sábado, 12 de março de 2011

Super-Lua de março & Desastres Naturais


Imagem: Space.com [http://bit.ly/fYeOxU]


ESPAÇO CÓSMICO/Terra – No próximo dia 19 de março (2011) a Lua estará distante da Terra cerca de 356.577 mil quilômetros. Nos últimos 18 anos, esta é a posição do satélite mais próxima alcançada em relação ao planeta. Será Lua cheia. Astrólogos acreditam que o fenômeno pode causar graves acidentes naturais na superfície do globo.

O prestigiado astrólogo Richard Nole, editor do site astrosopro.com, informa que o fenômeno é descrito por especialistas como lua cheia no perigeu lunar ou extreme Supermoon (lunar perigee) – ocasião na qual acontece a maior aproximação Lua-Terra ao longo da órbita do satélite).

Segundo Nole, quando este fenômeno ocorre, segue-se... o caos! Gigantescas tempestades, terremotos, erupções vulcânicas e outros desastres geo-climáticos.

Apesar da falta de credibilidade científica da Astrologia, as afirmações de Nole não são delírios místicos. De fato, os cientistas têm estudado essa questão da Supermoon ao longo de décadas. Mesmo em condições normais, a proximidade da Lua é suficiente para que suas forças gravitacionais atuem significativamente sobre a Terra. A Lua é a causa dos fluxos das marés em toda a massa oceânica deste planeta.

Poucos sabem, todavia, que a força da Lua age não somente sobre águas mas, também sobre tudo o que está na superfície do globo terrestre; incluindo o solo, a terra, as rochas e placas tectônicas do subsolo. São as chamadas marés da terra. As marés são mais intensas durante as luas cheia e nova, quando Sol e Lua estão alinhados.

O sismólogo da University of Washington, em Seattle (USA) e diretor do Pacific Northwest Seismic Network, Jonh Vidale – a interação dessas forças gravitacionais alcançam uma dimensão particularmente dramática para Humanidade quando desencadeiam terremotos e maremotos de grandes proporções. Vidale explica: Quando Sol e Lua exercem essa força coordenada sobre a Terra sempre detectamos um aumento da atividade tectônica... Normalmente, durantes as luas cheia e nova registra-se um aumento de menos que 1% nas atividades sísmicas e vulcânicas.

O efeito das marés na atividade sísmica é mais acentuado em zonas chamadas de subducção, como o noroeste do Pacífico, onde uma placa tectônica está deslizando sobre outra. Diante do iminente perigeu lunar no próximo dia 19 (março, 2011), os cientistas dizem que não há risco de abalos sísmicos significativos

Outros especialistas garantem que o perigeu lunar de 19 de março (2011) não vai causar nenhum efeito sensível. Diz Vidale: Praticamente falando, você nunca vai ver qualquer efeito de perigeu lunar. Os terremotos não estão relacionados com as marés como se pode pensar. E o geofísico da U.S. Geological Survey (USGS): Eles (fenômenos lunares) nunca se manifestam de forma significativa.

Isso é o que dizem os cientistas, cada um encapsulado em sua especialidade. Há três décadas o físico e escritor Fritjof Capra [particularmente em O Ponto de Mutação] e outros menos incensados anunciou a realidade Holística. Se é verdade que um só fator geo-cósmico-climático não faz diferença no cotidiano da Terra é verdade, também, que não existe somente Um fator interagindo com com a Terra.

Ao contrário, são numerosas as forças que agem sobre o orbe, sobre o sistema solar, sobre a galáxia... Conhecidas e desconhecidas. Previsíveis e imprevisíveis. Os cientistas deveriam cruzar suas informações. Só para ter certeza de que as recentes e recorrentes catástrofes naturais que estão abalando a Civilização não o começo de um fim de mundo; do Nosso mundo. Meditemos...



FONTE: Will March 19 'Supermoon' Trigger Natural Disasters?
IN Yahoo News/Space – publicado em 09/03/2010
[http://yhoo.it/fQI2DD]



Nenhum comentário:

Arquivo do blog