segunda-feira, 16 de junho de 2008

Inferno Muçulmano: Polícia das Roupas!!!

MUNDO MUÇULMANO: UMA VIDA SEM SOSSEGO...
Duas policiais abordam a mulher na blitz de 2007: cabelos de fora e roupa de ocidental...

No IRÃ, como no resto do Islã, a polícia não tem mesmo nada de útil a fazer. Nesta segunda-feira, 16 de junho [2008], os homens da lei fecharam dúzias de lojas de roupas e cabeleireiros, pararam carros e abordaram pedestres em uma blitz a fim reprimir mulheres que se recusam a usar roupas estritamente islâmicas e homens que ousam ostentar um "visual" considerado ocidental [mas o que é aquele cabelinho e aquele terninho do presidente Mahmoud Ahmadinejad? Ele não deveria usar um turbante ou algo assemelhado? Meditemos...]

A operação de repressão, que começou sábado nas vizinhanças de Teerã, é parte de uma campanha anual de vigilância; ou seja, todo o ano o governo "toca o terror" nas ruas atrás de cabelos, maquiagem, pernas de fora, aliás, qualquer coisa feminina de fora e homens com cabelo comprido. O fato é que em Teerã muitas mulheres desprezam os rigores da lei muçulmana [já não aguentam mais, mesmo!] e vestem shorts!, malhas coloridas que revelam a forma do corpo e mostram os cabelos! Durante a blitz, cidadãos e cidadãs podem receber desde uma advertência até uma ordem de prisão, dependendo da gravidade do caso. Este ano, a novidade é o fechamento dos estabelecimentos comerciais. Durante a blitz os policiais perguntam às pessoas onde compraram a roupa ou fizeram o cabelo!... Facilita o "serviço"...

FONTE: Iranian police crack down on dress code violations
IN YAHOO NEWS AP publicado em 16/06/2008


2 comentários:

Anônimo disse...

Os muçulmanos são cruéis ao submeterem os fiéis ao rigores que mais parecem tortura.

Anônimo disse...

É ridiculo o que se fala dos muçulmanos mas como o islamismo diz que se retribua o bem com o bem e o mal pelo bem por isso nao vou dizer o quanto é ridiculo esse blog.

Arquivo do blog