quarta-feira, 29 de abril de 2015

O Mistério das Ruínas de Por-Bajin



A estrutura, datada em 1,300 anos, pode ter sido uma fortaleza, um palácio de verão ou, ainda, um observatório. É um mistério histórico. IMAGEM gdehorosho.ru

RÚSSIA. POR BAJIN. Ou Por-Bazhyn é o nome de uma estrutura de ruínas localizada em terras altas, em uma ilha no meio do lago Tere-Khol - República de Tuva (um estado da Federação Russa), entre as cordilheiras das montanhas Altai e Syan, fronteira com Mongólia, no centro da Eurásia. Na linguagem Tuva - pois os Tuva são um povo - Por-Bazhyn significa 'casa de barro.

Ocupando praticamente toda a extensão da ilhota (que leva o nome do lago onde se ergue, lago Tere-Khol - imagem abaixo) - uma área medindo cerca de 35 mil m² onde foi erigida - Por Bajin tem resistido às pesquisas empreendidas até agora e permanece sendo um mistério.




Aparentemente, o complexo, um quadrilátero onde destacam-se enorme paredes. As exteriores, medem 10 metros de altura e até 12 metros de largura, o que que leva muitos estudiosos a estabelecer que o local poderia ser um tipo de fortaleza. Algumas dessas paredes, rebocadas com gesso, foram decoradas com uma faixa vermelha horizontal. Também foram identificados grandes portões e pátios.

No centro do complexo, destaca-se uma edificação maior dividida em duas partes ou câmaras ligadas entre si por uma passarela coberta, esta edificação possuía uma cobertura de telhas e era apoiada por 36 colunas de madeira erigidas sobre bases de pedra.

Há indícios que Por-Bazhyn pode ter sido construído durante a existência de um antigo império nômade - conhecido como Uyghur Khaganate ou Toquz Oghuz (povo turco antigo), datado entre 744 -840 d.C.. Sua idade, portanto, é estimada em 1,300 anos.

A ideia de que o lugar foi uma fortaleza não é unânime entre os estudiosos. Muitos acreditam que Por-Bazhyn pode ter sido um palácio, um mosteiro ou - ainda - um observatório astronômico.

Como sítio arqueológico, o lugar foi explorado, pela primeira vez em 1891. Outras incursões foram realizadas em 1957 e 1963 mas, somente em 2007 os arqueólogos começaram uma investigação sistemática.

Logo, descobriam a influência da cultura chinesa na arquitetura, como a utilização de telhas e semelhança com as cidades-castelos chinesas ou - como os Palácios Paradisíacos Budistas tal como são representados na pinturas da dinastia Tang.




Peritos - como a arqueóloga Irina Arzhantseva que, em 2011 publicou um artigo sobre o tema no The European Archaeologist -  asseguram que ...a arquitetura ali é tipicamente chinesa da primeira metade do século VII (anos 700 d.C.) - estilo característico da dinastia Tang

Porém, há muitas outras perguntas sem resposta. Os pesquisadores não entendem, por exemplo, a ausência de sistemas de aquecimento no complexo; nem mesmo rudimentares, sobretudo por quê Por-Bajin está localizado 3,200 metros acima do nível do mar significando que, ali, as temperaturas são muito baixas. É um lugar extremamente frio.

Outro ponto enigmático das ruínas é a incerteza sobre a configuração geográfica na época de sua construção. Existe a possibilidade que Por-Bazhyn tenha sido construído em terra firme. O lago, teria surgido depois, ilhando o local.

Também foram descobertos indicativos de que seus ocupantes abandonaram o local pouco tempo depois de construído e o motivo desse abandono é outro enigma das ruínas da ilha de Tere-Khol.

FONTES
LAMBIE, Derek. Who built this Siberian summer palace… and why?
THE SIBERIAN TIMES, 12/11/2014
[http://siberiantimes.com/science/casestudy/features/f0009-who-built-this-siberian-summer-palace-and-why/]
Por Bajin: The mystery hidden in Siberia
NEWS AUSTRALIA, 07/04/2015
[http://www.news.com.au/travel/world-travel/por-bajin-the-mystery-hidden-in-siberia/story-e6frfqai-1227293552690]

Mente, memória, ressonância mórfica, arquétipos e inconsciente coletivo

 

+ TEXTO COMPLETO
Mente, memória, ressonância mórfica, arquétipos e inconsciente coletivo
[http://www.sofadasala.com/ligiacabus/sheldrake01.htm] 


CIÊNCIA HOLÍSTICA. CIÊNCIA DE FRONTEIRA. A questão do desenvolvimento biológico - da lógica do desenvolvimento dos seres vivos - a questão da morfogênese é, atualmente, uma discussão aberta, tema de muito interesse. A alternativa para a teoria mecanicista-reducionista começou a se delinear nos anos de 1920 com a ideia dos campos morfogenéticos (modeladores da forma). 

De acordo com a teoria, o crescimento dos organismos é modelado pela ação de "campos" onipresentes, que permeiam os seres vivos², campos que "contêm" a forma do organismo.

É uma ideia que se aproxima das tradições da antiguidade clássica, como o pensamento aristotélico e outras. Um carvalho se desenvolve a partir da semente (a bolota) porque a bolota está associada ao campo mórfico do carvalho, estrutura invisível organizante que norteia o desenvolvimento de todos os carvalhos; um campo modelador de carvalhos, área de influência na qual se desenvolvem os organismos-carvalhos.

Um ponto a favor desta teoria é a capacidade de regeneração, em maior ou menor grau, verificada em organismos. Se cortamos pequenos ramos de um carvalho, cada ramo, tratado apropriadamente, vai se desenvolver como um novo carvalho e o carvalho de origem continuará sendo um carvalho. 


Existe um limite, porém: se cortamos o carvalho em pedaços minúsculos, meros fragmentos, não será possível obter outra árvore. Mas a capacidade de se refazer, existe. Máquinas não fazem isso. Não têm a capacidade de se refazer em sua totalidade partir de um fragmento, de um desmembramento.

Remova partes de um computador e o resultado será um computador quebrado. Ele não se regenera; seus pedaços não se desenvolvem em novos computadores. Outra analogia é o magneto, o imã. Fragmentemos um ímã e teremos muitos pequenos ímãs dotados de campo magnético à semelhança do ímã original. 


Um terceiro exemplo é o holograma, a estrutura hologramática: qualquer uma das partes contém as propriedades do todo. Um holograma é baseado em padrões de interferência contidos em campos magnéticos. Os campos são dotados de um propriedade reguladora e mantenedora de padrões que abarcam a totalidade de espécies de fenômenos, os mais variados. É um tema de estudo de grande interesse para biologia no que se refere ao entendimento dos campos mórficos.

Cada espécie de ser tem seu próprio campo e dentro de cada organismo existem campos contidos em campos³ (estrutura remissiva). Cada um de nós está associado a um campo morfológico que preside a vida do corpo em sua totalidade e que abriga subcampos; campos para braços e pernas; campos para fígado e rins; para tecidos específicos constituintes de órgãos; campos relacionados às células e às organelas, às moléculas e assim por diante. Existe uma série completa de campos contidos em campos.


Como síntese e conceito-chave desta hipótese eu proponho que estes campos, cuja possível existência já é amplamente aceita em biologia, tais campos, possuem uma memória em construção que advém de formas passadas, das experiências e tipos ancestrais semelhantes. 


Assim, o campo mórfico que rege a formação e funcionamento do fígado obedece a um padrão ancestral de fígados outros, desenvolvidos ao longo de sucessos e fracassos em um passado de evoluções; o mesmo se aplica aos carvalhos até aqui bem sucedidos em sua "proposta" de ser carvalho.


Através do campos, mediante um fenômeno chamado "ressonância mórfica", pela influência de semelhante sobre semelhante, se estabelece a conexão entre campos similares. Isto significa que a estrutura dos campos possui memória cumulativa constituída a partir de experiências passadas de cada espécie. É uma ideia que se aplica não somente aos seres vivos mas também às moléculas de proteína, aos cristais, átomos etc..

No caso dos cristais, por exemplo, a teoria poderia dizer que a forma de um cristal depende das características do seu campo mórfico correspondente. O conceito dos campos mórficos tem ampla abrangência no entendimento da realidade, no modo como as "coisas são" e pode ser aplicado tanto às formas quanto aos comportamentos. Neste ensaio eu usarei a expressão campo mórfico em relação aos fenômenos associados à morfogenética.


+ TEXTO COMPLETO
Mente, memória, ressonância mórfica, arquétipos e inconsciente coletivo
[http://www.sofadasala.com/ligiacabus/sheldrake01.htm]

FONTE
Part I - Mind, Memory, and Archetype Morphic Resonance and the Collective Unconscious
Psychological Perspectives (Spring 1987)
by Rupert Sheldrake
IN [http://www.sheldrake.org/Articles&Papers/papers/morphic/morphic1_paper.html]
Acessado em 29.04.2015

segunda-feira, 27 de abril de 2015

A Maldição do Drakula Park


+ Governo Romeno Proíbe Dracula Park, 2006
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2015/04/dracula27.html]


ROMÊNIA. Há 14 anos, foi oferecido aos romenos se tornarem acionistas em um dos maiores negócios que, o governo tinha apresentado como seguro de acordo com o primeiro-ministro na época, Adrian Nastase, para investir seu próprio dinheiro.

O Drácula Parque foi anunciado como o maior parque de diversões da Europa Oriental e tinha a intenção de colocar a Romênia no mapa do turismo internacional.

Quase 15.000 pessoas foram seduzidas pela 'oportunidade de investimento e colocaram suas economias no negócio. Hoje estão decepcionadas. O projeto tornou-se um problema que depois de mais de uma década nada rendeu para aqueles que nele apostaram.

O investidor Mihuţ Raveca comenta, decepcionado: 'Eles pegaram o dinheiro e até hoje eu não sei o que aconteceu. O dinheiro sumiu. Alina Ioana, na mesma situação: 'Não há interesse, não há nada, sinto-me enganada.

O Drakula Park que deveria atrair anualmente mais de um milhão de turistas injetando mais de 27 milhões de dólares (previsão em 2001) na economia do país, não foi construído até hoje por causa de escândalos políticos e interesses imobiliários.


Essas questões, resultaram, por exemplo, em repetidas mudanças na localização do parque: seria erguido em Sighisoara; depois, em Snagov; mais tarde, em Brasov. Atualmente, sua localização foi transferida para... lugar nenhum. 

O administrador do Drakula Park, Sorin Marica 'Os investidores foram vítimas de uma batalha política. No lançamento do projeto o Governo definiu a localização mas veio outro governo e tudo mudou.

Logo no início, o Drakula Park consumiu mais 1,5 milhões de dólares para empreender estudos de viabilidade que não resultaram em nada.

O senador Nicolae Vlad Popa, do PNL - Partido Nacional Liberal lamenta: 'Infelizmente, um projeto que poderia ser um investimento no Turismo da Romênia foi transformado em um esquema fraudulento para captar dinheiro dos cidadãos.

O ex-ministro do Turismo (no cargo quando p projeto foi lançado), Dan Matei Agathon, descarta má-fé por parte dos empresários: 'Não foi um golpe. ninguém fugiu com o dinheiro. Foi um investimento em um projeto que não se realizou.

Investimentos implicam risco em todo o mundo, você ganha ou perde. Infelizmente, neste caso, tem sido perda, prejuízo. Ao menos, por enquanto.

O projeto Drakula Park foi lançado em 2001, no governo de Adrian Nastase, do PSD - Partido Social Democrático da Romênia.

Matei Agathon lembra que... 'Foi a primeira vez, em anos, que a Romênia ocupou o horário nobre nas principais emissoras de televisão do mundo com uma reportagem positiva - e não sobre os orfanatos de crianças com AIDS ou sobre a prostituição no país.

O projeto foi apresentado com grande alarde em destacadas feiras internacionais de turismo em Berlim e Viena.


O PROBLEMA CULTURAL



Embora apreciado no exterior, na Romênia, o projeto do Drakula Park foi muito criticado por acadêmicos e religiosos.

Estes, não podem admitir que a imagem do príncipe Vlad Tepes, considerado defensor da cristandade e herói nacional - seja associada a um personagem demoníaco.

Matei Agathon, todavia, pondera: 'Nós nos preocupamos muito com a nossa história mas, isso não justifica dispensar a 'indústria (turística e cultural) de Drácula (romena) que tem potencial para gerar lucros de 3 bilhões de dólares.

O projeto, de fato, incluía várias ramificações temáticas, como a criação/construção de um Instituto internacional onde seriam organizados congressos sobre a vampirologia.


A CASA ONDE NASCEU VLAD, O EMPALADOR

 

Apesar dos protestos nacionais contra o projeto do Drakula Park, o empreendimento relacionado ao príncipe da Valáquia teve o acolhimento no governo de Adrian Năstase (do PSD - Partido Social Democrático da Romênia, que foi primeiro-ministro da Romênia de dezembro de 2000 a dezembro de 2004.)

Assim, depois de adiamentos e mudança de local, começaram as obras do Parque em Sighisoara (ou Shassburg, Transilvânia), onde está situada a fortaleza medieval de origem romana onde se encontra a casa onde nasceu Vlad Tepes (1431?-1476 - imagem acima), em uma área de 120 hectares chamada Breite.

O total do investimento chegou a 31,5 milhões de dólares. A quantia foi captada através de duas fontes: 1. venda de ações - ao público, do Fundo de Desenvolvimento Turístico de Sighisoara, empresa gerente do projeto; 2. verba, financiamento do Estado.


IMPEDIMENTOS CONTROVERTIDOS

Em Breite, o empreendimento teve novos problemas: apareceram ONGs questionando as obras em Breite porque o local é umaárea protegida por lei, é uma reserva de bosques de carvalhos seculares - a Breit Oak Tree Reserve. Alexander Gota, presidente de uma dessas ONGs argumenta: 'A lei diz claramente que é proibida qualquer atividade humana que produza impacto ambiental sobre a reserva.

Além disso, em 2003, vieram foram divulgado um relatório do Tribunal de Contas mostrando que o estudo de viabilidade do projeto Drakula Park não foi aprovado pelo Governo. Sorin Marica, administrador do Projeto Drakula, ficou surpreso: Depois de quase um ano de trabalho o Ministério da Defesa nos deu um parecer negativo alegando a presença, na área, de um depósito de armas.

Os partidos de oposição apresentaram outros questionamentos: pelas previsões orçamentárias do projeto, cada visitante, inicialmente, no primeiro ano de funcionamento, , pelo ingresso no Drakula Park, entre 20 a 25 euros, algo inacessível para a maioria dos romenos naquela época (entre 2001 e 2004).

Além disso, havia a questão da infraestrutura. Se haveria milhões de turistas isso demandaria condições de hospedagem, instalações adequadas, serviços auxiliares e um incremento imprevisível no comércio local.

Considerando estes aspectos, ONGs e defensores do patrimônio histórico apontaram o Drakula Park como ameaça a Sighisoara, uma das poucas cidades medievais originais habitadas da Europa. O Drakula Park seria, com certeza, o desencadeador de enorme afluência de carros, causando problemas de trânsito e desgastes das antigas ruas. 

Além dos hotéis, descaracterizadores da paisagem, certamente o empreendimento promoveria a abertura de bares e lojas e um já previsto complexo de entretenimento e vivência de uma cultura vampírica, como a oficina para afiar os dentes a ser instalada na torre da cidade.

Esses questionamentos ganharam visibilidade internacional, tornaram-se um escândalo. Os grande midia reportavam que o patrimônio histórico de Sighisoara estava em perigo. A Casa Real da Grã-Bretanha entrou na questão representada príncipe Charles que, aliás, dizem, tem parentesco remoto com o príncipe Vlad Tepes.

SNAGOV


Por causa dessa questão histórica e ambiental, o governo de Adrian Nastase decidiu mudar o local do empreendimento para Snagov - área rural do condado de Ilfov. existe um potencial histórico: ali, segundo a lenda, na igreja de um mosteiro de Sangov, construído no isolamento de uma ilha, Vlad Tepes, o Drakula (filho de Drakul) teria sido sepultado sob uma laje, sem inscrição (imagem acima). 

Outra vantagem da nova localização é ser próxima ao aeroporto internacional Henri Coanda, em Bucareste. A notícia de que o Parque seria, enfim, construído em Snagov, promoveu uma rápida valorização imobiliária da região. 

Muitos investiram porém, mais uma vez, a expectativa de lucro foi frustrada por conta de complicações jurídicas sobre a propriedade das terras, uma área 460 hectares com valor estimado em 200 milhões de dólares.

Ocorre que o terreno foi parte da fazenda leiteira de Nicolae Ceausescu (1918-1989, ditador comunista que 'governou a Romênia entre 1987 até 1989). Há anos estas terras estavam em disputa. 

Moradores de Snagov as reivindicam pois foram confiscadas pelo regime comunista. Frustrada essa nova investida, o mercado imobiliário de Snagov afundou e hoje, nas fachadas das casas área urbana, há inúmeros cartazes de vende-se.  

Para complicar a situação, apesar dos obstáculos políticos e jurídicos que impediram, até agora, a construção do complexo de diversões Drakula Park, a Autoridade Nacional de Turismo não despreza, de modo algum, a marca de Drácula. Em 2005 o

Governo investiu mais de 1,5 milhões de euros em cinco comerciais, uma campanha publicitária - centrada na figura do lendário vampiro.


O caso acionou os promotores do DNA - National Anticorruption Directorate (Diretório Nacional Anticorrupção) - que acusou a Autoridade Nacional de Turismo de realizar campanha publicitária ilegal com o objetivo de promover a imagem do conde Drácula na Romênia. 

O processo resultou em veredito de culpados para dois integrantes do órgão turístico: Cristina Motorga e Dumitru Samson foram condenados a cinco anos de prisão por falsificação, abuso de poder.


BRASOV. FIM DE LINHA

 

BRASOV. Em 2007, a Dracula Park S.A. comprou um terreno na localidade de Fundata, condado de Brasov e ali pretendeu construir uma pousada com 20 quartos. Sorin Marica, administrador de todo o projeto desde 2001, defendeu que o negócio seria rentável para os acionistas - aqueles que esperam há 14 algum retorno do dinheiro investido no Drakula.

 

Apesar do lugar estar situado nas proximidades do famoso Castelo de Bran, morada do príncipe, os investidores mantiveram-se descrentes. Hoje, a pousada é apenas uma construção inacabada no meio do nada. Tal como seu inspirador, o projeto Drácula Park existe mas não sai do papel, é morto-vivo, como seu inspirador.

+ Governo Romeno Proíbe Dracula Park, 2006
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2015/04/dracula27.html]




FONTES
DIN|INTERIOR. Dracula Park: ţeapă în numele lui Ţepeş
DIGI24-ROMÊNIA, 25.01;2015
[http://www.digi24.ro/Stiri/Digi24/Special/Reportaj/DIN+INTERIOR+Dracula+Park+teapa+in+numele+lui+Tepes]
+ Bran Castle – between myth and history
PURE ROMANIA, Acessado em 27.04.2015
[http://www.pure-romania.com/bran-castle/]
+ ENGELMANN, Maira. ROMÊNIA – Bucareste e Transilvânia ("morada" do Drácula)
RETRATOS E RELATOS, 10.02.2009
[http://retratoserelatos.com/romenia-bucareste-transilvania/]

Governo Romeno Proíbe Dracula Park

  texto recuperado, 14.04.2006 
 


O projeto original do complexo de lazer e cultura Dracula Park incluía: hotel, espaço para palestras, biblioteca, praça de alimentação, galeria de "arte do mal", jardim-labirinto, teatro, discoteca e o Castelo do Conde Drácula. 

+ A Maldição do Drakula Park, 2015
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2015/04/dracula227.html]  


ROMÊNIA. A Igreja Cristã Ortodoxa Romena recebeu como uma vitória a decisão governamental de embargar a abertura do Dracula Park ou Dracula Land, um complexo de entretenimento próximo a Bucareste (capital do país).

O projeto, lançado em 2001, propunha-se a explorar a fama legendária do vampiro mas famoso do mundo. A decisão governamental baseou-se na constatação de irregularidades e atrasos nos planos de implantação do parque.

O Primeiro Ministro, Calin Popescu-Tariceanu, anunciou em março o cancelamento do contrato com a Dracula Ink., empresa americana encarregada de construir o parque temático em uma área de 460 hectares em Snagov.

Constatin Stoica, porta-voz da Igreja comentou: "Nossa Igreja foi contra este projeto desde o início. O mito de Dráula não tem nenhuma relação com a história da Romênia; esta ideia tem sido rejeitada por historiadores. Além disso, o projeto é mal concebido e sua localização, em Snagov, é particularmente inapropriada".

Acredita-se que em Snagov encontra-se o túmulo de Vlad Tepes ou Vlad, o Empalador, governante da Valáquia que viveu no século XV (anos 1400) e inspirou a criação da personagem "Drácula", do escritor irlandês Bram Stocker, em 1897. Vlad Tepes ficou conhecido por seu temperamento sanguinário e sádico que fazia do empalamento de suas vítimas entretenimento em seus festins.




O Dracula Park não foi muito além do papel. Seus idealizadores não conseguiram sequer definir o local de instalação do complexo. Vlad Tepes tem seus admiradores pelo mundo mas, na Romênia, o Vlad Empalador é uma lembrança sombria que os romenos preferem não destacar na biografia do príncipe ue foi, igualmente, um herói da pátria, defensor dos cristãos, libertador do jugo e ameaça dos turcos mulçumanos.

O Projeto foi concebido em 2001. Sua construção foi anunciada pelo então Primeiro Ministro, Adrian Nastase. O parque deveria ser uma atração para milhões de turistas gerando mais de três mil empregos.

Nos planos originais, o complexo seria localizado próximo ao local de nascimento de Vlad Tepes, em Sighisoara, na Transilvânia. A mudança para Snagov foi decidida depois de pressões da população de Sighisoara, que se posicionou contra a instalação do parque no local.


Anunciado, em março de 2001, segundo a previsão, a inauguração do Parque seria em 2002. A notícia da construção de Dracula Land provocou polêmica: enquanto os defensores alegavam que Vlad Tepes era um herói nacional e o projeto seria positivo do ponto de vista econômico, outros, contrários, argumentaram que o parque comprometia a imagem da Romênia; isto, porque Vlad Tepes não é uma figura que se pode qualificar como simpática. Ele é o Vampiro dos Vampiros, um morto-vivo bebedor de sangue humano.

Apesar do caráter macabro da personagem-tema do parque, os idealizadores defenderam a ideia; o Dracula Park incluiria o Dracula Institute, com salas de conferências, seminários, biblioteca, hotel, restaurante e galeria de arte temáticos, discoteca, cinema, teatro e outros serviços.

O Vampiro romeno tem muitos admiradores; existem mais de quatro mil grupos, associações e clubes dedicados a ele em todo o mundo, garantia de um fluxo de visitantes altamente rentável; mas, com os atrasos intermináveis, que mais parecem uma maldição do morcego, o embargo da obra foi inevitável e o projeto parece destinado ao esquecimento.

Uma grande decepção para os fãs do "Morto que Anda" e um reforço a mais para a aura de maldição que acompanha, tradicionalmente, o "Empalador".

+ A Maldição do Drakula Park, 2015
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2015/04/dracula227.html] 



FONTES 
LUXMORE,  Jonayhan. Cancellation of Dracula Park hailed as victory by Romanian church
IN ECUMENICAL NEWS INTERNATIONAL - publicado em 06/04/2006
[http://paranormal.about.com/gi/dynamic/offsite.htm?zi=1/XJ&sdn=paranormal&zu=http%3A%2F%2Fwww.eni.ch%2Farticles%2Fdisplay.shtml%3F06-0305]  
Romania builds Dracula Land
IN NEWS BBC - publicado em 22/03/2001
[http://news.bbc.co.uk/2/hi/europe/1234648.stm]
tradução e adaptação: L.C.

domingo, 26 de abril de 2015

O Mistério do Mercúrio em Teotihuacan



O arqueólogo mexicano - Sergio López encontrou, na pirâmide central de Teotihuacan (morada dos deuses) - a Pirâmide da Serpente Emplumada), no fim de um túnel, em uma câmara selada há 1,800 anos - mercúrio (em estado líquido - Hg). 

Considerando o significado (potencial) alquímico (química esotérica, metafísica) do Mercúrio em práticas rituais relacionadas a fenômenos sobrenaturais (ou mágicos), Gomez acredita que a exploração do local poderá revelar o túmulo de um rei. Trabalhando no túnel já há seis anos, Gomez reuniu milhares de artefatos. 

+ O Mistério das Esferas Metálicas de Teotihuacan, 2014
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2014/10/teotihuacan29.html]
+ O REINO PERDIDO DE CAIM
[http://www.sofadasala.com/mundosperdidos/oreinoperdidodecaim.htm]

MÉXICO. ARQUEOLOGIA. TEOTIHUACAN.  Nos primeiros dias de Abril (2015) - na entranhas das misteriosas 'ruínas da cidade pré-asteca de Teotihuacan, situada 30 km a nordeste de Cidade do México (capital do  uma equipe de pesquisadores do INAH-México (Instituto Nacional de Antropologia e História), liderada pelo arqueólogo Sergio Gomez, encontrou grandes quantidades de Mercúrio (metal em estado líquido).

O material, achado  no final de um túnel que conduz a uma câmara selada há 1,800 anos, poderá ajudar a elucidar algo mais do pouco que se sabe sobre Teotihuacan, uma cidade que já foi a maior das Américas, construída com gigantescos blocos de pedra.

Ali, entre os anos 100 e 700 d.C., habitaram cerca de 200 mil pessoas que desapareceram misteriosamente sem deixar qualquer registro escrito. Mais tarde, no século XIV, quando os astecas dominaram a região, Teotihuacan era uma colosso fantasma e um enigma.




Os pesquisadores acreditam que o Mercúrio, um metal prateado, de aparência sedutora porém extremamente tóxico para seres humanos e outros viventes, depositado naquele local, pode estar relacionado ao conteúdo da câmara que, os arqueólogos anseiam, seja o túmulo de um governante.

Seria uma descoberta extraordinária posto que apesar de décadas de exame daquelas ruínas, nada se sabe - além de conjecturas - sobre o povo que a construiu. 

Um dado, porém, é certo: este povo sem nome foi contemporâneo dos maias.também não há nenhuma indicação de por que o Mercúrio foi colocado lá e Gomez somente pode especular: talvez simbolize um rio ou lago subterrâneo.

No passado, Mercúrio foi encontrado em pequenas quantidades em alguns sítios arqueológico maia, mais ao sul. Porém, nunca, antes, foi  registrado um achado desses, em qualquer quantidade, em Teotihuacan.

O mistério se aprofunda: o Mercúrio era raro no México antigo, quase impossível de ser extraído de  seus veios naturais mas, devia ser muito apreciado por sua aparência brilhante em sua liquidez densa, coesa e fugidia. O Mercúrio, de fato, parece ser algo como prata viva e mortal.

Na década de 1670, os espanhóis escavaram Teotihuacan mas um trabalho metódico, científico somente começou, no local, muito mais tarde - nos anos de 1950.

Trabalhando na pirâmide da Serpente há 6 anos, Gomez e sua equipe já recolheram milhares de objetos como esculturas de pedra, joias finas, conchas gigantes.

Agora, com o achado dessa significativa quantidade de Mercúrio, os pesquisadores precisarão usar equipamentos de proteção para evitar a intoxicação. O objetivo é abrir a câmara até o final do período das escavações, no fim deste ano (2015).

+ O Mistério das Esferas Metálicas de Teotihuacan, 2014
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2014/10/teotihuacan29.html]




+ O REINO PERDIDO DE CAIM
[http://www.sofadasala.com/mundosperdidos/oreinoperdidodecaim.htm] 



+ Os deuses astronautas e as cabeças de pedra de Tiahuanaco 
NOITE SINISTRA, 06.02.2013
[http://noitesinistra.blogspot.com.br/2013/02/os-deuses-astronautas-e-as-cabecas-de.html]

http://noitesinistra.blogspot.com.br/2013/02/os-deuses-astronautas-e-as-cabecas-de.html

FONTE
MCLAUGHLIN, Kelly/REUTERS. Will secret tunnel inside the bowels of pre-Aztec pyramid reveal long-lost tomb of Teotihuacan's first king? Archaeologists find 'large quantities' of liquid mercury used in primitive burial
DAILY MAIL/UK, 24.04.2015
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-3054296/Hunt-ancient-royal-tomb-Mexico-takes-mercurial-twist.html]

sábado, 25 de abril de 2015

Gigante do Mar. Mantarraia Fabulosa Capturada no Peru


O animal, um gigante medindo 8 metros de comprimento, somente pôde ser removido da costa com o recurso de um guindaste.

PERU. MUNDO ANIMAL. Na Provincia de Tumbres, na Enseada La Cruz - pescadores capturaram um peixe arraia manta gigantesco - Mantarraia gigante (Manta birostris), que chamou a atenção de curiosos e especialistas que lotaram a costa para admirar a criatura.

Medindo 8 metros da cabeça à cauda, este verdadeiro 'monstro do mar - somente pôde ser retirado do navio com o auxílio de um guindaste. O espécime foi recolhido sob a tutela do Instituto del Mar de Perú que estuda animais marinhos.

Apesar da aparência assustadora o peixe arraia gigante pode ser menos mortal do que parece: sua picada não é venenosa, ao contrário de sua parente próxima, a chamada Jamanta (Myliobatidae) - a arraia-águia, não menos portentosa e notavelmente mais perigosa, posto que, também sendo gigante possui, ainda, um aguilhão (um ferrão) venenoso em sua cauda.

Em qualquer caso o enfrentamento no enfrentamento no mar cm uma dessa potências não é uma aventura aconselhável. Esses 'gigantes podem crescer até 8,5 metros de comprimento e um indivíduo desse porte, como o desta captura, pesa em torno de 1,4 toneladas (mil e quatrocentos quilos).

FONTE
En Perú pescaron a una mantarraya de una tonelada
EL DIARIO/ARGENTINA, 24.04.2015
[http://www.d24ar.com/nota/349952/en-peru-pescaron-a-una-mantarraya-de-una-tonelada-20150424-0704.html]

O Mestre Yoda do Século XIV



INGLATERRA/UK. Na British Library de Londres, o curador de manuscritos pré-anos de 1600, Julian Harrison - encontrou, em uma edição dos Decretos de Gregorio IX (Papa, 1145–1241, pontificado entre 1227 até sua morte em 1241) - com data estabelecida em 1340, uma ilustração espantosa posto que reproduz com grande fidelidade a figura do famoso personagem da série cinematográfica, Stars Wars - o Mestre Yoda.

O documento contém a história bíblica de Sansão. Julian Harrison acredita em uma coincidência pela qual o ilustrador do documento veio a criar uma imagem que seria tão popular, séculos depois.


 

Porém o fato intriga os peritos é que, encontraram, em todo o texto, não somente a representação do sósia/precursor de Mestre Yoda mas, também, outras ilustrações enigmáticas de estranhas criaturas que se parecem com seres híbridos. O material onde a figura deMestre Yoda pode ser visto está disponível online na  Britsh Library.

FONTES 
RUIZ, Julieta. Aparece el Maestro Yoda en un manuscrito del siglo XIV
DE10, MÉXICO, 24.04.2015
[http://de10.com.mx/top-10/2015/04/24/aparece-el-maestro-yoda-en-un-manuscrito-del-siglo-xiv] 
MOORE, Peter. Was Yoda a medieval monk? It takes a museum curator to tell you
GARDIAN/UK, 16.04.2015
[http://www.theguardian.com/careers/careers-blog/2015/apr/16/was-yoda-medieval-monk-museum-curator] 
[http://www.bl.uk/manuscripts/Viewer.aspx?ref=royal_ms_10_e_iv_fs001r]

quinta-feira, 23 de abril de 2015

O Inglês Gótico Andrógino Que Virou Deusa na Índia

texto recuperado

+ IMAGENS & FONTES: ANDROGYNE 
[http://androgyne.0catch.com/c/cooppix1.htm]
 

LONDRES.UK/ÍNDIA. 2007.  O desempregado Steve Cooper encontrou um novo trabalho como uma deusa hindu, que milhares de pessoas acreditam que pode curar a infertilidade.

Peregrinos atravessam uma floresta remota para serem abençoados por Steve, 32 anos, de Tooting, sudoeste de Londres. Ele coloca seu terceiro dedo na testa das pessoas e murmura: "A Deusa está aqui". Rodeado de flores, Steve fala ao The Sun: "Eu amo viver aqui. Eu não espero nada de Tooting".

Ele é considerado a reencarnação de Bahucharaji, padroeira indiana dos eunucos. Ele tem estado no templo, em Gujarat, estado do norte da Índia há três meses. Na grande parte do tempo Steve anda por toda vila, com as pessoas gritando: "Jay Bahuchar Ma", (a deusa está aqui). 


Steve se autodenomina Pamela. Mas seus devotos o chamam de Prema - Deus do Divino Amor. Antes de se tornar uma divindade, Steve viva num pequeno flat em Tooting procurando novos rumos para uma carreira.

Isso mudou completamente quando amigos indianos falaram que ele se movia e olhava como uma antiga deusa.

Logo que chegou ao templo, de fato, foi tratado como divindade. Ele agora levanta na madrugada e veste com uma túnica amarelo-laranja antes de começar o ritual diário de bênçãos. Peregrinos hindus não têm dúvida sobre seus poderes.

Quando nos perguntamos a Bhanu Barot por quê ela estava tão alegre em receber a sua bênção, ela disse simplesmente: "Por que ela é uma deusa". Outra mulher, Rekha, disse que fez uma longa viagem para receber a bênção de Steve, acrescenta: "Minha cunhada veio até aqui e ficou grávida logo em seguida".  Entretanto, para Justin Cooper, irmão de Steve: "Ele é um cara comum".


OH! E EUNUCO INDIANO DENUNCIA "ELE TEM UM PÊNIS" ...



Steve agora segue uma dieta estritamente vegetariana e dorme num quarto espartano (desprovido de confortos). Ele vive no meio de oitenta eunucos - homens castrados - no templo. Mas alguns têm dúvidas se ele é realmente um deus. 

Um eunuco chamado Sudha disse: "Ele é falso. Eu chequei e ele ainda têm um pênis. Ele é um homem, portanto não pode ser uma deusa. Ele não pode abençoar". Steve, que tem uma tatuagem da deusa no braço, insiste: "Eu sou os dois, homem e mulher".

Ele cresceu na cidade de Shepshed (Leicestershire, England). Segundo seu irmão, Justin, a última vez que ele viu Steve foi há quatro anos atrás: "Ele teve sempre teve fascinação pelo hinduísmo. Visitava os templos em Londres".

Há oito meses ele mandou uma carta para o irmão dizendo que estava indo para a Índia; depois, Steve mandou mais uma falando que estava amando viver lá.

FONTES
KHANNA, Rajeev. UK man's new life as Indian 'goddess'
BBC, 12.04.2007
[http://news.bbc.co.uk/2/hi/6546479.stm]
Steve Cooper of Tooting, Professional Goddess
SCIENCEBLOGS/PHARYNGULA, 30.03.2007
[http://scienceblogs.com/pharyngula/2007/03/30/steve-cooper-of-tooting-profes/]

O Cervo Branco da Patagonia Argentina


YOUTUBE. O Cervo Branco da Patagônia Argentina, 2015 
Lygia Cabus CH Published on Apr 23, 2015
[https://www.youtube.com/watch?v=pzWFJ4odtLY]

ARGENTINA. O vídeo foi gravado na terça-feira - 21 de Abril, 2015 - na zona rural, atravessando a estrada entre Dolavon  e '28 de Julho (cidades do Departamento Gaiman, província del Chubut).

As imagens são as primeiras a serem divulgadas da - se não estranha, rara - do animal, cujo avistamento vem sendo comentado desde a semana passada (abril, 2015). Para alguns povos, a aparição de um cervo branco tem significado religioso e místico.



Na Idade Média, na Europa Cristã, o cervo branco simboliza o próprio Cristo, Jesus - e sua visão anuncia um momento de renovação, início de uma nova Era, um novo 'mundo.

Na literatura, este animal aparece em obras como 'A lenda do rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda. Neste caso, envolto em uma aura de encantamento, o cervo branco mostra-se aos guerreiros que procuravam o Santo Graal, sinalizando o caminho certo.

Na mitologia celta, o cervo é associado ao deus Cernunnos, protetor da natureza selvagem, propiciador da fertilidade, da abundância e da renovação.

FONTE: Un ciervo blanco sorprende a la zona del Valle inferior
EL PATAGÓNICO, 23.04.2015
[http://www.elpatagonico.net/nota/277842-un-ciervo-blanco-sorprende-a-la-zona-del-valle-inferior/]

terça-feira, 21 de abril de 2015

Anjos Oceânicos. Golfinhos Protegem Nadador Contra Ataque de Tubarão



Swimming with Dolphins, Adam Walker - Cook Strait
IMAGEM. YOUTUBE. Adam Walker CH Published on Apr 23, 2014
[https://www.youtube.com/watch?v=Ohsg1XI6KdI]

Adam Walker viu a besta nadando abaixo dele durante a travessia do Estreito de Cook. Porém, logo se viu acompanhado por 10 golfinhos que o 'escoltaram durante uma hora. 

Não é a primeira vez que golfinhos atuam como guardiões de seres humanos no mar. Em 2004, na Nova Zelândia, eles salvaram quatro pessoas da ameaça de ataque e um grande tubarão branco.


22 de abril de 2014. NOVA ZELÂNDIA. O nadador britânico Adam Walker - lança-se ao mar para o desafio de uma travessia através do Estreito de Cook. A jornada, em águas geladas, durou 8 horas e 36 minutos.

Durante o percurso, em dado momento, a aventura quase virou um pesadelo quando o atleta percebeu, pouco abaixo de si, o movimento e a figura ameaçadoras de um tubarão. O animal media cerca de dois metros e podia significar o fim da travessia e da vida de A. Walker

Felizmente, o oceano pode não ser território sem leis. Como uma patrulha acionada por algum alarme, logo apareceu um cardume (? - ou rebanho?) de golfinhos que frustraram completamente qualquer perspectiva de ataque do predador.

Os cetáceos acompanharam Walker ostensivamente, saltando, emitindo os sons de sua particular linguagem - por uma hora, até que o homem estivesse à salvo do perigo.


Mapa da travessia de Adam Walker, partindo do litoral de Wellington, capital da Nova Zelândia, com destino a Perano Head (Arapawa island). 

Esta travessia foi a sexta de uma série de desafios, o Ocean's Seven, que convida os participantes a vencer aqueles que são considerados os mais difíceis trechos de natação em águas oceânicas de todo o mundo. As aventuras são uma das maneiras de arrecadar fundos para a Whale and Dolphin Conservation Society.



ANJOS OCEÂNICOS

Não é a primeira vez que golfinhos protegem humanos em apuros no mar. Em 2004, um grupo de quatro nadadores foi escoltado por estes misteriosos cetáceos, também chamados delfins

Os animais protegeram os humanos contra a ameaça de um tubarão branco de 3 metros de comprimento. Também este incidente ocorreu na Nova Zelândia.

Em outro caso- ainda na Nova Zelândia - Rob Howes, um salva-vidas de origem britânica, sua filha, Niccy e outros dois amigos, foram salvos em circunstâncias semelhantes por golfinhos que mantiveram-se em formação de guarda, circundando o grupo durante, 40 minutos.

Na ocasião Howes descreveu: Eles (os golfinhos), começaram a fazer pequenos círculos ao nosso redor. Estavam nos agrupando [aos humanos, como se faz com um rebanho], juntando-nos, os quatro. E o tubarão estava ali, a uns dois metros de distância, nítido na água cristalina.

+ Resgate: Golfinhos e Baleias Salvam Pescador, 2008
PUERTO PRINCESA CITY, Filipinas: Na segunda-feira, 8 de dezembro [2008], o pescador de atuns Ronnie Dabal salvou-se "miraculosamente" de um naufrágio graças ao resgate que lhe foi prestado por uma "tropa" golfinhos e duas baleias.
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2008/12/resgate-golfinhos-e-baleias-salvam.html]

+ China: Golfinhos Rechaçam Ataque Pirata, 2009
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2009/04/china-golfinhos-rechacam-ataque-pirata.html]

http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2009/04/china-golfinhos-rechacam-ataque-pirata.html 

+ Baleia Beluga Salva Mergulhadora, 2009 
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2009/07/baleia-beluga-salva-mergulhadora.html]

http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2009/07/baleia-beluga-salva-mergulhadora.html 

FONTE: RADULOVA, Lillian. British man saved from shark by pod of DOLPHINS who joined him for part of marathon eight hour swim
DAILY MAIL/UK, 24.04.2014
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-2611777/Dolphins-scare-shark-British-swimmers-8-hour-challenge.html]

domingo, 19 de abril de 2015

Runan-Shah, O Misterioso anfíbio humanoide observado no Mar Cáspio



No começo nós pensamos que era um peixe grande mas então vimos que tinha cabelos na cabeça do monstro e suas nadadeiras pareciam estranhamente belas. A parte da frente do corpo tinha braços! Gafar Gasanof

Em seu retorno ao Azerbaijão, quando contou o ocorrido, ninguém acreditou na história do capitão. Alguns simplesmente insinuam que o marujo tomou uns drinques a mais.

Entretanto, pouco tempo depois da publicação da entrevista, as redações dos jornais iranianos foram inundadas por numerosas cartas de leitores que afirmavam acreditar na história que consideravam como mais uma evidência da existência do chamado "homem-do-mar".

Os leitores chamam a atenção para o fato de que muitos pescadores têm visto a estranha criatura desde fevereiro (2005), depois que vulcões submarinos deram sinais de atividade ao tempo em que se intensificaram os trabalhos de exploração petrolífera no Mar Cáspio.
CONTINUE LENDO EM "SEREIAS"

Os Mistérios Alienígenas do Lago Baikal


Picture: othereal.ru

RÚSSIA. SIBÉRIA. Desde os tempos mais antigos, o lago Baikal é conhecido por ser um lugar repleto de mistérios. Nos últimos anos da Era Soviética e - desde então - o lago e suas proximidades ganharam mais uma tradição de palco do inexplicável, com os relatos de inúmeros avistamentos de criaturas estranhas - alienígenas, extraterrestres - e seus veículos, os OVNIs.

Inicialmente abafadas pelas autoridades da antiga URSS, pouco a pouco esses avistamentos estão sendo reveladas/denunciados pelos midia russos. Hoje, a região do lago Baikal é considerado o local onde a presença de OVNIs e seus tripulantes é mais frequente.

Cercado pelos altos picos de imponentes montanhas, o lago, que representa um quinto da água doce não congelada do mundo é palco de diferentes aparições, na terra, no ar e nas águas.

Mergulhadores militares, relataram o avistamento de criaturas humanoides porém não-humanas bem como naves anfíbias (posto que transitam dentro e acima das águas), durante missões de explorações dos níveis mais profundos do Baikal.





Listvyanka, julho de 2010. A foto foi tirada por Nikita Tomin, mostra três luzes verdes voando próximos a uma estância (resort, hotel) acima do lago, região de Irkutsk. Nikita Tomin relembra: 'Voavam acima de nós porém, voavam baixo. Ficamos um pouco assustados. Pictures: Baikal Press, NTV


O CASO DA NÉVOA AMARELA

 

Em 16 de Maio de 1990, na aldeia de Kudara-Somon, no distrito de Kyakhtinsky, cerca de 300 km de Ulan-Ude, capital da República de Buryatia - a paisagem ficou amarela. O caso foi tema de reportagem no canal NTV. 

Olga Fedorova, residente no local conta: Em dado momento, tudo ficou amarelo. Minha filha chegou da escola. Olhei, e o rosto dela estava amarelo

A explicação veio com o relato de outro moradores de Kudara-Somon: a fonte da névoa amarela era uma disco voador.




NTV, Sergey Konechny

Vasily Timofeev descreveu: [O disco] ...tinha um diâmetro medindo cerca de 30 metros e brilhava mas, não pude ver claramente se era feito de metal ou algo assim. Outra testemunha, Margarita Tsybikov comentou: Daquele disco desceram pessoas. Tanto quanto me lembro, eram três indivíduos usando trajes amarelos.

Marina Zimireva, que também viu a aparição, acrescentou: Tinha janelas, eram visíveis. Sobre os tripulantes que saíram da nave, Zimreva observou:  

Eles tinham figura humana [bípedes] eretos, esbeltos, tinham braços e pernas e caminhavam como nós. Um pouco mais atrás [dos que usavam trajes amarelos] havia outros três usando uniformes alaranjados. Quando perceberam as pessoas observando-os, voltaram para a nave - que decolou e voou para longe.




O presidente da União dos Fotógrafos de Buryatia, Sergey Konecnych (acima) mostra as fotos que ele fez em julho de 2009.  Fotos: NTV, Sergey Konechny




Outro incidente foi registrado pelo presidente da Union of Photographers of Buryatia, Sergey Konechnykh - em Ulan-Ude, (capital da República da Buriácia, na Federação Russa, localizada a cerca de cem quilômetros a sudeste do Lago Baikal).

Aconteceu em 09 de julho de 2009, por volta da 10 horas da manhã. Konechnykh relatou: Meu filho e eu fomos para a varanda apreciar o por-do-sol. De repente apareceram aqueles dois pontos brilhantes pairando sobre a água [do lago]. As imagens que fiz desse incidente são claras: mostram os dois objetos, luminosos, com seus núcleos amarelos rodeados por uma áura vermelha.

Na mesma época, Anna Vinogradova - também viu, as mesmas luzes sobrevoando o lago Baikal: Estávamos em nossas barracas, montadas na praia do lago e, à apareceram aqueles flash vermelho-alaranjados, como se fossem fogos [suspensos no ar].


OSNIs - Objetos Submarinos ou Subaquáticos Não Identificados



Vyacheslav Lavretevich (foto acima), socorrista (salva-vidas no lago) conta um caso: Estávamos em um iate no Lago Baikal quando notamos que algo brilhava sob a água, pouco abaixo da superfície. Isso durou uns três minutos.

Os registros de alienígenas e suas naves incluem testemunhos de avistamentos relacionados ao transito desses veículos nas águas profundas do lago Baikal.

Subitamente, emergiu um enorme disco brilhante que nos cegou por um momento e voou até desaparecer no firmamento. Não tivemos tempo para pegar uma câmera e filmar a coisa. Era um objeto realmente enorme, medindo, aproximadamente, 500 a 700 de diâmetro.


 

1977. Dois pesquisadores, V. Alexandrov e G. Seliverstov, estavam em um veículo submersível a uma profundidade de 1,200 metros, no lago, quando observaram as estranhas luzes. FOTO: Vokrug Sveta/SIBERIAN TIMES

1982. Sete mergulhadores militares relataram ter-se deparado com aliens sob as águas do Baikal. Doutor em História, Alexey Ivanenko, reportou o inciente:  

Em uma profundidade de 50 metros, eles [a equipe de militares] avistaram criaturas humanoides de grande porte, cerca de 3 metros de altura, vestidos com trajes prateados ajustados ao corpo. Não usavam tanques de ar nem qualquer outro dispositivo de respiração debaixo d'água. Apenas capacetes.

+ Os Gigantes dos Lagos da Eurásia, 01/06/2008
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2008/06/os-gigantes-dos-lagos-da-eursia.html]



+ Aliens: Os Híbridos Entre Nós, 18/12/2008
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2008/12/aliens-os-hbridos-entre-ns.html]



FONTE
'Aliens and UFOs at world's deepest lake'
SIBERIAN TIMES, 30/04/2015
[http://siberiantimes.com/other/others/features/f0077-aliens-and-ufos-at-worlds-deepest-lake/]

terça-feira, 14 de abril de 2015

Mistério em Kalachi - A Inexplicável 'Doença do Sono. Autoridades Começam a Evacuar a Cidade



IMAGEM. YOUTUBE, Sleepy Hollow, Kazakhstan
RT Documentary - Published on Dec 10, 2014
[https://www.youtube.com/watch?v=jiKP0HioAYs]

CAZAQUISTÃO. PROVÍNCIA DE AKMOLA. Na pequena cidade de Kalaschi - situada a 500 km da capital do país, Astana - continua o mistério da estranha epidemia do sono. Fato recente indica que o problema é, de fato, localizado.

Segundo reportagem publicada pela Interfax-Kazakhstan, na segunda-feira, 13 de abril - 2015, uma mulher e sua filha, de dois anos de idade, foram hospitalizadas vítimas da estranha sonolência que tem afetado toda a cidade. As duas viajaram de Esil para Kalachi a fim de ali passar a Páscoa ortodoxa cristã. Poucas horas depois de chegarem à cidade, começaram a sentir os sintomas da 'doença do sono.

Lyubov Bilkova, contou à emissora de Tv Vesti que já sofreu ataques de sono por oito vezes. Ela disse que a doença ataca sem aviso. A sonolência irresistível ou a desorientação podem ocorrer de um momento para outro.  

'Em um instante você está conversando, em seguida, está dormindo. Às vezes, não dorme mas fica em um estado como se estivesse bêbado. Aqui, todo mundo tem medo desse sono.


Nos últimos dois anos, moradores das cidades de Kalachi e da vizinha, Krasnogorsk sofrem, além de uma sonolência invencível, tonturas, fadiga, alucinações e lapsos de memória. Durante este tempo, ainda que pesquisadores estejam investigando incansavelmente, a causa do fenômeno permanece desconhecida.

No início das ocorrências, foi cogitado que a razão da epidemia seria radiação originária de uma mina de urânio abandonada, desativada em 1992,  localizada nas proximidades da cidade.

Todavia, testes realizados pelo Kazakhstan’s National Nuclear Center confirmaram, mais uma vez, em março de 2015 - que os níveis de radiação estão em níveis normais, tanto na mina como na área urbana.

De tal modo, outras teorias prosperam e incluem: psicose em massa, intoxicação por agente desconhecido ou mesmo ação de alienígenas.

Diante da situação, as autoridades discutem a relocação dos moradores. Ou seja, Kalachi está poderá evacuada embora o governador DA PROVÍNCIA DE Akmola recuse essa ideia. Porém, nesta segunda semana de abril (2015) - cerca de 50 famílias já tinham deixado a cidade com destino a Akmal, no distrito Tselinograd.

O surto começou em 2013. A doença do sono já afetou quase um quarto da população, entre Kalachi e Krasnogorsk, cerca de 425 pessoas. Muitas pessoas precisaram de internamento no hospital de Kalachi.

Desde os primeiros registros, 7 mil diferentes testes laboratoriais já foram realizados em busca da causa da doença. Foram descartadas as doenças infecciosas e bacterianas.

Significa que não é uma doença transmissível. Também não foram encontrados indícios de envenenamento por altas concentrações de sais ou metais pesados, fosse nos alimentos, na terra ou na água da região.

+ CASAQUISTÃO: A ESTRANHA EPIDEMIA DO SONO
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2014/01/casaquistao-estranha-epidemia-do-sono.html]




[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2014/12/sleepspidemic.html]




FONTES
Mysterious 'Sleeping Sickness' Strikes Mother and Baby After Visiting Kazakh Village
THE MOSCOW TIMES, 13/04/2015
[http://www.themoscowtimes.com/article/519003.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+themoscowtimes%2Fnews+%28The+Moscow+Times+News%29]
Relocation of Kalachi residents starts
INTERFAX/KZ, 14/01/2015
[https://www.interfax.kz/?lang=eng&int_id=expert_opinions&news_id=7930]
7 thousand tests cannot explain sleep syndrome
TENGRINEWS, 24/03/2014
[http://en.tengrinews.kz/health/7-thousand-tests-cannot-explain-sleep-syndrome-26877/]
HARRIS, Sarah Ann. A waking nightmare: Cold War Soviet nuclear site blamed for mysterious sleeping sickness
EXPRESS/UK, 28/03/2015
[http://www.express.co.uk/news/world/566744/Sleeping-sickness-Kazakhstan-village-Kalachi]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...