sexta-feira, 29 de abril de 2011

A Flor-Cadáver da Indonésia



Dizem que ela se alimenta de insetos mas este editor não
acredita que ela resista a um poodle, se jogarem um lá dentro.


SUÍÇA – No Jardim Botânico de Basiléia Suíça, um exemplar da Amorphophallus titanum ou a Flor-cadáver floresceu pela primeira vez em quase 20 anos. Gigantesca e monstruosa em seu apetite por pequenos seres vivos, a Amorphallus é chamada de Flor-cadáver justamente pelo cheiro de morto característico que exala, atrativo para suas presas, que entram vivas em sua corola e... não saem jamais! Essas, viram cadáveres mesmo.

Nativa da Indonésia, ela alcança até pouco mais de dois metros de altura. Na Suíça, uma Flor-cadáver floresceu, pela primeira vez, há 75 anos. Em todo o mundo, apenas 134 dessa flores foram cultivadas com êxito fora de seu ambiente natal. O florescer da Cadáver suíça atraiu cerca de 10 mil pessoas ao Jardim Botânico. Seu apogeu dura pouco: no máximo dois dias até que ela feneça, murche.

Enquanto isso, nos Estados Unidos, na estufada da Ohio State University, em Columbus, os botânicos esperam o desabrochar de sua Flor-cadáver, o quê deve acontecer no começo de maio (2011). Esta, tem 10 anos de cultivo e será a primeira, dentre a cinco alojadas na estufa de Ohio, a desabrochar.

FONTE: Giant, stinky flower to bloom after 17 years.
IN Toronto Sun, publicado em 23/04/2011
[http://www.torontosun.com/2011/04/23/giant-stinky-flower-to-bloom-after-17-years]


Nenhum comentário:

Arquivo do blog