quarta-feira, 6 de maio de 2009

Tantra: O Prazer de Bhoga-Bogha



Esta semana, hoje mesmo [04/04/2009] no site esotérico Morte Súbita, uma matéria preciosa para os estudiosos das ciências ocultas. Praticamente uma raridade na internet; enfim, um texto sobre Tantra escrito para que você entenda e possa, de fato, utilizar conhecimento ali disponível. Eis, abaixo, um pedacinho, só para o leitor ter uma idéia sobre o que este editor está dizendo:

Tantra é uma forma de Ioga. ...Muitos logo imaginam pessoas se torcendo para parecerem rosquinhas, mas esses exercícios físicos, que fazem parte de um sistema chamado Hatha Yoga, é apenas uma fração mínima desse antigo e complexo sistema filosófico. [Sim]... é um sistema muito antigo de filosofia espiritual e uma forma de vida. A maioria dos estudiosos concordam que o Tantra é mais antigo do que a religião Hindu [MERETRIX, 2009].

[...] Apesar de sua antiguidade e tradição, o Tantra é controverso desde sua origem. [Para um entendimento rápido, a autora nos ensina que o Tantra tem suas próprias práticas iogues, ous eja, o Tantra tem uma ioga própria denominada Bhoga. A Doutrina Bhoga, assim como ocorre em outras tradições religiosas, tem suas correntes, suas escolas.

É bem verdade que exitem ramificações entre macabras e puritanas no Bhoga que "incluem encantamentos mágicos ...cropofagia e a cópula com cadáveres, existem ainda as que advogam o celibato sexual absoluto. Kaula é a escola do Tantra que usa o ritual Maithuna - o intercurso sexual sagrado" [MERETRIX, 2009]. Todavia, transcendendo essa ou aquela deformação, exite a Kula Tantra, "escola do Tantra que usa o ritual Maithuna: o intercurso sexual [Idem].

A prática Bhoga, com o ioga, inclui inúmeros'exercícos e visualizações". No texto de Meretrix, destaca-se o Puja, um exercício realmente eficiente.

"Puja significa "adoração" e é isso exatamente que você faz quando pratica o Puja: demonstra adoração por seu parceiro...[Você] ...não precisa falar para seu parceiro [a] o que está fazendo. O importante quando se está praticando o Puja é se lembrar de que você está adorando, que o corpo do seu parceiro [a] é um templo sagrado... Você pode até mesmo praticar o Puja com um parceiro [a] que não tem nenhum conhecimento sobre sexo tântrico. Seu parceiro pode nunca perceber que você está fazendo amor com um Deus/a quando estiver com ele/a, mas com certeza notará uma mudança quando você se aproximar. Puja pode ser muitas coisas, discreto não é uma delas.

Bien, isso é um pedacinho do que MERETRIX pode ensinar a você nesses parágrafos de inegável valor educativo. Não há ironia aqui. Este editor fala muito sério. Eu li e eu reconheci a verdade da competância ali; porque conheço as fontes o suficiente e garanto que jamais li sobre Tantra um trabalho tão eficiente em sua proposta.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog