quinta-feira, 21 de maio de 2015

A Chuva de Aranhas na Austrália



NA AUSTRÁLIA, o surpreendente espetáculo da chuva de aranhas ocorre normalmente, pode acontecer em maio ou agosto, quando o sol sucede as chuvas. Apesar de conhecido, é acontecimento raro porque requer um padrão de tempo incomum.

É um fenômeno estranho. A visão quase sobrenatural de uma massa de fios brancos, trançados como gaze, flutuando no ar e depositando-se, mansamente, sobre campos e casas. Porém, esse alvo e leve trás consigo passageiras, para muitos, repulsivas, milhares e milhares de aranhas.

A mais recente chuva de aranhas, na Austrália, deu-se em Goulburn - NSW (estado de New South Walles) - na segunda semana de maio (2015). Os moradores do local viram a falsa névoa chegando como trilhas de vapor. Muitos temeram uma invasão dos insetos.

Keith Basterfield, pesquisador do sul da Austrália, estuda, há anos, o fenômeno chamado "cabelo de anjo" e foi contactado para acompanhar o evento em Goulburn. Basterfield, possui vários registros: em 1974, em uma estrada, em Albury. Uma ocorrência em Yass e outra na Tasmânia.


 

Basterfield comentou: O que me espanta são as vastas áreas de cobertura das teias. Há 15 anos, uma dessa 'chuvas, em Esperance (oeste da Austrália), estendeu-se por um 40 km de diâmetro e se prolongou por cinco horas. [Depois de pousar, as teias tendem desintegram-se rapidamente].

Os filhotes são leves o suficiente para flutuar sobre os fios, as vezes, por centenas de quilômetros e podem precipitar-se de uma altura de mais de 6 mil metros. Essas teias já foram vistas por aeronaves.

A viagem fantástica das aranhas, cruzando longas distâncias, permite-lhes migrar para novas áreas, em parte por motivação do instinto que, em busca de alimento, encontram mosquitos em abundância nas zonas rurais em determinadas épocas do ano.

Uma vez em terra, as aranhas desaparecem, buscam esconderijos. Os fios, feitos de proteína, desintegram-se sem deixar traço de sua existência.

Milhões de aranhas usam este método para migrar mas, na Austrália há somente duas espécies capazes dessa proeza. 

Apesar de ser incomum, qualquer região de clima temperado da Austrália e de outros países podem ser propícios ao fenômeno. Vídeos de 2013 mostram as 'aranhas voadoras no Brasil e no Texas. 

FONTE
Australia’s mysterious ‘spider rain’ explained
NEWS/AUSTRALIA, 20.05.2015
[http://www.news.com.au/technology/environment/australias-mysterious-spider-rain-explained/story-e6frflp0-1227361542620]

Nenhum comentário:

Arquivo do blog