quinta-feira, 7 de março de 2013

O Enigma do Labirinto Japonês



Veja a imagem ampliada no website de origem: INFORME-21
[http://informe21.com/actualidad/hombre-dedica-7-anos-a-dibujar-este-misterioso-laberinto]

JAPÃO. Na enigmática ficção de Jorge Luiz Borges (escritor argentino, 1899-1986) O Jardim dos Caminhos que se Bifurcam, o personagem, o astrólogo chinês, Tsui Pen - dedica sua vida à construção de um labirinto que, de alguma forma, pudesse reproduzir a estrutura do tempo.

Na vida real, um japonês, humilde faxineiro de uma Universidade pública japonesa, dedicou sete anos de sua vida desenhando um labirinto com a ajuda de um computador. Depois de terminá-lo, imprimiu o resultado, dobrou o papel e guardou. Aparentemente, ele não queria mostrar a ninguém o trabalho.

Recentemente (fevereiro de 2013), a filha desse homem, identificada somente pelo pseudônimo de seu endereço no Twitter - @Kya7y - encontrou o desenho do labirinto enquanto examinava os documentos do pai.

A imagem, intrincada, parece algo que mistura um ser orgânico com uma engrenagem dentro de uma máquina cósmica permeada por uma complexa rede de comunicação e transporte de energia.

Semelhante a um mapa multidimensional a estrutura possui múltiplas camadas interligadas sugerindo um tecido elaborado cujas células são como jardins. É um trabalho inexplicável assim como a inspiração, o significado e o objetivo de sua elaboração.

FONTE: Hombre dedica 7 años a dibujar este misterioso laberinto.
INFORME-21, publicado em 02/03/203.
[http://informe21.com/actualidad/hombre-dedica-7-anos-a-dibujar-este-misterioso-laberinto]

Nenhum comentário:

Arquivo do blog