segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Inferno Muçulmano



INGLATERRA ─ Nottingham. Onze homens foram presos durante violento confronto em uma manifestação promovida pela Liga de Defesa da Inglaterra [English Defence League]. Cerca de 500 membros da EDL participaram do protesto.

A English Defence League [EDL] ─ uma organização rotulada de extrema-direita simplesmente porque não se cala diante da psicopatia dos seguidores do pseudo-profeta bêbado-gigolô-pedófilo, o tal Mohammed-Maomé [francamente, bom Mohamerd, esse cara], bien, a EDL foi fundada em 2009 com objetivo explícito de fazer oposição a expansão do Islamismo, das leis islâmicas [fora-da-lei] e do extremismo irracional do Islã na Inglaterra. [Demorou. Faz tempo que os muçulmanos estão enchendo o saco de mundo inteiro e cuspindo nos pratos europeus, indianos e chineses onde comeram.]

Os manisfestantes, muitos com os rostos cobertos, como a mulheres muçulmanas, gritavam: Queremos nosso país de volta. Reunidos em volta da estátua de Robin Hood, alguns seguravam bandeiras com a imagem de São Jorge e placas onde estava escrito: Não se entreguem! Protejam as mulheres. Não à Sharia.

Isso é mau sinal; sinal do começo de um conflito horroroso que se desenha no horizonte. Onde estâo os líderes da política alccorânica desse maldito Islã? Onde estão esses líderes sem rosto que não colocam freios nos assassinos organizados que estão promovendo violência e terror em nome de Deus!? Mas evidentemente inspirados pela inveja e pela ganância.

Quem, afinal, representa essa nação sem território nem liderança? Essa nação de predadores fanáticos e hipócritas que traem até mesmo o texto desgraçado do Alcorão. Os terroristas puristas do Islã que explodem pessoas com o Alcorão debaixo do braço, se escondem nos bórdeis da Tailândia, onde caem na manguaça com prostitutas que nunca viram uma burca na vida.

E se existem muçulmanos que são contra essa postura genocida, onde estão? Mostrem a cara e falem o que pensam com o mesmo alarde que os assassinos de Maomé esbravejam suas pretenções imperialistas e escravagistas... Ou, será, que esses muçulmanos têm medo da tocaia de seus confrades que não hesitariam em cortar a garganta de qualquer voz árabe divergente?

Enquanto isso, muçulmanos miserabilizados por seus religiosos governos, literamente fogem da triste realidade dos países islâmicos onde nasceram e se abrigam em países europeus para mamar nas tetas dos governos ocidentais que eles apedrejam, desrespeitar as leis, estuprar cidadãs, espancar cidadãos e exigir que suas inúmeras mulheres, pensionadas pelo poder público ocidental, andem ocultas naquelas mortalhas, muito convenientes para a prática de todo tipo de crime, fraude, contravenção.

E depois de tudo isso, na França, onde mulçumanos também já viraram praga, Brigitte Bardot é que tem de dar explicações na barra do Tribunal. Como diria Caetano: Alguma coisa está fora da ordem. E, ainda, perguntando com Michael Jackson: Who's bad? Meditemos...


Acima, manifestação dos muçulmanos, quase um mês atrás, em 16 de outubro de 2009 ─ Westminster. Diz o cartaz do barbudo psicopata: O Islã vai dominar o Mundo. A Liberdade que vá para o Inferno. SABEDORIA MILENAR: Tenha medo.


Fonte: Violence erupts at Nottingham anti-Islam demoi
IN Idependent, UK ─ publicado em 06/12/2009
[http://www.independent.co.uk/news/uk/crime/violence-erupts-at-nottingham-antiislam-demo-1835248.html]



Um comentário:

Anônimo disse...

Só espero que não ache que qualquer outra religião é melhor ou pior que o Islã...
Lamento esse ponto em que a humanidade chegou, na verdade não chegou, sempre esteve, nunca evoluiu...
As vezes sinto vergonha de ser um "ser humano"...

Arquivo do blog