sábado, 26 de junho de 2010

Segredo: O Túmulo das Espirais na Sardenha





ITÁLIA – Na ilha da Sardenha arqueólogos fizeram uma surpreendente descoberta em um local denominado Scacchiera della Tomba, [O Túmulo do Xadrez], próximo à cidade de Bonorva. A Tomba, explorada oficialmente desde 2008, que é um cemitério pré-histórico, datado do Neolítico, guarda mais segredos do até então se acreditava: ali foi achada uma passagem que leva a três túmulos. Os arqueólogos esconderam o achado mas um morador local, Antonello Porcu, descobriu: a tumba sob as tumbas!

Mais arqueólogo que o próprio arqueólogo chefe daquele sítio, Porcu notou que, por dias seguidos, o trabalhadores da pesquisa entavam saindo da escavação cobertos de pó de rocha. Curioso, Porcu, acompanhado do irmão, subiu a montanha e ficaram perplexos com o que encontraram: oculta pela lona colocada pelos escavadores, existe uma fachada talhada na pedra, entradapara um grande uma grande Tumba que abriga três túmulos dispostos lado a lado.

Ali tudo é decorado a partir de entalhes feitos na rocha: o teto da câmara pincipal, pintado de azul e branco e enormes chifres de touro escupidos na parede. Também existe uma série de sete espirais, com até 70 centímetros de diâmetro, muito brilhantes pintadas com um pigmento cor de ocre-vermelho. O lugar está sendo atribuído à cultura Ozieri e datado entre os anos 3800 a 2900 antes de Cristo. Aparentemente, os arqueólogos vinham mantendo a descoberta em segredo.

O prefeito de Bonorva ficou surpreso quando Antonello Porcu informou pessoalmente sobre o achado. Porcu tirou fotos do local porém, alguns meses depois, a Soprintendenza Archeological de Nuoro e Sassari mandou selar o túmulo das espirais. Um maciço bloco de pedra foi colocado na entrada, coberto de concreto e ainda mais uma camada de terra.

As autoridades justificaram a medida argumento que trata-se de prevenir a ação de saqueadores. Há algo de exagerado nesse cuidado exagerado com saqueadores e outros arqueólogos do mundo já estão se perguntando o quê, exatamente, as autoridades italianas querem esconder. Meditemos...

FONTE: DEVEREUX, Paul. Spirals Underground.
IN Fortean Times – publicado em junho, 2010
[http://www.forteantimes.com/strangedays/archaeology/3748/spirals_underground.html]



2 comentários:

enyta disse...

Descobertas arqueológicas em outros países são escondidas de "curiosos, ladrões"...mas aqui no Brasil tá cheio de gringo explorando sabe-se lá o que no meio de florestas e tudo mais. "Meditemos" sobre isso.

Marcia Zaros disse...

o QUE OS GRINGOS(ELITE EUROPEIA) SEMPRE ESCONDE, SÃO AS EVIDÊNCIAS QUE PODEM DESMENTIR A hISTÓRIA ORTODOXA(MENTIROSA QUE ELS CONTAM EM NOSSOS LIVROS "DIDÁTICOS".

Arquivo do blog