quarta-feira, 11 de junho de 2008

A Tumba de Jesus No Japão

Duas tumbas: Jesus e seu irmão, no Japão

Uma lenda japonesa [Kirisuto legend, Kirisuto = Jesus] diz que Jesus fugiu de Jerusalém e chegou até o vilarejo de Herai ou Shingo, em Aomori, norte do Japão. Os cristãos ocidentais dizem que isso não faz sentido mas, no lugar, existe um monumento chamado "O Túmulo de Cristo" ou Kristo no Hakka. Cristo teria feito seu caminho até o Japão passando pela Rússia, via Sibéria. Em Aomori, tornou-se um rizicultor [fazendeiro de arroz], casou-se, constituiu família e morreu, aos 114 anos. Tal como os muçulmanos, os japoneses de Aomori acham que outra pessoa tomou o lugar do Messias na cruz, no caso, um de seus "irmãos" chamado Isukiri, foi crucificado; este, inexplicavelmente esta sepultado ao lado de Jesus em Aomori!

A lenda tem mais detalhes surpreendentes; Jesus teria estado no Japão mesmo antes, em sua juventude, lá chegando aos 21 anos. Estudou o antigo Xintoísmo por dez anos, desenvolveu sua doutrina e voltou à Judéia. Aos 37 anos Cristo voltou ao Japão.No Japão, Jesus deixou descendentes, como Sajiro Sawaguchi, 80 anos [em 2006]. A família de Sajiro é proprietária das terras onde fica localizado o túmulo. O neto, Junichiro, já de meia idade, explica que atualmente os Sawaguchi são budistas e ele, pessoalmente, não acredita que seja descendente de Jesus.

A lenda não tem, de fato, nenhum forte amparo documental. A única referência a um registro surgiu em 1930 com suposta descoberta de um antigo texto hebreu contendo o relato da vida e da morte de Jesus no Japão. Naturalmente, tais documentos desapareceram "misteriosamente" e a sepultura jamais foi examinada [tal como acontece com o túmulo de Jesus na Caxemira].

Herai é uma vila pequena com a paisagem dominada pelos campos de arroz e pomares de macieiras. A sepultura, marcada por uma cruz de madeira, fica em meio à subida de uma montanha cercada por bosques de bambus. O local virou atração turística, onde as pessoas tiram fotos e tomam sorvete num café próximo. Porém, muitos peregrinos depositam moedas em frente ao túmulo em agradecimento às orações atendidas.


FONTE: The Japanese Jesus trail por Duncan Bartlett
In BBC NEWS - publicado em 09/06/2006

Nenhum comentário:

Arquivo do blog