segunda-feira, 7 de maio de 2012

Kroatoan: O Mistério de Roanoke, A Colônia Desaparecida


Em 1585, 120 colonos aportaram na nordeste norte-americana (atual estado de Carolina do Norte) para ali estabelecer a primeira colônia inglesa no Novo Mundo. Poucos anos depois, em 1587, uma outra expedição enviada ao local deparou-se com um mistério que tem intrigado os historiadores há mais de 400 anos. A colônia ̶ e todos os seus habitantes, tinha, simplesmente, desaparecido... 


1587. Obstinado, Sir Walter Raleight mandou outro grupo de colonos. Eram 150 pessoas. Desta vez, o objetivo era erigir uma colônia na Baía de Chesapeake. Eram liderados por John White (1540-1593), amigo de Raleight que já tinha ido a Roanoke nas expedições anteriores. 

Sua primeira parada seria, mais uma vez, em Roanoke, para resgatar os homens que Grenville havia deixado lá. Chegaram em 22 de julho (1587) porém, novamente, nada encontraram. Ninguém. Apenas um esqueleto... e nenhuma pista. Nenhum sinal do quê poderia ter acontecido...

 Os ingleses começaram a temer por suas vidas e convenceram o governador White a retornar à Inglaterra e pedir ajuda. Lá ficaram cerca de 115 pessoas, inclusive Virgínia Dare, um bebê, neta de White, a primeira criança inglesa nascida no Novo Mundo...

 Em 1590, White voltou. Desembarcou em Roanoke. Sua neta devia estar completando 3 anos de idade. Perplexos, White a tripulação e os novos colonos que vinham com ele encontraram o local completamente deserto.

Não havia nenhum vestígio de luta ou batalha. Casas e fortificações (paliçadas) não estavam destruídos, apenas decadentes, desmantelados pelas intempéries climáticas. Muitos objetos, inclusive artefatos de metal estavam lá, abandonados, cobertos pela vegetação. Os 90 homens, 17 mulheres e 11 crianças tinham, simplesmente, desaparecido; mais uma vez. Entre eles, Virgínia Dare, a neta de White.

 Todavia, White encontrou o que achou algo que poderia ser uma pista... Entalhada em um poste da colônia estava escrita a palavra Croatoan e em uma árvore próxima, somente as iniciais "Cro"...


O Segredo do Mapa

Ele tem 425 anos (em 2012). O Virgínia Pars é um mapa que foi elaborado por John White na década de 1580, o colonizador que teria sido o governador da colônia de Roanoke e futura Raleigh City, se o assentamento não tivesse desaparecido, misteriosamente, nas três vezes que foram feitas tentativas de estabelecer, na ilha do mesmo nome, uma povoação britânica. Apesar dos mapas, de forma intrigante, a localização da colônia jamais foi identificada com exatidão.

Recentemente, especialistas da Fundação First Colony e do Museu Britânico em Londres (proprietário do mapa desde 1866), depois de proceder a uma minuciosa análise do Virginia Pars, reuniram-se, na quinta-feira, 03 de maio (2012) no campus da University of North Carolina, em Chapel Hill para divulgar suas descobertas. LEIA A MATÉRIA COMPLETA



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...