sábado, 1 de março de 2014

Hercule Parrot, O Papagaio Que Desvendou o Assassinato de Agra


Photo: Nick Lockett. Imagem meramente ilustrativa. 
[IN http://www.theage.com.au/news/world/foulmouthed-parrot-not-a-pretty-polly/2005/08/13/1123353541156.html]

ÍNDIA. Na cidade Agra, estado indiano de Uttar Pradesh, um assassinato foi desvendado graças à 'denúncia de um papagaio.

EM 20 DE FEVEREIRO DE 2014 - Vijay Sharma, editor do jornal diário Hindi, chegou em casa e encontrou, mortos,assassinados, sua esposa Neelam Sharma, 45 anos (2014) e cão de estimação do casal. A casa fora saqueada. Jóias e dinheiro também foram roubados.

O único sobrevivente foi o Papagaio, chamado Hercule, que entrou em um mutismo deprimido depois de ser testemunha ocular dos crimes.

A polícia começou a investigar 'no escuro e por quase uma semana, sem pistas; mas, isso mudou quando um sobrinho do editor Vijay Sharma - Mr. Ashutosh - a pretexto de prestar condolências, visitou a casa do tio depois da tragédia.

Sharma relatou: O papagaio que estava estranhamente quieto (desde o ocorrido), repentinamente, começou a gritar e bater-se contra às barras da gaiola

O animal estava visivelmente perturbado e somente se acalmou quando Ashutosh foi embora. Depois disso, [quando estava em casa] falando com outras pessoas, a cada vez que eu mencionava o nome de Ashutosh, o papagaio começava a fazer um escândalo. 

Elementar, meu caro Ashutosh... Sharma conta: Isso me fez ficar muito desconfiado e, então, decidi chamar a polícia. O porta-voz da polícia, Shalabh Mathur - explicou as providências implementadas a partir da dica do papagaio. 

Foi feito um levantamento dos registros telefônicos do suspeito onde encontraram indícios suficientes para intimar Ashutosh e levá-lo à delegacia e ao interrogatório.


Pressionado, ele confessou. Segundo Shalabh Mathur: Ele disse que foi à casa do tio junto com um amigo. sua intenção era roubar mas, sendo surpreendido pela tia, matou-a, [para evitar as consequências de seu ato]. Eles ficaram preocupados porque ela os entregaria à polícia. Depois das mortes, perpetraram o roubo e fugiram do local.

Sobre o cachorro... Ele admitiu que temia ser, de algum modo, denunciado pelo animal mas, sim! Ele cometeu o erro de ignorar o papagaio (ou esqueceu dele, porque Hercule ficou quieto durante a ação dos bandidos).

Entretanto,  Hercule Parrot tem sua pequenas células cinzentas. Ele entendeu tudo o quê se passou, não esqueceu os assassinos nem esqueceu o som de um nome - Ashutosh - e foi perfeitamente capaz de identifica-lo, ligando o nome à pessoa surpreendendo o criminoso e a polícia. Caso encerrado.

FONTES
MISHRA, Ishita. Talking parrot ‘helps’ UP Police crack murder case
TIMES OF INDIA/26/02/2014
[http://timesofindia.indiatimes.com/india/Talking-parrot-helps-UP-Police-crack-murder-case/articleshow/31057661.cms?]
Hercule parrot! Indian murderer is caught after victim's pet bird identifies the killer
DM/UK, 27/02/2014
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-2569214/Hercule-parrot-Indian-murderer-caught-victims-pet-bird-identifies-killer.html]

Um comentário:

Docinho disse...

Terapia pro bichinho, coitado.

Arquivo do blog