sexta-feira, 11 de maio de 2012

Um Picasso no Brechó

 

USA. Março de 2012. Em Columbus, Ohio - Zachary Bodish, 46 anos, desempregado, comprou o que ele pensou ser um mero cartaz reproduzindo uma obra de Picasso, em um brechó. Pagou 14 dólares pela peça, que pretendia restaurar para revender.

Porém, mais tarde, olhando mais atentamente a aquisição, descobriu no canto inferior direito da imagem uma assinatura de Picasso. Desconfiado, pesquisou na internet e descobriu que, apesar de ser um cartaz impresso, o objeto tinha um grande valor porque a matriz foi desenhada, de fato, pelo próprio Picasso.

O trabalho é um linocut do pintor, ou seja, é uma criação esculpida para servir à impressão de cartazes. Neste caso, o linocut foi feito em 1958 para a confecção de cartazes de propaganda de uma exposição de trabalhos em cerâmica do mestre que foi realizada em Vallarius - França, na Páscoa daquele ano. Apenas 100 exemplares do cartaz foram impressos, o que torna o achado de Bodish, marcado com o número 6, uma preciosidade.

A professora de História da Ohio State University, Lisa Florman, que escreveu vários ensaios e um livro sobre Picasso reconheceu a obra e explicou: Qualquer um dos 100 (cartazes) são considerados cópias originais. (O dígito)... indica um maior envolvimento do artista com a impressão...

O cartaz peretenceu a um professor de inglês, 72 anos (em 2012), Ed Zettler, também de Columbus, que manteve o objeto no porão durante muitos anos antes de resolver doá-lo para o brechó. Zettler garantiu que não ficou ressentido com o que aconteceu e comentou: Esse é o risco que você assume quando leva algo para um brechó. Mr.Bodish vendeu o cartaz em abril (2012) por 7 mil dólares. O comprador optou pelo anonimato.

FONTE: Thrift store Picasso a lucky find.
NEWSAustralia, publicado em 11/05/2012
[http://www.news.com.au/world/thrift-store-picasso-a-lucky-find/story-fn6sb9br-1226352605927]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...