quarta-feira, 1 de maio de 2013

Cabeça-de-Cobra, o Peixe que Anda e Respira em Terra, Come Sapo e Passarinho



USA. Em Nova York,  Os ambientalistas estão em busca de - (caçando, mesmo) - uma espécie invasora de peixe predador, considerado ameaça ambiental, agressivo, perigoso e que foi avistado no Harlem Meer, um lago artificial do Central Park, o maior parque da cidade.

As autoridades ambientais já programaram uma minuciosa inspeção na águas e no em-torno do lago. A administração da cidade advertiu os pescadores que, se - eventualmente, capturarem o animal, devem procurar mantê-lo, de preferência vivo, "em recipiente seguro até que seja recolhido pelas autoridades".

O peixe Cabeça-de-serpente do Norte (Channa argus ou Northern snakehead, cabeça-de-cobra), nativo da China, Rússia e Córéia do Sul, nos últimos anos, tem sido avistado bem longe de casa - como em Queens (segundo maior município do Estado de Nova York) e em muitos outros estados norte-americanos; um país onde ele nem deveria estar, onde este peixe é persona non grata.

Em junho de 2002, vários foram encontrados em uma lagoa em Crofton, Maryland - incidente que recebeu grande cobertura dos midia.

Em 2008, funcionários do New York State Department of Environmental Conservation - NYSDEC, removeram 220 indivíduos da espécie (um cardume!) usando um pesticida chamado CFT Legumine (também chamado Rotenone, PRENTOX CFT LEGUMINE FISH TOXICANT) - em um lago em Wawayanda, cidade do Condado de Orange, estado de Nova York. Naquela ocasião, o maior dos snakeheads capturados media mais de 78 cm e pesava mais de 11 quilos.

Espécimes vivos já foram confiscados inúmeras vezes pelas autoridades em diferentes estados norte-americanos: Alabama, Califórnia, Flórid, Kentucky, Texas, Whashington. Em todos esses estados a posse e venda do Snakehead é ilegal.



Channa argus, o Cabeça-de-Cobra - dentes afiados, rastejando nos matos e arbustos ribeirinhos, ele pega, mata e come. Um susto da Natureza.


O Cabeça-de-serpente (imagem acima) é um um animal criptozoológico. Caçador de dentes afiados, é capaz de viver durantes dias inteiros fora da água (se encontrar condições de umidade) e até caminha sobre o solo, respirando como qualquer ser terrestre.

Sua presença fora de seu habitat natural é tão potencialmente nosciva ao equilíbrio ambiental que sua posse, venda e transporte - e  o mesmo aplica-se à seus ovos - são proibidos no estado de Nova Nork.

É - realmente, um monstro. De acordo com informações do New York State Department of Environmental Conservation - NYSDEC,  os Snakeheads podem crescer até quase um metro de comprimento. Ele pode comer lagostins mas, também - sapos, pássaros; é capaz de atacar e matar até mesmo pequenos animais selvagens e de estimação.

Mesmo sendo proibida sua posse e venda, o U.S. Fish and Wildlife Service - FWS, reconhece que o peixe entra no país, seja muito raramente, com permissão especial para proprietários de aquários ou, clandestinamente, por conta da irresponsabilidade de indivíduos que pretendem criá-los para venda. 

Estes peixes também são comercializados via internet. Porque os Cabeça-de-cobra são vendidos nos mercados de peixe e restaurantes especializados em Boston e na própria Nova York.

Outros animais que constam da lista negra do estado de Nova York são: o besouro asiático Longhorned, o Gypsy Moth (mariposa-cigana, a  Lymantria dispar dispar - eurasiana em origem), o caranguejo Mitten chinês e os porcos selvagens.

FONTES
Un dañino pez capaz de vivir fuera de agua amenaza al ecosistema neoyorquino.
RT/ESPANHOL/RUSSIA, publicado em 01/05/2013.
[http://actualidad.rt.com/ciencias/view/93255-pez-depredador-nueva-york-parque-lago]
ROSS, Philip. Snakehead Fish Invades Central Park: How Did ‘Frankenfish’ Find Its Way Into NYC Lake?
ISCIENCE, publicado em 30/042013.
[http://www.isciencetimes.com/articles/5041/20130430/snakehead-fish-invades-central-park-frankenfish-find.htm]

Um comentário:

Sara disse...

Eu não posso imaginar a tentar este peixe em algum momento eu acho que seria bom apenas esta semana para ir comer alguns frutos do mar a os restaurantes em barueri

Arquivo do blog