sábado, 12 de março de 2011

Tsunami chega à Ilha da Páscoa e Além



Especialista analisa a trajetória da Tsunami (março, 2011 – AFP/AP)


CHILE – A Ilha da Páscoa, no coração do oceano Pacífico, foi o primeiro território chileno a sofrer o impacto do terremoto e da subseqüente Tsunami que devastaram o Japão, nesta sexta-feira, 11 de março (2011). Os três mil habitantes da ilha foram buscaram abrigo em um local situado a 45 metros de altura, próximo ao aeroporto internacional de Mataveri. Ali também reuniram-se milhares de turistas em pânico.

O abalo foi sentido bem além da Ilha da Páscoa. Um terremoto de 5,1 graus foi registrado na região norte do Chile, no Atacama. Autoridades chilenas ordenaram a evacuação nas regiões costeiras central e sul. Especialistas previram ondas de 3 metros de altura.

O presidente Sebastián Piñera informou que as atividades de prevenção foram bem planejadas e executadas. O ministro dos transportes, Pedro Pablo Errazuriz solicitou que, em caso de emergência, a rede de proteção deverá usar mensagens de textos via celulares para expandir a capacidade de cobeertura dos fatos e evitar qualquer risco de colapso no sistema de telecomunicações.


PERU – Neste país que, em 2007 sofreu um forte terremoto, o presidente Alan Garcia pronunciou: Qualquer evento sísmico no Japão pode ser um prelúdio de um abalo aqui. Devemos estar preparados, treinados e prontos para a prevenção.


EQUADOR – O governo equatoriano soou o alarme e declarou estado de emergência. O presidente Rafael Correa ordenou a evacuação para terrenos mais elevados, nas ilhas e zonas costeiras e assegurou: Estamos preparados para qualquer eventualidade e qualquer cenário. A COLÔMBIA também aprovou um alereta de tsunami para os departamentos (estados) localizados na costa do Pacífico. No MÉXICO, autoridades comentaram: O tsunami gerado pelo sismo no Japão de 8,9 graus (escala Ritcher) representa um risco moderado para nosso país.


Felizmente, o impacto da tsunami japonesa, até agora, é menor que o esperado nas regiões de alcance da trajetória da onda. Alertas foram emitidos para o Canadá e Estados Unidos. Também estão em alerta as ilhas de Guam, as ilhas Marianas e o Havaí, onde áreas litorâneas foram esvaziadas. Outras localidades estão atentas: Alasca, Washington, Califórnia, Oregon. Portos como os de Los Angeles e San Francisco interromperam as atividades de carga e transporte de petróleo e outros materiais potencialmente perigosos.

FONTE: El tsunami pone en alerta a toda la costa oeste de América Latina.
IN El Periódico/Espanha, publicado em 12/03~2011
[http://www.elperiodico.com/es/noticias/internacional/tsunami-pone-alerta-toda-costa-oeste-america-latina/939513.shtml]



Nenhum comentário:

Arquivo do blog