sexta-feira, 26 de julho de 2013

HÓSTIA QUE SANGRA EM GUADALAJARA


LINK RELACIONADO
LANCIANO. ITÁLIA. Milagre da Transubstanciação, 01/06/2008

 [http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2008/06/milagre-da-transubstanciao.html]

MEXICO, ESTADO DE JALISCO. CIDADE DE GUADALAJARA (capital do estado). Quarta-feira, dia 24 de julho de 2012. Na paróquia Maria Madre de la Iglesia, em Colônia Jardines de la Paz, o padre José Dolores Castellanos Gudiño - conhecido como padre Lolo - revelou a experiência transcendental de, estando em oração, ouvir uma voz que lhe instruiu a comunicar uma mensagem divina à comunidade.

Nas palavras do padre, disse-lhe a Voz: Meu querido apóstolo Dolores, hoje é um grande dia. Repiquem os sinos para que acudam de todos os cantos. Derramarei bênçãos para aqueles que estejam presentes.

Uma bênção teria sido manifestada no mesmo instante, em um milagre eucarístico: ao abrir o sacrário, encontrou dentro do cálice da Consagração, uma hóstia embebida em um líquido vermelho escuro. Como lhe fora determinado, o padre divulgou o fato. Evidentemente, os fiéis acreditam que trata-se do sangue do Cristo, Jesus.


Porém, logo naquela quarta-feira (23/07/2013), quando cálice e hóstia foram postos à vista dos crentes, o tumulto no interior e do lado de fora do templo foi inevitável demandando intervenções das autoridades policiais e religiosas.

Sempre cautelosa com todas as ocorrências ditas milagrosas relacionadas ao cristianismo Católico romano, os representantes mexicanos da Igreja do Vaticano, ou seja, a Arquidiocese de Guadalajara, na quinta-feira (25/07/2013), promoveram a celebração de uma missa, ao meio-dia, que lotou o templo e providenciaram que o cálice com a hóstia fossem retirados da exibição ao público e devidamente encaminhados para a análise. O caso também foi devidamente registrado na instância jurídica local.

Antes de afirmar qualquer milagre é necessário que procedam-se exames que vão determinar se o líquido vermelho é, de fato, hemático, ou seja - sangue e, assim sendo, se é sangue humano. Esse é o primeiro passo para que a investigação científica e eclesiástica possa confirmar ou rejeitar a natureza milagrosa (sobrenatural ou divina) do evento. 



O padre José Dolores Castellanos Gudiño. Antes de recolher-se à discrição por recomendação da Arquidiocese de Guadalajara.
IMAGEM: YOUTUBE - HOSTIA SANGRANTE, OCHO-TV/MÉXICO
POSTADO EM 26/07/2013
[http://youtu.be/V7TKlJ2lQHo]

Logo, padre Lolo desapareceu para os midia. (Mais uma medida clássica da Igreja do Vaticano em sua estratégia de discrição em torno de pretensos milagres). Outro padre explicou que "Lolo" não se encontrava nas instalações da Paróquia mas, estava trabalhando em outras atividades.

Depois da missa de quinta-feira (25/07/2013), a igreja de María Madre de la Iglesia foi fechada ao público, ficando abertas somente a Capela e o Átrio. Também a sacristia/secretaria da igreja foi fechada. Somente foi permitida a entrada de jornalistas da publicação Semanário. Do lado de fora, repórteres e curiosos aglomeravam-se em busca de notícias sobre "a hóstia que sangra".  

O Arcebispado de Guadalajara emitiu um comunicado informando que o Arcebispo J. Francisco Robles Ortega, inteirado do caso, pediu ao monsenhor Ramiro Valdés, vigárioGeral daquela naquela Diocese, que acompanhe as investigações até que se chegue a  um resultado conclusivo, sem enganos. O comunicado destaca, ainda ...Não é impossível que Jesus manifestes-se dessa forma...

[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2008/06/milagre-da-transubstanciao.html]

FONTES
El extraño caso de la hostia que sangra en Jalisco.
PERIODISTA DIGITAL 26/07/2013
[http://www.periodistadigital.com/religion/opinion/2013/07/26/el-extrano-caso-de-la-hostia-que-sangra-en-jalisco-iglesia-religion-obispo-guadalajara.shtml]
Cientos de fieles se congregan a ver la ''hostia sangrante'. 
INFORMADOR/MÉXICO, 25/07/2013
[http://www.informador.com.mx/jalisco/2013/474125/6/cientos-de-fieles-se-congregan-a-ver-la-hostia-sangrante.htm]
Hostia que "sangra" genera emoción en parroquia tapatía.
PUBLIMETRO/MEXICO, 25/07/2013
[http://www.publimetro.com.mx/noticias/hostia-que-sangra-genera-emocion-en-parroquia-tapatia/mmgy!Vk3RBW7thlWg/]
"Hostia sangrante" ya fue retirada. 
INFORMADOR/MEXICO, 25/07/2013
[http://www.informador.com.mx/jalisco/2013/474256/6/hostia-sangrante-ya-fue-retirada.htm]

quarta-feira, 24 de julho de 2013

O Código do Disco de Phestos



O Disco de Phaistos foi descoberto em 15 de julho de 1908 pelo arqueólogo italiano Luige Pernier, em uma escavação de um palácio minóico de Phaistos, ilha de Creta. Atualmente, o Disco está sob a curatela do Museu Heraklion, em Creta.



NO YOUTUBE:  IL DISCO DI FESTO 1/2, DOCUMENTÁRIO COM A CIENTISTA BARBARA GAGLIANO
[http://youtu.be/BlRReosjWq0]

ITÁLIA. Depois de se manter por décadas como um enigma indecifrável para os arqueólogos e estudiosos de línguas antigas, o Disco de Phaistos (Disco de Festos, Phaisto) - finalmente, foi decodificado. 

O resultado do trabalho da pesquisadora Barbara Gagliano está registrado no livro O Disco de Phaistos, Chave de Doenças Genéticas. Essa relíquia, que tem origem na também misteriosa nação Minóica (de Minos, o rei - ilha de Creta).

Gagliano encontrou a chave do Código de Hefaistos na estrutura do DNA. A descoberta é espantosa dada à antiguidade do  objeto, com datação estimada por volta do ano 1,400 a.C. (fim da Idade do Bronze). O Disco, feito de argila, tem gravados nos dois lados símbolos diferentes dispostos em espiral. 

E não é toa que esses símbolos ordenam-se em espirais com polaridades opostas; e espiral é forma estrutural presumida da molécula de DNA. Os signos, decifrados, correspondem, segundo a cientista, aos 23 cromossomos femininos e aos 23 masculinos que, combinados carregam toda a informação que configura a individualidade do ser humano. 

O chamado LADO A do Disco contém a informação materna; o Lado B, informação paterna  (imagens acima).

No Código de Hefaistos, cada cromossomo pode ser representado com um ou mais, dois ou três símbolos em cada divisão da espiral. Os símbolos reunidos, compondo um cromossomo, significa que esse cromossomo é frágil e está sujeito a ruptura. Uma ruptura que resulta em anormalidades genéticas.

O mapa do Disco de Festos mostra, ainda, portanto, possibilidade de mal-formações causadas pela dispersão do material genético. Barbara Gagliano comentou: 

Quanto eu mergulhava no Código mais surpresa e chocada ficava sobre como nossos ancestrais puderam representar com tanta precisão até mesmo genes, partículas celulares e moléculas.


APLICAÇÃO PRÁTICA

Graças à extraordinária mensagem do Código, Barbara foi capaz de estudar, sob uma nova luz, em uma abordagem inédita, doenças genéticas como: esclerose lateral amiotrófica, síndrome de Down, achondrogenesis, leucemia mielóide crônica, linfoma de Burkitt, doença de Tay-Sachs e muitas outras.

Eis aí mais um daqueles mistérios do Conhecimento dos Antigos mais recuados que a Ciência Ortodoxa terá problemas em explicar.
 
FONTE: IN UN ANTICO DISCO MINOICO I SEGRETI DEL DNA.
NEXUS EDIZIONE/ITÁLIA, 23/07/2013
[http://www.nexusedizioni.it/misteri-irrisolti/2013/07/23/in-un-antico-disco-minoico-i-segreti-del-dna/]

Tromba D'Água em Yuriria



MÉXICO. Nas proximidades do município de Léon, no estado de Guanajuato, uma eorme tromba d'água elevou-se das águas da lagoa de Yuriria, na tarde de sábado - 20 de julho (2013). 

O fenômeno, natural, chamado popularmente d e"cobra d'água, surpreendeu os habitantes da região. Inúmeras pessoas registraram o evento usando as câmeras de seus telefones celulares.

A tromba d'água não apareceu pela última vez há mais de cinco décadas atrás. Desta vez, a formação manteve-se por 35 minutos, começando às 7:30 da noite.

A tromba d'água tem características semelhantes ao tornado pois ambos os fenômenos estão associados a uma forte corrente de vento movimentando-se em espiral ascendente formada, no caso, na superfície das águas

FONTE:
SANDOVAL, Irma. Asusta tromba en Yuriria.
EL SOL DE LEON, publicado em 22/07/2013
[http://www.oem.com.mx/elsoldeleon/notas/n3061136.htm]

ERNESTO RIBEIRO: AS ÚLTIMAS GUERREIRAS DE GAYA

por Ernesto Ribeiro


Escavações arqueológicas confirmam a descoberta de fósseis de mulheres armadas para a guerra nas planícies junto ao Mar Negro com os registros da antiqüíssima sociedade isolada de mulheres guerreiras que combateram os gregos na Idade do Bronze.

EM 1993, centenas de tumbas do século 5° a.C. descobertas nas estepes do sudeste da Rússia, perto de Pokrovka, revelaram os restos mortais de mulheres, enterradas com armamento militar.

Na Ásia Menor, a mesma coisa, com surpreendente identificação anatômica. No Marrocos, o fóssil da mais antiga rainha amazona, que fundou a cultura berbere matriarcal. 

segunda-feira, 15 de julho de 2013

O Vampiro de Quatro Mil Anos


A cabeça do Vampiro de Mikulovice

LINKS RELACIONADOS
BREVE HISTÓRIA, GEOGRAFIA & CIÊNCIA DO VAMPIRISMO
 

[http://www.sofadasala.com/ocultismo/vampirismo01.htm]
LILITH, NA CRÔNICA DE CAIM

[http://www.sofadasala.com/ocultismo/lilithnacronicadecaim.htm]
LILITH, A LUA NEGRA
 [http://www.sofadasala.com/ocultismo/lilith.htm]

REPUBLICA CHECA, JULHO DE 2008. A TN - TV NOVA online checa publicou o texto e o vídeo da reportagem: Arqueólogos do East Bohemian Museum, na região de Pardubice [http://pt.wikipedia.org/wiki/Pardubice] (situada à margem do rio  Elba), durante escavações em um povoado (pouco mais de mil almas em 2010) - chamado Mikulovice ] - encontraram uma sepultura da Idade do Bronze. Com idade estimada em 4 mil anos, seu igualmente milenar ocupante foi, segundo indícios, um vampiro.

Os cientistas chegaram a esta conclusão porque o sepultamento apresenta características ao chamado "enterro antivampiro", ou seja, medidas preventivas são tomadas para que o morto não se levante. O corpo foi enterrado com duas pesadas pedras, colocada, uma no topo cabeça e outra, sobre o peito a fim de que, despertando, o amaldiçoado não possa se levantar e sair da tumba.

O achado do "Vampiro de 4 mil anos" pode ser uma evidência significativa do quanto é antiga é a crença nestes seres, hematófagos sobrenaturais e como uma tradição pode atravessar as Eras históricas e chegar à atualidade.

O costume de usar grandes pedras, colocando-as sobre o peito de um defunto (a) para deter sua transformação - e retorno, ao mundo dos vivos - como de um vampiro, esse costume, foi preservado até os dias mais recentes da contemporaneidade e, em alguns lugares, onde a crença permanece, essa prática não é de todo descartada.


VAMPIROS: UMA LINHAGEM, UMA RAÇA



Representação de um vampiro do leste europeu

Além disso, considerando o Vampirismo como um fenômeno real, possível, sobrenatural ou não, essa descoberta estabeleceria uma antiguidade de 4 mil anos para a linhagem dos Humanos Hematófagos Mortos-Vivos, Mortos-Que-Andam, criaturas cujo coração não pulsa e cuja única necessidade vital é ingerir o sangue dos seres humanos.

A origem de tal linhagem poderia, então, ser ainda mais antiga, chegando perto da parábola esotérica de que todos os Vampiros deste planeta são descendentes de um patriarca, gerador de um único clã matriz de todos os não-mortos sangue-sugas. 

Porque no contexto das Ciências Ocultas os Vampiros são considerados os herdeiros de Caim e CAIM, por sua vez, é o arquétipo de toda uma Raça de Humanos caracterizados pela longevidade baseada em uma alimentação exclusivamente antropo-hematófaga.

Os Cainitas, em esoterismo não são adeptos de um culto. Antes, são uma Raça, a expressão de uma genética específica cuja principal característica é o apetite exclusivo e compulsivo por sangue humano.

Segundo os antropólogos, túmulo do Vampiro de 4 Mil Anos guardou sinais inequívocos de que, na comunidade em que viveu, era tido como um ser vampiresco ou, ao menos, capaz de levantar-se da tumba. Procedimentos específicos foram realizados para manter o cadáver na cova.

O homem estava enterrado em um local distante dos outros túmulos do mesmo período e o esqueleto (ou, o corpo, há 4 mil anos), foi sobrecarregado com pedras para impedi-lo de "voltar" e assombrar os vivos.


CONEXÃO CELTA

Os anais históricos registram que o único povo que possuía rituais fúnebres contra o Vampirismo naquela época remota era o povo Irlandês da Antiguidade. Então, o reino irlandês de Dalriada estendia-se desde a atual Irlanda do Norte até a Escócia Ocidental.

O curador do East Bohemia Museum, Radko Sedlacek, comentou: Temendo que ele (o morto) pudesse voltar do túmulo, o cadáver foi "equipado" para sua viagem final sobrecarregado com uma enorme pedra em seu peito e outra na cabeça. Somente os corpos das pessoas consideradas vampiros recebiam esse tratamento.

Esse antigo ritual foi praticado entre aqueles irlandeses até o século XVII (anos 1600): usar pedras grandes para segurar os cadáveres de suspeitos de serem ou virem a se tronar Dearg-gul, vampiro.


Em 2008, o achado deste "vampiro" foi chamado, em muitas reportagens, de "Conexão Celta". Conexão cultural entre a Bohemia e Irlanda, sugerindo a migração de tribos celtas ou, os bohemios teriam levado o mito e as tradições sobre vampiros para as Ilhas Britânicas.

Os antropólogos também cogitam na possibilidade de que certos grupos proto-celtas (primitivos mesmo) tenham praticado o canibalismo, aterrorizando outras comunidades que repudiaram (ou já haviam superado) esse grau de selvageria. Há teóricos que, nesse e em outros casos, atribuem o canibalismo, entre outras origens, a pura necessidade. Fome, provocada por colheitas escassas, falta de caça...

Radko Sedlacek observa que o movimento migratório ocorreu, de fato, de leste para oeste e o Vampiro de Mikulivice seria uma evidência a mais desse movimento. Seu túmulo, é o mais antigo túmulo um suposto vampiro já encontrado em solo europeu.


O CEMITÉRIO DE CELAKOVICE


Cemitério de vampiros, em Celakovice
IMAGEM: RADIO PRAHA/REPÚBLICA CHECA, 27/10/2004
[http://www.radio.cz/en/section/czechs/creatures-of-the-night]

Em 1966, o arqueólogo Jaroslav Spacek diretor do Celakovice's Museum (em 2004), foi chamado para examinar um conjunto de sepulturas "incomuns", descobertas durante  os trabalhos de uma construção. 

Localizadas 30 km ao norte de Praga (capital da República Checa), datadas entre os séculos X e XI (anos 900 e 1000 d.C.) - elas faziam parte de um único cemitério de vampiros. O lugar ficou conhecido como o Cemitério de Celakovice. Na época, Jaroslav Spacek relatou:

Todos os esqueletos, enterrados em covas separadas, mostravam sinais indicativos de rituais anti-vampiros. Alguns foram "ancorados" no solo (com peso, pedras); outros, tinham um prego enfiado na têmpora; foram amarrados ou, de alguma outra maneira, imobilizados ou tinham suas cabeças cortadas e enfiadas para baixo, de modo que não pudessem ver nem encontrar o caminho de volta para o mundo dos vivos. Esses notáveis rituais indicam que esses defuntos eram algo como fantasmas aos olhos daqueles povos (e ainda) na Idade Média.

[http://www.sofadasala.com/ocultismo/vampirismo01.htm]
[http://www.sofadasala.com/ocultismo/lilithnacronicadecaim.htm] 
[http://www.sofadasala.com/ocultismo/lilith.htm] 

FONTES

Archeologové vykopali hrob upíra!
TV NOVA/CZECH, publicado em 09/07/2008
[http://tn.nova.cz/zpravy/regionalni/archeologove-vykopali-hrob-upira.html]
Vampires: the Celtic Connection
HERALDS SCOTLAND, publicado em 15/07/2008
[http://www.heraldscotland.com/vampires-the-celtic-connection-1.828968]

domingo, 14 de julho de 2013

Sepulturas de Decapitados Encontradas na Polônia



IMAGENS: O sítio arqueológico e mais 17 IMAGENS...
IN DZIENNIK ZACHODNI/POLÔNIA - publicado em 12/07/2013
Szkielety wampirów w Gliwicach! To jedna z hipotez [NOWE ZDJĘCIA]

[http://www.dziennikzachodni.pl/artykul/942386,szkielety-wampirow-w-gliwicach-to-jedna-z-hipotez-nowe-zdjecia,16,id,t,sg.html]


LINK RELACIONADO
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2013/07/o-vampiro-de-quatro-mil-anos.html]

POLÔNIA. Durante a construção de uma estrada (um Rodoanel), na cidade Gliwice, arqueólogos encontraram sepulturas do que parece ser um local destinado a sepultar... gente amaldiçoada...

Os túmulos abrigavam quatro esqueletos cujas cabeças foram cortadas e depositadas entre as pernas dos mortos. Essa característica é indício de uma circunstância qualquer não comum, como a execução de um ritual relacionado à crença no Vampirismo, talvez, para assegurar que o "morto permaneça morto". Um dos procedimentos medievais comuns para prevenir a maldição dos mortos-vivos.

Na quinta-feira (11 de julho, 2013) um quinto esqueleto foi achado, bem preservado, nas mesmas condições - decapitado mas, este, tinha a cabeça repousando sobre um dos ombros.

A condição pessoal desses indivíduos, em vida, é incerta. Nas covas, nada mais foi encontrado além dos decapitados: sem vestígios de quaisquer posses terrenas tais como joias, peças de roupa, ou acessórios, como armas, utensílido de qualquer tipo, cintos, fivelas ou bolsas.

É muito difícil dizer (por enquanto, julho de 2013) quando esses sepultamentos foram realizados - informou o arqueólogo Jacek Pierzak ao jornal Dziennik Zachodni e comentou: Enterro "anti-vampiro", é uma das hipóteses que consideramos. (DZIENNIK ZACHODNI, 2013).

Os restos mortais foram encaminhados para testes mas os cientistas acreditam que devam pertencer ao século XVI (anos de 1600 d.C.)

Muito distante dos arquétipos cinematográficos, em realidade, em comunidades pequenas da Europa Oriental, o vampiro permanece sendo, como nas tradições locais, uma ameaça bastante real no pensamento das pessoas onde, de fato, o alho e o crucifixo são objetos de necessidade, nos quais ´s depositada a fé de têm poder de repelir vampiros.

Nesses lugares, ainda hoje, sempre que se "torna necessário", corpos são exumados para que seus peitos sejam transpassados pela estaca de madeira que deve anular um mal consumado: aquele defunto VIROU vampiro.

No Leste europeu, a crença nos humanos predadores de humanos remonta milhares de anos. Mas não somente naquela parte do globo, mas em culturas antigas de diferentes povos doeste planeta.

Recentemente, na República Checa, arqueólogos descobriram 3 mil sepulturas nas quais os corpos foram sobrecarregados com pedras, para prevenir que se erguessem das tumbas (IN DAILY MAIL, 2012).

O advento do Cristianismo reforçou essas crenças: os vampiros eram considerados a antítese de Cristo e alguém que ressuscitava era animado pelo Espírito daquela que fora, certamente, uma pessoa maligna, que ao invés de celebrar a vida, semeia morte e dela se alimenta.

 
OUTRA HIPÓTESE

Enquanto os midia abusam da Hipótese-Vampiro, a mente aberta logo cogita - como destacou Jacek Pierzak - uma outra ideia muito mais provável: condenados. Condenados à morte por decapitação, também comuns na mesma época e lugar. 

De fato, a cabeça entre as pernas condiz - mais apropriadamente - com a situação de alguém que foi enterrado despojado de todos os seus bens depois de morrer depois de ser sentenciado à pena capital.

O arqueólogo lembra, ainda - que ...os primeiros enterros neste local (cidade de Gliwice) foram encontrados em 2011, durante obras de demolição de um prédio - e eram casos de condenados.

Pierzak explica, embora a crença no vampirismo seja tradicional, ainda hoje difundida na região que e as descobertas de sepultamentos antivampiro sejam frequentes, os procedimentos adotados com cadáveres-candidatos a morto-que-anda envolvem outras providências, de outro tipo - registradas nos anais da Antropologia - que podem incluir OU NÃO a decapitação.

Procedimentos bem conhecidos, tais como transpassar o peito do defunto com uma estaca de madeira ou depositar uma laje de pedra pesada - também-  sobre o peito do cadáver; tão pesada que mesmo um vivo vigoroso teria dificuldade para se levantar.

LINKS RELACIONADOS
 
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2013/07/o-vampiro-de-quatro-mil-anos.html]
SAVA SAVANOVIC. Alerta de Saúde Pública - Vampiro à Solta na Servia, 25/11/2012
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2012/11/alerta-de-saude-publica-vampiro-solta.html]
A Arqueologia dos Vampiros Búlgaros, 06/06/2012
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2012/06/arqueologia-dos-vampiros-bulgaros.html]
Estranhos Vampiros. Os Invasores Silenciosos da Argentina, 19/05/2012
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2012/05/estranhos-vampiros-os-invasores.html]
ARQUEOLOGIA: VAMPIRA EM VENEZA, 12/03/2009
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2009/03/arqueologia-vampira-em-veneza.html]


FONTES
Szkielety wampirów w Gliwicach! To jedna z hipotez [NOWE ZDJĘCIA]
DZIENNIK ZACHODNI/POLÔNIA - publicado em 12/07/2013
[http://www.dziennikzachodni.pl/artykul/942386,szkielety-wampirow-w-gliwicach-to-jedna-z-hipotez-nowe-zdjecia,16,id,t,sg.html]
BLAKE, Matt. Archaeologists unearth 'vampire graves' containing decapitated skeletons with skulls placed between their legs on Polish building site.
DAILY MAIL/UK, publicado em 12/07/2013
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-2361883/Archeologists-Poland-unearth-vampire-graves-containing-decapitated-skeletons-heads-placed-legs.html]

DAILY MAIL, 06/06/2012
Thought vampires were just film fantasy? Skeletons impaled on iron stakes say otherwise.
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-2155602/Vampire-skeletons-impaled-iron-stakes-say-arent-just-film-fantasy.html]

sexta-feira, 12 de julho de 2013

O Mistério dos Gigantes de Marcahuasi


Los Gigantes de Marcahuasi (Peru)
NO YOUTUBE IN  [http://youtu.be/Imwuj2famrY]
Postado em 08/05/2011
VÍDEO ORIGINAL
ALIENS? PERU ANALIZE THIS VIDEO PLEASE - GLADYS CÓRDOVA

YOUTUBE GCEPERU CH Uploaded on May 8, 2011
(this video was recorded 25th december 2010)
https://www.youtube.com/watch?v=-vHPGW1Ij6c


LINKS RELACIONADOS
 
GIGANTES, MUITO ALÉM DA MITOLOGIA, setembro de 2007
[http://www.sofadasala.com/pesquisa/gigantes00.htm]


OS GIGANTES DOS LAGOS DA EURÁSIA, 01/06/2008
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2008/06/os-gigantes-dos-lagos-da-eursia.html]

GIGANTES NA HISTÓRIA & NA ARQUEOLOGIA, 05/02/2007
[http://www.sofadasala.com/misterios/gigantes01.htm]

PERU. 25 DE DEZEMBRO DE 2010. Gladys Córdoba gravava um vídeo da paisagem da região de Marcahuasi (ou Markawasi), no Peru, quando flagrou a presença de um humanoide gigantesco no alto de uma colina rochosa.

É um vídeo caseiro no qual, à distância, porém com relativa nitidez, as silhuetas de duas pessoas são vistas, escuras, delineados contra o sol. Porém, quando um dos indivíduos se levanta, sua altura descomunal surpreende e até assusta Mrs. Córdoba e sua filha, cujas interjeições de espanto ficaram registradas.

Mas esta não foi a primeira vez que os Gigantes de Marcahuasi foram vistos. Naquela região, Andina - outros relatos testemunham sua existência. Eles foram vistos em diferentes lugares do Peru e sua presença, não raro, está relacionada com avistamentos de OVNIs e/ou fenômenos relacionados (como luzes estranhas no céu).


Entre 500 e 1475 d.C., Marcahiasi foi habitada pelas chamadas Yunga e Yauyo, até que uma  horda hostil de guerreiros Incas invadiu o território.

Ali também desenvolveu-se a misteriosa Cultura Masma, muito anterior ao Império do Sol (Incas, 1200-1533 d.C) que, segundo o pesquisador Daniel Ruzo (criptólogo, arqueólogo, fotógrafo peruano, 1900-1991) dominou aquelas montanhas cerca de 10 mil anos atrás, localizadas há 4 mil metros acima do nível do mar.

Entre os camponeses do lugar, nativos. acredita-se na existência de cavernas subterrâneas no Planalto onde estariam localizadas entradas ocultas para um assombroso mundo subterrâneo.

Ali, as pessoas falam sobre comunidades que se mantêm isoladas do resto do mundo, em segredo, integradas por estranhas pessoas que se vestem de branco e fazem suas moradas nas estranhas de altas montanhas.



Os mistérios de Marcahuasi foram revelados no livro Marcahuasi, A Fantástica História de um Descobrimento (1952), do pesquisador Daniel Ruzo: um estudo detalhado de algumas curiosas figuras de pedra encravadas nas montanhas que, em determinadas épocas do ano, sob a influência da luz do sol da estação, mudam de forma - de fato, assumindo gigantescas feições humanas.

LINKS RELACIONADOS
GIGANTES, MUITO ALÉM DA MITOLOGIA, setembro de 2007
[http://www.sofadasala.com/pesquisa/gigantes00.htm]


GIGANTES NA HISTÓRIA & NA ARQUEOLOGIA, 05/02/2007
[http://www.sofadasala.com/misterios/gigantes01.htm]

OS GIGANTES DOS LAGOS DA EURÁSIA, 01/06/2008
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2008/06/os-gigantes-dos-lagos-da-eursia.html]

FONTES
Video Insólito: Mujer graba lo que podría ser un gigante.
FAN-ESPETACULOS, publicado em 11/07/2013
[http://www.cfanespectaculos.com/novedades/item/55907-video-ins%C3%B3lito-mujer-graba-lo-que-podr%C3%ADa-ser-un-gigante]
PRATT, David. Lost Civilizations of the Andes ´Part 1.
IN DAVID PRATT INFO, publicado em janeiro de 2010
Acessado em 1272013
[http://davidpratt.info/andes1.htm]

terça-feira, 9 de julho de 2013

O Mistério da Floresta de Suásticas


Uma das mais conhecidas imagens de um bosque de Suásticas, na Alemanha - em uma foto de 04 de novembro de 2000.
 
LINK GALERIA DE FOTOS


ALEMANHA. No estado alemão de Brandemburg, ao longo dos últimos 60 anos, estranhas formações de árvores (arbolglifos...) de lariçio - cresceram ou - foram cultivadas - desapercebidas, em meio às florestas, delineando cruzes suásticas (símbolo do Nazismo, entre outras associações).

As suásticas somente são visíveis do alto, a do ponto de vista de um veículo voador. Então, em uma vista aérea, os desenhos são claramente perceptíveis, porque as cores outonais do lariçio (tons de amarelo) destacam-se dos pinheiros que as circundam (verdes).

Embora existam a seis décadas, ao menos, esses bosques tornram-se conhecidos quando, em 1992, o estagiário de uma empresa de paisagismo, fazendo o registro fotográfico aéreo para a instruir a construção de linhas de irrigação - Ökoland Dederow - foi o primeiro a chamar a atenção para os símbolos. 

Desde então muitas outras suásticas gigantes foram encontradas, traçadas em bosques ou - ainda- em na estrutura arquitetônica de algumas edificações, mesmo fora da Alemanha. Na ocasião, Ökoland Dederow estava em sobrevoo na região de Kutzerower, em Zernikow.


Construção em forma de suástica. Coronado Naval Amphibious Base em San Diego/USA. Imagem revelada pelo Google Earth, em 2007.

Sobre as suásticas nos bosques, um mistério reside na questão sobre quem ou que grupo ou grupos de pessoas são os responsáveis pelo plantio, ums iniciativa que envolveu, necessariamente planejamento, persistência e mão de obra. 

Os laricios não foram escolhidos ao acaso. Ao contrário dos pinheiros que os rodeiam, sempre verdes, aquelas outras árvores  mudam de cor no outono: tornam-se amarelas e, mais tarde, marrons.

Na ocasião da descoberta (1992), o engenheiro florestal local, Klaus Göricke, foi examinar os lariçios e descobriu que as árvores estavam ali há muito tempo. Medindo os anéis etários dos troncos, Göricke concluiu que os arbolglifos tinham sido plantados no final dos anos de 1930.

As suásticas permaneceram desconhecidas por tanto tempo não somente porque somente podem ser percebidas do alto mas,

também, porque somente delineam´se em cor durante um curto período do ano: o outono. Além disso, aviões de passageiros não possibilitam a vistas e os aviões privados eram proibidos durante a existência da Alemanha Oriental, território onde estão localizadas as formações.

Depois da descoberta, não tardaram a surgir rumores sobre a origem das cruzes. Um fazendeiro local afirmou que havia plantado as árvores quando era criança, a mando de um (suposto) engenheiro florestal que pagou alguns centavos por cada muda assentada. 

Outra versão, sustenta que um líder nazista local determinou o plantio em homenagem a um dos aniversários de Hitler.

Uma terceira informação, com ares de lenda, diz que prisioneiros de guerra alemães, desafiando a vigilância de seus carcereiros soviéticos, embrenharam-se na floresta e plantaram as fileiras de mudas como uma forma de afirmar a persistência do nazismo.

FONTES

KRINGIEL, Danny,  Horticultural Hate: The Mystery of the Forest Swastikas.
SPIEGEL/English, 05/07/2013
[http://www.spiegel.de/international/germany/mystery-of-nazi-swastikas-in-the-forests-a-909726.html]
NELSON, Sara C.. Mystery Of The Swastika Forests & Other Secret Nazi Symbols.
HUFFINGTON POST, 09/07/2013
[http://www.huffingtonpost.co.uk/2013/07/08/mystery-swastika-forests-secret-nazi-symbols-pictures_n_3560601.html?utm_hp_ref=uk#slide=2668008]

segunda-feira, 8 de julho de 2013

PERIGO REAL, PODER TRANSCENDENTAL. Homem-Santo Acalma Tigres Furiosos Cantando Mantra


INDONÉSIA. No vilarejo de Simpang Kiri, província de Aceh, ao norte da ilha de Sumatra, no início da primeira semana deste mês (Julho, 2013) - seis homens entraram na mata do Mount Leuser National Park para coletar madeira de Agar (agarwood, Aquilaria malaccensis), muito rara, valiosa, usada na produção de incensos e óleos aromáticos. Eles não voltaram para casa.


45  gramas de madeira de Agar chegam a custar 175 libras esterlinas (pouco mais de 490 reais). Por isso os aldeões arriscam suas vidas entrando na selva do  Gunung Leuser National Park, onde estão à mercê dos humores de tigres e elefantes. IMAGEM ABAIXO: Madeira de Agar. ACIMA: Localização do vilarejo.


Três dias depois (no domingo, dia 07/07/2013), cinco deles foram resgatados. Estavam em pânico, acuados, empoleirados nos galhos de uma árvore, ameaçados por tigres que, pacientemente, esperavam vencê-los pelo cansaço até que, enfim, caíssem - para serem devorados pelos felinos. 

O sexto membro da expedição, identificado somente como David, 28 anos - este não escapou ao ataque: morreu despedaçado pelos animais antes que tivesse a chance de escapar, como os demais. 

O drama começou na  quinta-feira - 04 de julho (2013), quando um daqueles homens, justamente aquele identificado como David, acidentalmente, matou o filhote de uma das feras (que caiu em uma armadilha destinada a capturar veados) - provocando a ira, perseguição e, finalmente, o cerco dos tigres.

Apesar dos tigres serem capazes de subir em árvores, neste caso, as vítimas foram inteligentes: instalaram-se em galhos fortes o suficiente para sustentar um homem mas fracos em demasia para o peso de um tigre. (E os tigres perceberam isso).

Graças à tecnologia, ao menos uma das vítimas tinha eum celular e conseguiu sinal para fazer uma ligação e informar a situação a um vizinho do vilarejo. Um grupo de socorro entrou na mata mas, ao se aproximarem do local do cerco e, vendo aquele que havia sido despedaçado, recuaram.

Segundo a polícia, agiram bem porque a situação, de fato, exigia mais que coragem e boa vontade. O bando de tigres era numeroso. O resgate exigiria uma ação muito cuidadosa. O plano era alvejar os tigres com dados anestésicos e somente depois, em segurança, os homens poderiam descer da árvore.

O HOMEM SANTO

Mas a "operação" não precisou ser realizada. A salvação veio pela insólita intervenção de um Homem-Santo que, como em uma fábula oriental, convocado pela população, vendo a situação, simplesmente, começou a entoar um canto mantrico da Índia Antiga, um calmante para a mente dos animais (incluindo o homem).  


(Foram 3 os logues chamados. Um deles acabou com o drama. Os jornais ocidentais estão  chamando esses gurus de "domadores de animais"...)

Ao perceberem a melodia, imediatamente, as feras abandonaram a postura de sentinela, deram as costas as suas vítimas e embrenharam-se na selva desaparecendo entre as árvores.
 
CONFLITO TERRITORIAL
Pouco mais de 100 tigres de Sumatra - espécie em extinção - habitam a floresta no Gunung Leuser National Park. Porém, o espaço permitido à ocupação desses animais vem diminuindo a cada dia porque as matas estão sendo devastadas para acolher as grandes plantações de óleo de palma.

Com isso, os tigres são empurrados cada vez mais para perto das aldeias e, assim, têm-se multiplicado os ataques a seres humanos. Ambientalistas não têm dúvida de que os tigres perseguiram os homens em um gesto de vingança pela morte do filhote.

FONTE: 
SHEARS, Richard. Indonesians trapped in tree for five days by hungry tigers that ate one of their friends are rescued by holy man using special chant.
DAILY MAIS/UK, publicado em 07/07/2013
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-2357873/5-hunters-stuck-tree-4-days-tigers-prowling-One-man-eaten.html]

sexta-feira, 5 de julho de 2013

O Segredo do Pilar de Delhi



O Pilar de Delhi tem esse nome porque está localizado chamado Qutub complex ou Qutb Minar, região de Mehrauli, Distrito Sudoeste do estado indiano de Delhi. 
FOTO: Mark A. Wilson (Department of Geology, The College of Wooster) - Maio, 2008.

INDIA. EM 2002, cientistas do Instituto Indiano de Tecnologia - IIT, em Kanpur (cidade do estado indiano de
Uttar Pradesh), descobriram, finalmente, o mistério tecnológico que tem mantido, por mil e 600 anos, o ferro que constitui famoso Pilar de Delhi, imune à corrosão apesar das condições meteorológicas adversas às quais está exposto (clima úmido, subtropical).

Os pesquisadores do IIT detectaram uma fina camada de um composto de ferro, oxigênio e hidrogênio - composto denominado misawite
(d-FeOOH). Tal substância funciona como um filme protetor que se auto-fortalece com passar do tempo, ou seja, não se desgasta, ao contrário, torna-se mais espesso.

Algo espantoso é que, de acordo  com os estudos, essa película protetora "formou-se" - naturalmente - três anos depois da construção do Pilar, resultado de uma reação química muito específica, um fenômeno catalítico produzido pela presença de uma elevada quantidade de Fósforo presente na composição do ferro com o qual foi forjado o monumento. 


A reação catalítica constitui-se, justamente na formação dessa camada externa protetora que vem crescendo', lentamente tornando-se mais e mais eficaz desde então. Segundo o cientista do IIT, R. Balasubramaniam, nesses mil e seiscentos anos, a camada de misawite ganhou um vigésimo de milímetro de espessura.

Este elevado teor de Fósforo deve-se a um processo único de metalurgia do Ferro praticada na Índia Antiga. Tal processo transforma minério de ferro em aço com um só procedimento que consiste em misturar carvão ao material em fusão.

O Pilar de Delhi tem 7,3 metro metros de altura e pesa mais de seis toneladas. A identidade do monarca, rei ou marajá que o mandou erigir é um mistério. Muitos aceitam que tenha sido Kumara Gupta, da Dinastia Gupta, que governou o norte da Índia entre 320 e 540 d.C..

Em seu estudo publicado no jornal Current Science - R. Balasubramaniam destaca que o Pilar ...é um testemunho 'vivo' da avançada metalurgia da Índia Antiga... As aplicações dessa tecnologia podem ser inúmeras. 

O esquema cinético (projeção da dinâmica do crescimento catalítico da película protetora) que a equipe do IIT projetou pode ser útil no controle da corrosão de longo prazo em recipientes que servem ao armazenamento de lixo nuclear, por exemplo.
 
FONTE: Mystery of Delhi's Iron Pillar unraveled.
EXPRESS INDIA, publicdo em 18/07/2002
[http://expressindia.indianexpress.com/news/fullstory.php?newsid=12824]

CRIOGENIA - CONGELADOS PARA NÃO MORRER



CIÊNCIA DE FRONTEIRA. De acordo com o jornal britânico THE INDEPENDENT, três cientistas da Universidade de Oxford deixaram claro seu desejo de serem congelados, por meio da técnica chamada Criogenia. Eles somente querem der "despertados" quando a ciência for capaz de curar doenças que causam a morte.

Eles são: os professores Nick Bostrom, Anders Sandberge e Stuart Armtrong, todos pertencentes ao Future of Humanity Institute do Oxford Martin School. 

Os dois primeiros,  pretendem ter apenas suas cabeças preservadas - em nitrogênio líquido a uma temperatura de 196 graus negativos ao preço inicial de 50 mil libras esterlinas, (pouco mais de 173 mil reais); Armtrong, deixa instruções para a preservação de seu corpo inteiro, mais caro, 130 mil libras (pouco mais de 430 mil reais).

Mas para manter corpos e cabeças, ao longo de anos indeterminados, no freezer - existe um tipo específico de seguro de vida que custa ate 45 libras por mês (pouco mais de 150 reais). Isso garante que ninguém vai "desligar a geladeira" por falta de dinheiro para custos de manutenção.

Nenhum desses cientistas sofre de qualquer doença terminal. Sandberg explica: Minha esperança é que, talvez, dentro de 100 ou 200 anos, a Humanidade terá desenvolvido conhecimento para ressuscitar e curar o que puder causar minha morte. Eu acordaria em um mundo totalmente novo e eu acho isso muito emocionante.
 
Atualmente, quem quiser apostar em criogenia para prolongar a vida - ou escapar da morte em virtude de doença incurável -  conta algumas empresas norte-americanas, pioneiras em oferecer esse tipo de "serviço". Empresas tais como: a Alcor Life Extension Foundation (Arizona) e a American Cryonics Society (Michigan). Sandberg e Bostrom já foram além do simples desejo: assinaram um contrato com a Alcor Life. 

Nick Bostrom, especialista em neurociência computacional e lógica matemática comenta a decisão: Se considerarmos tudo o que já se passou nos últimos 100 anos e quantos avanços (tecnológicos e científicos) puderam ser e foram (previstos) antecipados em 1913, então damo-nos conta que, por mais inseguro que alguém se sinta sobre o futuro, faz sentido optar por estar vivo quanto este futuro chegar.

Para Anders Sandberg, a idéia de congelar a cabeça pressupõe, em futuro próximo, a possibilidade - não de despertar sendo somente uma cabeça mas, a esperança de seja desenvolvida a tecnologia capaz de transferir "a Mente", a personalidade e memórias para um computador que, por sua vez, poderá transferir esse "conteúdo" para um novo corpo, um novo cérebro. 

(Na verdade já existem pesquisas no sentido de fazer upload da Mente para um suporte físico eletrônico embora os cientistas não saibam exatamente o vem a ser essa coisa chamada Mente).

Boltrom e Sandberg contrataram os serviços da Alcor Life Extension Foundation, sediada em Scottsdale - Arizona/EUA, como empresa responsável pelo congelamento e conservação. Essa empresa já tem 974 membros e 117 pacientes na crio-preservação bem como 33 animais de estimação. 77 desses "pacientes" são "neuro-pacientes", ou seja, preservaram somente as cabeças, o centro do sistema neural.  

FONTES
HEATHER, Saul. Academics at Oxford University pay to be cryogenically preserved so they can be 'brought back to life in the future'.
THE INDEPENDENT/UK, publicado em 11/06/2013.
[http://www.independent.co.uk/student/news/academics-at-oxford-university-pay-to-be-cryogenically-preserved-so-they-can-be-brought-back-to-life-in-the-future-8651133.html]
LEAKE, Jonathan. Freeze a jolly good fellow.
THE SUNDAY TIMES/UK, publicado em 09/06/2013
[http://www.thesundaytimes.co.uk/sto/news/uk_news/Education/article1271389.ece]

terça-feira, 2 de julho de 2013

Mistério - As Pedras Radioativas Explosivas que Vêm do Mar



Juan Carlos Bézon, 78 anos (em 2013) em entrevista exclusiva para o semanário La Prensa.
Piedra misteriosa en Piriápolis - Entrevista
IN YOUTUBE, Postado em 19/06/2013
[http://youtu.be/6mCV4urIBhI]

URUGUAI/CHILE/MUNDO. Piriápolis, na praia de Punta Negra, militar aposentado, pescador nas horas vagas, 78 anos - Juan Carlos Bézon, passeava à beira-mar quando reparou em uma pequena pedra, pouco mais e 3 cm de largura. Reparou na cor forte, fluorescente em uma tonalidade verde, salpicadas de pontos escuros, amarronzados.

Apanhou o objeto. que tinha uma textura rugosa - e colocou-o no bolso da calça. Em cerca de cinco minutos, começou a sentir uma sensação de aquecimento na coxa.

Era a pedra que, aparentemente, começou uma reação espontânea, irradiando calor. Imediatamente, Bézon começou a tirar as roupas e, por sorte, como estivesse usando duas calças, além da roupa íntima, escapou de uma lesão mais grave na perna.

Porém, não pôde evitar queimaduras de segundo grau, graves em uma das mãos e pequenas lesões, na outra. E antes mesmo que alguém pudesse observar o estranho material, este, simplesmente, explodiu, desintegrando-se.

O restos da vestimenta da vítima foram enviados a Montevidéu (capital do país) para serem submetidos à perícia científica. Autoridades de Piriápolis determinaram o patrulhamento da região em busca de objetos similares.



Extraña piedra misteriosa em Piriapolis. Vídeo melhorado da entrevista do subprefeito de Piriápolis, Mauricio Mendez.
IN YOUTUBE, postado em 14/06/2013. [http://youtu.be/c07kE3KkoSI]

Um internauta - identificado como arompani2007, depois de ver um vídeo sobre o caso em das uma versões * que estão postas no YOUTUBE, comentou, há duas semanas atrás (a partir de 02/07/2013) - lembrando que este não é o único caso: 

Mi esposa es medica aca em Chile y me dijo que a ela le toco ver um paciente le passo ecxatamente lo mismo y qye hasta hoy se le siguen haciendo llagas em el lugar. Efectivamente es por desechos radiactivos y debe haber llegado a Piriapolis por el mar.
 
TRADUÇÃO: Minha mulher é médica aqui, no Chile e me contou que coube a ela atender um paciente com o quem se passou a mesma coisa e até hoje as feridas continuam sem se curar completamente.  Efetivamente existem dejetos radioativos que estão chegando (às praias) de Pirianopolis (Uruguai) depositadas ali pelas marés.

* FONTE DO COMENTÁRIO: 
YOUTUBE, Extraña piedra brillante produjeron quemaduras a un hombre.
Postado em 14/06/2013. [http://youtu.be/dSok2L51OE0]



De fato, não é primeira vez que este tipo de estranho incidente ocorre. Pedras que entram em ignição térmica ao entrarem em contato com o corpo humano, ainda que protegido por roupas. 

São pedregulhos e nos casos registrados até hoje, o material foi recolhido, sempre, em praias, nas areias próximas ao mar. Em 2012, um caso, na Califórnia-USA, ganhou as manchetes internacionais (veja, abaixo, em Links Relacionados).

LINKS RELACIONADOS
 
Pedregulhos pegam fogo no bolso de mulher na Califórnia
ARQUIVOS DO INSÓLITO, 19/05/2012
[http://arquivosdoinsolito.blogspot.com.br/2012/05/pedregulhos-pegam-fogo-no-bolso-de.html]

Pedregulhos pegam fogo no bolso de mulher na Califórnia
OVNI HOJE, publicado em 18/05/2012
[http://ovnihoje.com/2012/05/18/pedregulhos-pegam-fogo-no-bolso-de-mulher-na-california/#axzz2Xv7YHGst]

ENGLISH
Woman suffers severe burns after rocks collected during beach visit IGNITE in her pocket
DAILY MAIL, 17/05/2012
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-2145713/Woman-suffers-severe-burns-rocks-collected-beach-visit-IGNITE-pocket.html]

FONTES

Enigmas de la madre piedra.
PORTAL MONTEVIEU/URUGUAI,publicado em 14/05/2013
[http://www.montevideo.com.uy/notnoticias_203477_1.html]
Piedra misteriosa en Piriápolis - Entrevista
IN YOUTUBE, Postado em 19/06/2013
[http://youtu.be/6mCV4urIBhI]

Bigfoot - O Retorno do Minnesota Iceman



LINK RELACIONADO
[http://www.sofadasala.com/misterios/historiadezana.htm]

USA. Em Austin, capital do estado norte-americano do Texas, a partir de 03 de Julho (2013) o famoso Minnesota Iceman, depois de décadas, misteriosamente desaparecido, será exibido novamente no Museum of The Weird.

Aquele que ficou conhecido como The Iceman Cometh fez sucesso em feiras e Parques de todo o país em turnês realizadas durante o fim da década de 1960 e durante os anos de  1970. A informação foi divulgada pelo dono do Museu, Steve Busti.


Iceman, Abominável Homem das Neves, Ieti, Sasquash (nos Estados Unidos). Um mito, uma realidade jamais provada porém muitas vezes, alegadamente, uma criatura registrada em fotos e filmes. Como nesta fotografia, de 2007, obtida na Pensilvânia.


Capa do livro Bigfoot Exposed: An Anthropologist Examines America's Enduring Legend, 2004.
[books.google.com.br/books?isbn=0759105391]

Este Abominável Homem das Neves - The Siberskoye Creature, apareceu em 1968. Morto, peludo, 1,83 m de altura conservado em um bloco de gelo dentro de um caixão refrigerado, exibido pela primeira vez por Frank Hansen, que alegava ter capturado a criatura - segundo o livro Bigfoot Exposed: An Anthropologist Examines America's Enduring Legend (Bigfoot exposto: Um antropólogo examina uma tradicional lenda da América) de David J. Daegling.



The Siberskoye Creature. Seu primeiro exibidor, Frank Hansen, é contraditório no que se refere à origem de sua presa. À princípio, disse que descobriu o espécime na Sibéria/Rússia (daí o nome Siberskoye). 

Mais tarde, disse que abateu a fera pessoalmente, a tiros, em Minnesota/EUA. Teria ocultado essa verdade com medo de ser investigado por assassinato.

Dois criptozoólogos, Ivan Sanderson e Bernard Heuvelmans, examinaram "a peça". Ambos acreditavam que que a criatura poderia ser, verdadeiramente, um indivíduo humanoide de espécie desconhecida. 


Sanderson comentou que podia sentir o cheiro do cadáver em decomposição através das rachaduras do túmulo gelado. Heuvelmans chegou a cunhar um nome para o Pé Grande: era o Homo pongoides.

Estes pesquisadores estavam tão convencidos que convidaram um especialista do Smithsonian Institute para uma investigação formal. 


Porém, quando a equipe do Smithsonian apareceu, Frank Hansen alegou que havia substituído a "peça" original por uma réplica. 

De fato, os investigadores do Instituto descobriram que Hansen havia encomendado a cópia em uma empresa da Costa Oeste e que este fabricante, nunca tinha visto o original.
 
No início dos anos de 1970, o empresário e a atração desapareceram e assim permaneceram até 10 anos atrás. O dono do Museum of The Weird, Steve Busti, diz que procurou o paradeiro dos dois durante os últimos dois anos. Rastreou a família de Hansen e comprou o Bigfoot congelado (ou a peça de borracha, isso é um mistério).

LINK RELACIONADO
[http://www.sofadasala.com/misterios/historiadezana.htm]

FONTE: Is this Bigfoot? Hairy 6ft beast shot in the 1960s and kept in a Minnesota freezer to go on display in Texas.
DAILY MAIL/UK, publicado em 29/06/2013
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-2351440/Is-Bigfoot-Minnesota-Iceman-display-Museum-Weird.html]

Arquivo do blog