sexta-feira, 13 de junho de 2008

Dragões Marinhos: Espécie em Extinção

Sea Dragon
O dragão marinho carrega seus ovos na cauda ─ Aquário Georgia, Atlanta [USA]. Natural da Austrália, essa criatura, em risco de extinção, pertence à família dos cavalos marinhos e lembra uma fantástica criatura ante-diluviana. No entanto, tem apenas 45 cm de comprimento. FOTO: AP/John Bazemore.


ATLANTA: Um dragão marinho [Phyllopteryx taeniolatus], espécie em extinção, do Georgia Aquarium está "grávido". Os 70 ovos que ele carrega na cauda, agregados como um cacho de pequenas frutas, devem eclodir em meados de julho [2008]. Os dragões marinhos, os cavalos marinhos e os pipefish [Solegnathus hardwickii] são as únicas espécies com essa característica: os machos carregam os ovos. Durante o acasalamento, a fêmea deposita os ovos na cauda do macho que, assim, torna-se os hospedeiro da gestação.

A reprodução dos dragões marinhos em aquários é raridade porque os pesquisadores desconhecem os fatores que ativam o instinto sexual desses animais. Não se sabe quais são as condições propícias para o acasalamento. Trata-se de uma combinação de fatores biológicos e ambientais que estimula o cruzamento. Recentemente, o aquário mudou a iluminação e diminuiu as plantas no tanque dos dragões. Ali vivem sete dragões marinhos de 45cm de comprimento.

Em natureza, a taxa de sobrevivência da prole é baixa mas, quando acontece em cativeiro, os sobreviventes são 60% da "ninhada". O dragão do mar está em extinção por causa da poluição nas águas de seu habitat de origem, a Austrália. Em todo o mundo, 50 aquários possuem dragões marinhos.

FONTE: Endangered sea dragon at Ga. aquarium pregnant
IN YAHOO NEWS publicado em 12/06/2008


Nenhum comentário:

Arquivo do blog