sábado, 24 de janeiro de 2009

Casando com a cachorra



ÍNDIA. Em novembro de 2007, no estado de Tamil Nadu, em Manamadurai, P. Selvakumar, 33 anos, causou com toda pompa e circunstância com a cachorra, também vira-lata, Selvi, que foi escolhida por membros da família [do noivo, non da cachorra...]. 

Ela foi banhada e vestida com sari drapeado cor de cereja. Segundo o Hindustan Times, a cerimônia aconteceu em um templo. Neste caso, não se trata de anular maldição; trata-se de resgate de carma.

Aos 18 anos, Selvakumar matou dois cães a pedradas e pendurou seus corpos em uma árvore. "Depois disso minhas pernas e minhas mãos ficaram paralisadas e eu perdi a audição de um ouvido"

Foi um astrólogo que advertiu o rapaz sobre o mau carma e receitou o casamento com uma cachorra como único meio de curar seus males. Só o tempo dirá se remédio fez efeito. Durante a festa, a noiva degustou pães doces...

Na Índia rural é povo é extremamente supersticioso e são frequentes os casamentos entre animais como meio de combater ou prevenir as maldições ou má sorte. 

Mas a união entre humanos e animais também não tão é incomum também entre outras nacionalidades, como tem sido registrado ao longo da história e nos dias atuais, em casos recentes relatados nas manchetes de jornal.

Fonte: Man in India marries dog as atonement
[http://www.msnbc.msn.com/id/21768663/]
In MSNBC/MSN-AP - publicado em 13/11/2007

Nenhum comentário:

Arquivo do blog