sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Até Que Nem a Morte os Separe




VIETNAM ─ Na província de Quang Nam, Le Van, 55 anos, ficou viúvo em 2003. Ele não se conformou com a perda da mulher e passou a dormir em cima do túmulo dela. Depois de 20 meses padecendo noites desconfortáveis por conta da chuva, do vento, do frio, resolveu cavar um túnel até o interior da selpultura: Para dormir com ela.

Quando os filhos de Le van [que são sete] perceberam até que ponto o pai tinha chegado, começaram a impedí-lo de ir ao cemitério. Então, aflito com a separação, em novembro de 2004, o homem escapou, foi até a tumba e, cavando mais, cuidadosamente, retirou os restos mortais e levou para casa.

O cadáver foi envolto em argila. Ele fez um molde; quando a argila secou, tomou as feições e forma do corpo da defunta, que foi devolvida ao cemitério. Ele vestiu a modelo com as roupas da falecida. Desde então, quase cinco anos se passaram, o clone de cerâmica repousa na cama do marido que, descansa em paz e dorme, todas noites, ao lado de sua amada.

Fonte: Vietnamese man dug up wife's corpse 'so he could hug her'
In Telegraph, UK ─ publicado em 26/11/2009
[http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/asia/vietnam/6663834/Vietnamese-man-dug-up-wifes-corpse-so-he-could-hug-her.html]




Cientistas Admitem Existência de ETs



BULGÁRIA ─ Cientistas do Space Research Institute of the Bulgarian Academy of Sciences [Instituto de Pesquisas Espaciais] da Bulgária, depois de analisar 150 formações, em todo o mundo, do fenômeno conhecido como Crop Cirles, chegaram à conclusão de que os extraterrestres estão entre nós.

O diretor do Instituto, Lachezar Filipov confirmou: Atualmente, os alienígenas estão ao nosso redor e estão nos observando o tempo todo. Eles não são hostis a nós. Ao contrário, querem nos ajudar mas nós não somos evoluídos o bastante para manter contato.

Somente quando o Homem dominar a telepatia, o quê, segundo Filipov, deve demorar entre 10 a 15 anos, a comunicação por meio da transmissão e recepção de pensamentos será possível entre terráqueos e não-terráqueos.

* CROP CIRCLES ─ Campos agrícolas onde aparecem enigmáticos desenhos. As figuras têm grandes dimensões. Surgem repetinamente na paisagem, delineados por efeito de ceifa ou queima das plantas.

Alguns casos, revelaram-se fraudes comprovadamente. Outros, foram assumidamente feitos por pessoas que se apixonaram pelo tema dos Crop Circles porém, boa parte das ocorrências, continua sendo um fenômeno inexplicável. Recentemente, foi registrada a aparição de um Crop Circle [ou Crop Picture] no estado brasileiro de Santa Catarina.

** A Bulgária tem tradição científica na pesquisa de faculdades paranormais, especialmente a Telepatia. Naquele país, os estudos são levados a sério no ambiente acadêmico onde experimentos vem sendo realizados, no mínimo, desde a década de 1960.

Fonte: Aliens 'already exist on earth', Bulgarian scientists claim.
In Telegraph, UK ─ publicado em 26/11/2009
[http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/europe/bulgaria/6650677/Aliens-already-exist-on-earth-Bulgarian-scientists-claim.html]


terça-feira, 24 de novembro de 2009

O Rato de Michael Jackson



Não é nada, evidentemente é apenas uma ligeira coincidência, talvez. A esquerda, Joe o pai de Michael Jackson. A direita, Dona Remi, a cozinheira brasileira do que fazia as panquecas vegetarianas do astro e acompanhou a vida de Jacko desde quando ele ainda era criança. Dona Remi e Joe... Vendo seus rostos não é difícil pensar: Poderiam ser irmãos. Note-se, são parecidos. Um toque de photoshop e teríamos gêmeos.

Este editor imaginou o garoto Michael crescendo com o pai tirano e seu clone versão maternal, a cozinheira. Neste 23 de novembro [2009], Dona Remi apareceu no programa Marcia ─ TV Bandeirantes ─ onde fez curiosas revelações sobre a infância do rei do Pop. Remi contou, por exemplo, que o menino tinha um rato de estimação alojado embaixo da cama. Michael conversava com rato como se roedor fosse gente. Um dia, Mr. Joe simplesmente, matou o rato de Michael Jackson. Who's bad? Meditemos...




Aqui, repare bem em Dona Remi



domingo, 22 de novembro de 2009

Sudário - Atestado de Óbito de Cristo


A pesquisadora dos Arquivos do Vaticano, Barbara Frale, adicionou mais um elemento o velho debate sobre a originalidade do Santo Sudário ou Sudário de Turim, lençol de linho que teria envolvido o corpo de Jesus Cristo logo após sua morte na Cruz. 

Ela descobriu uma inscrição esmaecida na peça, que seria uma prova de que o tecido, de fato serviu como mortalha para o meigo Rabi. Os especialistas que contestam essa originalidade continuam apegados ao argumento da datação por meio do teste Carbono 14, que somente reconhece o Sudário como objeto fabricado na Idade Média.

B. Frale contesta: examinando imagens computadorizadas ela descobriu inscrições tenuemente gravadas em grego, latim e aramaico. As inscrições estão em diferentes locais do Sudário. Frale assegura que as palavras incluem o nome Jesus de Nazaré, simplesmente, em grego.

Este é um forte indício de que o material não pode ser medieval porque, naquela época, quando a doutrina da Igreja Cristã ainda estava em formação, era ponto decidido e investido com a força da Lei: que ninguém poderia se referir a Jesus sem mencionar sua divindade por meio de expressões como O Filho de Deus ou O Messias.

Uma omissão como essa seria considerada heresia. Mas nenhuma daquelas expressões aparece no Santo Sudário retirando a peça da cena de uma farsa medieval.

Todavia, em 2005, Raymond Rogers, do Los Alamos National Laboratory, chamou a atenção para o fato de os testes de carbono 14 negam a antiguidade do tecido foram feitos em fragmentos da peça que foram usados para remendar, reparar danos causados à relíquia depois de um incêndio. 

Roger, que morreu pouco depois de publicar suas conclusões sobre o tema, calculou a idade do Sudário entre 1.500 e 3000 mil anos, uma datação coerente com os Evangelhos.

Outro estudo, realizado pela Hebrew University, concluiu que o pólen e imagens fósseis de plantas depositados nas fibras do pano são originárias de uma Jerusalém de mínimo anterior ao século VIII d.C., ou seja, anterior aos anos 700 d.C.. São plantas extintas ou quase extintas, cuja presença se restringe àquela região do globo, o Oriente Médio da época durante a qual, acredita-se, viveu Jesus.

A palavras descobertas pela pesquisadora, em si mesmas, também são grafadas de modo característico, de acordo com o estilo usado no Oriente Médio no século I d.C.. 

Ela - Barbara Frale _ supõe que o texto foi escrito e pergaminho e este, foi colado no Sudário de modo que o corpo pudesse ser identificado por familiares. Metais usados na composição da tinta teriam resultado no efeito de transferência das palavras, do suporte [no caso, pergaminho] para o tecido.

As imagens foram obtidas por técnicos-cientistas franceses em trabalho realizado em 1994. São onze palavras. Algumas estão parcialmente ilegíveis. Dispersas, estão dispostas em torno da cabeça retratada, em sentido horizontal e vertical. Uma pequena seq6ência, em aramaico, não pôde ser completamente traduzida. Em outro fragmento, pode-se ler em grego: iber ─ que pode se referir a Tibério, imperador romano da época de Jesus.

O texto também confirma partes dos Evangelhos: aquelas que descrevem os momentos finais de Jesus. Está escrito, em grego: Removido na nona hora ─ o que pode ser uma referência do momento em que Jesus, morto, foi retirado da cruz.

Em seu livro The Shroud of Jesus Nazarene, Barbara Frale reproduz o que ela considera ser um atestado de óbito: "Jesus Nazarene... Condenado a morte no ano 16 de Tibérius. Removido na nona hora." [ou, mais literalmente: Jesus de Nazarene... Posto para morrer no ano 16 de Tibério. Descido da cruz na nona hora].

O texto diz, ainda, que o corpo foi levado pelosparentes depois de um ano.Frale trabalhou com documentos medievais que estão nos Arquivos do Vaticano. Ela é reconhecida como por suas pesquisas sobre a ordem dos Cavaleiros Templários e suas descobertas de documentos nunca antes publicados sobre a esta misteriosa fraternidade. As idéias e argumentos de Barbara Frale têm sido contestado por outros estudiosos. A reação é esperada.

O Sudário tem sido objeto de discussão científica desde que apareceu no século XIV causando grande comoção no mundo cristão. Sobre as palavras no Sudário, aqueles que defendem a hipótese da peça ter sido fabricada na Idade Média, argumentam que as imagens em alta definição não correspondem à realidade objetiva, revelando grafismo difusos que, com a ajuda da imaginação, que faz enxergar castelos nas nuvens faz, também, pesquisadores crentes encontrarem palavras em simples manchas e traços sem nenhum significado.

Esta é a opinião, por exemplo, do Historiador do Sudário Antonio Lombatti. Tolas discussões. Sabedoria Milenar: O que importa não é a relíquia. Importante é a mensagem que resiste há mais dois mil anos depois de ter sido dita. Meditemos...

LINKS RELACIONADOS



Fonte: DAVID, Ariel. Faint writing seen on Shroud of Turin
In Yahoo News, AP ─ publicado em 21/11/2009
[http://news.yahoo.com/s/ap/20091121/ap_on_re_eu/eu_italy_shroud_of_turin;_ylt=A0wNdNzR_ghLCU4BmV2s0NUE;_ylu=X3oDMTFlYTc1bXMyBHBvcwMxMTkEc2VjA2FjY29yZGlvbl9zY2llbmNlBHNsawNyZXNlYXJjaGVyZmE-]

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Realidade Fantástica




Parecem pinturas mas são de verdade. As cabanas de um vilarejo da Ucrânia: cenário de sonhos e pesadelos; contos de fadas, bruxas, príncipes e anões. VEJA MAIS In SÓ NA RÚSSIA e Meditemos...



Europa: Vida no Mundo-Água






O cientista Richard Greenberg, da University of Arizona, em Tucson, em trabalho apresentado na American Astronomical Society's for Planetary Sciences, sugere que cerca de três milhões de criaturas aquáticas podem, teoricamente, viver, respirar, existir no imenso e global oceano de Europa, lua de Júpiter. Embaixo da capa de gelo, acredita-se que Europa é coberta por um oceano, com profundidade média de 160 quilômetros.

Um manto de líquido sem qualquer terra firme na superfície; um verdadeiro water world [mundo-água]. Este oceano seria mais rico em oxigênio do se pensou até hoje, afirma Greeenberg: neste momento não podemos afirmar que existe a vida no oceano de Europa mas sabemos que existem condições físicas para isso.

O ecologista especializado em estruturas moleculares das profundezas oceânicas, Timothy Shank acrescenta: De fato, baseados no que sabemos sobre as outras luas de Júpiter, partes do leito oceânico de Europa podem ser bastante parecidos com ambientes hidrotermais que encontramos nas profundezas do mares da Terra. Eu ficaria surpreso se não existisse vida em Europa.

A paisagem aquosa de Europa é interrompida somente por esparsos e escuros picos de rochedos. Estamos acostumados a ver terra e mar como um sistema relativamente estável porém, na verdade, nosso planeta está contiinuamente sujeito a movimentos produzidos pelo confronto entre as forças gravitacionais da Lua e do Sol. É como se cada astro puxasse a Terra para o seu lado.

Europa, que é pouco menor que a Lua terrena, também sofre desta relação gravitacional; não com o Sol, mas intensamente, em relação ao planeta Júpiter. É a resitência gravitacional de Europa que gera aquecimento necessário para manter água em estado líquido.

As porções mais quentes vazam pelas brechas na camada superficial de gelo congelando-se quase que imediatamente. Esse processo, gera uma via de circulação do oxigênio entre o exterior e o interior do Oceano.

EUROPA ─ é o sexto satélite natural do planeta Júpiter, descoberto ewm 1610 por Galileo Galilei [1564-1642]. Seu nome refere-se a uma aristocrata fenícia que foi cortejada e seduzida pelo mais poderoso dos deuses gregos, o Olímpico Júpiter [ou Zeus]. Júpiter tem dezenas de luas: 63 até agora [2009] conhecidas. As maiores e mais destacadas são Io, Europa, Ganimedes e Calisto. Estas quatro também são chamadas Luas de Galileo.






Fonte: Ocean on Jupiter's Moon Europa May Harbor 3 MN tons of Fish
In Phenomenica ─ publicado em 18/11/2009
[http://www.phenomenica.com/2009/11/ocean-on-jupiters-moon-europa-may.html]


Garrafa de Bruxa





REINO UNIDO ─ Em setembro [2009], em um sítio arqueológico no Condado de Sttafordshire, Inglaterra, foi encontrada uma witch-bottle, garrafa de bruxa. Pertencente ao século XVII [anos 1600], a peça é de origem alemã. Tem formato e tamanho do que poderia ser uma garrafa de cerveja da época que foi transformada em talismã [objeto encantado] destinado e repelir espíritos malignos.


O orientador da escavações, Andrew Norton da Oxford Acheology, empresa prestadora de serviços arqueológicos, explica: Não é um achado comum. A maior parte do material resgatado consiste em cerâmica quebrada. A Garrafa de Bruxa era utilizada por pessoas que, supunham-se amaldiçoadas por alguma feitiçaria ou assombração, ou sujeitas aos mal-feitos de algum inimigo. A garrafa era, ainda, um preventivo poderoso contra o mau-olhado.


Dentro delas, eram colocados tecidos e secreções da pessoa necessitada de proteção: unhas, cabelos, urina. Também eram incluídos nessa poção outros ingredientes dotados com as mesmas propriedades: pedras, ervas, flores, secreções animais ou parte do corpo de animais, como língua, olhos, etc., elementos que, segundo a tradição, tinham poder de proteção. A garrafa, deste modo personalizada, era enterrada próximo da casa do beneficiado com o encantamento.




A garrafa encontrada, primeiro submetida a raio X e depois examinada por dentro continha: 12 pregos de ferro curvados, um deles tranpassando um coração feito de couro, oito pinos de latão, 10 fragmentos de unhas de indivíduo adulto, unhas que devem ter pertencido a uma pessoa de confortável posição social, pois não tinha as marcas das unhas de trabalhador e, ainda, uma quantidade de cabelo e alguma urina, o suficiente para que um exame mostrasse traços de nicotina, indicando uma pessoa fumante. Também há traços de enxofre e um cordão umbilical. [FORTEAN TIMES]

O objeto, feito de uma espécie de pedra com superfície envidraçada, é decorado com com a estampa do rosto de um homem com expressão hostil. [Os arqueólogos arriscam apontar uma identidade para o rosto da garrafa. Seria o cardeal Roberto Belarmino [jesuíta, Roberto Francesco Romolo Bellarmino, 1542-1621, na época, ferrenho adversário da Reforma Protestante]. Diz a lenda que os protestantes procuravam vasos garrafas assim decorados, com o rosto do cardeal, somente para quebrá-las, crendo que desta maneira atingiriam o adversário. O leão gravado na base da garrafa é como se fosse a marca do artesão/feiticeiro.

Apesar do nome, Garrafa de Bruxa, objetos como este eram usados com objetivos benéficos: eram amuletos de sorte. Algo como pendurar uma ferradura na porta. É uma expressão típica do que se chama de magia dos campos. Foi um tempo de muitas práticas supersticiosas: emparedavam-se sapatos de crianças ou enterravam cabeças de cavalo à beira das portas porque ambos, os sapatinhos e a ossada de um animal nobre, tinham o poder de ver e espantar maus espíritos. A garrafa de bruxa podia também ser confeccionada como trouxinhas de pano contendo os ingredientes do encantamento: era o saquinho de bruxa.


LINK RELACIONADO ─ Sobre o Mau-Olhado

Fonte: Witch Bottle Discovered; Made to Ward Off Evil Spirits?
In National Geographic pulicado em 29/10/2009
[http://news.nationalgeographic.com/news/2009/10/091029-halloween-pictures-witch-bottle.html]





quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Humanos: Estranhos e Perigosos Animais




BRASIL ─ Nesta quarta, 18 de novembro, informou o noticiário que na cidade de São Paulo, uma bebê de seis meses morreu depois de ficar 8 horas trancada dentro de um carro sob um calor de 35º. A mãe esqueceu a criança... No mesmo dia, um pai, rejeitado pela ex-mulher, pegou o filho de 2 anos e meio, subiu para a cobertura do prédio de 18 andares e de lá se jogou com o menino. Enquanto isso:

RÚSSIA ─ Novembro, 2009. Na região de Satarov a polícia está às voltas com um crime bizarro: a morte de uma recém-nascida; apenas 22 dias de vida. Os indícios mostram a que a bebê foi assassinada pela própria irmã, 3 anos de idade, uma criança de colo, portanto.

A perícia forense logo percebeu que foi uma morte violenta. A criança chegou ao hospital, na cidade de Engels. Embora ainda viva, estava em estado critico. Os paramédicos ficaram horrorizados. A vítima tinha marcas de mordidas e hematomas em todo o corpo. Durante quatro horas os médicos fizeram todos os procedimentos possíveis para evitar o óbito sem sucesso. A pequena morreu.

A autópsia revelou que a causa da morte foi uma lesão craniana profunda que resultou em trauma encefálico. Alguém tinha batido a cabeça da criança no chão, e com muita força. Depois, exames patológicos determinaram que as mordidas foram feitas pela irmã, pouco mais de 3 anos.

A mãe da criança assassina disse às autoridades que ela e o marido tinham bebido e dormiram profundamente. Quando acordaram, viram a filha mais velha brincando com a recém-nascida. A bebezinha não se mexia, não mostrava nenhuma reação. A mulher chamou a ambulância. Sobre este relato dos pais, questiona-se como, mesmo em sono alcoólico, eles não foram acordados pelos muito prováveis gritos e choro alto da recém-nascida.

Especulações psíquicas-comportamentais apontam para mais de uma lógica que pode ter determinado o incidente. A menininha, talvez, entendesse a figura da irmã com uma boneca, e não como um ser humano. Por outro lado, a questão da humanidade da vítima pode não ser relevante.

Um especialista, mais realista, lembrou que o ciúme dos filhos mais velhos em relação aos bebês, novatos na família, é um fenômeno comum e acrescentou que o assassinato pode, perfeitamente, ter sido deliberado. A motivação: inveja, ciúme, egoísmo por causa da atenção dos pais que foi dividida com chegada de outra criança. Sobre a inocência das crianças, sobre a essência da criatura humana: meditemos...

Fonte: Little Girl Bites Her Baby-Sister to Death While Parents Sleep
In Pravda English ─ publicado em 13/11/2009
[http://english.pravda.ru/hotspots/crimes/13-11-2009/110486-little_girl-0]



domingo, 15 de novembro de 2009

Caldeus: Rituais de Morte



MESOPOTÂMIA ─ Nos anos de 1920, foram encontrados túmulos da realeza mesopotâmica [dos Caldeus]. Crânios achados na época são estudados até hoje. Pesquisas de arqueólogos contemporâneos especializados em crânios revelaram circunstâncias incomuns experimentadas poelas pessoas da época no momento da morte. Em muitas culturas antigas, quando foram comuns a escravidão doméstica e de concubunato, para muitos cidadãos de grandes civilizações morrer não era somente uma fatalidade; era um dever! Ainda hoje, em alguns lugares da Índia, ser viúva de marido velho é uma sentença de morte precoce; é o malogro do Golpe do Baú. Meditemos...

E voltemos... O descobridor dos crânios em questão, Sir Leonard Wooley [arqueólogo, 1880-1960], acreditava que certas vítimas pertenciam à criadagem do palácio. Se o Senhor morria, morriam também seus prediletos. Eles entravam nas tumbas e ali bebiam um uma poção venenosa, fatal. Ao que tudo indica, esticavam as canelas serenamente.

Contudo, recentemente, os crânios desses serviçais que foram escaneados, examinados através da Tomografia Computadorizada. Essa tecnologia contemporânea revelou um dado curioso: todos os empregados tinham bastões de ferro introduzidos na cabeça. Não se sabe exatamente a função ou significado dessa peculiaridade. As análises também detectaram que os cadáveres dos cortesãos eram submetidos a um tratamento diferenciado; uma forma primitiva de mumificação: eram cozidos antes do sepultamento.

Algumas covas, especialmente profundas, abrigavam grupos de mortos de duas classes distintas: guerreiros, vestidos com suas armaduras e uma vítima sacrificial, em geral, uma escrava ricamente adornada com jóias valiosas. Realmente, vida de lacaio na Antiguidade era uma coisa de matar. Meditemos sobre as Leis Trabalhistas...


REFRESCANDO A MEMÓRIA:

Ur foi uma cidade que floresceu na antiga Mesopotâmia durante o predomínio da cultura-nação dos Caldeus [ou caldaica]. Ficava próxima cerca de 160 km daquela que seria a cidade histórica mais famosa da região: Babilônia. Ur também é conhecida porque é citada na Bíblia judaico-cristã: ali seria a cidade natal do patriarca judeu Abrãao ou, ao menos, de onde ele partiu [os pais dele eram de Ur] em busca da Terra Prometida. Hoje, a cidade de Ur fica no Iraque e abriga uma estação da estrada de ferro de Bagdá, plantada no alto de uma colina em "cujas fendas as corujas fazem seus ninhos" [WIKIPEDIA]. O s beduínos chamam o lugar de Tell al Muqayyar, Monte dos Degraus.

Fonte: Ritual Death at Ur
In Archaeological Review ─ publicado em 2710/2009
[http://thearchaeologicalreview.blogspot.com/2009/10/ritual-death-at-ur.html]




sábado, 14 de novembro de 2009

Cotidiano Maia: Mingau de Milho...



Os raros, escassos registros da cultura dos povos pré-colombianos, depois da profanação jesuíta que destruiu inúmeros documentos [fossem pinturas, tábuas escritas, quipos, etc.] foram, enriquecidos com a descoberta de uma série de murais da cultura Maia. Os murais exibem inscrições hieroglíficas completas que fornecem informações ineditas, únicas para os arqueólogos e para a Humanidade. Os painéis retratam muito mais que o dia-a-dia de uma princesa em seu império. A época: entre 620 e 700 d.C..

Os murais até então conhecidos mostravam a elite governante, vitórias em batalhas ou temas religiosos. Mas nas paredes externas [já conhecidas a algum tempo] e, surpreendendo os pesquisadores, agora, se sabe, nas internas também, de uma certa pirâmide, os arqueólogos encontraram algo de completamente diferente.

A construção esteve enterrada por séculos na selva mexicana. O chamado sítio Maia de Calakmul, localizado em 2004, mostra pessoas comuns em ocupações comuns, como a caça. O curador emérito da Yale University's Peabody Museum of Natural History, Michael D. Coe, comentou: Realmente, não existe nada semelhante a isso em qualquer outro sítio arqueológico conhecido. Isso é a vida cotidiana do povo, gente comum fazendo coisas comuns.


MAIAS: MODA E MESA

São cenas coloridas onde pode-se apreciar as roupas e jóias usadas por diferentes classes sociais em Calakmul, uma das maiores cidades do período maia clássico, datado entre 300 e 900 d.C. Nessa Era, Calakmul era algo como a capital do Reino de Kan [Reino da Serpente], um centro urbano importante no mundo maia.

As imagens mostram a comida servida e as pessoas cozinhando e servindo os alimentos. Nos hieróglifos foram decifrados signos que se referem a curioso títulos de criados como: a pessoa do sal, a pessoa do tabaco. Ali também estão desenhados iguarias que eram essenciais na dieta maia. Em um painel, uma mulher serve um prato de tamales [algo como um pastel feito de farinha de milho cozido no vapor envolto, naturlmente, em palha de milho. Pode ser doce ou salgado, conforme o recheio, como carne, queijo etc. É uma espécie de pamonha mesmo. WIKIPEDIA]; um casal se encarrega do mingau de milho.

Fonte: Maya "Painted Pyramid" Reveals 1st Murals of Daily Life
In National Geographic ─ publicado em 12/11/2009
[http://news.nationalgeographic.com/news/2009/11/091112-maya-pictures-murals-pyramid-food.html]




Mistério Ritual: Encolhedores de Cabeça



AMÉRICA DO SUL, Amazônia ─ Nas mais profundas sombras da maior floresta equatorial do mundo vive um povo que ainda conhece o segredo de um dos seus mais infames rituais: o encolhimento de cabeças. O National Geographic Channnel obteve, restaurou e disponibilizou na rede [mundial de computadores] o que pode ser o único filme que registra uma cerimônia atual/relativamente recente de encolhimento de cabeças. Tem receitinha e tudo... LEIA REPORTAGEM COMPLETA VEJA O VIDEO E A TRANSCRIÇÃO DO AUDIO



quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Reencarnação. Garoto de 11 Anos Se reconhece Como Mestre Budista


USA-ÍNDIA ─ Jigme Wangchuck [foto], 11 anos [2009], deixou a escola depois de ter reconhecido a si mesmo como reencarnação de um mestre budista que morreu em 1250 d. C.. Jigme começou a falar de sua vida passada ao dois anos de idade. 

No início, seus pais não acreditavam nos relatos porém, durante uma viagem à Índia, visitando um monastério em Mysore, sul do pais, o garoto entrou em transe e começou a descrever outro monastério budista e identificou o lugar falando de um dragão, cerca de 11 metros de comprimento, que adornava o teto.

Os monges Mysore ficaram impressionados: a descrição era exata embora o menino jamais tivesse conhecido o local [nesta vida]. Depois disso, sem nenhuma dúvida, os religiosos admitiram que Jigme é, de fato, o Rinpoche [alto sacerdote, mestre] Galwa Lorepa, fundador de uma das principais escolas do budismo tibetano.

Ele se mudou para a Índia e hoje é o líder de uma seita budista na cidade de Darjeeling, leste do país [Índia]. Ali, ele deve passar os próximos 10 anos em reclusão virtual; isto porque o jovem mestre pode se comunicar com amigos por e-mail. 

Sua mãe ainda insistiu que ele voltasse para Boston e continuasse sua vida normal mas o garoto recusou: Eu deixo para trás meus dias de escola e estou muito feliz com minha posição; e sentenciou: Eu gosto daqui.

Fonte: Boy, 11, declared reincarnated holy man
In Anna Nova ─ publicado em 05/11/2009
[http://www.ananova.com/news/story/sm_3549650.html?menu=news.quirkies]

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Lápides Sinceras




Consideremos: As imagens dispensam comentários. Meditemos...
E VEJA MAIS
Fonte: Bizzarre Área [sem data de publicação]



Vaginas no Pescoço




É isso mesmo que você está vendo na foto acima. As artes pós-modernas têm se orientado pela sabedoria milenar do falecido filósofo-cantor Tim Maia: Vale Tudo! A artista plástica Jessica Marie lançou uma linha de gargantilhas no mínimo polêmica. Os pingentes são reproduções das vaginas das clientes. Os modelos são apresentados em fotos que a artesã reproduz. Jessica alega que ostentar a imagem da p´ropria vagina no pescoço, supostamente, fortalece a auto-estima de mulheres inseguras com sua própria sexualidade.

Eu comecei a fazer estas peças para celebrar minha vagina e retomar a posse dela [!?] Ela é minha agora. Eu espero que meu trabalho inspire as pessoas a olhar as mulheres de forma diferente [como loucas, vagabundas, sem-noção ou pessoas de mau-gosto?].

Francamente, gosto não se discute mas este editor, pessoalmente, acha essas bijous um horror! E quem disser que esse conjunto de vulvas-vaginas é belo, caramba ou mente muito ou tem algum tipo de complexo de Édipo. Quanto a retomar a vagina, fortacelecer auto-estima, isso, conversa para boi dormir. Meditemos...

PARA ADQUIRIR SUA VAGINA ACESSE: [www.vulvalovelovely.com]
Fonte: Cult following
In Austrian Times publicado em 03/11/2009
[http://www.austriantimes.at/news/Around_the_World/2009-11-03/17733/Cult_following]


VEJA OUTRAS PEÇAS DE JOALHERIA ERÓTICA





segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Tubarão Surfista



AUSTRÁLIA ─ Em Perth, costa oeste do país, uma fotografia mostra o surfista Fergal Smith, 21 anos, dividindo a onda com uma tubarão branco. A foto foi tirada por Phil Gallagher, 29 anos, que estava em jet-ski no momento do flagrante.

Fonte: Surfer shares wave with shark
In The Sun, UK ─ publicado em 08/10/2009
[http://www.thesun.co.uk/sol/homepage/news/1765680/Man-surfing-on-a-wave-in-Australia-which-is-also-carrying-a-Great-White-shark.html]

domingo, 8 de novembro de 2009

Modus Vivendi - Vampiros da Vida Real



Suzie em seu caixão

REINO UNIDO ─ Em Kirkby-in-Ashfield cidade comercial situada no condado de Nottinghamshire, Suzie Park, 36 anos, experimenta um estilo de vida macabro. Ela é uma real-life vampire ou seja, uma vampira da vida real. 

Suzie conta que os Real Life Vampires surgiram nos anos de 1980 como uma das vertentes do movimento Punk. Para ela, tudo começou na adolescência, quando vivia em Nova Iorque e começou a gostar de música gótica. 

Não era uma coisa comum; afastou-se dos amigos, tornou-se uma solitária. Minha vida estava em frangalhos: eu não tinha emprego, nem projetos; estava realmente deprimida.

Então, em 2003, ela foi a um clube underground [alternativo] e sua vida sofreu uma mudança macabra. Alguém tocou em seu ombro e um homem sussurrou algo em seu ouvido.  

Disse que podia me salvar da minha vida vazia. Era alto, magro e usava uma capa preta longa, até o chão. Tinha longos cabelos negros. Apresentou-se como Lord Sebastian e me levou a uma casa na periferia da cidade [E ela foi!]. Ali era a Casa do Exmorta: Um culto onde eu aprendi a viver como vampira.

Ela aderiu ao grupo. Durante o dia, trabalhava como escriturária em uma empresa de seguros. À noite, participava de encontros vampirescos. Esses encontros consistiam, muitas vezes, em passear pelas ruas à luz do luar. Depois iam para casa onde dormiam em caixões. O alho foi cortado da dieta. O culto era uma segredo pouco divulgado e tinha seus rituais de Iniciação.

Suzie Park passou pelos rituais básicos até que chegou o momento do teste final, que consistia em entrar no Inferno Room, uma câmara reservada do culto onde ela finalmente beberia sangue humano. Ela lembra:  

Eu não estava nervosa. Estava excitada, a um passo de colocar o pé na estrada para me tornar uma vampira plena. Quando entrei no Inferno Room, eu me sentia bem. Eu vi Lord Sebastian cortar uma veia e colher o sangue em uma taça. Então eu bebi. A sensação era quente; o sabor, metálico. Fui tomada por uma grande euforia. Era quase como se o sangue estivesse me dando uma uma vida nova, me restaurando. Senti que finalmente tinha chegado em casa. 

Lord Sebastian morreu em 2005, vítima de acidente de automóvel. O culto se dispersou. Mas Suzie continuou com as práticas, incluindo beber sangue humano duas vezes por semana. Ela não ataca pessoas nem pertence a um círculo de doadores mútuos. Ela corta a veia do braço esquerdo e bebe o próprio sangue: É a única coisa que mata minha sede de vida.


Eventualmente, ela conheceu, pela internet, o inglês Paul Davies, 41 anos [2009]. Ele aprecia a cultura gótica pós-moderna mas não é Real Life vampire. Mesmo assim, em 2007 eles passaram a morar juntos na Inglaterra. A cerimônia de casamento, verdadeiramente gótica, com todos vestidos de preto, aconteceu em 2008. 

Ela decorou a casa com o estilo soturno do universo vampírico. Afiou os caninos em um dentista e tem um par de lentes contato vermelhas. Para ganhar dinheiro, Suzie vende lâmpadas góticas que ela mesma fabrica. Mas tudo isso não significa uma vida de maldades e chacinas, somente uma fantasia vivida no dia-a-dia: Meus amigos vampiros não maus. Eles vivem por aí, como qualquer um. Pode ser seu vizinho de porta e você jamais saberá.

LINKS RELACIONADOS

Vampiro de Si Mesmo, 11/02/2013
Alerta de Saúde Pública - Vampiro à Solta na Servia, 25/11/2012

OS LOBISOMENS REAIS DE PERM, NA RÚSSIA, 19/10/2006

Fonte: From my first taste of human blood I knew what my life was missing. 
THE SUN/UK ─ publicado em 05/11/2009
[http://www.thesun.co.uk/sol/homepage/woman/real_life/2714711/Meet-Suzie-Park-a-real-life-Vampire.html]

Obama & A Revelação Extraterrestre



O mundo da Ufologia tem uma importante expectativa para este final de 2009. Desde junho deste ano os midia especializados no tema têm divulgado a notícia de que, até o final de 2009, o presidente dos Estados Unidos, Barak Obama, deverá anunciar ao mundo a veracidade dos avistamentos de naves e registros outros de naves extraterrestres. 

A teoria da revelação próxima se apóia, inclusive, em videos que mostram UFOs sobrevoando o local da posse enquanto o novo presidente fazia seu pronunciamento. Isso, porém, é só o começo da Verdade que será desvelada. Outras revelações estariam por vir.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Sanguessugas Ilegais



RÚSSIA ─ Em Lyubertsy, cidade localizada na região metropolitana de Moscou, autoridades policiais descobriram um laboratório subterrâneo onde eram criadas sanguessugas que seriam comercializadas, clandestinamente, para fins medicinais. O proprietário do laboratório, Aramir Dzasokhov, um empresário do Azerbaijão, mantinha sua criação em condições repugnantes, sanitariamente inadequadas e seus funcionários chegaram a sofrer lesões provocadas pelas criaturas. Um deles contou que foi atacado e foi extremamente difícil retirar a sanguessuga de sua perna.

Eram, aproximadamente, quatro mim sanguessugas. Uma parte estava acomodada em containers porém, a maioria [que nojo...] rastejava no chão, nas paredes e até no teto. Estavam em toda parte incluindo um escritório adjacente ao laboratório e também dentro de um aquário.

Dzasokhov tentou se justificar alegando que aquele era seu negócio nos últimos 19 anos. Ele vendia seu produto em Moscou, nas regiões próximas à capital e na internet. Cada animal custava 39 rublos. Argumentou, ainda que sua família, durante séculos, forneceu sanguessugas para os Czares.

As sanguessugas foram enviadas para exames periciais e constatou-se que eram perigosas para a saúde humana. Não eram sanguessugas medicinais. Os especialistas explicaram as medicinais são criadas em laboratórios especializados. As clandestinas, que eram obtidas em pântanos, são inadequadas para fins médicos porque são poluídas: ninguém sabe o sangue com o qual estiveram se alimentando e por isso, estas sanguessugas selvagens podem ser portadoras de todo tipo de infecção.

Além disso, no laboratório clandestino eram mantidas, nas condições já descritas, sanguessugas de duas diferentes espécies: sanguessugas de Krasnodar e e sanguessugas orientais. Esses animais, quanto se encontram, brigam entre si por questões territoriais, lesionam-se e infectam-se mutuamente.

Os policias ficaram perplexos com a descoberta. Um deles declarou: Ele estava causando mais doenças nas pessoas, não curando. Além de infecções, essas sanguessugas estavam espalhando toxinas no organismo dos clientes, o que é muito perigoso para o sistema circulatório.

O laboratório foi descoberto justamente por conta das numerosas queixas de clientes sobre os resultados negativos-noscivos verificados depois da utilização destas sanguessugas. Aramir Dzasokhov, ele próprio, evidentemente, um sanguessuga, pode pegar entre dois e seis anos de prisão por comércio ilegal.

Fonte: Moscow Police Prevents Massive Invasion of Alien Leeches
In Pravda English ─ publicado em 03/11/2009
[http://english.pravda.ru/hotspots/crimes/03-11-2009/110280-leeches-0]




quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Família Expulsa de Casa Por Incêndios Sobrenaturais



Fenômeno inexplicável: Mohamad Sidek mostra as roupas carbonizadas da família depois de mais um incêndio misterioso.

MALÁSIA ─ Em Kulim [maior cidade do estado de Kedah], nos últimos dois anos, uma família está sendo obrigada a morar em uma pequena cabana enquanto a casa, de alvenaria, a residência propriamente dita foi tomada por estranhos fenômenos, como súbitos incêncdios que parecem engolir toda a construção. Nessas condições, Mohamad Sidek Hamid, 49 anos; sua mulher, Fauziah Ishak, 48 e os seis filhos do casal deixaram o lar para viver na choupana.

Recentemente, um desses incêndio atingiu o quarto principal. Felizmente, desde o início das ocorrências, em 2007, quando a família comprou o imóvel e mudou-se para o local, os incêndios acontecem quando não há ninguém na casa. Todavia, os prejuízos não têm fim, a começar do valor pago pela casa, mais os objetos perdidos e as despesas com feiticeiros. Enquanto a polícia investiga sem sucesso o fenômeno, Mohamad Sidek tentou resolver o problema recorrendo a Bomohs, Shamãs não somente da Malásia, mas, também, de outros países como Tailândia, Indonésia, Myanmar. Tudo em vão: o mistério e os danos continuam.

Fonte: Strange happenings force family to live in small hut
In The Star - Malásia ─ publicado em 04/11/2009
[http://thestar.com.my/news/story.asp?file=/2009/11/4/nation/5039857&sec=nation]




Notícias do Buddha Boy



O jovem hoje conhecido com Buddha Boy, atualmente com 19 anos [em 2009, logo será Buddha Man mesmo], nasceu em um período de lua cheia [Chaitra Purnima], na pequena cidade de Ratanapuri, distrito de Bara, no Nepal em 09 de abril de 1990. 

Seu nome de família é Ram Bahadur Bomjom; Palden Dorje, é seu nome budista. Os nepaleses acompanham a história de Ram Bomjom observam vários fatos significativos que, ao que parece, estabelecem uma clara relação de identidade entre o jovem e o Iluminado, o Buda Sakyamuni. O Buddha Boy é, também, um Tamang, ou seja, um descendente dos Lamas Tamang; por isso também é nomeado Tamang Tulku Rimpoche.


Estes Lamas [os Tamang] são conhecidos por suas excepcionais habilidades de passar longos períodos em absoluto jejum, alimentando-se de prana [energia vital onipresente] através da prática da meditação. Segundo as lendas, os Lamas Tamang também são capazes de voar e falar com as árvores, pássaros e outros animais. Não temem nem mesmo feras selvagens como tigres, leões, ursos ou cobras.


Neste novembro de 2009, está programada uma nova aparição pública de Palden Dorje. O jovem Lama pretende fazer desta ocasião uma oportunidade para protestar contra o sacrifício de milhares de animais no próximo Festival de Gahdi Mai [entre 18 e 23 de novembro], que será realizado no distrito de Bara bem como em muitas outras localidades do Nepal. É uma tradição milenar e acontece a cada cinco anos, contrariando o ensinamento basilar do budismo de respeito a todas as formas de vida.


Animais Albinos




O animal albino mais famoso, o mais fotografado de todos os tempos: Snowflake [Floco de Neve], o gorila que viveu no Barcelona Zoo desde 1966 até sua morte, causada por um cancer de pele, em 2003. Abaixo, White Diamond [Diamante Branco] o crocodilo que vive no Serengeti Wildlife Park, na Alemanha. VEJA OUTRAS DESSAS CURIOSAS CRIATURAS
Fonte: Telegraph, UK

Reencarnação


ALEMANHA ─ Em Werl, Peter Keoning, condenado a cinco anos de prisão por assaltos a bancos, a mão armada, foi à corte requisitar o direito de ser visitado por sua gata, Gisela. Budista, Keoning alegou que a gata é sua mãe... reencarnada e argumentou: Eu sei que ela é minha mãe. Ela olha para mim extamente como minha mãe fazia. Eu preciso vê-la assim como os outros prisioneiros podem ver suas esposas e filhos.

A corte rejeitou o pedido e sentenciou: Respeitamos a liberdade religiosa dos indivíduos mas o acusado não tem como provar que sua mãe falecida está reencarnada na gata. Todavia, a corte permite que ele escreva cartas para Gisela.

Fonte: Cat banned from visiting Buddhist bank robber in jail
In Telegraph, UK ─ publicado em 03/11/2009
[http://www.telegraph.co.uk/news/newstopics/howaboutthat/6495562/Cat-banned-from-visiting-Buddhist-bank-robber-in-jail.html]



quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Macabra Roma




Em ROMA o espírito do além e do sobrenatural espreita entre as miríades de igrejas da cidade, entre os numerosos e esqueletos e monges mumificados, nos corações embalsamados de Papas, no suposto fragmento da cabeça de João Batista. 

Um bom lugar para começar é a igreja de Santa Maria da Imaculada Conceição [Santa Maria della Concezione dei Cappuccini] na Via Veneto onde a Cripta é elaboradamente adornada com os restos mortais de centenas de monges Capuchinhos. 

Vértebras criam efeitos florais, omoplatas tornam-se asas que emolduram ampulhetas simbolizando o tempo que voa sobre os mortais. Clavículas compõem a foice, instrumento da morte personificada em um esqueleto.

LEIA REPORTAGEM COMPLETA


segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Body Art: Butterfly




A foto acima é uma ilusão da arte na ótica. É body-art. Os olhos do leopardo foram pintados no chão. A envergadura do meio, as bochechas, essas partes são feitas do corpo de uma mulher, ou melhor, nas costas de uma mulher. A área, incluindo os cabelos, foi trabalhada para se encaixar no desenho, completando as feições do animal. O artista usa não somente as costas como tela mas também: nádegas, braços, pernas. O nariz, focinho propriamente dito, é uma borboleta. Aliás, Butterfly foi o nome que o artista ─ Craig Tracy deu a esta obra, uma entre muitas outras de suas surpreendentes criações.

VEJA OUTRAS CRIAÇÕES DO ARTISTA

Fonte: Is this the world's best body art? Stunning eye-deceiving images reveal an artist at the top of his game
In Daily Mail ─ UK publicado em 02/11/2009
[http://www.dailymail.co.uk/news/worldnews/article-1224499/Is-worlds-best-body-art-Stunning-eye-deceiving-images-reveal-artist-game.htm]




domingo, 1 de novembro de 2009

O Estranho Visitante dos Sonhos



THIS MAN ─ Os sonhos são um enigma da psique humana. Coisas estranhas acontecem na realidade da mente adormecida. Não é raro que alguém sonhe com uma pessoa que jamais conheceu. Porém, duas mil pessoas sonhando com o rosto de um mesmo e desconhecido homem, isso é estatisticamente misterioso e significativo.

Tudo começou em Nova Iorque, ano de 2006. No consultório de um psiquiatra uma paciente relatou seu sonho. Apareceu-lhe o tal desconhecido que dizia muitas coisas importantes sobre a vida. Ela descreveu seu rosto e o psiquiatra fez o retrato falado. O desenho ficou à vista e outros pacientes, em consultas posteriores, ao verem aquela face, reconheceram o homem e relataram sonhos similares.

O psiquiatra, então, fez cópias do desenho e distribuiu entre vários colegas. Não demorou muito e começaram a chegar relatos de pacientes de psiquiatras de vários países: todos tinham visto o desconhecido em sonhos. São mais de dois mil casos. O homem dos sonhos ganhou até site na internet [http://thisman.org/]. No site, são levantadas algumas hipóteses para explicar o fenômeno. Por exemplo:

─ O rosto seria parte da consciência comum [ou inconsciente coletivo, como diria K.G. Jung]

─ O homem seria real e tem a faculdade paranormal de entrar no sonhos das pessoas

Outros porém, acreditam que a história seja a preparação para algum empreendimento ainda por ser revelado. O site This Man foi registrado por um especialista italiano em comércio. Todavia, o empresário tem a seu favor o fato de ter sido sempre, em paralelo às suas atividades profissionais, um afccionado por fenômenos sobrenaturais.
SAIBA MAIS: RELATOS DOS SONHOS


Fonte: Aparece rostro de un mismo hombre en sueños de más de 2.000 personas en el mundo
In Peple Daily Spanish - Pueblo en Línea [Beijing, China] ─ publicado em 29/10/2009
[http://spanish.peopledaily.com.cn/31614/6797842.html]



Arquivo do blog