terça-feira, 12 de junho de 2012

A Lagosta Azul da Nova Escócia


Foto: Bobby Stoddard

NOVA SCOTIA. Em Barrigton - cidade situada a oeste de Shelburne County (Condado de Shelburne), o pescador, capitão de um navio lagosteiro, Bobby Stoddard, 51 anos (em 2012) - no começo de maio, pescando 11 quilômetros a sudoeste de Clarks Harbour, em Cape Sable island - fronteira leste entre o Atlântico Norte e o Golfo de Maine, capturou uma rarissíma lagosta azul-elétrico.

Stoddard conta: Havia outras três ou quatro lagostas na armadilha (junto com outros inúmeros crustáceos). Um dos seus companheiros de trabalho notou o extraordinário espécime. Ele ergueu o animal e eu fiquei muito surpreso. Ela é totalmente azul, mesmo na parte de baixo do corpo.

De acordo com um relatório da University of Maine Lobster Institute, apenas uma em cada dois milhões de lagostas é azul. A cor, tão incomum em qualquer animal (exceto pássaros, talvez) é resultado de um defeito ou anomalia genética que causa a produção excessiva de uma determinada proteína. 

Todavia, Stoddard recorda que o pai dele também ...pegou uma destas há uns 45 anos atrás e foi a única em seus 55 anos de vida como pescador.

O crustáceo, que pesa 1,5 kg, acomodado em um tanque, alimenta-se com pedaços de peixes e moluscos, está bem disposto, à espera de um novo lar (talvez uma estranha lagosta azul fosse socialmente rejeitada pelas outras, rosadas). O pescador quis doar a lagosta azul ao Instituto de Geografia de Bedford, mas foi recusada.

Então, ela foi oferecida online, por 200 dólares, no Kijiji - site de posts, de anúncios, comunitário, conveniado ao eBay, que congrega usuários de cerca de 300 cidades somente da Alemanha além de outras, do Canadá, França, Itália, China, Tailândia, Suíça, Bélgica, Áustria e Japão [http://www.Kijiji.ca/]. 

Mas o negócio complicou-se: Stoddard começou a receber estranhos telefonemas e emails repreendendo-o por tentar vender uma criatura tão rara. Então, ele cancelou o anúncio e explicou: Eu pesco lagostas para vendê-las, isso é o que eu faço para viver. Estou tentando fazer a coisa certa mas sou um cara tímido, não gosto de coisas controversas. 

Além disso, Stoddard diz que prefere devolver a lagosta ao mar a saber que será morta e servida em algum jantar.

E é isso que ele fará - se sua última tentativa de manter a lagosta disponível para exibição ao público, viva, falhar: ele vai tentar doar o raro exemplar para um aquário de exposições que está em construção em Toronto (Canadá).

FONTES
Rare Blue Nova Scotia Lobster up for Grabs on Kijiji.
CBC/Canadá, publicado em 10/06/2012.
[http://www.cbc.ca/news/technology/story/2012/06/10/ns-blue-lobster.html]
Rare Blue Lobster Caught.
WTSP/Tampa Bay's News Leader, publicado em 12/06/2012.
[http://www.wtsp.com/news/watercooler/article/258947/58/Rare-blue-lobster-caught]

Nenhum comentário:

Arquivo do blog