terça-feira, 18 de março de 2014

ISRAEL. A Ressurreição do rio Zim


 
O momento exato em que o rio Zin renasceu em abundante corrente de água, enchendo o vale, criando cascatas nas escarpas antes ressequidas.

Imagem: VIDEO IN DAILY MAIL.
[http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-2582777/The-incredible-moment-river-REBORN-Israeli-desert-delight-watching-locals-predicted-return.html#v-3352235034001]

Neguev ou Negeb, em hebraico, significa seco. Na região onde hoje é a cidade de Beersheba, Abraão montou suas tendas há 3 mil e 700 anos atrás. Ali, cavou um poço e assim pode saciar a sede de seu rebanho. Estabeleceu-se no lugar.

A inundação ocasional do rio Zim é mencionada no Antigo Testamento - como em Reis II 3:16 (abaixo), quando o profeta Eliseu instrui os reis de Israel, de Judá e Hebron sobre como fazer brotar água abundante no leito seco de um rio. Até hoje, algumas pessoas tem métodos para predizer se o rio vai renascer. 

Cavai nesse vale fossas e fossas... Não sentireis vento nem vereis chuva e contudo este vale se encherá de água e bebereis vós, vossos rebanhos e vossos animais de carga.

[Evidente, que são pessoas que conhecem profundamente os ciclos climáticos da região e sabem quando e o quanto chove nas montanhas para que o fenômeno possa ocorrer em maior ou menos escala]


 

ISRAEL. SEXTA-FEIRA, 14 DE MARÇO DE 2014. Deserto de Neguev há 85 km da cidade de  Beersheba (Bersebá). As águas jorram abundantes no leito do rio - seco há alguns séculos. A ressurreição do rio Zim foi registrada por uma câmera instalada nas proximidades. 

Os especialistas, geógrafos, hidrologistas creditam o fenômeno às fortes chuvas que caíram nas regiões montanhosas, há quilômetros de distância - do lendário Zim, situado na Ramon Nature Reserve.

Nos tempos bíblicos, o renascer desse leito seco que subitamente transformava-se em caudaloso rio foi visto como milagre, um prodígio que os judeus registraram em seus relatos históricos como uma maravilha da providência divina que, algumas vezes, os profeta podiam "prever" ou "fazer acontecer" para favorecer os israelitas.

Foi aquele, local do deserto de Neguev que doze espiões de Moisés atravessaram para sondar os povos que teriam de enfrentar para conquistas a Terra Prometida; e o rio Zim tornou-se um dos pontos de referência para marcar as fronteiras de Israel.

O cânion dramático em suas escarpas sinuosas, seus caminhos poeirentos é uma falha geológica única na região e rara no mundo. Fruto de pura erosão, tem um nome especial em hebraico: é um makhtesh ou 'moinho de argamassa' ou 'moinho de gesso'.

Estende-se por 40 quilômetros em comprimento, a largura varia entre 2 e 10 quilômetros e sua profundidade máxima alcança 500 metros. Do alto, sua 'linha tem a forma de um coração alongado. O leito, duro, é composto de giz branco.

FONTE: The incredible moment a river is REBORN in the Israeli desert - to the delight of watching locals who predicted its return
DAILY MAIL/UK, 14/03/2014
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-2582777/The-incredible-moment-river-REBORN-Israeli-desert-delight-watching-locals-predicted-return.html

Um comentário:

Docinho disse...

Varreram mesmo a Palestina do mapa, hein?

Arquivo do blog