sábado, 1 de setembro de 2012

Mãozinha - Criatura Não Identificada Assusta Moradores de Cidade Argentina


A pequena mão decepada: parao povo, duende, alienígena, mutante. Para o veterinário, uma doninha. Para este editor, possivelmente um gambá ou... um duende, um alienígena, um mutante...


ARGENTINA. Poucos dias depois de um episódio de gado mutilado no departamento de General Alvear (este, localizado na província de Buenos Aires), outra ocorrência está preocupando a população de Alvear, uma comunidade do departamento de Rosario, província de Santa Fé: a aparição de um "duende" ou alienígena.

As circunstâncias tornaram o acontecimento ainda mais assustador: o caso deu-se à meia noite de domingo, 26/08 (2012), na rua Martin de Irigoyen, distante cem metros da cidade de Santa Fé (homônima da província), a poucos quarteirões do cemitério local, onde a iluminação é precária.

Três jovens amigos (idades em torno de 20 anos) que caminhavam na área, ouviram barulhos estranhos e quase morreram de susto quando ...uma figura escura, medindo cerca de 30 cm de altura... aproximou-se velozmente deles. A criatura era bípede. 

Atemorizados, os rapazes improvisaram varas com galhos de árvores secos caídos no chão e agrediram o estranho até que ouviram um gemido agudo. Lesionada pelo ataque, "coisa" fugiu. 

Depois disso, passaram ao exame do local e, com surpresa, encontraram, no chão, manchas de sangue e uma pequena mão, dotada de cinco dedos e articulações, humanóide, com garras afiadas. 

A evidência foi recolhida e levada para a casa de um deles onde foi acondicionada e estásendo mantida em um frasco mergulhada em alcoól. 

O relato do acontecido espalhou-se pela região. Um morador das vizinhanças contou: Eu pesquisei na internet e existem outros casos. Este homem está convencido de que a pequena mão pertencia a uma entidade fantástico, como um duende ou gnomo. 

Outros acham que era um alienígena, extraterrestre e alguns sugerem que é um ser terreno, porém híbrido, um mutante, um resultado de experiências genéticas que evadiu-se de algum laboratório, ou foi produzido por abdução de humanos e rejeitado, sendo libertado na natureza.


Evidentemente, a opinião de um veterinário, um especialista tem o peso da ciência acadêmica. Todavia, o fato é que, as doninhas em geral, (Mustela nivalis, mamífero carnívoro. Linnaeus, 1766), na verdade não comuns na Argentina nem nos países mais ao sul do continenente sul-americano. 

Elas aparecem, ao contrário, ao norte, em países como Colômbia e Equador. Muito possivelmente, essa era uma doninha migrante ou, ainda, outro membro da família dos mustelídeos ou aparentado, como gambá (também um mamífero carnívoro), em espanhol, chamado zorro emtre muitos outros nomes populares - (Didelphimorphia Didelphidae. Gray, 1821 - imagem acima), por exemplo. 

Estes, sim - encontrados em todo o continente americano, de norte a sul. Se foi o caso, a manchete de uma notícia como essa poderia ser: Quatro Rapagões Muito Sensíveis Descem a Madeira Contra Um Gambá...

Porém, o veterinário e gerente do laboratório da Fundação CoprosaMen Alvear, Gerardo Fernández, à primeira vista do membro decepado, refuta enfaticamente qualquer anomalia. Segundo Fernández, a "mão de elfo" é somente a pata de uma doninha, mamífero de pequeno porte comum na região. Quanto ao bipedalismo, isso foi atribuído à imaginação dos rapazes no contexto da ocorrência.

SABEDORIA MILENAR: A ignorância é mãe do medo e da maldade. Meditemos...

FONTE: Conmoción en Alvear por la aparición de un extraño ser.
LOS ANDES/Argentina, publicado em 01/09/2012.
[http://www.losandes.com.ar/notas/2012/9/1/conmocion-alvear-aparicion-extrano-664370.asp]

Um comentário:

Ribeiro disse...

A pequena mão decepada: parao povo, duende, alienígena, mutante. Para o veterinário, uma doninha.

"Para este editor, possivelmente um gambá ou... um duende, um alienígena, um mutante..." Huhuahuahua

Arquivo do blog