quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Para Escapar de Um Fim de Mundo


O fim dos tempos ou o fim deste tempo, desta Era, desta civilização, isso é uma lenda. Sempre será. A menos que um dia... aconteça. O fim de uma Humanidade jamais será noticiado. Apesar dos recentes desastres ambientais, da falência das sociedades e da política internacional, os porta-vozes do mundo continuarão afirmando que não está acontecendo nada. Porém, longe das câmeras, muita gente, atualmente pensa em uma catástrofe global, teme e até sente a proximidade de algo assim e quem pode, planeja e investe em alternativas de sobrevivência. ...E os ricos herdarão a Terra... Se ainda der tempo. Meditemos... (L.C.)



O Ark Hotel ou Arca-Hotel foi projetado para resistir a inundações súbitas, como as que podem ser causadas rápida e/ou inesperada por elevação do nível dos mares. No oceano, o Hotel-Arca pode manter seus hóspedes à salvo ainda que tenha de enfrentar maremotos.


INTERNACIONAL - Na Rússia, a empresa Remistudio, com o apoio da União Internacional dos Arquitetos dedica-se a um Programa Para Alívio de Desastres. A idéia não é original: como sempre, inspirados em Noé (ou Gilgamesh), os cientistas conceberam construir uma Arca. Todavia, é uma Arca muito mais sofisticada que a dos patriarcas antigos. É uma Biosfera gigante contendo um paraíso auto-suficiente para salvar a matriz de uma nova Humanidade, os sobreviventes de uma iminente catástrofe.






Resistente a inundações e maremotos, mesmo em terra firme, estacionadado, o hotel está preparado: sua estrutura de arcos e cabos foi concebida para enfrentar, também, terremotos. A energia é obtida através de painéis solares e turbinas eólicas. Toda a água de chuva que nele incide é cooptada por um sistema de armazenamento desta água. Um ecossistema reproduzido em estufa poderá sustentar uma exuberante vegetação, purificando o ar e fornecendo alimentos. A estrutura transparente permite grande economia de energia destinada à iluminação. Até a qualidade da luz será controlada por filtros.






Alexander Remizov, do Remistudio, que trabalha no projeto, explica: Nós temos duas preocupações arquitetônicas: primeiro, a de que o sistema de segurança e prevenção possam cancelar o impacto do advento de condições ambientais extremas, como as mudanças climáticas. A segunda (preocupação arquitetônica) é produzir e manter um ambiente natural e adequado para as atividades humanas.

E mais: A Arca é uma tentativa de responder aos desafios (e ameaças?...) do nosso tempo. O que se pretende é criar um sistema independente de suporte de vida. As plantas são escolhidas de acordo com a (demanda de) incidência de luz, compatibilidade e eficiência na produção de oxigênio além de ser um espaço atraente e confortável.


FONTE: ...Giant biosphere is a 'self-contained haven' in event of climate change flood disaster.
IN Daily Mail-UK publicado em 10/01/2011.
[http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-1345738/Ark-Hotel-Remistudio-biosphere-self-contained-haven-event-flood-disaster.html]



Nenhum comentário:

Arquivo do blog