segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Vikings. As Extraordinárias Espadas de Ulberht


 
Uma espada Ulfberht exibida no Museu Nacional Germânico, Nuremberg, Alemanha. (Martin Kraft)

MISTÉRIOS ARQUEOLÓGICOS. As espadas de Ulberht, lâminas vikings extraordinárias, são forjadas com um metal tão puro que não se conhece, Historicamente, no mundo (ao menos no mundo Ocidental) - nenhuma técnica de forjar metais tão sofisticada em época tão recuada. De fato, a metalurgia ocidental somente alcançou semelhante grau de perícia no período da chamada Revolução Industrial.

Ocorre que as Espadas de Ulberht são datadas entre os anos 800 e 1000 d.C (Era cristã). Um documentário produzido pelo canais de informação multimidia National GeographicNOVA Television - Secrets of the Viking Sword, 2012 - chama a atenção para esse enigma histórico-cultural. Em todo o mundo, somente 170 lâminas Ulberht foram encontradas até agora (fevereiro, 2014).

No processo atual, avançado, de forja (preparação) do ferro para moldagem de instrumentos, artefatos, o minério precisa ser aquecido a um temperatura de 3 mil graus centígrados, tornando-se extremamente liquefeito, permitindo ao ferreiro (ou aos filtros de uma siderurgia) remover as impurezas do material - chamada de 'escória'. (Porque o ponto de fusão da escória é diferente do ponto de fusão do Ferro).

 

A diferença de pureza pode ser visto na consistência. Lâmina Ulfberht (ESQ.), quase livre de escória - em comparação com um exemplar, sua contemporânea. (Tela/NOVA/National Geographic)

Além disso, o ferro trabalhado para a confecção de objetos como espadas - esse ferro precisa ser mais que afiado; ele tem de ser forte, resistente. 

Para isso mistura-se carbono à matéria prima magmática. O ferreiro medieval não possuiu fornos que pudessem alcançar temperatura tão alta, por isso, a retirada da escória era muito difícil, feita de forma direta, manual - insuficiente paea obter ferro puro o bastante para gerar uma espada de Ulberht.

As Ulberht reúnem as virtude de força e flexibilidade. Nos Estados Unidos, no estado de Wisconsin, reside uma das poucas pessoas, na face da terra, com a habilidade necessária para forjar uma espada de Ulberht - o mestre ferreiro Richard Furrer.

Furrrer acredita que, na Idade Média, um ferreiro capaz de fabricar algo como uma lâmina Ulberh, teria sido considerado possuidor de poderes mágicos. E explica: Uma arma forte, resistente e ao mesmo tempo, tão flexível que poderia dobrar-se sem se quebrar seria temível como sendo algo sobrenatural, encantado.

Para fazer sua própria espada viking, Furrer passou dias trabalhando continuamente, empregando, meticulosamente, tecnologia medieval tradicional sem sucesso. 

É possível que as espadas Ulberht sejam uma evidência de um contato cultural não registrado - ainda - pela história. Há motivos para crer que o know-how da fabricação dessas espadas seja proveniente do Oriente Médio, resultado de relações comerciais pouco conhecidas entre aqueles povos.

FONTE: MACLSAAC, Tara. Mysterious Viking Sword Made With Technology From the Future? 
EPOCH TIMES, Feb/10/2014 
[http://www.theepochtimes.com/n3/499601-mysterious-viking-sword-made-with-technology-from-the-future/]

Nenhum comentário:

Arquivo do blog