domingo, 18 de janeiro de 2009

Campanha Ateísta Questiona Existência de Deus



"Ônibus-ateu", em Barcelona - Espanha

Na Inglaterra, Escócia e País de Gales, uma campanha ateísta colocou spots publicitários em 600 ônibus que circulam pelas ruas divulgando, assim, a mensagem: "Provavelmente, Deus não existe. Agora pare de se preocupar e aproveite sua vida" [There's probably no God. Now stop worrying and enjoy your life]. A iniciativa é uma reação contra a publicidade religiosa puritana-maniqueísta que prega a "eterna danação" e ocupa o mesmo espaço publicitário nas laterais dos veículos coletivos.

O movimento começou modestamente, em outubro de 2008, com uma verba de 5 mil e 500 libras e 200 ônibus. Imediatamente, ganhou o apoio do proeminente ateísta Profº Richard Dawkins e da British Human Association; com isso, desde então, arrecadou mais de 140 mil libras que permitiram incrementar os suportes de divulgação.

Hoje são mais de 800 ônibus, dois telões de LCD instalados na Oxford Street, centro de Londres. Mil pôsteres, com citações de ateus e de pensadores não-ateus famosos, foram colocados nas estações de metrô. São reflexões de Eisntein [que acreditava em Deus], Katherine Hepburn, Douglas Adams, Emily Dickinson, entre outros. Esta é a primeira campanha ateísta da Grã Bretanha mas ações semelhantes acontecem também na Espanha [em Barcelona] e América [em Washington].
Ao contrário do que se pode pensar, a campanha foi bem aceita entre os grupos religiosos porque estimula os debates em torno da fé. O teólogo Paul Woolley, que doou 50 libras para a causa ateísta, comenta que "Os pôsteres encorajam a reflexão sobre a mais importante questão das nossas vidas".

ENQUANTO ISSO, EM ROMA - Itália: os ateístas da Italian Union of Atheists and Rationalist Agnostics [UAAR], sob forte oposição de partidos políticos conservadores, não obtiveram permissão para a circulação de sua mensagem nos espaços de propaganda dos ônibus. Naquele país a mensagem dizia: "A má notícia é que Deus não existe; a boa notícia é que você não precisa dele". Em Gênova, um motorista recusou-se a dirigir o "ônibus ateu".

IN Telegraph-UK publicado em 08/01/2009
"No God" bus ads banned in Italian city
IN Yahoo News/Reuters - publicado em 17/01/2009


Nenhum comentário:

Arquivo do blog