terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Mais um Caso de Uma Estranha Geléia Que Veio do Nada



A geléia não identificada que surge do nada: mistério para a ciência já há vários séculos.

UK. Na Ham Wall Nature Reserve em Somerset, pequena cidade do condado de Glastonbury, na semana passada (entre 10 e 16 de fevereiro, 2013), enquanto o mundo comentava a explosiva queda de um meteorito na Rússia e a passagem de asteróide muito próximo à Terra, porções uma estranha substância gelatinosa apareceram em diferentes partes do gramado da daquele parque.

Algumas pessoas relacionaram o fenômeno aos eventos cósmicos que ocorreram e chamaram a gosma esbranquiçada de star gelly (geléia estelar) mas os cientistas garantem que não há relação entre os eventos.

Especialistas da Royal Society for the Protection of Birds (RSBP - Real Sociedade de Proteção aos Pássaros), como o através do porta-voz da entidade, Tony Whitehead, apresentaram a tradiconal explicação de que a substância é material biológico proveniente da desova de sapos, caído dos céus, transportado por predadores desses anfíbios que, uma vez capturados, liberam no ar seu material genético. Porém, essa explicação é controversa.

Um diretor da RSBP, comentou, na segunda-feira (18/02/2013): Na semana passada encontramos pilhas desta geléia translúcida espalhadas pela Reserva, sempre em partes do gramado localizadas longe de fontes de água. 

Antes de se desfazer em massas informes, o material apresenta-se como esferas que medem cerca de 10 cm de diâmetro. Os especialistas ainda estão analizando o material mas ainda não se pronunciaram oficialmente sobre sua natureza. Seja o que for, é muito estranho.

Alguns sugeram que a geléia é o aglomerado de cianobactérias, chamadas Nostoc, um tipo de alga marinha. Outros relacionam o fenômeno à presença de um fungo bizarro, conhecido como "cristal de cérebro" (crystal brain).

Apesar das explicações com ares de ciência, o fato é os cientistas, em todo o mundo, jamais chegaram a uma conclusão final sobre estas ocorrências, que o pioneiro do jornalismo do insólito, Charles Ray Fort (1834-1932), chamava de "eventos danados" ou malditos, marginais no universo do conhecimento acadêmico.

Registros de fatos semelhantes, essas "chuvas inexplicáveis" datam do século XIV (anos de 1300) quando esseas substâncias começaram a ser chamadas de geléia das estrelas, geléia astral ou astromyxin. Uma das tradições folclóricas sobre o assunto relaciona essas ocorrências às chuvas de meteoros.

Atualmente, exames mais apurados, contestam as clássicas afirmações de que a geléia é material orgânico de anfíbios, fungos ou bactérias porque jamais foram encontrados traços de DNA de qualquer criatura viva terrena, animal ou vegetal, nesses aglomerados. Na dúvida, o público que frequenta o parque foi advertido a não tocar na substância.

LINKS RELACIONADOS 

Ovos Alienígenas
http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2013/02/ovos-alienigenas.html


Substância Gelatinosa Desconhecida Aparece em Colinas Escocesas
http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2012/08/substancia-gelatinosa-desconhecida.html


A Chuva Vermelha de Kerala... De Novo
http://sofadasala-noticias.blogspot.com.br/2012/07/chuva-vermelha-de-kerala-de-novo.html

FONTES
BOND, Antony e EDWARDS, Anna. Mysterious 'space slime' thought to be from Russian meteorite turns out to be unfertilised frog spawn.
DAILY MAIL/UK, publicado em 19/02/2013.
[http://www.dailymail.co.uk/news/article2280966/Mysterious-space-slime-thought-Russian-meteorite-turns-unfertilised-frog-spawn.html]
Strange 'slime' baffles workers at nature reserve.
TELEGRAPH/UK, publicado em 18/02/2013.
[http://www.telegraph.co.uk/earth/wildlife/9877822/Strange-slime-baffles-workers-at-nature-reserve.html]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...