segunda-feira, 23 de junho de 2008

Yidam: o Deus Criado Pela Imaginação




No Tibete, muitos jovens, homens e mulheres, sentindo grande fervor espiritual, procuram a tutela de um guru a fim de ingressar no tradicional caminho monástico: tornam-se monges. Alguns destes discípulos, sendo muito elevados, são dispensados pelo guru, que declara nada ter a ensiná-los. São espíritos que precisam de um guia ainda mais adiantado e a tais discípulos é recomendado "despertar" uma fascinante criatura, o mítico Yidam, uma espécie de divindade tutelar do panteão tibetano. No Tibete, estes seres criados pela mente, sejam divindades, gênios ou demônios, são chamados Tulpas.

Um Yidam é uma entidade das mais curiosas: é uma criação consciente do pensamento do próprio monge. O processo começa com o exercício da imaginação: o estudante dedica-se à meditação sobre figuras, representações dos tulpas do tipo Yidam que, em geral, tem uma aparência demoníaca. Quando está bastante familiarizado com a tradição do Yidam, o aprendiz é enviado a uma caverna em lugar remoto, deserto. Ali, onde ficará em retiro o tempo que for necessário, ele [a] fará, usando pó de giz, um "círculo mágico", conhecido como kylkhor. O traçado do círculo é o primeiro passo na "evocação" ou criação da manifestação visível, aparente do Yidam.

Colocando-se dentro do círculo, o Iniciado começa a visualização do Yidam. Pode demorar semanas ou meses até que aconteça a primeira aparição [ou, alucinação], fato que indica um favorecimento dos deuses. A seguir, o pupilo deve conseguir que o Yidam saia do círculo, o quê pode demandar outros tantos meses. Quando obtém que o Yidam deixe o círculo, é hora de fazê-lo falar. Alcançando esta "graça", resta conseguir a benção do Yidam, quando a divindade coloca as mãos sobre a cabeça do discípulo. Finalmente, como uma última prova, é preciso sair da caverna levando consigo o Yidam que, a partir daí, torna-se guru pessoal do Iniciado acompanhando-o onde quer que vá; e este é o melhor guru que um Iniciado pode ter.

A criação do Yidam é considerada uma prova definitiva de que a realidade é Maya, ilusão, um produto da mente. Mas enquanto a manifestação do Yidam é uma ilusão conscientemente provocada, a "grande ilusão" de todas as grandes e pequenas coisas do dia-a-dia é inconsciente. A "realidade" da vida engendra-se a cada instante emergindo dos pensamentos desgovernados, das idéias fixas em expectativas, ansiedades, temores.

Os Yidam são tulpas visíveis ao seu criador mas existem muitos tulpas invisíveis circulando por aí. São as criaturas nascidas das mentes individuais e circulam e meio às multidões. Alguns, protetores, outros, assombrações! Porque a natureza dos tulpas depende dos pensamentos que dão origem às suas aparições.

FONTE: How to Make a Ghost: Magic and Mysticism in Tibet por Herbie Brennan
IN Thothweb ─ acessado em 23/06/2008

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Atitude! A Chave do Código Genético

Meditation de Goro Fujita

WASHINGTON Reuters: Mudanças no estilo de vida como dieta equilibrada e exercícios físicos e mentais fazem bem não só ao "estado de espírito" [o psiquismo] mas, também, mudanças rápidas e radicais no funcionamento do código genético. 

Em um pequeno estudo, foram monitorados 30 homens com baixo risco de câncer de próstata. Eles decidiram recusar tratamento convencional como cirurgia, radiação e hormônios. 

Ao invés disso, durante três meses, adotaram um novo estilo de vida, com uma dieta rica em frutas, grãos, legumes, produtos de soja e azeite [oliva], exercícios moderados, como caminhar por meia hora todos os dias e mais uma hora diária de cuidado mental anti-stress, como a meditação.

Os homens, naturalmente, perderam peso; a pressão sanguínea deles baixou a níveis ideais e nas biópsias do tecido da próstata. Porém, o mais impressionante foi a alteração da "programação genética": 500 genes começaram a atuar de modo diferente; 48 genes foram "ativados" enquanto 453 genes, foram desativados! 

Os genes ativados foram aqueles que atuam anulando as tendências para o desenvolvimento de certas doenças, entre elas, o câncer de próstata e seio; os desativados, foram justamente os desencadeiam as doenças. As biópsias mostraram a regressão do quadro em todos os homens.

O estudo foi realizado pelo Preventive Medicine Research Institute ─ Sausalito, Califórnia [USA], conduzido por Dean Ornish, cientista que defende a melhoria da saúde através de modificações no estilo de vida. Ornish comenta: "É fascinante comprovar isso. Freqüentemente as pessoas dizem [sobre suas doenças]: 'São os meus genes, que posso fazer?'... 

Bem, como vemos, pode-se fazer muita coisa. Em apenas três meses, eu posso mudar centenas de meus genes simplesmente mudando o que eu como e minha maneira de viver. As implicações do estudo não se limitam ao câncer de próstata".


FONTE: Healthy lifestyle triggers genetic changes: study por Will Dunham
IN YAHOO NEWS Reuters ─ publicado em 18/06/2008
IMAGEM: Goro Fujita ─ Meditation, 2005.


quarta-feira, 18 de junho de 2008

Macaco Também Pensa no Futuro



Orangotango de Sumatra, Indonésia, no zoológico em Medan, junho de 2008. Os orangotangos são uma espécie ameaçada de extinção. Em todo o mundo, sua população é inferior a sete mil indivíduos. AP Photo/Binsar Bakkara


Chimpazés e orangotangos são capazes de exercitar o auto-controle, adiando uma gratificação; podem imaginar o futuro, o que significa que sua mente entende o tempo e mede possibilidades.  

A faculdade de planejar o futuro tem sido considerada exclusiva dos seres humanos porém muitos estudos com os chamados Apes e corvos contrariam essa idéia. Agora, pela primeira vez, existe uma "evidência conclusiva das avançadas capacidades de planejamento em espécies não-humanas", afirmam os cientistas Mathias e Helena Osvath.  
Os resultados da pesquisa, realizada na Lunds University Cognitive Science, Suécia, foram publicados esta semana [junho de 2008] no jornal Animal Cognition.

* Popularmente, macacos, para os cientistas APES são um grupo de primatas que inclui chimpanzés, gorilas, orangotangos e humanos.

Três macacos, duas chimpanzés fêmeas [Pan troglodytes] e um orangotango [Pongo abelii], macho, do Furuvik Zoo, foram a usar uma mangueira para obter frutos de uma árvore. Depois, foi oferecida aos animais a escolha entre sua fruta favorita e a mangueira.

Eles escolheram a mangueira; compreendiam que o instrumento significava mais frutas no futuro que a fruta fácil oferecida naquele momento. Mais tarde, os macacos usaram a mangueira apropriadamente. Quando lhes foi dada a opção de trocar a mangueira por outros objetos, como um carrinho de plástico ou um ursinho de pelúcia, novamente preferiram a mangueira.

Esses cientistas vão acabar metendo toda a Humanidade em grande encrenca. Pois se os "Estados de direito" do mundo já não dão conta dos direitos fundamentais da pessoa humana, o que vai acontecer quando todos tiverem de reconhecer que macaco também é é gente como a gente!? 

Vai ser um tal de cadastramento, carteira de identidade símia, bolsa-macaco, políticas de reparação e quotas nos serviços públicos para compensar os milênios de tratamento brutal a que foram submetidas essas criaturas deserdadas de sua real condição "humana"... Poxa, nós, os seres humanos, "nóis" só dá fora... Meditemos...


FONTE: Like Humans, Other Apes Plan Ahead por Robin Lloyd
IN YAHOO NEWS Live Science - publicado em 17/06/2008



terça-feira, 17 de junho de 2008

42 Anos de Solitária Morte Contemporânea



Na CROÁCIA, em 1966, Hedviga Golik, nascida em 1924, preparou uma xícara de chá, sentou-se em frente à sua TV preto e branco e morreu. Ela ficou ali nos últimos 42 anos. Na época, os vizinhos notaram que ela sumiu mas todos pensaram que ela tinha ido embora, simplesmente. Talvez tivesse se mudado para a capital, Zagreb... Ela foi encontrada pela polícia croata na segunda-feira, dia 16 de junho [2008]. Ao entrarem no apartamento, os policiais tiveram a impressão de penetrar numa lacuna congelada do tempo. A xícara de chá estava na mesinha, os restos mortais, "sentados" na cadeira de braços, e todos os objetos e móveis, intocados, exibiam o estilo antigo da década de 1960. Nada além das aranhas e suas teias perturbaram o cenário durante décadas. Esta é morte solitária dos solitários habitantes das cidades onde "não ter ninguém no mundo" é o fantasma paradoxal que assombra as multidões.

FONTE: Woman sat dead in front of TV for 42 years
IN Daily Record UK publicado em 16/06/2008

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Inferno Muçulmano: Polícia das Roupas!!!

MUNDO MUÇULMANO: UMA VIDA SEM SOSSEGO...
Duas policiais abordam a mulher na blitz de 2007: cabelos de fora e roupa de ocidental...

No IRÃ, como no resto do Islã, a polícia não tem mesmo nada de útil a fazer. Nesta segunda-feira, 16 de junho [2008], os homens da lei fecharam dúzias de lojas de roupas e cabeleireiros, pararam carros e abordaram pedestres em uma blitz a fim reprimir mulheres que se recusam a usar roupas estritamente islâmicas e homens que ousam ostentar um "visual" considerado ocidental [mas o que é aquele cabelinho e aquele terninho do presidente Mahmoud Ahmadinejad? Ele não deveria usar um turbante ou algo assemelhado? Meditemos...]

A operação de repressão, que começou sábado nas vizinhanças de Teerã, é parte de uma campanha anual de vigilância; ou seja, todo o ano o governo "toca o terror" nas ruas atrás de cabelos, maquiagem, pernas de fora, aliás, qualquer coisa feminina de fora e homens com cabelo comprido. O fato é que em Teerã muitas mulheres desprezam os rigores da lei muçulmana [já não aguentam mais, mesmo!] e vestem shorts!, malhas coloridas que revelam a forma do corpo e mostram os cabelos! Durante a blitz, cidadãos e cidadãs podem receber desde uma advertência até uma ordem de prisão, dependendo da gravidade do caso. Este ano, a novidade é o fechamento dos estabelecimentos comerciais. Durante a blitz os policiais perguntam às pessoas onde compraram a roupa ou fizeram o cabelo!... Facilita o "serviço"...

FONTE: Iranian police crack down on dress code violations
IN YAHOO NEWS AP publicado em 16/06/2008


domingo, 15 de junho de 2008

A Vida Vem do Espaço


A cratera produzida por um meteorito, no Peru. Foto: AFP/File/Andina


PARIS AFP: O meteorito caiu na Austrália em 28 de setembro de 1969. Deram-lhe o nome de meteoro Murchison. Os exames de fragmentos da rocha revelaram a presença de material genético, mais precisamente, duas seqüências de código genético, chamadas nucleobases [ou nucleotídeos, compostos de desoxirribose, fosfato e uma base orgânica, do tipo citosina, adenina, guanina ou timina]. A análise diagnosticou: o material é extraterrestre.

Zita Martins, do Imperial College London, explica: "As moléculas identificadas, Uracilo [ou Uracila] e Xantina fazem parte do DNA e RNA [Ácido Ribonucleico]. O RNA tem um papel essencial e misterioso na alquimia que faz surgir a vida. Sabemos que meteoritos similares ao Murchison atuaram como 'entregadores' de matrizes de vida na Terra entre três a quatro bilhões de anos atrás".

Teorias contrárias à Panespermia [vida disseminada por meteoritos] alegam que as nocleobases podem ter sido sintetizadas já atmosfera terrestre. Cientistas como Zita Martins rebatem o argumento dizendo que as condições atmosféricas da Terra primitiva não permitiriam esse processo [formação de nocleobases]. Porém, quando dizem que esses nucleotídeos são extraterrestres os pesquisadores europeus e norte-americanos baseiam-se no fato de que existem dois tipos de moléculas no meteorito australiano que contêm uma forma pesada de carbono, o Carbono 13 - que somente pode se formar no espaço, extraterrestre, portanto.

Martins esclarece que 'a vida' terrena, em seus primórdios, pode ter 'adotado' as nucleobases provenientes de fragmentos de meteorito em um processo de 'engendramento' dos primeiros códigos genéticos cujas combinações bem sucedidas têm sido preservadas através de incontáveis gerações. Esse teria sido o começo da marcha evolucionária que resultou na pujança da flora e da fauna do mundo atual. Os Homens são uma espécie de apoteose da fauna...

Esse estudo, publicado no Earth Planetary Science Letters tem suas relações com a idéia de vida em outros planetas. Os meteoritos são uma espécie de detrito, farelo, mera poeira da formação dos sistemas solares e, no entanto, como são espalhados pelo Cosmo, eles podem ser os agentes da disseminação da vida no Universo. Os achados de componentes básicos da vida em corpos vindos do espaço tornaram-se freqüentes. A ciência investiga com seus olhos eletrônicos; a ciência descobre. Estatisticamente, esse fenômeno aumenta muito a possibilidade de encontro entre um fragmento de meteorito portador de nucleobases e um meio ambiente propício à síntese de matéria viva.

A Uracila é um composto orgânico encontrado no RNA complementar à Adenina. Xantina, embora não seja parte do RNA ou do DNA participa de uma série de reações químicas com o RNA intracelular. As nucleobases e o Carbono 13 foram identificados através da gás-cromatografia e de outras tecnologias que somente agora estão disponíveis para a análise dos meteoritos; mas os exames ainda são trabalhosos e demorados.


FONTE: We may all be space aliens: study
IN YAHOOO NEWS AFP ─ por Marlowe Hood publicado em 13/06/2008


sexta-feira, 13 de junho de 2008

Golfinhos: Suicídio em Massa

Rio Percuil, Cornwall - Inglaterra: Golfinhos Mortos

FOTO: Barry Batchelor/PA WireUK. Em Cornwall, na segunda-feira, dia 09 de junho [2008], 26 golfinhos foram achados mortos nas praias do rio Percuil. 

Alguns animais, ainda com vida, foram devolvidos ao mar. O caso está intrigando os cientistas. Análises mostraram que os golfinhos, além de perderem a rota, comeram entulho e lama. Os biólogos estão considerando o fenômeno como suicídio em massa.

Esta é a opinião de Vic Simpson, patologista que examinou alguns dos 26 animais mortos, que ingeriram e inalaram grandes massas de detritos do estuário [desembocadura do rio, onde as águas doces se encontram com o mar] do rio Percuil. 

"Os pulmões e estômago estavam cheios desse lixo o que é, de fato, muito bizarro. Temos visto casos de cetáceos encalhados nas praias, em geral, cinco ou sete, mas nunca nessa escala." - comentou Simpson. 

Vic Simpson é fundador do Wildlife Veterinary Investigation Center, em Truro, e estuda o comportamento de golfinhos na Zoological Society, em Londres.

Há muitas teorias sobre as mortes mas a opinião geral é de que alguma coisa, na água, perturbou os animais. 

Foi lembrado que a Marinha Real tem feito exercícios de tiro nas proximidades e que utiliza um sonar de curto alcance para sondar o leito do mar. 

Mas o porta-voz da instituição já se pronunciou alegando que as manobras da marinha são feitas com a devida observância dos perímetros "responsáveis" com o meio ambiente...

Outros, pensam que os golfinhos entraram em pânico sob ameaça de uma baleia assassina. Cogita-se, ainda, que o grupo poderia estar sofrendo de algum tipo de infecção. Os resultados das necrópsias completas vão demorar algumas semanas.

No Iran, em 2007, 152 golfinhos também morreram na costa. A hipótese de suicídio foi levantada mas logo desmentida. Porém, o caso foi esquecido e não se soube da resposta à questão: o quê aconteceu com os golfinhos? 

Talvez, com o planeta estremecendo, fumegando, derretendo e rugindo do jeito que anda, seja o caso de investigar urgentemente: qual é o significado ecológico do que ESTÁ acontecendo com os golfinhos? Meditemos...

FONTE: Dolphin deaths: Expert suggests 'mass suicide' por Steven Morris
IN GUARDIAN UK publicado em 11/06/2008

Tailândia: Alien Nasce de Vaca!!!?

Populares fazem ritual para o alien-vaca


TAILÂNDIA: Em uma pequena cidade da Tailândia um ser "alienígena" nasceu de uma vaca. O bebê vaca-alien está morto e apesar das alegadas explicações de mera má-formação fetal, o fato é que o estrano natimorto tem algo de semelhante a um ser humano, especialmente o crânio e a coluna. Os moradores do local resolveram fazer um ritual de purificação para o cadáver queimando incenso para afastar espíritos malígnos e favoreser uma reencarnação afortunada para a criatura.



FONTE: Alien-Like Being Born From a Cow in Thailand - In HEMMY.NET [+ fotos]

Caprichos da Natureza: Pênis nas Costas



China: Na cidade de Hejian, província de Henan, um bebê nasceu com um segundo pênis... nas costas! Seu pai é o fazendeiro Li Jun, 30 anos. 

O bebê foi encaminhado com urgência ao Tianjin Children's Hospital onde foi submetido a uma cirurgia de extração do apêndice, em 06 de junho [2008]. A anomalia, rara, é chamada "fetus in fetus". A operação durou 3 horas. O bebê passa bem.

FONTE: Baby born with penis on back
IN The Sun UK publicado em 10/06/2008

Dragões Marinhos: Espécie em Extinção

Sea Dragon
O dragão marinho carrega seus ovos na cauda ─ Aquário Georgia, Atlanta [USA]. Natural da Austrália, essa criatura, em risco de extinção, pertence à família dos cavalos marinhos e lembra uma fantástica criatura ante-diluviana. No entanto, tem apenas 45 cm de comprimento. FOTO: AP/John Bazemore.


ATLANTA: Um dragão marinho [Phyllopteryx taeniolatus], espécie em extinção, do Georgia Aquarium está "grávido". Os 70 ovos que ele carrega na cauda, agregados como um cacho de pequenas frutas, devem eclodir em meados de julho [2008]. Os dragões marinhos, os cavalos marinhos e os pipefish [Solegnathus hardwickii] são as únicas espécies com essa característica: os machos carregam os ovos. Durante o acasalamento, a fêmea deposita os ovos na cauda do macho que, assim, torna-se os hospedeiro da gestação.

A reprodução dos dragões marinhos em aquários é raridade porque os pesquisadores desconhecem os fatores que ativam o instinto sexual desses animais. Não se sabe quais são as condições propícias para o acasalamento. Trata-se de uma combinação de fatores biológicos e ambientais que estimula o cruzamento. Recentemente, o aquário mudou a iluminação e diminuiu as plantas no tanque dos dragões. Ali vivem sete dragões marinhos de 45cm de comprimento.

Em natureza, a taxa de sobrevivência da prole é baixa mas, quando acontece em cativeiro, os sobreviventes são 60% da "ninhada". O dragão do mar está em extinção por causa da poluição nas águas de seu habitat de origem, a Austrália. Em todo o mundo, 50 aquários possuem dragões marinhos.

FONTE: Endangered sea dragon at Ga. aquarium pregnant
IN YAHOO NEWS publicado em 12/06/2008


Plutóides...



WASHINGTON Reuters: Plutão perdeu o status de planeta em 2006; em compensação, seu nome será a referência para designar todos os outros planetas anões: eles serão chamados "plutóides"! A decisão foi anunciada pelo comitê executivo da International Astronomical Union [União Astronômica Internacional], em Oslo, Noruega. International Astronomical Union é a organização que dá nome aos novos astros descobertos pelos astrônomos do mundo inteiro.

Os plutóides são definidos como corpos celestes que orbitam ao redor do Sol a uma distância além de Netuno. Eles têm um formato próximo da esfera [e não geóide, como a Terra, achatada nos pólos] e são desprovidos de satélites ou seja, não têm "luas", nenhum outro corpo, ainda menor gira em torno dos plutóides [embora Plutão tenha sua "lua", Caronte]. Os plutóides mais famosos são o próprio Plutão e Eris, mas os cientistas esperam encontrar outros mais. Outro planeta-anão, Ceres, não é considerado plutóide porque não está além de Netuno: Ceres localiza-se no cinturão de asteróides, entre Marte e Júpiter.

FONTE: Pluto gets a new name: plutoid por Maggie Fox
In YAHOO NEWS REUTERS publicado em 12/06/2008


quarta-feira, 11 de junho de 2008

Jordânia: A Primeira Igreja Cristã

Aman: Sítio Arqueológico

Aman AFP: Na Jordânia, arqueólogos encontraram, ocultas na terra, as ruínas de uma construção que foi identificada como sendo a primeira igreja cristã, datada em dois mil anos de idade, mais precisamente, devia estar de pé entre 30 e 70 d.C., segundo informou o chefe do Centro de Estudos Arqueológicos de Rihab, Jordânia, Abdul Qader al-Husan.

A primeira igreja estava soterrada embaixo de outra igreja, a Saint Georgeous, localizada no norte do país, na fronteira com a Síria. A igreja de Saint Georgeous é também muito antiga, do ano 230 d.C.. Husan afirma que há evidências de que o lugar abrigou os cristãos mais primitivos; os próprios 70 discipulos de Jesus Cristo, os 70 bem amados de Deus que receberam o Espírito Santo no primeiro Pentecostes cristão.

Perseguidos em Jerusalém, mal vistos em Israel e, posteriormente, em Roma, estes cristãos teriam se refugiado na Jordânia onde fundaram igrejas. A "primeira igreja" foi escavada no subterrâneo. Era preciso o máximo de discrição. Os rituais somente puderam chegar à superfície depois que o Império Romano adotou o cristianismo como religião oficial. Os arqueólogos encontraram um recinto escavado em uma caverna. Há um pórtico em arco, muitos assentos moldados na pedra em uma salão circular. Um túnel profundo, possivelmente, conduziria a uma fonte de água. Em Rihab existem 30 igrejas cristãs de construção primitiva e, segundo a tradição, Jesus e a Virgem Maria estiveram ali.

São muitos os mistérios da biografia de Jesus e Maria. Entre passagens obscuras da vida destes personagens, registram-se eventos acontecidos na infância do "menino-deus" e depois da crucificação/ressurreição. Da meninice do Cristo, há relatos da travessia até o Egito e de seu retorno a Israel. Na terra dos faraós, verificaram-se prodígios, como a queda dos ídolos pagãos... Outros dizem que sua juventude foi passada entre mestres Iniciados, na na Caxemira, norte da Índia. Na Etiópia, teriam feito uma passagem onde deixaram a lembrança perene de lugares que hoje são considerados santos.

Depois da crucificação, Jesus, ressurrecto, teria, retornado à Caxemira, onde teria vivido até centenária idade e lá, onde morreu, existe um túmulo que, segundo a tradição, é o túmulo do Messias judeu. Outra versão ainda mais exótica, conta que Jesus foi parar no Japão! [veja matéria abaixo] onde deixou descendentes que podem ser rastreados até hoje...

Sobre os apóstolos, a figura mais polêmica é Maria Madalena, que teria sido uma discípula ativa, precursora da Igreja nos primeiros tempos do cristianismo, disputando a liderança com Pedro. Grávida, em risco de morte, consta que fugiu para o Ocidente onde se estabeleceu em terras européias, entre Inglaterra e França [essa é a teoria explorada no chamado "Evangelho de Maria Madalena, no outro apócrifo Pistis Sophia e, recentemente, na ficção de Dan Brown, O Código de Da Vince]. Meditemos...

LINKS RELACIONADOS:
Apócrifos: Maria Madalena
A Vida de Maria Madalena
Pistis Sophia por Amael Aun Weor
Lista dos Livros Apócrifos
Evangelhos Apócrifos: Histórias Que a Bíblia Não Conta

FONTE: Jordan archaeologists unearth 'world's first church'
IN YAHOO NEWS AFP - publicado em 10/06/2008

A Tumba de Jesus No Japão

Duas tumbas: Jesus e seu irmão, no Japão

Uma lenda japonesa [Kirisuto legend, Kirisuto = Jesus] diz que Jesus fugiu de Jerusalém e chegou até o vilarejo de Herai ou Shingo, em Aomori, norte do Japão. Os cristãos ocidentais dizem que isso não faz sentido mas, no lugar, existe um monumento chamado "O Túmulo de Cristo" ou Kristo no Hakka. Cristo teria feito seu caminho até o Japão passando pela Rússia, via Sibéria. Em Aomori, tornou-se um rizicultor [fazendeiro de arroz], casou-se, constituiu família e morreu, aos 114 anos. Tal como os muçulmanos, os japoneses de Aomori acham que outra pessoa tomou o lugar do Messias na cruz, no caso, um de seus "irmãos" chamado Isukiri, foi crucificado; este, inexplicavelmente esta sepultado ao lado de Jesus em Aomori!

A lenda tem mais detalhes surpreendentes; Jesus teria estado no Japão mesmo antes, em sua juventude, lá chegando aos 21 anos. Estudou o antigo Xintoísmo por dez anos, desenvolveu sua doutrina e voltou à Judéia. Aos 37 anos Cristo voltou ao Japão.No Japão, Jesus deixou descendentes, como Sajiro Sawaguchi, 80 anos [em 2006]. A família de Sajiro é proprietária das terras onde fica localizado o túmulo. O neto, Junichiro, já de meia idade, explica que atualmente os Sawaguchi são budistas e ele, pessoalmente, não acredita que seja descendente de Jesus.

A lenda não tem, de fato, nenhum forte amparo documental. A única referência a um registro surgiu em 1930 com suposta descoberta de um antigo texto hebreu contendo o relato da vida e da morte de Jesus no Japão. Naturalmente, tais documentos desapareceram "misteriosamente" e a sepultura jamais foi examinada [tal como acontece com o túmulo de Jesus na Caxemira].

Herai é uma vila pequena com a paisagem dominada pelos campos de arroz e pomares de macieiras. A sepultura, marcada por uma cruz de madeira, fica em meio à subida de uma montanha cercada por bosques de bambus. O local virou atração turística, onde as pessoas tiram fotos e tomam sorvete num café próximo. Porém, muitos peregrinos depositam moedas em frente ao túmulo em agradecimento às orações atendidas.


FONTE: The Japanese Jesus trail por Duncan Bartlett
In BBC NEWS - publicado em 09/06/2006

terça-feira, 10 de junho de 2008

Inferno Muçulmano: Case ou Está Demitido!

Irã: Protesto das Mulheres


TEERÃ AFP: A maior empresa estatal iraniana está pressionando funcionários solteiros a se casarem até setembro sob pena de perderem o emprego. O nome da empresa que vinha sendo evitado foi revelado pelo jornal Etemad: seria a Pars Special Economic Energy Zone Company, que fornece gás e petroquímicos, sediada em local inóspito, quente como o inferno, completamente inadequado para uma família. Segundo o jornal, a direção da empresa alega que "Infelizmente alguns dos nossos colegas não estão cumprindo suas obrigações [como muçulmanos] e permanecem solteiros. Ser casado é uma das exigências do emprego. Esses colegas tem até 21 de setembro para cumprir esta obrigação religiosa tão importante". A empresa cita abertamente trechos da hadith, a lei islâmica.

Relações sexuais fora do casamento são proibidas no Irã, ilegais mesmo. As famílias tradicionais encorajam seus filhos a casar aos 20 anos no máximo e a ter logo uma prole. Apesar do rigor do governo para manter a sociedade aprisionada aos rigores insanos do islamismo, o Irã passa por uma crise nos costumes: milhares de mulheres são admoestadas pela polícia por usarem roupas não islâmicas; e milhares delas protestam sempre que podem contra o tratamento desigual.


FONTE: 'Marry or be fired', Iranian state firm warns
In YAHOO NEWS AFP publicado em 10/06/2008

Os Macacos Pescadores da Tailândia


Indonésia. Um macaco long-tailed espreita o peixe à beira de um rio em Lesan,
leste de Kalimantan. Setembro de 2007. Foto: AP Photo/Mel White.




BANGKOK, Tailândia: Os macacos de cauda-longa, também chamados Crab-eating [Comedores de Caranguejo, Macaca fascicularis - foto abaixo] são conhecidos por sua habilidade em obter alimentos: seja colhendo frutos nas árvores da selva, seja arrebatando a banana de um turista. Agora, porém, na Indonésia, pesquisadores do The Nature Conservancy e do Great Ape Trust, descobriram um grupo de símios de pêlo prateado pescadores! Nos últimos oito anos, esses macacos foram observados capturando peixes com as mãos às margens dos rios a leste de Kalimantan e norte de Sumatra.

A espécie, entre outras, costuma se alimentar de frutas, mas também consome caranguejos e insetos mas nunca, antes, foram vistos pescando. A prática está sendo considerada um "comportamento novo" entre macacos de cauda-longa e mostra que estes animais são capazes de desenvolver modificações de comportamento mesmo em estado de natureza, característica denominada de "flexibilidade ecológica". Entre outros macacos pescadores, a pesquisa já catalogou macacos japoneses, babuínos, chimpanzés e orangotangos.

FONTE: Scientists find monkeys who know how to fish - por Michael Casey. In YAHOO NEWS AP - publicado em 10/06/2008







MAIS MACACOS...



Ainda na Tailândia, macacos são empregados como mão-de-obra: Somboon Cheumuang, 56 anos, emprega dois macacos, Kai e Kaew, na colheita de cocos. São da espécie pig-tail [rabo de porco] e sua produção é de 300 cocos derrubados por dia mas já alcançaram a marca de 700. Eles trabalham dez vezes mais rápido que um homem. Foram comprados por 75 dólares e cobriram o custo em um mês. O fazendeiro diz que os macacos trouxeram fortuna à sua família: ele vende os frutos para fábricas de óleo, principal atividade agrícola e agro-negócio do país...



Na Tailândia, a mão de obra símia é levada a sério: macacos como Kai e Kaew são treinados em escolas especializadas que existem no país, como na província de Surat Thani. O treinador Sompom Saekhow preparou mais de 1.500 símios que trabalham não somente no campo mas, também, no cinema local. O ministro da agricultura, Supachai Khaewloyma diz que os animais contribuem significativamente para a indústria dos cocos e são maioria entre os trabalhadores do setor. Ele estima que cerca de 1.200 macacos trabalham [em 2006] nas colheitas.

FONTE: Monkey beats man when it comes to coconut pickingIn Thailand
In Herald Tribune - publicado em 06/11/2006



Necrópole dos Pobres Descoberta em Roma

Colar achado na Necrópole

ROMA REUTERS: Em um subúrbio de Roma, arqueólogos encontraram uma necrópole de cerca de dois mil anos onde repousam os restos mortais de cidadãos pobres da época do Império. O cemitério tem umas 320 tumbas onde esqueletos estão bem conservados junto com lâmpadas e adornos.

Os pesquisadores consideram o achado muito importante do ponto de vista da sociologia histórica porque revela detalhes das crenças e hábitos dos proletários romanos, como escravos e trabalhadores braçais. A maioria dos esqueletos, de homens, apresenta sinais de trabalho em locais úmidos, como se fossem estivadores de um porto; mas também há restos de crianças usando colares ou "segurando-os" na "mão". Os estudiosos presumem que os adornos serviam de proteção contra maus espíritos. Os colares são feitos de pequenas figuras e fragmentos de âmbar. Anéis de bronze e brincos de ouro também foram recuperados.

Entre as descobertas mais intrigantes feitas nesta necrópole está o esqueleto de um homem que sofreu de uma rara doença congênita que lhe tornava impossível abrir a boca ou seja, ele só podia se alimentar com ajuda de terceiros. "Os povos antigos não tinham uma atitude positiva diante desse tipo de deficiência e costumavam rejeitar pessoas assim que, em conseqüência, tinham baixa expectativa de vida. Essa situação [do homem com deficiência] é completamente contrária a este comportamento discriminatório. Esse homem precisou de ajuda para sobreviver e encontrou ajuda." ─ comentou Angelo Bottini, chefe e Arqueologia em Roma.

Roman-era necropolis for the poor found intact
por Deepa Babington. In YAHOO NEWS REUTERS - publicado em 09/06/2008

domingo, 8 de junho de 2008

Freiras Acorrentadas Protestam no Vaticano

Irmã Albina Locantore

Irmã Albina Locantore protesta acorrentada a um poste deluz do lado de fora do Vaticano [08/06/2008] bem diante da janela do escritório do Papa, onde ele costuma aparecer para a oração do fim de tarde, o Angelus. Locantore é uma das duas freiras idosas que denunciam terem sido "excluídas" do convento de religiosas reclusas ao qual pertenciam. Pedem a interferência do papa para retornar à clausura. O cartaz diz: "Santidade, nós não somos prostitutas, nem violentas, nem ladras nem malucas". Foto: REUTERS/Alessandro Bianchi (VATICAN)

Duas freiras, irmã Albina Locantore, 73 anos e irmã Teresa Izzi, 79 anos!, se acorrentaram em frente ao Vaticano no domingo [08/06/2008] para que o Papa Bento XVI tome conhecimento da inusitada situação: elas foram "despejadas" do convento de Carmelitas onde viviam. Vestindo seus hábitos as freiras contaram que depois de sair da reclusão, em 2005!, para tratamento de saúde não lhes foi permitido voltar. Irmã Albina desabafa: "Depois de 50 e 60 anos de vida monástica, dedicada à Igreja, nós fomos atiradas às ruas sem qualquer auxílio, como dois sacos de lixo".

A agência de notícias ANSA tenta mostrar "o outro lado" da questão citando artigos dos jornais locais, de 2007, nos quais as consta a versão de que duas mulheres teriam sido expulsas depois que um homem foi descoberto no convento durante uma inspeção de autoridades da Igreja. Os artigos sugerem que o homem vinha extorquindo dinheiro do convento através da Irmãs. As religiosas rebatem: "Isso tudo é mentira!" O Vaticano não se pronunciou, ainda, sobre o assunto. Que disparidade! Enquanto padres pedófilos são discretamente instalados em retiros e o vaticano "abafa os casos", as duas freirinhas velhinhas são tratadas com o rigor de um tribunal chinês por conta dessa história tão mal contada. Abre o olho Bento XVI... Meditemos...

FONTE: Two nuns chain themselves in Vatican protest
In YAHOO NEWS AFP - publicado em 08/06/2008

A Pirâmide de Menkauhor

Pirâmide Menkauhor, sitio das escavações
Foto: REUTERS Amr Dalsh

SAKKARA, Egito: Na terça-feira, 5 de junho [2008] uma equipe de arqueólogos egípcios descobriu uma pirâmide de quatro mil anos de idade. O chefe dos arqueólogos, Zahi Hawas, informou que o monumento parece ter sido construída pelo obscuro faraó Menkauhor, da V dinastia [2465-2.325 a.C.], que governou somente por oito anos no 24º século antes de Cristo. Chamada de "pirâmide perdida ou "pirâmide sem cabeça, porque falta-lhe o topo, esta pirâmide, que tinha sido encontrada em 1842 pelo arqueólogo alemão Karl Richard Lepsius, logo desapareceu novamente sepultada pelas areias do deserto e nunca mais foi reencontrada pelos pesquisadores.

Também foi identificada uma via de procissões cerimoniais onde os altos sacerdotes, usando máscaras, carregavam os corpos mumificados de touros, represenativos de Ápis, animal sagrado no Egito quando a capital do império era Mênfis, ligado ao culto do Sol, período ptolomaico, 350 anos a.C.. Ápis era tido com o encarnação do deus da cidade [Mênfis]. O boi era escolhido por sua cor negra uniforme somente quebrada por uma mancha branca entre os chifres.

A base da pirâmide estava enterrada a 7,5 metros da superfície. O período histórico foi identificado pelo estilo da construção e pela tampa de um sarcófago, de granito cinza e pelos labirintos que conduzem aos grandes blocos de granito vermelho na entrada da câmara mortuária, arquitetura e materiais característicos da época do Médio Império.

Fonte: Egypt uncovers 'missing' pyramid of a pharaoh por Katarina Kratovac
In PHYSORG - publicado em 05/06/2007



sexta-feira, 6 de junho de 2008

Casas Que Desafiam a Gravidade

Rússia


O prédio de madeira tem 13 andares e em sua construção não foi utilizado nem um prego. Fica na cidade Arkhangelsk, Rússia.


Ucrânia

A casa flutuante, na Ucrânia.
Fonte & Veja + Prava Photo Report


Chimpanzé no Tribunal Reivindica Ser Pessoa

Matthew

Matthew, 26, olhando através do vidro de sua cela no santuário para animais, em Viena, Áustria maio de 2007. FOTO: AP Lilli Strauss.


Na Corte Européia de Direitos Humanos, em Strasbourg, França, Matthew Hiasl Pan, um chimpanzé de 26 anos [2008], é parte requerente de uma causa onde requer ser classificado como pessoa. A causa já foi rejeitada pela suprema Corte da Áustria. Os antropólogos dizem que os chimpanzés não são seres humanos mas não deixam claro o que significa, exatamente, ser humano. Matthew é representado pela ativista dos direitos dos animais e professora Paula Stibbe, que reivindica ser nomeada guardiã legal do primata se o santuário [reserva] onde ele vive, em Viena, for fechado. Pelas leis austríacas somente humanos podem ter tutores ou guardiões.

"A vida dele depende disso", apela o conselheiro do Grupo de defesa dos direitos dos animais, Eberhart Theuer. "Esse caso é sobre uma questão fundamental: Quem tem direito aos 'direitos humanos'? O que é uma pessoa de acordo com a carta Européia de Direitos Humanos?" Para muitos cientistas a questão da condição humana é controversa: não existe uma característica exclusiva que possa distinguir decisivamente humanos de outros animais. Não existe sequer um comportamento que seja peculiar somente aos homens. Mesmo a confecção de ferramentas, produção de cultura, são habilidades que também se manifestam nas comunidades de primatas não-humanos e a seqüência do DNA dos chimpanzés é 96% igual à humana.

Mas acima de qualquer discussão bio-genética o que os ativistas alegam que Matthew foi retirado, abduzido mesmo, de seu habitat natural, a selva africana, e relocado em um ambiente estranho e hostil onde foi traumatizado. Submetido ao cárcere sofreu danos psicológicos-comportamentais irreparáveis e necessita de ajuda governamental financeira para continuar vivendo nas circunstâncias atuais, já que mora na Europa em ambiente urbanizado e longe de companheiros de espécie.

Os especialistas temem que o caso abra um precedente embaraçoso e que no futuro as cortes tenham que lidar com reivindicações de "direitos humanos" não somente para primatas mas também para cetáceos, como os golfinhos e cães domésticos. Ahê, complica: do jeito que a Humanidade já anda atormentada com as violações dos direitos dos cidadãos deserdados, se tiver de lidar com as vítimas animais do sistema de dominação humana, os sistemas judiciários não vão dar conta da demanda, as doutrinas da ciência do Direito terão de ser revistas e a quantidade de injustiças oficiais vai aumentar drasticamente. Meditemos...


FONTE: Court Claim: Chimps Are People, Too
YAHOO NEWS Live Science ─ publicado em 29/05/2008



domingo, 1 de junho de 2008

Ex-rei do Nepal Só Sai do Palácio em Dia Propício





ORDEM DE DESPEJO: O rei, ou melhor, ex-rei Gyanendra, 60 anos, recentemente [na quarta-feira, 28 de maio de 2008] deposto de seu trono por decisão de uma assembléia que aboliu a monarquia no país, está procurando casa para morar. O ex-monarca tem duas semanas para deixar o palácio de Narayanhity [foto], onde residia desde 2001, quando assumiu o posto de rei. Preocupado com a mudança, requisitou o serviço de astrólogos para escolher o novo endereço e já cogita em ficar no palácio até o começo de julho. Ele alega que o período astrológico da fase negra terminará neste período e, naturalmente, não quer se mudar nesse "baixo astral". Gyanendra sempre governou orientado pelos místicos, agendando suas decisões de acordo com os "auspícios" [a sorte] dos dias e das horas. Quando o ex-rei finalmente desocupar o "imóvel", por bem ou por mal, o palácio será transformado em museu.

O Nepal tem uma população de 29,5 milhões de habitantes divididos em 55 etnias diferentes que falam 48 línguas. Sofrendo que grave deficiência educacional com 51% da população analfabeta, o país vive mergulhado no misticismo e no folclore e até bem pouco tempo, o monarca era considerado muito mais que um mero governante mas adorado como reencarnação da divindade hindu Vishnu.
Desde o início, o reinado de Gyanendra foi marcado pelo mal presságio. Tornou-se rei em virtude de uma tragédia sangrenta: seu irmão, o rei Birendra, muito amado pelo povo, foi assassinado a tiros, em junho de 2001, juntamente com toda a a família, a mulher e duas filhas, durante um jantar, pelo próprio filho mais velho, o príncipe Dipendra.

Apesar de, a princípio, ter-se falado em uma conspiração de Gyanendra, a investigação concluiu que o príncipe agiu por conta própria e que era perturbado mentalmente. Dipendra tinha um histórico depressão, alcoolismo e abuso de drogas ilegais. Estava em conflito aberto com os pais: escolheu para se casar noiva que pertencia a uma dinastia rival. O rei ameaçou deserdá-lo do trono. O príncipe abateu a família usando dois rifles de assalto e uma pistola 9 mm. Chegou a ser proclamado rei, posto que o inquérito não fora concluído, mas se matou pouco depois, em 04 de junho.

Agora, além de despejado, Gyanendra muito provavelmente vai ter de economizar, inclusive com astrólogos. Enquanto rei de uma dinastia que governou por 240 anos, era riquíssimo. Uma fortuna estimada de em mais 1 bilhão de euros, ações e outros negócios. Além do patrimônio pessoal, herdou todos os bens da família morta. Mas o novo governo, de maoístas-republicanos, é chato mesmo: preparam já o confisco que deve "garfar" boa parte dessas riquezas. Impopular, Gyanendra também tem um filho, o ex-príncipe Paras Shah, que abusa do álcool, anda armado e já foi acusado de assassinar duas pessoas, livrando-se do processo por interferência da família real. A última monarquia hindu do mundo chegou ao fim mergulhada na degeneração do sentido da nobreza.

MÉXICO/USA: Cocaína em Jesus...



NOVO LAREDO, México - REUTERS: A polícia norte-americana apreendeu uma estátua de Jesus feita de gesso misturado com cocaína, o mais sofisticado método de traficar a droga até hoje já registrado na fronteira México-Estados Unidos. A apreensão aconteceu em Laredo. Cães farejadores deram o alarme diante da figura do Cristo e, de fato, havia 3 quilos da branca maldita entranhada na matéria-prima do objeto conforme revelaram os dados da análise. Um mexicano, 61 anos, foi preso acusado de oferecer 80 dólares para uma mulher levar a estátua até a cidade de Laredo. A mulher escapou, de volta para o México. Com a forte vigilância na fronteira entre os dois países, os traficantes tornam-se cada vez mais imaginosos na hora de passar a muamba e continuar, assim, sorvendo os gordos lucros do mercado consumidor norte-americano. Nos Estados Unidos, uma grama de cocaína custa cerca de 130 dólares!!!


FONTE: Mexico drug smugglers make Jesus statue of cocaine
YAHOO NEWS REUTERS ─ publicado em 30/05/2008

O Tesouro na Caixa de Sapato


Na Inglaterra, John Weber, 70 anos, possuiu um tesouro arqueológico por mais de 60 anos sem se dar conta do fato. Em 1945, ainda criança, ele ganhou do avô, como se fosse um brinquedo, um curiosa taça de ouro. 

Os anos se passaram e a taça foi para debaixo da cama, guardada em uma caixa de sapatos onde permaneceu esquecida por décadas. Weber sempre achou que a peça era feita de algum metal comum e barato. 

Em 2007, quando estava mudando de casa, resgatou a caixa e observando a taça resolveu submetê-la a uma avaliação. 

Descobriu que o objeto era uma peça autêntica da antiga Pérsia datada de milhares de anos, quatro séculos antes de Cristo e que, provavelmente, pertencia à dinastia Aquemênida. 

O valor da taça, que é adornada com faces femininas opostas, foi estimado em 988 mil dólares ou 630 mil euros. 

Weber contou ao jornal The Guardian que o avô sempre teve um "olho bom" para antiguidades e costumava fazer negócios na cidade de Taunton, sudoeste do país e comentou: "Deus sabe onde ele arranjou isso, ele jamais disse".  

Na terça-feira, 05 de junho [2008] a relíquia foi vendida por preço bem abaixo do esperado: 63 mil euros, cerca de 98 mil dólares.

FONTE: Childhood 'toy' revealed as ancient Persian relic.
In YAHOO NEWS/AFP ─ publicado em 28/05/2008

Os Gigantes dos Lagos da Eurásia



LINK RELACIONADO
GIGANTES, MUITO ALÉM DA MITOLOGIA, setembro de 2007 
http://www.sofadasala.com/pesquisa/gigantes00.htm


QUIRGUISTÃO. Issik Kul é um lago de águas profundas localizado das montanhas de picos nevados Tian Shan, em Transiliysk Ala Tau, Quirguistão ou Quiguízia, ex-república soviética da Ásia Central. O nome do lago significa "água perigosa". 

Ali, no fim dos anos de 1930, segundo testemunhas, em cavernas próximas, foram encontrados três esqueletos humanos com mais de três metros de altura. As ossadas eram adornadas com figuras de morcegos feitas de prata. 

Os moradores do local evitam falar sobre o assunto mas informaram que a prata foi quase toda derretida salvando-se apenas um pequeno pedaço. Porém, muito antes do achado, antigas lendas da região falavam de uma cidade submersa no lago governada por um legislador com orelhas de assassino, de asno, o rei Ossounes.

Em 1982, Mark Shteynberg, um veterano da guerra do Afeganistão conduzia um treinamento de mergulhadores e testes com mísseis no Issik Kul quando recebeu a inesperada visita do major-general Demyanko, comandante do Military Diver Service of the Engineer Forces of the Ministry of Defense [Serviço Militar de Mergulhadores das Forças de Engenharia do Ministério da Defesa da União soviética]. 


O comandante vinha relatar eventos extraordinários que tinham ocorrido no Trans-Baikal e oeste da Sibéria, durante um treinamento similar àquele que estava sendo realizado no lago Issik. 

Durante os treinos, os mergulhadores tinham se confrontado com misteriosos "nadadores subaquáticos" com aparência de gigantes humanoides. Usavam roupas justas e prateadas à profundidade de 50 metros e não usavam qualquer equipamento de mergulho ou seja, pareciam respirar normalmente debaixo d'água.

O comando militar na Sibéria deliberou, então, capturar uma dessas criaturas. Foram designados sete mergulhadores sob o comando de um oficial. O grupo entrou na água, localizou o alvo em grande profundidade mas quando se preparava o lançamento de uma rede de captura, os mergulhadores foram subitamente arremessados à superfície por uma força desconhecida. 


A subida rápida demais provocou embolia em todos. Na base, somente funcionava uma câmara de descompressão com capacidade para duas pessoas. Em um esforço desesperado para salvar os homens, o comando colocou quatro dentro da câmara. 

Em vão: dos sete, três morreram e os quatro restantes tornaram-se inválidos. Demyanko, sabendo que no lago Issik estavam ocorrendo avistamentos semelhantes, tratou de voar para lá a fim de avisar à outra equipe que não tentasse qualquer missão de captura naquelas "águas perigosas".

Mas as autoridades queriam saber mais: determinaram que fosse feita uma análise detalhada dos eventos do Lago Baikal. Também foi elaborada uma lista de outros lagos de águas profundas onde tinham sido registrados avistamentos de fenômenos anômalos semelhantes: aparecimento de criaturas, ascensão e descida de discos e esferas, luminescências emanadas das profundezas. 


Sobre os gigantes do lago siberiano, o escritor russo Mikhail Demidenko, que esteve na região em 1986, lembra que os pescadores contavam como um mergulhador soviético foi "catapultado" entre 10 a 15 m acima da água. 

Eles jamais souberam como aquilo aconteceu. Interessado em fenômenos paranormais, o último livro de Demidenko, publicado em 1999, trata de um tema fascinante e misterioso: Following the SS Trail Into Tibet [Seguindo a Trilha da SS Nazista no Tibete].

Em 1954, o escritor, acompanhando uma inspeção militar no Oeste do Tibete, passou a noite numa lamaseria onde encontrou um velho monge russo. O monge contou a ele sobre cavernas nas montanhas tibetanas onde gigantes de três metros repousam em sono induzido; um dia, vão despertar. 


Contava-se também que os chineses descobriram e destruíram uma destas cavernas sagradas de onde retiraram "gigantes anfíbios adormecidos" que foram publicamente enforcados! 

No livro, Demidenko demonstra amplamente a adoração dos nazistas pelo ocultismo e o forte interesse pelos segredos do Tibete, especialmente no que diz respeito às cavernas, às cidades subterrâneas [Agartha, Shambala] e aos gigantes. Hitler enviou expedições ao Tibete em busca dos semideuses, conservadores e renovadores da raça superior.

Esses gigantes anfíbios sao realmente comuns na Rússia e, em muitos casos, aparecem relacionados com OVNIs. Em 1980, Borisoglebsky, região de Veronezh conhecida como uma das áreas de maior atividade Ufológica da antiga União Soviética, recebeu uma comissão que lá foi investigar a questão. 


Os observadores militares registraram avistamentos de naves de tamanhos variados, de uma bola de tênis a 200 metros de comprimento, movimentando em diferentes alturas e velocidades: de 0 a 600 km por hora; no chão ou a 20 km de altura.

Em maio de 1982, uma aeronave MIG-21 perdeu a comunicação com a base e caiu na floresta. No mesmo local e momento um UFO foi avistado a 1.500 metros. Uma operação de resgate foi organizada para buscar os restos do avião. 


Dois membros dessa equipe de busca estavam em uma clareira quando encontraram um gigante com mais de 3 metros e meio de altura vestido com uma indumentária verde-prateada. Ao se deparar com os humanos, a criatura evadiu-se. Ouviu-se uma explosão além das árvores e elevou-se nos céus um rastro luminoso.

Os gigantes anfíbios foram vistos muitas outras vezes: em Anapa, no Mar Negro, um caçador de tubarões deparou-se com eles a 8 metros de profundidade. Eram brancos como leite, tinham as faces humanas e uma cauda de peixe. Um deles parou em frente ao mergulhador e nele fixou seus enormes olhos salientes, parecendo vidro turvo. O estranho agitou uma das mãos membranosas como que acenando e então, foram todos embora. O homem deixou de caçar tubarões.



LINK RELACIONADO
GIGANTES, MUITO ALÉM DA MITOLOGIA, setembro de 2007 
http://www.sofadasala.com/pesquisa/gigantes00.htm

FONTE:
Mysterious giants inhabit Eurasian lakes

─ publicado em 15/05/2008 In PRAVDA ENGLISH

Transplantes: Mistérios da Memória Celular




Em 1995, Sonny Graham, de Vidalia, Georgia [USA] fez um transplante de coração. O doador, Terry Cottle, do condado de Berkeley, Carolina do Norte, 33 anos, tinha se suicidado com um tiro. Feliz com sua nova chance de viver, Graham, agradecido, começou a escrever cartas para a família de Cottle. 

Em 1997, foi a conhecer a viúva do doador, Cheryl, na época, com 28 anos. Sentiu como se já a conhecesse a anos; não podia tirar os olhos dela. Em 2001, ele comprou uma casa em Vidalia e Cheryl se mudou para lá com os três filhos. Três anos depois, transplantado e viúva se casaram e formaram uma família com seis filhos e seis netos. 

Ele tinha se aposentado e parecia plenamente realizado. Na terça-feira, 08 de abril de 2008, aos 69 anos, Sonny Graham se matou com um tiro na garganta. Uma atitude que deixou perplexos todos que o conheciam.


Em maio de 2007, uma mulher, Cheryl Johnson, 37 anos, de Penwortham, Preston, recebeu um fígado novo. Ela, que antes somente lia novelas baratas, passou a amar Dostoievsky e outros autores clássicos, como o doador, um homem de 59 anos que tinha morrido de aneurisma. 

Esse fenômeno, chamado pelos acadêmicos norte-americanos de "memória celular", consiste na mudança de personalidade daqueles que recebem os órgãos transplantados e começam a manifestar hábitos, gostos e atitudes característicos do doador. 

Uma mulher que sofria de vertigem de altura, tornou-se alpinista. Um homem que detestava chocolate, tornou-se chocólatra. Uma menina de 7 anos passou a ter pesadelos: via a si mesma sendo assassinada depois de receber o coração de uma criança que morrera assassinada. 

Uma adolescente australiana de 15 anos teve o tipo sanguíneo modificado depois do transplante de fígado. Memória celular: mistério da vida e da morte que os cientistas não conseguem explicar. Meditemos...


FONTE: THOTHWEB
New kidney 'changed my whole personality'
Man with suicide victim's heart takes own life

Mutantes Subterrâneos

Vermes, baratas e gafanhotos gigantes habitam os subterrâneos de Moscou, Rússia. Cientistas acreditam que os monstros são o resultado de mutações provocadas por dejetos, especialmente dejetos radioativos que se depositam, diariamente, nas camadas mais profundas do solo. 

No sistema de esgotos, vivem peixes cegos. São animais que odeiam a luz. Quando escutam barulhos estranhos, reagem emitindo terríveis silvos. Os mais assustadores desses mutantes são as baratas voadoras que têm o tamanho de uma tartaruga e deslocam-se em grupos em uma sinistra formação de nuvem. 

Queira o destino que nenhum fenômeno cósmico ou ação do homem mergulhe o mundo nas trevas: nestas circunstâncias, é bem possível que os mutantes das entranhas da Terra resolvam dar um passeio da superfície. Como diria Machado de Assis: "Deus nos defenda!"

FONTE:
Mutants live in the underworld of Moscow
ENGLISH PRAVDA - publicado em 02/04/2008

Quando Alienígenas Salvaram a Terra

TUNGUSKA: No verão de 1908, 30 de junho, 7:15 da manhã, uma enorme esfera incandescente cruzou o céu de Tunguska, região da Sibéria central, Rússia. Ouviu-se um terrível som de trovão. 

Não houve queda do objeto mas uma explosão magatômica na atmosfera devastou a floresta milhares de quilômetros quadrados em torno do Lago Baikal, provocou distúrbios sísmicos e eletromagnéticos. 

O moradores do local, apavorados, não tinham coragem para sair de suas casas. A luminosidade remanescente do fenômeno propagou-se pelo globo; podia ser vista em Londres durante dois dias.

Há poucos anos, cientistas empreenderam uma expedição a Tunguska para investigar o que realmente ocorreu. Pesquisaram cuidadosamente o leito de um rio e ali encontraram dez estranhas pedras de quartzo. 

Yuri Labvin, um dos especialistas da expedição, depois de examinar os cristais, concluiu que não pertencem a este mundo: eles possuem traçados e um tipo de silicato ferroso que não existe em nenhum lugar da Terra, mas podem ser encontrados no espaço sideral.

Também apresentam perfurações no centro; poderiam ser unidos em uma cadeia. A tecnologia pela qual essas peculiaridades foram produzidas são desconhecidas e os cientistas falharam ao tentar reproduzi-las com um laser que, normalmente, cortaria um objeto de metal em pedaços. 

Tudo indica que os quartzos são parte do sistema de navegação de uma nave espacial. Unidas, as pedras formam um mapa que pode ter sido usado como carta de navegação para viajar entre estrelas e planetas.

Em 1908, aquele objeto, que devia pesar um bilhão de toneladas, foi interceptado por um veículo alienígena. O impacto do que poderia ser um meteorito ou um fragmento de antimatéria teria matado boa parte da Humanidade. 

Alguns teóricos acreditam que a tragédia não aconteceu pela interferência suicida e salvadora de extraterrestres que interceptaram a ameaça com sua nave, sacrificando as próprias vidas para salvar os habitantes da Terra. Em uma das pedras, distingue-se a imagem de um estranho ser... Meditemos...

FONTE:Aliens downed Tunguska meteorite to save Earth
ENGLISH PRAVDA - publicado em 24/03/2008

Milagre da Transubstanciação




ITÁLIA. O milagre da transubstanciação é um mistério da teologia cristã. Refere-se à transformação, do pão e do vinho, consagrados na missa, em corpo e sangue de Cristo. A transubstanciação, evidentemente, é simbólica mas no século VIII [anos 700 d.C.], o fenômeno aconteceu de fato na igreja de São Legosiano, cidade de Lanciano, às margens do Mar Adriático, Itália. 

O nome da cidade refere-se ao centurião que transpassou o coração de Jesus com sua lança, pouco antes do Messias ser retirado da cruz. Na época, a igreja estava situada no subúrbio da cidade e pertencia à aos monges ortodoxos gregos.


Ali, durante uma missa, depois de dizer as palavras rituais do sacramento, erguendo o cálice e a hóstia, que naquele tempo era bem grande e partida em pedaços para ser distribuída entre os fiéis, diante do sacerdote, pão e vinho tornaram-se carne e sangue.

Atônito e pálido com o prodígio, o padre exclamou: Vocês são testemunhas que um milagre aconteceu. Os fiéis choravam, comprovando com os próprios olhos a veracidade do fenômeno.

Evidentemente, ninguém comeu ou bebeu aqueles objetos de veneração. Carne e sangue foram guardados, em uma urna de madeira, como relíquias para a posteridade. Apesar de serem substância, de fato, orgânicas, as relíquias jamais se corromperam. 

Desde então, especialistas têm examinado o conteúdo da urna: o primeiro exame foi em 1574; o segundo, em 1636, quando as relíquias estavam acomodadas em um sacrário na capela de Valsek. 

A partir de 1713, e até hoje, passaram a ser guardadas numa custódia de prata, e o Sangue, num cálice de cristal [foto].

O último exame foi efetuado por representantes da World Health Organization [Organização Mundial de Saúde] que investigaram o assunto por dois anos! Os resultados provaram que o sangue é humano, fresco, do grupo AB, o mesmo tipo encontrado no Santo Sudário e, provavelmente, não pertence a um italiano. 

O grupo sangüíneo AB é muito raro na Itália porém, comum na Palestina, onde nasceu Jesus. Os cientistas não explicam como este sangue se manteve incorrupto por mais de mil e trezentos anos sem perder suas propriedades químicas. Normalmente, estas propriedades se alteram em 20 minutos ao ar livre. Assim a ciência rendeu-se ao milagre.

LINK RELACIONADO:
Milagre Eucarístico de Lanciano

Descanse em Paz



BERLIN Reuters: Thorsten Nolting, um vigário alemão da cidade de Dusseldorf, concebeu um novo método para ajudar seus paroquianos a combater o stress e as tensões do dia-a-dia: repousar em um túmulo... aberto. 

A terapia, porém, teve de ser suspensa depois que jornalistas descobriram o procedimento e chegaram ao local estragando completamente a atmosfera de "paz"... 

O vigário explicou que a "terapia da cova" deveria funcionar como exercício de meditação. Ali as pessoas poderiam pensar no peso que sobre elas recai no cotidiano e obter uma nova energia para resistir ao problemas mundanos.

A imprensa estragou tudo perturbando o processo, molestando as pessoas com perguntas, impedindo os paroquianos de "descansar em paz"... Acabou-se o silêncio, indispensável para o sucesso da macabra meditação. 

O religioso garantiu que depois do repouso na tumba aberta, dois metros baixo da superfície, a "ressurreição" - o sair da tumba proporciona uma sensação de felicidade. Um jornal local, porém, disse que um homem ainda tremia 20 minutos depois de ter saído do buraco onde passou 7 minutos. [Deve ter sido um claustrofóbico...]

German vicar offers stress relief in grave
NEWS YAHOO - publicado em 28/03/2008

Rússia: Menino-Pássaro



Um "menino-passarinho" foi encontrado em Volvograd, Rússia [tinha de ser na Rússia!]. O garoto, 7 anos [em 2008]. O desvio de comportamento, ao que tudo indica, foi resultado do comportamento da mãe, 31 anos, que dedicava mais atenção aos pássaros negligenciando o filho que, assim, tornou-se uma espécie de "Mogli-ave". 

A pequena família morava em um apartamento de dois quartos repleto de gaiolas onde a mulher mantinha seus animais de estimação. Essa mãe, embora não maltratasse o filho nem descuidasse de sua alimentação, jamais falava com ele. O menino cresceu ouvindo somente o canto dos pássaros.

Galina Volskaya, assistente social conta que o menino não fala, somente gorjeia, emite trinados. Ele não entende a linguagem humana e quando percebe que não está sendo compreendido, agita os braços e as mãos como se fossem asas. 

O garoto foi afastado da mãe, que assinou um termo renunciando à guarda do filho. Agora, o "menino-pássaro" vive em um abrigo mas logo será transferido para um centro de tratamento psicológico. A criança desenvolveu a chamada síndrome de Mogli. Nos últimos dois meses, 5 crianças foram encontradas em quadro semelhante, comportamento animal.


Muitos casos de feral children foram registrados ao longo da história, no passado e no presente. são casos recentes: no Camboja, uma mulher selvagem, 27 anos, foi encontrada vivendo na floresta, nua, sem qualquer compreensão da fala humana. 

Na África, outro garoto, 10 anos, vivia entre macacos. Nos estados Unidos, duas meninas foram resgatadas da convivência também com um bando de macacos e na Rússia, um menino de 9 anos liderava uma matilha de cães...


IMAGEM:
Timothy Cummings Bird Boy, 2004
FONTE: 'Bird-boy' found in Russia In PRAVDA ENGLISH - publicado em 27/02/2008

Boriska: Lemúria & Vida Eterna

Boriska 


Boris Kipriyanovich, ou Boriska, hoje [2008] um adolescente, há anos vem aparecendo em jornais, revistas e documentários do mundo inteiro. 

Ele é considerado uma dos mais destacado seres humanos de uma nova geração que já amplamente conhecida como indigo-children, dotados de faculdades especiais, como um alto grau de inteligência e surpreendentes conhecimentos sobre o Universo, extraterrestres, o passado arcaico da Terra, mistérios da antiguidade e futuro do planeta. 

Boriska nasceu em 11 de janeiro de 1996 e desde os quatro anos mora na cidade de Zhirinovsk da região Volgograd, Rússia. 

Ele costuma visitar uma local próximo à sua cidade, a montanha Medvedetskaya Gryada, considerada "zona anômala". Ali, o garoto encontra o ambiente ideal para o que ele chama de reposição de suas energias.

Seus pais, gentis, educados e hospitaleiros, ficam preocupados com os fascinantes talentos do filho. Eles temem que Boriska tenha dificuldades de convívio social quando se tornar um adulto.

Sua mãe conta que o menino conseguia sustentar a própria cabeça com apenas 15 dias de vida. Começou a falar aos quatro meses e com um ano e meio já lia os jornais. Aos dois anos, no jardim de infância, os professores perceberam que ele era diferente: aprendia tudo rapidamente e tinha uma memória extraordinária. 

MARTE

Mais ainda, Boriska, Boriska mostrava conhecimentos que não eram adquiridos na escola, sobre outros mundos, planetas desconhecidos. Sua mãe conta: Muitas vezes ele se senta em posição de lótus e começa a falar detalhadamente sobre o planeta Marte, sistemas planetários e outras civilizações

O espaço cósmico é uma dos temas favoritos de Boriska. Afirma que viveu em Marte e diz que o planeta é habitado, embora tenha, já uma vez, perdido sua atmosfera depois de uma enorme catástrofe. Hoje, segundo o indigo-boy, os marcianos vivem em cidades subterrâneas.

Lembrando uma vida passada, Boriska afirma que costumava visitar a Terra pilotando uma nave espacial. Naquele tempo, a Terra era dominada pela civilização Lemuriana cujo declínio, que ele testemunhou e foi causado pela degradação espiritual daquela Humanidade. 

A mãe deu a ele o Whom We Are Originated From [mais ou menos traduzível como De Quem Nós Fomos Originados], de Ernest Muldashev, ele ficou muito entusiasmado com as descrições dos Lemurianos, as imagens dos templos tibetanos e passou muitas horas falando com os pais sobre a Lemúria, seu povo, sua cultura. 

LEMÚRIA

Segundo Boriska, os lemurianos dominaram a Terra a 70 mil anos e eram gigantes de 9 metros de altura. Perguntado sobre como sabia tais coisas, respondeu: Eu me lembro, eu vi.

Sobre um segundo livro de Ernest Muldashev, In Search of the City of Gods [Em Busca da Cidade dos Deuses], mais uma vez olhando as figuras, comentava sobre as pirâmides, os santuários e revelou: "As pessoas não vão encontrar os conhecimentos antigos embaixo da Grande Pirâmide de Quéops [Egito]. 

Esse conhecimento está oculto no subterrâneo de uma outra pirâmide que ainda não foi descoberta e acrescentou: A Humanidade vai se surpreender e até mudar quando conseguirem abrir a Esfinge; há um mecanismo de abertura em algum lugar atrás de uma orelha, não me lembro exatamente onde.

Boriska também adverte sobre uma alteração dos pólos magnéticos da Terra que, em breve, causará duas catástrofes: uma em 2009; outra em 2013. 

Poucas pessoas sobreviverão; e fala sobre a morte: Não, eu não tenho medo da morte porque nós vivemos eternamente. Houve uma catástrofe em Marte, onde eu vivia

Pessoas ainda vivem lá. Houve uma guerra nuclear e tudo virou cinza. Mas eles construíram abrigos e criaram novas armas. Os marcianos, em geral, [não se sabe o quê ele quer dizer com "em geral"], respiram dióxido de carbono. Se viajassem para outro planeta [como a Terra] teriam de se manter vivos usando respiradouros adequados [standing next to pipes and breathing in fumes].

Perguntaram, [tolamente] a ele: Se você é de Marte, você precisa de dióxido de carbono? Resposta: Se eu estou neste corpo [terreno] eu respiro oxigênio" [o quê é óbvio! no contexto...]. Mas você sabe, isso causa envelhecimento

Especialistas perguntaram ao jovem por quê naves da Terra frequentemente quebram ou são desativadas quando se aproximam de Marte. 

Ele explicou: Os marcianos transmitem sinais especiais que danificam naves, estações e/ou sondas que emitem radiações. 

Boriska tem dificuldades com escolas. Fez uma entrevista e foi colocado no segundo grau porém logo quiseram livrar-se dele: constantemente interrompia os professores apontando-lhes erros. Agora ele estuda com um professor particular. 

FONTE: Boriska, boy from Mars, says that all humans live eternally
PRAVDA ENGLISH - publicado em 05/03/2008 tradução: Lygia Cabus

Arquivo do blog