sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Bioluminescência – As Águas Que Brilham no Escuro da Noite



AUSTRÁLIA – Em Gippsland Lakes, estado de Victoria, sudeste australiano, a concentração anormal, excessiva, de um micro-organismo chamado Noctiluca Scintillans, produz um estranho e fascinante efeito de visual tornando as águas dos lagos luminosamente coloridas em um tom azul muito brilhante.


O fenômeno, muito raro nessa escala, resulta de uma reação química, a bioluminescência, acontece naturalmente quando a massa dos microorganismos é perturbada ou movimentada por agitação nas águas. Pessoas que mergulhem em águas assim, molhadas com essa água, saem do lagos igualmente azuis e fosforescentes.


O complexo lacustre de Gippsland possui seis grandes lagos além de pântanos e lagoas. Especialistas acreditam que a ocorrência do fenômeno com essa magnitude deve-se à combinação de incêndios florestais e inundações, que produziu altos níveis de nutrientes naquela região, nutrientes do tipo que alimentam os micro-organismos favorecendo sua rápida multiplicação.

FONTE: The lake that glows in the dark: Eerie phenomenon that turned waters (and midnight swimmers) luminous blue.
IN Daily Mail, UH publicado em 27/01/2011.
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-1350686/Glowing-dark-Eerie-phenomenon-turned-swimmers-brighter-shade-blue.html]





Nenhum comentário:

Arquivo do blog