segunda-feira, 9 de maio de 2016

China - Proibido Comer Banana em Público

 
Comunistas eurasianos: Abertura econômica, sim. Esculhambação moral, Antonio Gramsci, destruição da família? Isso é só para os ocidentais.

CHINA. CULTURA. ENGENHARIA SOCIAL. O governo chinês acaba de proibir (Maio, 2016) os cidadãos de comer banana de modo 'sugestivo (erótico, sensual) em público. Esse 'em público refere-se especialmente a imagens, vídeos veiculados na Internet. 

No mesmo contexto, estão proibidos o uso de meias e ligas (lingerie). A providência é mais uma iniciativa do governo comunista para 'manter a moral na Era da Internet

A proibição de comer bananas sensualmente na WEB é a resposta a uma investigação formal que apurou o número crescente de aplicativos móveis que oferecem serviços de transmissão de imagens ao vivo que estão promovendo a banalização da violência e da pornografia que destroem os valores morais da sociedade. 

A pesquisa destaca que a maioria dos consumidores desses conteúdos é menor de de 18 anos. Na Rede chinesa, os usuários fazem piadas com a nova lei e perguntam se - 'os homens podem continuar a comer bananas ao vivo ou sugerem - 'as pessoas poderão comer pepinos...

Alguns 'comentaristas estudiosos criticaram a medida que apontam como um retrocesso na lenta e gradual abertura que a China vem experimentando desde os anos de 1980. 

Estes comentaristas omitem que existe enorme diferença entre um processo de abertura econômica e uma cultural que permite a acelerada destruição de valores morais. Esta última 'abertura tem se mostrado completamente indesejável em qualquer sociedade.

O sociólogo da Universidade de Pequim, Xu Mingming comentou a postura governamental liderado por Xi Jinping: 'Jinping impôs a regra da tolerância zero com relação a tudo que, de acordo com o Partido Comunista, desvia-se do código ético e moral da China

Xu Mingming  destaca que ao lado da preocupação com a moralidade existe um componente ideológico. A China baniu o Facebook, o Twitter, YouTube e Instagram - o que permitiu o crescimento de empresas chinesas que hoje dominam o setor.  É um tipo de reserva de mercado.

NÃO VAI TER BRUXA

Todavia, o alvo da censura chinesa não se restringe à Internet e alcança a televisão e até a arquitetura - que também foram afetado 'em defesa da moralidade. 


Uma série de TV sobre bruxas na qual aparecem situações de reencarnação; outra em dois personagens tenham uma relação homossexual (considerada uma coisa vulgar, imoral e insalubre na cultura chinesa), uma dramaturgia que apresente casamentos problemáticos, quadros de alcoolismo, tudo isso foi, recentemente, proibido de aparecer na TV chinesa.

Além disso, também foram vetados à exibição programas que tratem de temas de ficção como as 'Viagens no Tempo. 

A justificativa desta censura específica - segundo a  Administração Estatal de Rádio, Cinema e Televisão reside no fato de que 'os produtores e roteiristas trabalham (apresentam) episódios históricos de maneira frívola, criando mitos, monstros, promovendo o feudalismo, a superstição, o fatalismo e a idéia de reencarnação.

NÃO VAI TER ALICE NOS PAÍS NO MARAVILHAS

A censura chinesa não se restringe à televisão e Internet mas, também toca outras esferas da cultura. Somente são permitidos jogos de azar - loterias - promovidas por instituições estatais. Os cassinos funcionam exclusivamente na Região Administrativa Especial de Macau.

No âmbito da Literatura, entre muitos livros banidos, destaca-se Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll porque nesta obra 'os animais falam e isso coloca homens e animais no mesmo nível - o que é definido pelas autoridades chinesas como uma 'arquitetura estranha.

Arquitetura que também está na mira dos censores: em fevereiro deste ano (2016) o governo emitiu uma ordem às autoridades provinciais para que estes somente aprovem a edificações que forem 'apropriadas, sustentáveis e agradáveis aos olhos

É uma tentativa de acabar com a longa lista de absurdos urbanísticos que floresceram em todo o país com o fenômeno chamado 'bolha imobiliária.

Estas novas proibições somam-se a outras já estabelecidas, como a extinção do chamado 'April Fools, o 1ª de Abril - Dia da Mentira no Brasil porque é algo 'não consistente com a tradição cultural do país nem com os valores socialistas

Contraditória, a Lei permite a celebração de outras festas ou efemérides importadas como o Dia dos Namorados, o Natal e mesmo a Black Friday, na rotina do comércio.

Xu Mingming, o sociólogoda Universidade de Pequim, reflete sobre a questão: Deng Xiaoping disse, uma vez, que quando se abrem as janelas, junto com o ar fresco entram também as moscas. A China está tentando construir um muro de tijolos para tentar deixar as moscas de fora. No passado, a China era conhecida por ser um país que tinha uma longa lista de avanços tecnológicos. Se continuarmos assim, em breve a China será o país com a mais longa lista de coisas censuradas. 

[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2009/02/proibido-tocar-flauta-para-erecao-de.html] 
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2012/06/oposicao-sueca-propoe-proibir-homens-de.html]  

FONTE
Comerse un plátano frente a una cámara y otras prohibiciones de China
EL CONFIDENCIAL, 08 de Maio de 2016
[http://www.elconfidencial.com/mundo/2016-05-08/comerse-un-platano-frente-a-una-camara-y-otras-prohibiciones-de-china_1196547/]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...