sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

A Morte Amarela: Injeção de Xixi




Esq.: Urina de vaca em embalagem, pronta para consumo. Dir.: Na África do Sul, o moleque bebe direto na "fonte", e que fonte!



LA PAZ, Bolívia:
uma mulher boliviana morreu depois de receber uma injeção de urina [não se sabe de quem...] misturada com soro fisiológico. A injeção foi administrada por uma "amiga" como "terapia" ─ não se sabe para quê!

O promotor público Oscar Flores informou que a vítima, Gabriela Ascarrunz, 35 anos, sucumbiu a uma infecção causada pela urina injetada por Monica Schultz, designer de moda, praticante da "urina-terapia", uma alegada modalidade de "medicina" alternativa que usa, evidentemente, o xixi em aplicações cosméticas e tratamento para várias doenças.

Os adeptos! "lavam", "banham"! o rosto e o corpo com a "amarelinha" e/ou, ainda, injetam ou bebem a substância que o corpo, normalmente, rejeita como dejeto. A urina-terapia tem site na internet: Urine Therapy. Ali o internauta fica sabendo que a urina contém substâncias como amônia, fosfato, magnésio, cálcio etc.. Francamente, non seria melhor comprar logo composto vitamínico?

Todavia, mundo pós-moderno parece faminto de qualquer coisa que pareça novidade. Então, pele ruim? Mete a cara em latrina... Eis o que povo chama de "idéia de jerico", e o que este redator chama de descer ladeira de evolução.

Entretanto, a idéia não é nada nova, porque essa prática de usar excremento como remédio tem registros na Antiguidade e entre comunidades primitivas, ignorantes!!! mesmo. Atualmente, na África, por exemplo, uma boa "mijada" [com perdão de má palavra] de vaca ou de cavalo é uma santa cura para muita gente; e quem, no Brasil, já não ouviu falar que titica de galinha na cabeça cura calvície? Meditemos...

In MSNBC/AP ─ publicado em 10/02/2009



Nenhum comentário:

Arquivo do blog