quarta-feira, 8 de maio de 2013

O Mistério da Gruta das Conchas



UK. A Gruta da Conchas (the Shell Grotto), localizada em Margate, na ilha de Thanet - condado de Kent - Reino Unido, é um desse lugares misteriosos do mundo onde a mão humana fez maravilhas sem deixar pistas sobre seu autor.

Foi descoberta em 1835 quando morador da região, James Newlove e seu filho, Joshua, cavavam um grande buraco a fim de construir um tanque (para os patos).

Foi o garoto que viu e contou ao pai: tinha encontrado um buraco no chão. Cuidadosamente, o menino desceu mais e deparou-se com cenário inesperado: uma galeria subterrânea completamente decorada, coberta de conchas do mar.















Ao ver a maravilha, Newlove logo percebeu o potencial econômico da descoberta. Instalou lâmpadas à gás para iluminar as passagens e, três anos - em 1838 - depois a gruta foi aberta ao público.

Exame posterior do lugar revelou que a elaborada obra demandava o uso de 4,6 milhões de conchas revestindo as paredes e estruturas construídas, de pedra. Sâo cerca 190 m² de elaborados mosaicos em um recinto que tem quase 3 metros e meio de altura e e 21 metros de comprimento.

Ali existem um altar, figuras de deuses, deusas e outras imagens, símbolos dispostos ao longo de uma passagem subterrânea sinuosa que termina em uma sala retangular (que chamada de câmara do altar).




NO YOUTUBE
VIDEO 1 - postado em maio de 2011, mostra o interior da misteriosa Shell Grotto.
[http://youtu.be/zPdeMFg96eE]
VIDEO 2, postado em maio de 2008, 6:51 minutos de duração. Entrada da Gruta.
[http://youtu.be/xY9rnoIiozs]

A visão do local foi uma grande surpresa para os moradores de Margate. Seus construtores, até hoje são completamente desconhecido; não há pistas. Na região ninguém jamais ouvira falar daquela galeria e não constava em nenhum mapa nem registro, jornalístico ou literário.

Muitos especularam (e especulam) sobre a origem da Gruta das Conchas: para alguns, é um antigo templo; outros acham que ali foi um ponto de encontro de alguma seita (ou sociedade) secreta. As avaliações em torno da idade da construção também é incerta e há quem lhe atribua até 3 mil anos. Muitos acreditam que seja uma obra dos Cavaleiros Templários.

As conchas são do ecossistema local mas alguns dos símbolos têm sido associados à cultura Fenícia. Os testes com a medição do Carbono 14 não se aplicam ao lugar porque os níveis desse elemento químico foram significativamente alterados quando a Gruta foi  achada, por causa do uso das lâmpadas à gás.

A argamassa que serviu à fixação das conchas foi examinada mas isso apenas aumentou o enigma porque os cientistas não conseguiram determinar sua composição exceto pelo fato de que é feita à base de peixe. 

Além disso, depois de sua descoberta, o lugar sofreu várias alterações (violações): caçadores de souvenirs arrancaram várias conchas, que foram substítuídas pelos administradores; um novo arco foi introduzido ainda no século XIX (anos de 1800) e, durante a Segunda Guerra, a parede leste da Câmara do Altar foi destruída por uma bomba.

Hoje, a Gruta das Conchas é um ponto turístico dotado de uma infraestrutura para receber visitantes que inclue um museu, uma loja de presentes e um Café. A Shell Grotto tem até website oficial: THE SHELL GROTTO [http://shellgrotto.co.uk/].

FONTE: La misteriosa "Gruta de las Conchas".
DIARIO VELOZ/ARGENTINA, publicado em 05/05/2013.
[http://www.diarioveloz.com/notas/93809-la-misteriosa-gruta-las-conchas]

Nenhum comentário:

Arquivo do blog