sexta-feira, 15 de maio de 2015

Descoberta a Tumba de Filipe II, Rei da Macedônia

 

ARQUEOLOGIA. HISTÓRIA. Filipe II, (382-336 a.C.) famoso rei da Macedônia, pai do ainda mais famoso Alexandre, O Grande (356-323 a.C.) - morreu assassinado.

Político e guerreiro, entrou para a História da Civilização Ocidental depois de transformar seu pequeno reino em um dos mais poderosos da Antiguidade depois de dominar nações vizinhas, incluindo a Grécia, uma de suas primeiras conquistas.

Durante muitos anos, os historiadores e arqueólogos da modernidade não conseguiam localizar ou confirmar o local exato de seu túmulo.

Em 1970, pesquisadores descobriram uma tumba em Vergina (hoje, pequena cidade situada ao norte da Grécia, localizada na Macedônia Central).

Ali, foi achado um esqueleto com características do monarca (que reinou na Macedônia 359-336 a.C.) mas, não se podia afirmar com certeza se eram ou não os restos mortais do rei Filipe II.

Recentemente, um novo estudo realizado por Theodore Antikas e Laura Wynn-Antikas, parece confirmar a identidade daqueles restos mortais.

Os cientistas usaram a tecnologia da tomografia computadorizada e concluíram: os ossos pertenceram a um homem que não tinha completado 50 anos (Filipe da Macedônia morreu aos 46 anos).

Duas hérnias de disco em suas costas revelam o desgaste do esquelético de alguém que andava a cavalo com frequência, correspondendo ao perfil do estilo de vida do antigo rei.

Além disso, no mesmo túmulos repousavam, também, fragmentos ósseos de uma mulher que, supõem os historiadores, podem pertencer à sétima esposa daquele governante - e não a Cleópatra, como foi especulados durante alguns anos.

FONTE
La misteriosa tumba del padre de Alejandro Magno
NETNOTICIAS/MÉXICO, 14.05.2015
[http://netnoticias.mx/2015-05-14-1f13e2f7/la-misteriosa-tumba-del-padre-de-alejandro-magno/]

Nenhum comentário:

Arquivo do blog