quinta-feira, 14 de junho de 2012

Dois Meses Dormindo - A Estranha Síndrome do Sono


A Síndrome Kleine-Levin (KLS), em geral, manifesta-se na adolescência e pode começar depois de uma doença, como uma infecção, por exemplo. A causa deste distúrbio do sono é desconhecida. 

O neurologista do Center of Narcolepsy & KLS Research, da University of Stanford, da Califórnia, explicou à BBC: Um indivíduo com KLS terá episódios de sono com duração de, em média, uma a três semanas, coincidindo com distúrbio cognitivo (dificuldade de concentração e aprendizado) nas poucas horas de vigília. Quando vem a sonolência, o paciente poderá começar a dormir em qualquer lugar.


UK. Na cidade de Telford, Shropshire County (Inglaterra), a jovem Stacey Comeford, 15 anos, acabou de acordar depois de dormir durante... dois meses. Ela é uma entre mil pessoas, em todo o mundo, que sofre de uma condição muito rara: a Síndrome Kleine-Levin, conhecida também como Sleeping Beauty Syndrome. Deixou de fazer nove provas no colégio e não comemorou seu aniversário.



O sono irresistível não tem hora para se manifestar. A mãe de Stacey, Bernie Richards, 53 anos (2012, foto acima) - que tem outros cinco filhos, conta: Nunca houve nenhum sinal, um aviso. Eu mesma encontrei-a dormindo no chão da cozinha. Quando ela está assim, ele pode se levantar, ir ao banheiro, beber água mas não está acordada. Eu chamo isso de modo de suspensão. 

Nesses momentos, a mãe aproveita o pouco tempo disponível para dar à filha algum alimento, antes que ela volte para a cama.

Quando ela acorda, pensa que é o dia seguinte e não tem qualquer memória do que aconteceu. Mrs. Richards continua: Durante esse sono, ela precisa de tranquilidade. E é como se ela voltasse a ter cinco anos de idade. Quando ela fala, parece uma criança. Nesse estado ela pode ficar temperamental, embora esteja dormindo. Se pede uma coisa, insiste, bate o pé se não conseguir o que quer. É como ter dois filhos diferentes em casa. É como ter de lidar com dr. Jeckyl e Mr. Hyde.

O tempo de sono é variável: pode durar apenas um pouco mais que o normal, 20 horas, por exemplo. Stacey começou a sentir sintomas a cerca de um ano atrás mas, somente foi diagnosticada em março deste ano (2012). 

Como a síndrome é rara, este é um diagnóstico difícil. No começo, os médicos acharam que ela era apenas uma adolescente mal-humorada. Estava cansada o tempo todo e não conseguia concentrar-se na escola.

Começou a chegar em casa quase dormindo em pé. Ia para cama e dormia uma semana. Ninguém conseguia acordá-la. Um dia a escola telefonou para a mãe. Stacey não estava bem. Na verdade, tinha adormecido. Teve de ser carregada para o carro e foi levada ao médico, que não reconheceu a síndrome e atribiu a sonolência a um comportamento proposital - talvez, resultado de uma depressão.

A jovem foi encaminhada para o Princess Royal Hospital, em Telford, onde neurologistas cogitaram na possibilidade de um tumor cerebral estar causando aquela sonolência anormal. Então, seu cérebro foi escaneado. O resultado revelou uma quadro de narcolepsia e eplepisia. Enfim, foi descoberta: a Síndrome de Kleine-Levin

O diagnóstico alivou a garota de suas preocupações mais imediatas. Ela achava que aquele sono era uma criação mental, psicológica. Além disso, já estava sofrendo com o preconceito e as críticas das outras pessoas. As autoridades tinham - até, começado a investigar a família de Stacey por causa de suas ausências na escola; supunham que a mãe estava mantendo a filha em casa criminosamente.

Mrs. Richards, portanto, também ficou aliviada, em termos, com o diagnóstico: Eu sempre soube que havia algo errado. Minha filha era adolescente cheia de energia quando isso começou. Então, aconteceu; ela ia dormir à noite e só acordava uma semana depois. Agora, nós tentamos rir e fazer piada sobre isso, não há mais nada a fazer.

Não existe cura conhecida para a Síndrome de Kleine-Levin embora, em alguns casos, as crises passem na idade adulta. Além disso, ela está tomando um remédio estimulante para ajudar a mantê-la acordada. A mãe acha que tratamento está funcionando, que Stacey tem estado mais tempo desperta e isso melhora sua qualidade de vida.

FONTE: Schoolgirl, 15, sleeps through her GCSEs because of rare 'Sleeping Beauty' syndrome that leaves her in bed for months at a time.
DAILY MAIL/UK, publicado em 13/06/2012.
[http://www.dailymail.co.uk/health/article-2158566/Stacey-Comerford-15-sleeps-GCSEs-rare-Sleeping-Beauty-syndrome-leaves-bed-months-time.html]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...