domingo, 14 de julho de 2013

Sepulturas de Decapitados Encontradas na Polônia



IMAGENS: O sítio arqueológico e mais 17 IMAGENS...
IN DZIENNIK ZACHODNI/POLÔNIA - publicado em 12/07/2013
Szkielety wampirów w Gliwicach! To jedna z hipotez [NOWE ZDJĘCIA]

[http://www.dziennikzachodni.pl/artykul/942386,szkielety-wampirow-w-gliwicach-to-jedna-z-hipotez-nowe-zdjecia,16,id,t,sg.html]


LINK RELACIONADO
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2013/07/o-vampiro-de-quatro-mil-anos.html]

POLÔNIA. Durante a construção de uma estrada (um Rodoanel), na cidade Gliwice, arqueólogos encontraram sepulturas do que parece ser um local destinado a sepultar... gente amaldiçoada...

Os túmulos abrigavam quatro esqueletos cujas cabeças foram cortadas e depositadas entre as pernas dos mortos. Essa característica é indício de uma circunstância qualquer não comum, como a execução de um ritual relacionado à crença no Vampirismo, talvez, para assegurar que o "morto permaneça morto". Um dos procedimentos medievais comuns para prevenir a maldição dos mortos-vivos.

Na quinta-feira (11 de julho, 2013) um quinto esqueleto foi achado, bem preservado, nas mesmas condições - decapitado mas, este, tinha a cabeça repousando sobre um dos ombros.

A condição pessoal desses indivíduos, em vida, é incerta. Nas covas, nada mais foi encontrado além dos decapitados: sem vestígios de quaisquer posses terrenas tais como joias, peças de roupa, ou acessórios, como armas, utensílido de qualquer tipo, cintos, fivelas ou bolsas.

É muito difícil dizer (por enquanto, julho de 2013) quando esses sepultamentos foram realizados - informou o arqueólogo Jacek Pierzak ao jornal Dziennik Zachodni e comentou: Enterro "anti-vampiro", é uma das hipóteses que consideramos. (DZIENNIK ZACHODNI, 2013).

Os restos mortais foram encaminhados para testes mas os cientistas acreditam que devam pertencer ao século XVI (anos de 1600 d.C.)

Muito distante dos arquétipos cinematográficos, em realidade, em comunidades pequenas da Europa Oriental, o vampiro permanece sendo, como nas tradições locais, uma ameaça bastante real no pensamento das pessoas onde, de fato, o alho e o crucifixo são objetos de necessidade, nos quais ´s depositada a fé de têm poder de repelir vampiros.

Nesses lugares, ainda hoje, sempre que se "torna necessário", corpos são exumados para que seus peitos sejam transpassados pela estaca de madeira que deve anular um mal consumado: aquele defunto VIROU vampiro.

No Leste europeu, a crença nos humanos predadores de humanos remonta milhares de anos. Mas não somente naquela parte do globo, mas em culturas antigas de diferentes povos doeste planeta.

Recentemente, na República Checa, arqueólogos descobriram 3 mil sepulturas nas quais os corpos foram sobrecarregados com pedras, para prevenir que se erguessem das tumbas (IN DAILY MAIL, 2012).

O advento do Cristianismo reforçou essas crenças: os vampiros eram considerados a antítese de Cristo e alguém que ressuscitava era animado pelo Espírito daquela que fora, certamente, uma pessoa maligna, que ao invés de celebrar a vida, semeia morte e dela se alimenta.

 
OUTRA HIPÓTESE

Enquanto os midia abusam da Hipótese-Vampiro, a mente aberta logo cogita - como destacou Jacek Pierzak - uma outra ideia muito mais provável: condenados. Condenados à morte por decapitação, também comuns na mesma época e lugar. 

De fato, a cabeça entre as pernas condiz - mais apropriadamente - com a situação de alguém que foi enterrado despojado de todos os seus bens depois de morrer depois de ser sentenciado à pena capital.

O arqueólogo lembra, ainda - que ...os primeiros enterros neste local (cidade de Gliwice) foram encontrados em 2011, durante obras de demolição de um prédio - e eram casos de condenados.

Pierzak explica, embora a crença no vampirismo seja tradicional, ainda hoje difundida na região que e as descobertas de sepultamentos antivampiro sejam frequentes, os procedimentos adotados com cadáveres-candidatos a morto-que-anda envolvem outras providências, de outro tipo - registradas nos anais da Antropologia - que podem incluir OU NÃO a decapitação.

Procedimentos bem conhecidos, tais como transpassar o peito do defunto com uma estaca de madeira ou depositar uma laje de pedra pesada - também-  sobre o peito do cadáver; tão pesada que mesmo um vivo vigoroso teria dificuldade para se levantar.

LINKS RELACIONADOS
 
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2013/07/o-vampiro-de-quatro-mil-anos.html]
SAVA SAVANOVIC. Alerta de Saúde Pública - Vampiro à Solta na Servia, 25/11/2012
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2012/11/alerta-de-saude-publica-vampiro-solta.html]
A Arqueologia dos Vampiros Búlgaros, 06/06/2012
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2012/06/arqueologia-dos-vampiros-bulgaros.html]
Estranhos Vampiros. Os Invasores Silenciosos da Argentina, 19/05/2012
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2012/05/estranhos-vampiros-os-invasores.html]
ARQUEOLOGIA: VAMPIRA EM VENEZA, 12/03/2009
[http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2009/03/arqueologia-vampira-em-veneza.html]


FONTES
Szkielety wampirów w Gliwicach! To jedna z hipotez [NOWE ZDJĘCIA]
DZIENNIK ZACHODNI/POLÔNIA - publicado em 12/07/2013
[http://www.dziennikzachodni.pl/artykul/942386,szkielety-wampirow-w-gliwicach-to-jedna-z-hipotez-nowe-zdjecia,16,id,t,sg.html]
BLAKE, Matt. Archaeologists unearth 'vampire graves' containing decapitated skeletons with skulls placed between their legs on Polish building site.
DAILY MAIL/UK, publicado em 12/07/2013
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-2361883/Archeologists-Poland-unearth-vampire-graves-containing-decapitated-skeletons-heads-placed-legs.html]

DAILY MAIL, 06/06/2012
Thought vampires were just film fantasy? Skeletons impaled on iron stakes say otherwise.
[http://www.dailymail.co.uk/news/article-2155602/Vampire-skeletons-impaled-iron-stakes-say-arent-just-film-fantasy.html]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...