quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Relíquias de João Batista



BULGÁRIA – Na ilha de Sveti Ivan, Mar Negro, território búlgaro, restos mortais que estão sendo reconhecidos como sendo do profeta evangélico João Batista [o São João Batista cristão] foram encontrados nas ruínas de altar de um antigo monastério datado do século V d.C. [anos 400].

O achado consiste em pequenos fragmentos de crânio, ossos de mandíbula, de um braço e um dente. As relíquias estavam guardadas em uma pequena urna de pedra. Uma inscrição, em grego, registra uma referência, umadata, 24 de junho, supostamente, dia de nascimento de João, o Batista.

O ministro da Bulgária e ex-diretor National History Museum comentou: Nós esperávamos encontrar essas relíquias naquele sítio arqueológico. Mas ainda precisamos confirmar a identidade destes restos.

Se as relíquias forem, de fato, de João, o Batista, resta desvendar o mistério de como elas foram parar na ilha. As autoridades supõem que pode ter sido uma doação da Igreja Cristã Ortodoxa de Constantinopla durante a hegemonia do Império Bizantino na região.

Outros especialistas acham precipitado declarar que os ossos são de João, o Batista e que somente testes de carbono 14 poderão confirmar essa idéia.

Muitos países Mediterrâneos afirmam ter restos deste santo cristão. Entre eles: Turquia, Montenegro, Grécia, Itália, Egito. São João Batista é especialmente reverenciado pela Igreja Cristã Ortodoxa do Oriente

Segundo os Evangelhos, João, filho de Isabel, prima de Maria, mãe Jesus, era, portanto parente próximo de Jesus. Ele foi o profeta que, batizando as pessoas por imersão nas águas do rio Jordão [em Israel], predisse ao advento de um Messias, o Salvador, o Cristo, e reconheceu esse messias assim que pôs os olhos em Jesus. Morreu decapitado por ordem do rei Herodes, que o profeta criticava publicamente por manter um casamento adúltero com a mulher do próprio irmão, Herodíades, a quem, segundo a tradição, a cabeça do profeta teria sido entregue em uma bandeja de prata.

As relíquias de João Batista são muito populares. Existem ao menos três cabeças do profeta, como a de Amiens, na Franca, a que está exposta na Igreja de São Silvestre, em Roma ou, ainda, um conjunto com cabeça, braço e mão do santo, no Topakapi Palace, na Turquia.


FONTE: St John the Baptist's bones 'found in Bulgarian monastery'.
IN Telegraph, UK publicado em 04/08/2010
[http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/europe/bulgaria/7926657/St-John-the-Baptists-bones-found-in-Bulgarian-monastery.html]



Nenhum comentário:

Arquivo do blog