domingo, 20 de maio de 2012

Estranhos & Abduzidos




O pesquisador da Universidade de Harvard, financiado pela Fundação Rockefeller, Dr. John Edward Mack, depois de investigar mais de 200 casos de abdução concluiu que as pessoas sequestradas não apresentam sinais de delírio, mistificação ou dramatização em seus discursos. 

Também não sofrem de doença mental (significativa, porque todo quase todo mundo tem uma parcela de problema mental), psíquica ou psicológica, como a mitomania, por exemplo. 

Eis quatro dessas pessoas (identificadas por pseudônimos), analisadas pelo cientista (que, um rápido olhar faz suspeitar, francamente! - pelo menos nos dois primeiros casos, que não sejam tão normais quanto sentencia Mack...)




CYNTHIA. Esta mulher de "olhos atônitos" (sic), que parece ainda estar diante de espantosas esferas metafísicas, diz que teve inúmeros contatos, que foi absuzida várias vezes por extraterrestres. Ela atribui suas experiências ao fato de que, conforme que contou seu (o dela) pai, ela era parte de um experimento do governo no qual cientistas usaram DNA alienígena para criar a mim.  

(Este editor cogita que "Cynthia" foi uma criança, no mínimo, incomum ou, que o pai dela era um sujeito com pouca paciência paralidar com crianças. Posso imaginá-lo dizendo, "Caramba menina, você é um ET!").




JEFF. Na camiseta está escrito: We are among you (Nós estamos entre vocês). Este, conta que há 11 anos, estava ele em um clube de dança exótica (stripers) em Missouri (EUA) quando um sujeito aproximou-se e começou a falar sobre coisas de sua vida (dele, Jeff) que ninguém poderia saber. O homem disse que ia levá-lo para um passeio. Que era necessário operá-lo para substituir 49 chips. 

Jeff tentou fugir e acreditou que conseguira porém, depois de sofrer um lapso de memória, foi a uma vidente e lembrou que tinha sido sequestrado. Os alienígenas fizeram duas profecias que se cumpriram: o dia damirte da mãe de Jeff, e o dia da morte do pai. 

(Este editor poderia dizer que Jeff é um usuário de substâncias alucinógenas, que bebeu e bebe até hoje e reabriria o inquérito sobre as mortes de seu genitores mas eu não vou dizer nada).



JILL. Depois de várias experiências de contato, esta mulher acredita que os alienígenas são seres de luz auxiliares da Humanidade e que estão fazendo modificações em nosa estrutura genética (no DNA) para que nossos corpos físicos evoluam mais rapidamente, ativando habilidades, poderes latentes que nós possuímos, desconhecemos e não usamos. Ela diz, ainda, que nem todos são benévolos. Existem os Zeta Reticullis, uma raça maligna, hostil aos seres humanos.



JOCELYN. Foi abduzida junto com uma amiga. Elas foram levadas para uma base subterrânea, próxima a Sedona (cidade do Arizona, USA), considerada a capital da Nova Era. Ali, fizeram-na sentar em uma câmara ovular e colocaram um estranho aparelho cilíndrico em sua cabeça, o qual emanava uma luz azul.

Sobre a aparência do alienígena, ela o descreve como uma espécie de inseto gigante, semelhante a um louva-deus. Este ser apresentou-lhe, então (depois da sessão no aparelho) - uma pêndulo que parecia uma lágrima flutuante e pediu que ela movimentasse o objeto com a mente, o que ela fez impulsionando o pingente através de um aro, conforme as instruções recebidas. Então, a estranha criatura lhe disse que tinha ativado a glândula pineal dela.

FONTE: Aseguran haber sido raptados por extraterrestres y hacen extraños dibujos.
EL INTRANSIGENTE, publicado em 16/05/2012
[http://www.elintransigente.com/notas/2012/5/16/aseguran-haber-raptados-extraterrestres-hacen-extranos-dibujos-131870.asp]

Nenhum comentário:

Arquivo do blog