos brincando de walk on the water muitas vezes por dia.

Dr. Bossley explica que o mais interessante no fenômeno é que: ...a prática do walk on the water parece ser um comportamento que foi adotado por simples diversão. Ocorre que a diversão, nesse caso, foi importada através da experiência de interação entre golfinhos e seres humanos.

Já há algum tempo os cientistas têm reconhecido claros sinais de que golfinhos são produtores de cultura, são capazes de constituir um acervo de conhecimento adquirido, como as pessoas. Bossley define: Cultura, em sentido lato (amplo) do termo pode ser definida como um comportamento APRENDIDO em comunidade.

A produção de cultura, comportamentos adquiridos não-instintivos, aprendizagem é uma capacidade que tem sido observada em vários animais, especialmente chimpanzés. Porém, quando isso ocorre, esta cultura ou aprendizado sempre tem sido relacionada com fins utilitários, principalmente a obtenção de alimentos.

Um exemplo bem conhecido é o dos chimpanzés da reserva de Gombe Stream, que aprenderam a utilizar galhos finos e ressecados para extrair cupins de seus ninhos. ...Em Shark Bay, Austrália Ocidental... um pequeno grupo de golfinhos desenvolveu a prática de utilizar uma esponja marinha para proteger o focinho das espinhas dos peixes.

Até onde sabemos, andar sobre as águas" (andar sobre a cauda) não tem nenhuma função prática. É uma atividade praticada apenas por diversão como a dança ou a ginástica. Essas observações e ocorrências reforçam a idéia de que os golfinhos são muito mais humanos do que parecem.


LINKS RELACIONADOS:

Golfinhos: Suicídio em Massa
Golfinhos Rechaçam Ataque Pirata
Resgate: Golfinhos e Baleias Salvam Náufrago
Golfinhos Intergalácticos
Os Golfinhos de Júpiter
Quando os Golfinhos Viviam na terra
Golfinhos Produzem Cultura
Baleia Beluga Salva Mergulhadora
Protesto: Golfinho Suicida

FONTE: Dolphins 'walk' on water
IN Telegraph, UK – publicado em 23/10/2010
http://www.telegraph.co.uk/earth/wildlife/8080889/Dolphins-walk-on-water.html]




Arquivo do blog