terça-feira, 19 de abril de 2016

Mistério Natural. A Silenciosa Comunicação Entre as Árvores

[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2013/05/cientistas-gravam-os-lamentos-da-arvores.html]    

BOTÂNICA. REALIDADE FANTÁSTICA. Botânicos da University of Basel (Alemanha, Universität Basel) descobriram que as árvores, em um parque ou floresta, ao consumirem gás Carbono , elemento vital em seu metabolismo vegetal - da atmosfera - estes entes, não utilizam o Carbono de forma individual.

O Carbono captado por cada árvore é compartilhado em grande volume com as árvores vizinhas inclusive entre espécies diferentes. 


Na Rede do Carbono entre as árvores de uma região, o transporte do Carbono é executado por um agente que vai muito além dos contatos entre as raízes: o Carbono é transferido através de fungos simbióticos - (mycorrhizal fungi) - que propagam-se no solo.

Para descobrir essa rota do Carbono/açúcar entre as árvores os pesquisadores Dr Tamir Klein, o Prof. Christian Körner (University of Basel) e o Dr. Rolf Siegwolf (Paul Sherrer Institute - PSI) - usaram uma rede de finos tubos suspensos que saturaram - com gás dióxido de Carbono 'marcado, raro e mais pesado - a atmosfera acima de uma área determinada de árvores em floresta próxima a Basileia (Suíça).

Naquele local específico, onde predominam abetos, as árvores são antigas: chegam a 120 anos de idade; e são altas, alcançando 40 metros.

O método permitiu aos cientistas rastrear a movimentação do em todo o corpo de cada árvore, da copa até as pontas das raízes, usando um espectrômetro de massa atômica.  

No entorno da área submetida ao experimento, as outras árvores acusaram a presença do rastreador em suas raízes, mesmo situadas a considerável distância e pertencendo outras espécies, como pinheiros, por exemplo.

O único meio possível de comunicação entre aquelas árvores é uma comunidade invisível e silenciosa: a rede formada pelo entrelaçamento de pequenos filamentos dos fungos micorrízicos


A rede pode se estender por todo um bosque, por uma floresta inteira. O alimento dos abetos foi parar nas raízes de pinheiros distantes.

Os pesquisadores concluíram que a descoberta questiona o conceito de 'individualidade da árvore na realidade de sua condição existencial. 

A rede de fungos pode funcionar como via de distribuição do Carbono já metabolizado em açúcar - de uma região bem suprida para outra que sofre de deficiência nutricional. 

O Prof. Chistian Körner considera, referindo-se ao papel dos fungos micorrízico: A floresta é mais do que a soma de suas árvores... 

[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2013/05/cientistas-gravam-os-lamentos-da-arvores.html]  

FONTE
Trees trade carbon among each other, study reports
PHYS, 14.04.2016
[http://phys.org/news/2016-04-trees-carbon.html]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...