domingo, 10 de maio de 2015

Bilau Atrapalhando a Meditação? Monge Tailandês Corta Pênis e Joga Fora!

 
IMAGEM. Monges budistas tailandeses 

+ Jovem Africano Sacrifica genitália em magia Para Ficar Rico
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2014/04/afrobruxaria1.html] 

TAILÂNDIA. BANKOK/REUTERS: Um monge budista tailandês amputou o próprio pênis com um facão depois de ter uma ereção durante uma meditação.

Atendido para fazer curativo no Mahajah hospital, 780 km ao sul do Bankok, o monge, de 35 anos, recusou o reimplante do orgão alegando que renunciava a todos os prazeres e necessidades mundanas. Na quarta-feira, 22 de novembro de 2006.

A automutilação, prática antiga de logues hinduístas e budistas, representa uma demonstração extremada e mórbida de completo desapego de todo e qualquer valor material; é um sofrimento autoimposto como resgate de carma de vidas passadas; os penitentes acreditam que é uma forma de purificação do espírito.

Na história do mais famoso dos"Iluminados" hindus (mas que na verdade era nepalês), o Buda Sakyamuni - há um episódio no qual o "Mestre" se depara com um grupo de monges devotado à autoflagelação. Eis a descrição da cena:


Exercitando ciências e virtudes
Viviam monges em diversos grupos
E os estudantes que futuramente
Por sua vez seriam sacerdotes.
Mortificavam seus magros corpos,
Pensando que somente pela dor
É que se pode a dor vencer enfim.
Alguns mantinham para cima os braços
Ininterruptamente, dia e noite,
Até que desnutridos, definhados,
Se assemelhassem a dois galhos mortos.
Outros as mãos mantinham tão fechadas
que as unhas em crescendo se fincavam
pelas palmas adentro agudamente.
Outros, nas ervas com que se mantinha
Amargas plantas moídas misturava
Para não sentir prazer na colação.
Assim por diante, todos se infligiam
Sofrimentos e dores esquisitos.
Dentre eles um, considerado santo,
Mutilações terríveis realizara,
Perseverante, no seu próprio corpo.
A língua, o sexo, os olhos e os ouvidos
Havia mutilado pela glória
De suportar tão grandes sofrimentos 
(EDWIN, 1955)

FONTES
Buddhist monk cuts off penis and renounces refix
REUTERS, 22.11.2006
[http://uk.reuters.com/article/2006/11/22/oukoe-uk-life-thailand-monk-idUKBKK28492620061122]
EDWIN, Arnold. A luz da Ásia. [Trad. Ary de Mesquita]. IN A sabedoria da Índia e da China - v. I - org. Lin Yutang. Rio de Janeiro: Pongeti Editores, 1955 - p 472
(texto recuperado)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...