quarta-feira, 11 de junho de 2008

Jordânia: A Primeira Igreja Cristã

Aman: Sítio Arqueológico

Aman AFP: Na Jordânia, arqueólogos encontraram, ocultas na terra, as ruínas de uma construção que foi identificada como sendo a primeira igreja cristã, datada em dois mil anos de idade, mais precisamente, devia estar de pé entre 30 e 70 d.C., segundo informou o chefe do Centro de Estudos Arqueológicos de Rihab, Jordânia, Abdul Qader al-Husan.

A primeira igreja estava soterrada embaixo de outra igreja, a Saint Georgeous, localizada no norte do país, na fronteira com a Síria. A igreja de Saint Georgeous é também muito antiga, do ano 230 d.C.. Husan afirma que há evidências de que o lugar abrigou os cristãos mais primitivos; os próprios 70 discipulos de Jesus Cristo, os 70 bem amados de Deus que receberam o Espírito Santo no primeiro Pentecostes cristão.

Perseguidos em Jerusalém, mal vistos em Israel e, posteriormente, em Roma, estes cristãos teriam se refugiado na Jordânia onde fundaram igrejas. A "primeira igreja" foi escavada no subterrâneo. Era preciso o máximo de discrição. Os rituais somente puderam chegar à superfície depois que o Império Romano adotou o cristianismo como religião oficial. Os arqueólogos encontraram um recinto escavado em uma caverna. Há um pórtico em arco, muitos assentos moldados na pedra em uma salão circular. Um túnel profundo, possivelmente, conduziria a uma fonte de água. Em Rihab existem 30 igrejas cristãs de construção primitiva e, segundo a tradição, Jesus e a Virgem Maria estiveram ali.

São muitos os mistérios da biografia de Jesus e Maria. Entre passagens obscuras da vida destes personagens, registram-se eventos acontecidos na infância do "menino-deus" e depois da crucificação/ressurreição. Da meninice do Cristo, há relatos da travessia até o Egito e de seu retorno a Israel. Na terra dos faraós, verificaram-se prodígios, como a queda dos ídolos pagãos... Outros dizem que sua juventude foi passada entre mestres Iniciados, na na Caxemira, norte da Índia. Na Etiópia, teriam feito uma passagem onde deixaram a lembrança perene de lugares que hoje são considerados santos.

Depois da crucificação, Jesus, ressurrecto, teria, retornado à Caxemira, onde teria vivido até centenária idade e lá, onde morreu, existe um túmulo que, segundo a tradição, é o túmulo do Messias judeu. Outra versão ainda mais exótica, conta que Jesus foi parar no Japão! [veja matéria abaixo] onde deixou descendentes que podem ser rastreados até hoje...

Sobre os apóstolos, a figura mais polêmica é Maria Madalena, que teria sido uma discípula ativa, precursora da Igreja nos primeiros tempos do cristianismo, disputando a liderança com Pedro. Grávida, em risco de morte, consta que fugiu para o Ocidente onde se estabeleceu em terras européias, entre Inglaterra e França [essa é a teoria explorada no chamado "Evangelho de Maria Madalena, no outro apócrifo Pistis Sophia e, recentemente, na ficção de Dan Brown, O Código de Da Vince]. Meditemos...

LINKS RELACIONADOS:
Apócrifos: Maria Madalena
A Vida de Maria Madalena
Pistis Sophia por Amael Aun Weor
Lista dos Livros Apócrifos
Evangelhos Apócrifos: Histórias Que a Bíblia Não Conta

FONTE: Jordan archaeologists unearth 'world's first church'
IN YAHOO NEWS AFP - publicado em 10/06/2008

Nenhum comentário:

Arquivo do blog