quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

O Monstruoso Verme Da Islândia




Como sempre, as imagens deste vídeo foram questionadas sob o argumento de "aquilo não era nada". Provavelmente um objeto inanimado ao sabor da correnteza. 

LINK RELACIONADO 
Nabau, a Cobra Gigante de Bornéu, 24/02/2009 
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2009/02/nabau-cobra-gigante-de-borneu.html]

IMAGENS: Hjörtur Kjerúlf. TERRA TV/Ar - RUV/TV ISLANDESA
[http://terratv.terra.com.ar/trs/video/367878]
NO YOUTUBE: Myths/Urban Legends:Lagarfljótsormurinn
Feb 10, 2012 [http://youtu.be/hGKTzNuuyrk]

Para além do mais famoso e recentemente  dado como morto ou desaparecido - O monstro de Loch Ness - Monstros marinhos ou, até mais frequentemente, aquáticos de águas doces, são avistados - em lagos e rios de numerosos países. Na Islândia, no lago Lagarfljót (ou Lögurinn), vive o chamado Lagarfljótsormurinn (o Lagarfljót worm ou simplesmente, o Verme Monstro da Islândia). 

ISLÂNDIA. Em fevereiro de 2012, o canal virtual Terra TV - divulgou imagens do monstro de Lögurinn nas águas semi-congeladas do lago, apanhado por uma onda de frio siberiano. O animal pôde ser visto deslizando tranquilamente em um canal. Na sequencia, são visíveis: o corpo movimentando-se em movimentos sinuosos e a cabeça, emergindo regularmente.

O LAGO DE LAGARFLJÓT, glacial, situado a leste do país e abaixo do nível do mar, próximo à pequena cidade de Egilsstaöir e da maior floresta da Islândia - a Hallormsstaðarskógur - é dimensionado em 53 m². Tem 25 quilômetros de comprimento, sua parte mais larga mede 2,5 km e sua profundidade máxima vai até 112 metros. Um rio, homônimo - rio Lagarfljót - flui através do lago.

O MONSTRO, considerado um  criptóide, um animal remanescente, fóssil vivo de Eras muito remotas, (como o período Jurássico) tem sua história. Os primeiros avistamentos registrados datam do ano de 1345 e têm se repetido até os dias atuais.

A LENDA



Sua origem consta somente no universo dos mitos e lendas da Islândia, como aquelas publicadas entre 1862 e 1864 pelo escritor e folclorista Jon Árnason (1819-1888).

De acordo com a tradição nacional pesquisada por Árnason, quando nasceu, a grande serpente era pouco mais que um verme, uma criaturinha chamada de dragão dos pântanos, uma lagarta. Porém, essa lagartinha foi capturada por uma menina que, com aquele bichino, pretendia fazer um feitiço inocente.

Tendo recebido de presente um anel de ouro, a garota, encantada com a jóia, perguntou à mãe se havia como multiplicar aquela, fazer crescer aquela riqueza.

Então foi-lhe dito que colocasse o anel ao redor do corpo daquela lagarta e que ambos fossem guardados em uma caixa fechada, escondida embaixo de arbustos de urzes. E assim fez a menina. Alguns dias depois, ela foi olhar o resultado da magia e teve uma surpresa. A caixa estava partida.

A lagarta transformara-se em um dragão que no pescoço ostentava brilhante, o anel de ouro, agora, um colar. De fato, o ouro cresceu... junto com, a lagarta também. A menina assustou-se com o bicho, pois era selvagem, agressivo, disposto a matar homens, animais e, sua saliva, era uma veneno mortal.

Apavorados, o moradores da vila conseguiram capturar a criatura e atiraram-na no Lago. Ali, aquela quimera, meio serpente, meio dragão cresceu em proporções monstruosas e passou a aterrorizar as pessoas das vizinhanças. Ninguém jamais conseguiu matar o monstro e sua luxuosa coleira de  ouro, nunca foi recuperada.  

LINK RELACIONADO 
Nabau, a Cobra Gigante de Bornéu, 24/02/2009 
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2009/02/nabau-cobra-gigante-de-borneu.html]


FONTES
Misterioso monstruo marino en Islandia ¿otro Nahuelito?
TERRA TV/ARGENTINA, 08/02/2012
[http://noticias.terra.com.ar/videos/misterioso-monstruo-marino-en-islandia-otro-nahuelito,367878.html]
Er þetta Lagarfljótsormurinn?
RUV/ISLAND, 02/02/2012
[http://www.ruv.is/frett/er-thetta-lagarfljotsormurinn]

Nenhum comentário:

Arquivo do blog