sexta-feira, 5 de junho de 2015

Chorando lágrimas de sangue e coberta de hematomas: As estranhas Moléstias do Fim do Mundo


A medicina avança mas as Doenças avançam mais rápido. Nunca se viu na História do mundo o surgimento de tantas novas e misteriosas doenças quanto nos últimos 50 anos, especialmente a partir do fim da década de 1980. 

(Não, não é uma referência à Aids, nem ao Ebola mas, entre outras - a uma 'coisa chamada 'Morgelons - algo tão terrível que, até hoje - e está ocorrendo há anos, editoria deste Blog recusa-se a reportar).

Quase sempre, essas moléstias estranhas, têm causa desconhecida. Os cientistas pesquisam mas encontram apenas indícios. Um dos indícios que chama a atenção é a influência de certos estados emocionais na incidência das doenças. 

Há fotos detalhadas na FONTE (abaixo do texto) mas este Blog prefere não as publicar. Se você quiser ver como a mente pode espancar uma pessoa, entre lá: DIÁRIO VELOZ.

Esses estados emocionais estão sempre relacionados a um quadro de estresse. Mas o quê é o estresse senão o acúmulo de medos, ansiedades, expectativas, uma pesada rotina de compromissos que incluem as 'diversões, o lazer - esse espaço sagrado do Homem pós-moderno que, não raro, são atividades exaustivas que consomem as melhores energias humanas gerando um estado de fraqueza geral, física e mental.

EUA. HAVAÍ. Linnie Ikeda, 24 anos (2015): seus olhos sangram. Sangra também a língua e seu corpo está coberto de hematomas que não são resultado de nenhuma força física aplicada ao local. Ikeda tem sofrido com esta situação desde 2008, quando começaram a aparecer as manchas roxas no corpo.

O sangramento na língua acabou provocando um corte profundo no órgão e ela foi submetida a 11 cirurgias na tentativa de cauterizar a lesão - que é provocada por um inexplicável rompimento de vasos sanguíneos.

Os olhos começam a sangrar em 2010, enquanto ela dormia. Não é intermitente mas o sangramento pode durar até 3 horas antes de estancar por si mesmo.

Durante alguns anos buscando socorro, Ikeda encontrou apenas médicos perplexos. Os primeiros, suspeitaram que ela estivesse sofrendo abusos por parte de terceiros mas, a ideia foi completamente descartada porque não era isso que acontecia. O tempo provou isso.

Depois de passar por 30 médicos - incluindo especialistas do Centro Médico Mayo, em Minnesota (EUA) enfim ela encontrou um diagnóstico: Síndrome de Gardner Diamond também chamada de Síndrome de auto-sensibilização eritrocitária ou Púrpura Psicógena.

Esse termo, 'Psicógena, é muito claro - o problema tem origem na Psique, na Mente. Mais frequente em mulheres, esta doença - como tantas outras - está associada ao estresse e outros transtornos psíquicos como depressão e ansiedade. Sendo assim, o tratamento tem de ser multidisciplinar. Não existe uma cura ou terapia específica. Não existe paz a venda nas drogarias.

FONTE
Un nuevo caso enigmático de una joven que llora sangre
DIARIO VELOZ, 05.06.2015
[http://www.diarioveloz.com/notas/145003-un-nuevo-caso-enigmatico-una-joven-que-llora-sangre]

Nenhum comentário:

Arquivo do blog