quarta-feira, 13 de maio de 2015

A Pirâmide de Roma



HISTÓRIA ANTIGA. ITÁLIA. A Grande Pirâmide de Gizé é o mais conhecido ícone do antigo Egito. Mas, pirâmides semelhantes são encontradas, tanto naquele país como em outras nações/culturas do mundo. 

Como as pirâmides do Reino de Kush. Essas pirâmides inspiraram, em épocas posteriores, a construção de estruturas parecidas, como em Roma, por exemplo.

A ideia de construí-las em Roma pode ter sido fruto da interação cultural promovida pelo avanço imperialista romano. Em 23 a.C,. os exércitos dos Césares empreenderam uma expedição militar no Reino de Kush.

Em 30 a.C,. o Egito foi tornou-se província do Império. Historiadores acreditam que o contato entre os diferentes povos pode estar na origem da pirâmide de Roma, a chamada Pirâmide de Cestius, um monumento curioso em meio ao estilo clássico da arquitetura circundante.

Outrora, havia duas dessas pirâmides em Roma. Além de Cestius, existiu outra, conhecida como Pirâmide de Rômulo. Durante a Idade Média, mesmo a Pirâmide de Cestius tinha outro nome: era a Pirâmide de Remo (Remus).

Duas pirâmides que seriam os túmulos dos lendários irmãos fundadores ds cidade. A Pirâmide de Rômulo, maior que sua 'irmã, localizava-se entre o atual Vaticano e o Mausoléu de Adriano (conhecido hoje como Castel Sant'Angelo). Foi vandalizada, desmantelada durante o século XVI (anos de 1500) e seu mármore foi usado na construção da Basílica de São Pedro.

 
IMAGEM. A Pirâmide de Cestius incorporada às Muralhas de Aureliano

A Pirâmide de Cestius foi construída ao longo da Via Ostiensis entre os séculos 18 e 12 a.C.. Seu núcleo é de concreto revestido com tijolos. O exterior é coberto de mármore. A base, quadrada, mede 29,5 m de lado.

Sua altura, 36,4 m e dentro da pirâmide há uma câmara mortuária, abobadada, semelhante a um barril, medindo cerca de 23 m². Essa câmara foi lacrada, conforme o costume egipcio, logo após o sepultamento. Durante o século III d.C., a pirâmide foi incorporada ao circuito de paredes conhecidas como Muralhas de Aureliano.




AS INSCRIÇÕES NA PIRÂMIDE DE CESTIUS. Apesar da lenda do túmulo de Remo, a verdadeira 'identidade da pirâmide foi redescoberta durante os anos de 1600.

O monumento estava sendo restaurado e as inscrições nela gravadas, em suas faces leste e oeste, foram reveladas. Ali está escrito que a edificação é o túmulo de um homem chamado Caio Cestius Epulo (daí o nome atual da pirâmide), filho de Lucio, da tribo Pobilia.

As inscrições também mencionam que Cestius foi um pretor, um tribuno da Plebe e um 'Septemvir dos Epulones (membro do colégio de sacerdotes responsáveis pela preparação de festas em honra dos deuses). O registro informa, ainda, que a pirâmide foi erigida em 330 dias.




IMAGEM. The ‘Vision of the Cross’ (1520/1524) de Raphael (Raffaello Sanzio da Urbino, pintor italiano, 1483-1520). Arte na Itália Renascentista. A Pirâmide de Romulo/Cestius - representada no fundo do tema da pintura. The Pyramid of Romulus is depicted in the background.

É notável o fato de que a Pirâmide de Cestius é mais íngreme, com seu vértices abrind0-se em ângulos mais agudos do que as pirâmides egípcias.

O que alguns apontam como inexatidão da cópia - do original egípcio, outros observam como uma influência do estilo de pirâmides encontradas no Reino de Kush que, de fato, são mais íngremes, estreitas - pirâmides kushitas.

Ao longo tempo, por causa do desgaste natural, a Pirâmide de Cestius sofreu reparos, como a restauração do século XV (anos de 1600). Em 2001, foi restaurada a câmara funerária e, em 2011, novas obras foram feitas ao custo de um milhão de euros doados por um empresário japonês.

FONTE
What is a Pyramid doing in the Heart of Rome?
ANCIENT ORIGINS, 10.05.2015
[http://www.ancient-origins.net/news-ancient-places-europe/what-pyramid-doing-heart-rome-003035]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...