domingo, 20 de setembro de 2009

Coiote Comeu Lulu de Ozzy


Imagem: THE MARK AND COLLEEN HAYWARD COLLECTION

Ozzy Osbourne, o Príncipe das Trevas Rocker, 60 anos, em trechos de suas memórias I Am Ozzy, publicados pelo jornal The Times, conta detalhes do episódio da mordida no morcego.

Ozzy, ex-vocalista da antológica banda de heavy metal Black Sabbath, uma das precursoras do gênero, sempre trabalhou com signos apocalipticos e extraídos dos mitos do terror: o vampirismo, o satanismo etc.. Diz a lenda... que durante um show no Veterans Memorial Auditorium em Des Moines ─ Iowa, 1982 ─ fazendo uma de suas performances macabras, Ozzy arrancou a cabeça de um morcego com uma mordida.

Ele conta: Era para ser um morcego de borracha! Senti imediatamente que havia algo errado. Muito errado! No mesmo instante minha boca encheu-se daquele líquido quente, grosso, aquela coisa repugnante, escorrendo no meu queixo. Tinha o pior gosto que se possa imaginar. E meus dentes ficaram manchados, eu senti. E dentro da minha boca, a cabeça do bicho estremecia.

Ozzy Osbourne cresceu em Birmingham [Inglaterra] e trabalhava em uma fábrica antes de encontrar a fama e a grana no rock com a Black Sabbath. Em 1979, afastou-se da banda para lançar a carreira solo. Na ocasião, mudou-se para os Estados Unidos, onde mora, em Los Angeles. Em suas memórias, Ozzy relata episódios de sua carreira, seu casamento com Sharon e sua batalha contra o álcool e outras drogas.

Mas a vida de Ozzy é, naturalmente, uma sequência de cinema rica em momentos de trash-terror. Ozzy tem um bizarro histórico com bichos: no final dos anos de 1970, foi retirado por seguranças dos escritórios de uma gravadora depois de arrancar a cabeça de um pombo com os dentes para chocar os executivos. Quando estava completamente dominado pelas drogas, matou a tiros todos os animais de estimação da família. Eram 17 gatos.

Hoje, os Osbourne mantêm mais de 15 cães. Em junho, um deles foi picado por uma cobra. Em 04 de julho [2009], uma terça-feira, enquanto a família distraída assistia um Tributo a Michael Jackson, Little Bit [Pequena Mordida], o Lulu da Pomerânia de estimação do astro foi atacado e devorado por um coiote. O ídolo ficou devastado.

Fontes:
JAMIESON, Alastair. Ozzy Osbourne describes biting head off bat
In Telegraph, UK ─ publicado em 19/09/2009
[http://www.telegraph.co.uk/culture/books/booknews/6209030/Ozzy-Osbourne-describes-biting-head-off-bat.html]

LEACH, Ben. Ozzy Osbourne's pet dog eaten by coyote.
In Telegraph, UK ─ publicado em 09/09/2009
[http://www.telegraph.co.uk/news/newstopics/celebritynews/5783987/Ozzy-Osbournes-pet-dog-eaten-by-coyote.html]




2 comentários:

Ernesto Ribeiro disse...

hahaha... Cristo Redentor, eu não queria dizer o Seu nome em vão, mas... é tragicômico. Até o título dessa matéria é bem sacado com o espírito da coisa.

Toda a História dos bons e velhos rockers internacionais é assim; você ri e se compadece ao mesmo tempo.

O melhor (mau) exemplo disso é o livro Mate-Me Por Favor - Uma História do Punk Rock. Estórias brutais, fortes emoções. É o livro mais divertido que já li. Juro.

memórias de um esquizofrênico disse...

Deve ser por isso que hoje ele é vegetariano shausahsuashausahsuahs

Arquivo do blog