quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

O Retorno dos Exorcistas II



Janeiro de 1999. Na foto, o cardeal Jorge Medina Estevez, do Chile segunrando o livro De Exorcismis et Supplicationibus Quibusdam (Dos Exorcismos e Súplicas), obra que contém as orientações do Vaticano para a diagnóstico e realização de exorcismos, atualização do antigo manual datado de 1614. AP Photo/Marco Ravagli

NOVA IORQUE, US Baltimore. Exorcistas e exorcismos estão em alta demanda neste admirável mundo Pós-pós-modernidade. Neste mês de novembro (2010) já foram realizados dois importantes encontros de despachantes do demônio pertencentes à Igreja Cristã Católica. Um na Polônia e este, nos Estados Unidos. Encontros como esse reafirmam a crença do Cristianismo do Vaticano nestes estranhos fenômenos, considerados sobrenaturais: possessões.

Estes seminários expressam uma realidade de um problema que vem se agravando e a Igreja Católica-cristã precisa enfrentar: estão faltando exorcistas cristãos-católicos (e sobrando evangélicos). Nos seminários são realizados cursos de treinamento sobre como realizar o Exorcismo. É uma disciplina, uma especialização do sacerdote.

No seminário de Nova Iorque, o programa de estudos reúne temas e práticas básicas: estabelecer uma explicação bíblica que esclareça a existência e essência do Mal; instruir o clero a fazer o diagnóstico da possessão, ou seja, como avaliar se uma pessoa está verdadeiramente possuída; rever as orações e rituais que compõem o Exorcismo. Entre os palestrantes, o cardeal Daniel DiNardo, arcebispo de Galveston-Houston, Texas, e um sacerdote-assistente de Nova Iorque, o arcebispo Timothy Dolam.

DiNardo explica: Aprender o rito litúrgico não é difícil. O problema é o discernimento que o exorcista precisa ter antes de resolver por pela realização do rito. De acordo com o Catholic News Service, que divulgou o evento, mais de 50 bispos e 60 sacerdotes se inscreveram. Exorcismo é uma questão polêmica. Mas, ao que parece, o Vaticano de Bento XVI resolveu fazer um up-grade e mea culpa completos dando continuidade a um processo iniciado por João Paulo II: renovação do discurso público do cristianismo-católico... antes que seja tarde demais!

Exorcismo é um ponto delicado da doutrina Católica. Existe, atualmente, um forte interesse na formação mas a cúpula da Igreja tem evitar que a discussão caia no ridículo. Em 1999, o Vaticano atualizou o ritual e advertiu que tudo deve ser feito para evitar a percepção do exorcismo como algo relacionado à magia ou superstição.

O exorcismo é uma espécie de serviço prestado pela Igreja Cristã do Vaticano. A prática, quase entrou em desuso ao longo dos séculos porém, com o crescimento das denominações/Igrejas evangélicas e seitas outras, hoje, a demanda vem crescendo, especialmente na Europa, América Latina e África.

O cardeal Stanislaw Dziwisz, que foi secretário do Papa João Paulo II, revelou, algum tempo depois da morte daquele pontíficie, que o Santo Padre aplicou um ritual de exorcismo em uma mulher que foi levada até ele se contorcendo e gritando. Dziwisz afirma que era um genuíno caso de possessão pelo diabo.

Nos Estados Unidos, o ritual é visto com indiferença senão com preconceito dentro do clero norte- americano. Lá, existem poucos exorcistas habilitados. Todavia, a demanda do serviço vem aumentando também nas terras Tio Sam.

Segundo Dom Thomas Paproki, de Illinois, que organizou a conferência, as dioceses norte-americanas estão sobrecarregadas com pedidos de avaliações. O ex-exorcista oficial da arquidiocese de Nova Iorque, reverendo James LeBar, não dava conta dos pedidos e viajou por todo a país atendendo ao chamados para diagnosticar e realizar exorcismos.

A verdadeira possessão, todavia, é coisa rara. Neal Lozano, escritor católico, autor de Unbound, A Pratical Guide to Deliverance (algo como Libertação: Um Guia Prático), livro sobre a luta contra os maus espíritos, diz conhecer um exorcista que recebe cerca 400 chamados por ano. Entre tantos, somente 3 ou 4 exigem o exorcismo.

Não há, ainda, uma explicação acadêmica para o aumento da demanda de exorcismos nos Estados Unidos. Dom Thomas Paproki acredita que essa demanda acompanha um interesse crescente das pessoas pela espiritualidade de maneira geral. Muitas pessoas abandonam as Igrejas, que são a religião organizada e se lançam por conta própria em práticas ocultistas.

Frequentemente, cometem erros e ficam confusos. Retornam então à Igreja porque acreditam que, de alguma forma, algo de nocivo está acontecendo em suas vidas e buscam nos padres ajuda e explicações. Por outro lado existe o crescimento do contingente de imigrantes e seus descendentes, originários de países onde o exorcismo é mais comum.


O exorcismo é um ritual muito antigo e claramente admitido pelo Cristiasmo em seus Evangelhos, nos quais Jesus aparece expulsando demônios (embora Jesus não usasse qualquer ritua além de uma ordem clara: sai, get out...). A teologia cristã-católica-Vaticana considera que, em geral, todo católico recebe um Mini-exorcismo ou pequeno exorcismo por ocasião do batismo. Essa é, aliás, uma das finalidades do batismo: 1. renunciar a Satanás (no caso do batismo, por procuração por que bebê não renuncia a nada.. meditemos...); 2. para anular na criança a mancha do pecado original.

O verdadeiro exorcismo, de acordo com as normas do Vaticano, somente pode ser realizado por um padre que tenha a permissão de seu bispo para isso. Antes, porém, é necessário fazer uma avaliação completa com a participação de médicos clínicos e psiquiatras para descartar qualquer doença física ou psíquica que sejam a causa do comportamento anômalo da pessoa/vítima.

São sinais de possessão demoníaca aceitos pela Igreja Cristã-católica Vaticana: reação violenta ou rejeição à água benta e/ou a qualquer outro objeto santo; falar em língua estranha à pessoa possuída; força física anormal

O ritual deve ser realizado em recinto fechado e inclui aspersão de água benta, a benção (fazer o sinal da cruz) recitação de salmos e outras orações, leitura de trechos dos Evangelhos, imposição das mãos, comando firme para ordenar a saída do demônio e seu retorno ao lugar de onde saiu.

O Papa Bento XVI acredita que desde o Concílio Vaticano II, nos anos de 1960, o aspecto sobrenatural da Igreja se perdeu em meio às reformas modernizadoras. O resgate do exorcismo é, também, o resgate do elemento divino da Igreja Católica e chama a atenção para a crença oficial de que o Mal é real.



FONTE: ZOLL, Rachel. Catholic bishops: More exorcists needed
IN MSNBC/AP publicado em 12/11/2010
[http://www.msnbc.msn.com/id/40151974/ns/us_news/?gt1=43001]



Nenhum comentário:

Marcadores

. mistério abduções Afeganistão África África do Sul Alaska Alemanha alienígena alienigenas alienígenas Alioshenka amazonas Amazonia Amazonia peruana América Latina animais gigantes anjos Antártida antigas civilizações antiguidade antropologia antropologia esotérica Anunnaki Arábia Saudita Argentina arqueologia arqueologia extraterrestre arqueologia insólita arquitetura Arte Ártico assombração astrofísica astronomia Atlantes Atlântida Austrália Austria Azerbaijão Baba Vanga baleias Báltico Bigfoot biologia biologia fantástica biologia marinha biologia ocultista bioquímica bizarro Bolívia Boriska Bósnia botânica Brasil bruxaria Buddha Boy budismo Bulgária California Camboja Canadá canibalismo casamentos bizarros Casaquistão catolicismo Cazaquistão celulares assombrados CERN cetáceos CHAMEM OS IRMÃOS WINCHESTER Chile China chupa-cabras chuva de peixes ciberassombrações ciência CIÊNCIA DE FRONTEIRA ciência do óbvio ciência e ocultismo ciências ocultas cipriano civilizações perdidas coisas da Índia coleção Colômbia comportamento conspiração conspirações costumes criaturas estranhas criaturas míticas crime criptozoologia cristianismo Croácia cultura inútil curiosidades Deus me defenda Dinamarca dinossauros Divina Comédia Drácula dragões druidas ecologia ecossistema Egito Emirados Árabes entidades não-humanas Equador Escócia esoterismo espaço espaço cósmico Espanha espiritismo espíritos espiritualidade estranha antropologia estranha arquitetura estranha biologia estranhas criaturas estranhas nuvens estranhas tradições estudo EUA evolução exobiologia exorcismo extraterreste extraterrestre fadas Falta do Que Fazer fanatismo fantasma fantasmas fatos estranhos fatos inexplicáveis feitiçaria fenômenos apocalípticos fenômenos atmosféricos fenômenos cósmicos fenômenos estranhos fenômenos naturais fenômenos sobrenaturais feral children Filipinas fim de um Tempo fim do mundo Finlândia fireball Física de Partículas Florida folclore fotos de fantasmas França genética geografia geologia Ghost golfinhos Grã Bretranha Hanuman Harry Potter Havaí hinduismo História história apócrifa história perversa Holanda holismo Hong Kong humandoll humanidades humanoide Hungria idade média ideia de jerico ieti ignorância Igreja Católica Ilha da Páscoa India Índia indigo children Indonésia inexplicável inferno inferno africano inferno comunista inferno muçulmano Inglaterra insólito inteligências não humanas Irã Irlanda Israel Itália Japão Jesus jornalismo Forteano Júpiter juventude eterna Kalachi Kazaquistão Kenia KGB Kolbrin Kraken Krasnodar Kung Fu Lady Green Lago Baikal lago Natron Laos Latvia lebres-do-mar lei Lemúria lenda lenda urbana lixo espacial lobisomem Loch Ness Londres Los Tayos lugares assombrados lugares misteriosos macabro macacos magia magia negra maias Malásia Malawi mamíferos marinhos mar Cáspio Mar dos Sargaços Marajó Marrocos Marte Matéria Escura Mato Grosso do Sul Máxico Mecca medicina meio-ambiente metafísica México michael jackson milagres miragem mistério mistérios mistérios cósmicos misticismo mitologia mitologia contemporânea mitos e lendas moda Mongólia monstro de loch ness monstros monstros do mar Moscou mudanças climáticas Mulheres na História múmia de Altai múmias mundo mundo animal mundos perdidos mutações mutantes Natureza natureza fantástica naufragios navios de piratas Nepal Nibiru Nicarágua Nigéria Nikola Tesla noética Noruega Nosferatu Nova Zelândia numismática objetos assombrados objetos estranhos objetos malditos Oceano Pacífico oceanografia ocultismo ondinas orbs Oregon ouija OVNI OVNI NA ARTE OVNI-Cubo OVNIs paganismo paleontologia Panamá Papa Francisco papado papagaio Papas Papua-Nova Guiné Papus Paquistão Pará Paraguai Paraíba paranormal pareidolia partenogênese pé grande peixe-lua peixes suicidas personagens históricos Peru pirâmides piratas Planeta Inferno plantas plasma-luz Pokaini política Polônia poltergeist poluição Popocatepetl Portugal pós-modernidade possessão post mortem povos misteriosos pré-história primatas Primeira Guerra Mundial prodígio profecias profetas psicologia psiquiatria Quênia química realidade fantástica realismo fantástico Reeks island reencarnação Reino Unido religião reptilianos rituais robótica Romênia Roswell Runah Shah Rússia Russian humandoll Saara sacrifícios humanos Santiago del Estero Santiago do Chile santo sudário São Paulo sasquash satanismo Saturno segredos da Lua Segunda Guerra seitas sereianos sereias seres mitológicos serpentes Sérvia sexo Shambala Sheldrake showbizz Sibéria Singapura Sobral-CE sobrenatural sociedade sociologia Sol Somália Sri Lanka Staffordshire strange clouds strange phenomenons SUDÃO Suécia Suíça superstições Swedenborg Tailândia Taiwan tantra Tanzânia Taro tartaruga tatoo tecnologia tecnologia antiga telefones assombrados telepatia Templários templos tenha medo teologia teosofia Teotihuacan Terra Terra Oca terremoto tesouros Texas Texoma texto recuperado Theodora Tibete time travel Titã Tocantins tradições transhumanismo Tratado elementar de magia prática tsunami tubarão Turcomenistão turismo Turquia Tutburycastle Ucrânia UFO UFO-Cubo ufologia UK ultrassom Universo Urano Uruguai USA Utha Uzbequistão Valeria Lukyanova vampirismo vampiros vaticano Venezuela vermes horrendos viajantes do tempo vida além da vida vidência video vídeo vídeos de fantasma Vietnam vikings VÔO MH370 voodoo voomh370 vórtex vulcanismo Washington windigo Wingan Wolf Messing yeti Zâmbia Zimbabwe zonas anômalas zoofilia zoologia zoombi zumbis