segunda-feira, 8 de julho de 2013

PERIGO REAL, PODER TRANSCENDENTAL. Homem-Santo Acalma Tigres Furiosos Cantando Mantra


INDONÉSIA. No vilarejo de Simpang Kiri, província de Aceh, ao norte da ilha de Sumatra, no início da primeira semana deste mês (Julho, 2013) - seis homens entraram na mata do Mount Leuser National Park para coletar madeira de Agar (agarwood, Aquilaria malaccensis), muito rara, valiosa, usada na produção de incensos e óleos aromáticos. Eles não voltaram para casa.


45  gramas de madeira de Agar chegam a custar 175 libras esterlinas (pouco mais de 490 reais). Por isso os aldeões arriscam suas vidas entrando na selva do  Gunung Leuser National Park, onde estão à mercê dos humores de tigres e elefantes. IMAGEM ABAIXO: Madeira de Agar. ACIMA: Localização do vilarejo.


Três dias depois (no domingo, dia 07/07/2013), cinco deles foram resgatados. Estavam em pânico, acuados, empoleirados nos galhos de uma árvore, ameaçados por tigres que, pacientemente, esperavam vencê-los pelo cansaço até que, enfim, caíssem - para serem devorados pelos felinos. 

O sexto membro da expedição, identificado somente como David, 28 anos - este não escapou ao ataque: morreu despedaçado pelos animais antes que tivesse a chance de escapar, como os demais. 

O drama começou na  quinta-feira - 04 de julho (2013), quando um daqueles homens, justamente aquele identificado como David, acidentalmente, matou o filhote de uma das feras (que caiu em uma armadilha destinada a capturar veados) - provocando a ira, perseguição e, finalmente, o cerco dos tigres.

Apesar dos tigres serem capazes de subir em árvores, neste caso, as vítimas foram inteligentes: instalaram-se em galhos fortes o suficiente para sustentar um homem mas fracos em demasia para o peso de um tigre. (E os tigres perceberam isso).

Graças à tecnologia, ao menos uma das vítimas tinha eum celular e conseguiu sinal para fazer uma ligação e informar a situação a um vizinho do vilarejo. Um grupo de socorro entrou na mata mas, ao se aproximarem do local do cerco e, vendo aquele que havia sido despedaçado, recuaram.

Segundo a polícia, agiram bem porque a situação, de fato, exigia mais que coragem e boa vontade. O bando de tigres era numeroso. O resgate exigiria uma ação muito cuidadosa. O plano era alvejar os tigres com dados anestésicos e somente depois, em segurança, os homens poderiam descer da árvore.

O HOMEM SANTO

Mas a "operação" não precisou ser realizada. A salvação veio pela insólita intervenção de um Homem-Santo que, como em uma fábula oriental, convocado pela população, vendo a situação, simplesmente, começou a entoar um canto mantrico da Índia Antiga, um calmante para a mente dos animais (incluindo o homem).  


(Foram 3 os logues chamados. Um deles acabou com o drama. Os jornais ocidentais estão  chamando esses gurus de "domadores de animais"...)

Ao perceberem a melodia, imediatamente, as feras abandonaram a postura de sentinela, deram as costas as suas vítimas e embrenharam-se na selva desaparecendo entre as árvores.
 
CONFLITO TERRITORIAL
Pouco mais de 100 tigres de Sumatra - espécie em extinção - habitam a floresta no Gunung Leuser National Park. Porém, o espaço permitido à ocupação desses animais vem diminuindo a cada dia porque as matas estão sendo devastadas para acolher as grandes plantações de óleo de palma.

Com isso, os tigres são empurrados cada vez mais para perto das aldeias e, assim, têm-se multiplicado os ataques a seres humanos. Ambientalistas não têm dúvida de que os tigres perseguiram os homens em um gesto de vingança pela morte do filhote.

FONTE: 
SHEARS, Richard. Indonesians trapped in tree for five days by hungry tigers that ate one of their friends are rescued by holy man using special chant.
DAILY MAIS/UK, publicado em 07/07/2013
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-2357873/5-hunters-stuck-tree-4-days-tigers-prowling-One-man-eaten.html]

2 comentários:

Anônimo disse...

Ainda acho que o melhor modo de acalmar um tigre é com o belo e certeiro tigre entre os olhos da besta fera,

Anônimo disse...

vai se fuder seu verme.vc é quem mereçe um tiro na testa seu infame

Arquivo do blog