sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Os Mistérios Extraterrestres do Equador


Chirije, em novembro de 2011. Foto: Francisco Paladines. 
[http://www.ovniecuador.com/ovnis-2011.html]

EQUADOR. Chirije é um sítio arqueológico e histórico do Equador, localizado na região costeira daquele país há 25 minutos (de carro) da cidade de Bahía de Caráquez ou, simplesmente Bahía - na província de Manabí.


Localização da Bahía de Caráques, litoral do Equador onde fica Chirije.


Rodeado por 239 hectares de floresta seca tropical e quilômetros de praias intocada, ali viveram diferentes e misteriosos povos pré-colombianos. O lugar foi re-descoberto em 1950 pelo arqueólogo equatoriano Emilio Estrada Victor (1926-1961) - que descobriu no local os traços da chamada cultura Bahía, um povo que mantinha relações comerciais com mercadores do México e do Chile, trocando ouro, cobre e outras preciosidades por ornamentos variados e pelas preciosas e lendárias conchas Spondilus*.

* SPONDILUS. Serviam como instrumentos de arauto, trombetas que anunciavam a passagem oficial dosnobres governantes das nações pré-colombianas. São citadas na LENDA DE NAYLAMP, por exemplo.  LINK RELACIONADO: ARQUEÓLOGOS DESVENDAM A LENDA DE NAYLAMP.



Estatueta encontrada por arqueólogos em Chirije. O estranho personagem tem quatro dedos. Os acadêmicos dirão que o povo da cultura Bahía, local - simplesmente - ou não sabiam contar ou não sabiam sequer imitar a realidade da mão humana, com cinco dedos.


Porém, muito além de sua importância histórica e arqueólogica e, também por causa dela, Chirije - hoje, é considerado um significativo ponto de turismo e observação pelos que se interessam por avistamentos de OVNIs e evidências de presença extraterrestres na Antiguidade.

Em suas expedições exploratórias e escavações, os arqueólogos têm encontrado estranhas peças que sugeram o contato entre os povos de Chirije e extraterrestres, que ali são chamados, pelos nativos, irmãos cósmicos. Uma destas peças, das mais conhecidas, é um artefato de cerâmica que parece um disco voador tendo à bordo um astronauta.



O disco voador com alien de Chirije.

No quê se refere ao avistamento de OVNIs, Chirije é considerado um lugar onde essas ocorrências são freqüentes. Por causa disso, existe uma infraestrutura dedicada ao turismo ufológico, como as vigílias na Puerta del Sol, local conhecido como um local de pouso de espaçonaves. 

A escritora cubana Julia Calzadilla Núñez, pesquisadora da língua espanhola e culturas antigas, pós-graduada em História da Arte, egiptóloga fez um estudo especial sobre a apresença dos OVNIs em Chirije. 

Calzadilla Núñez concluiu que durante o período histórico chamado de Antiguidade, prolongando durante aIdade Média e a Idade Moderna Mercantilista Ocidental, os povos que habitavam aquela região tiveram contato com extraterrestres, o quê explicaria os avistamentos freqüentes de espaçonaves até os dias de hoje.




Ser transcendental da Natureza ou alienígena, na interpretação da autora da foto. Aparição de um estranho ser no OVNIPuerto, Chirije. Foto: Verónica Tamariz Dueñas, 18/01/2011.

Todavia, esta criatura que apareceu do nada na imagem e desapareceu em instantes tem um perfil que lembra a silhueta os antigos sacerdotes dos povos da América Pré-Hispânica, vestido em trajes cerimoniais. 

Nesse caso, a aparição pode ser um eco do passado capturado pela lente da câmera em um momento fugaz. [+] IMAGENS DESSA APARIÇÃO: [http://www.ovniecuador.com/ovnis-2011.html]


Além disso, uma minuciosa investigação realizada pelo arqueólogo Emílio Estrada Victor (citado acima) estabeleceu um elo entre as culturas japonesa e indiana e as antigas nações que dominaram o Equador. 

Este fato suscita a questão de como seria possível esse intercâmbio cultural em uma época em que a distância geográfica entre essas culturas tornaria quase impossível qualquer relação entre estes povos.



OS OVNIS PLASMA NO EQUADOR & OUTROS LUGARES

Nave-plasma, em Naranjal - cidade da província de Guayas, Equador. Postado no YOUTUBE em 12/11/2011. [http://youtu.be/FURVfA_uJ-Q]

* Essas Naves Plasma (também chamadas Plasma-ships ou Plasma-beams), lembram os Seres Plasma fotografados pelo geofísico russo  Genrikh Silanov em seu Projeto Hooper, que usa câmeras especiais para documentar a realidade metafísica, invisível ao sentido ótico humano comum.


Mas Chirije não é a única localidade equatoriana onde são freqüentes os avistamentos de estranhos objetos no céu. Mais estranhas que as espaçonaves em formas clássicas, esferas, discos, cilindros, são as "entidades luminosas" (como este editor prefere chamar tais formações), muito comuns na cidade de La Mana, por exemplo, província de Cotopaxi, também no Equador que são observadas executando estranhos movimentos em lugares tão diversos quanto planícies ou no alto das montanhas. 

Essas "entidades luminosas", que são chamadas de Naves de Plasma incandescente têm sido bem documentadas por fotógrafos e cinegrafistas tanto à noite quanto em plena luz do dia.


Uma "nave plamática" em Guayaquil (ou Santiago de Guayaquil), a maior cidade do Equador, capital da província de Guayas. Postado no YOUTUBE em 15/03/2012. [http://youtu.be/_80xIDA9uLc]

As "Naves Plasma" são mencionadas em antigas escrituras sânscritas onde estão descritas suas características e sua capacidade de deslocamento transdimensional, que lhes permite desaperecer instantâneamente diante do observador. 

As aparições dessas luzes plasmáticas, que se movimentam com extrema rapidez, metamórficas, alterando seus contornos entre esferas, espirais e linhas luminosas - têm sido documentas não somente em diferentes lugares do Equador mas, também, em diferentes países, em todo o mundo. 

Esse comportamento não corresponde ao que tem sido verificado durante décadas e registrado na literatura ufológica, incluindo fotos e filmes. O fato desses UFOs plasma poderem ser claramente vistos durante o dia demonstra um forte intensidade de emissão de luz. 

Seu desaparecimentoinstantâneo, exibe uma velocidade incomum, mesmo para uma espaçonave extraterrestre. Esses UFOs, percebidos como pura luz, quando somem de vista, não parecem estar se deslocando no espaço tridimensional. O quê acontece é como se, simplesmente, fossem capazes de transporta-se de um ponto visível para algum lugar não visível; como se pudessem transitar entre diferentes dimensões da realidade.
 

FONTES
Turismo com OVNIs em Chirije.
LA HORA/EQUADOR, publicado em 10/08/2012.
[http://www.lahora.com.ec/index.php/noticias/fotoReportaje/1101375053#.UCUhmKAW738]
Fotos de OVNIs Reales.
OVNI ECUADOR, 2009
[http://www.ovniecuador.com/fotos-de-ovnis.html]
CHIRIJE, Ecoturismo Ufológico: Arqueologia y Fotos panorámicas.
OVNI ECUADOR
[http://www.ovniecuador.com/arqueologiacutea-fotos-panoraacutemicas.html]
CHIRIJE. Avistmientos 2011.
[http://www.ovniecuador.com/ovnis-2011.html]
PUTNEY, Alex. Resonant Plasma Craft in the Skies Above La Maná, Ecuador.
HUMAN RESSONANCE, publicado em 23/01/2012.
[http://www.humanresonance.org/mana_ships.html]

Nenhum comentário:

Arquivo do blog